Família de jovem baleado durante briga de torcidas se apega à fé, e perdoa autor do crime

5

No último dia 16, um torcedor do Náutico foi baleado durante uma briga envolvendo torcedores do Sport e do Náutico no entorno do Estádio dos Aflitos. Lucas de Freitas Lira, de 19 anos, foi baleado na nuca, e permanece em estado grave no Hospital da Restauração.

Apesar do pranto constante entre os familiares e amigos do jovem, a fé ainda permanece forte entre todos eles, que acreditam na recuperação de Lucas. Mirella Lyra, irmã do jovem, falou ao site UOL, e afirmou que toda a família tem fé na recuperação de seu irmão.

– Eu costumo dizer que não tenho esperança, tenho certeza. Tenho certeza que meu irmão vai se recuperar e, depois, vai estar pedindo paz aqui com a gente. Ele vai ser um milagre vivo de Jesus – afirma Mirella.

– A notícia que a gente recebeu é que ele melhorou um pouco a capacidade respiratória. A pressão dele, que estava sendo controlada por remédios, não vai precisar mais dos medicamentos – completou a irmã do jovem.


Fátima Freitas, tia de Lucas, também falou à reportagem, e explicou como eles estavam atravessando momento tão dolorido.

– A esperança é a última que morre. Nós cremos no Deus do impossível. Neste momento, a família está voltada às orações para que a vontade de Deus seja realizada e que Lucas possa se recuperar – explicou a tia do jovem.

A polícia já identificou o prendeu o autor do disparo que atingiu o jovem. Identificado como José Carlos Feitosa Barreto, de 37 anos, o autor do disparo foi capturado menos de 72 horas depois de atingir o jovem com um disparo de arma de fogo. Aliviada com a prisão do agressor, a família de Lucas afirma que, apesar de querer que a justiça seja cumprida, perdoa o agressor.

– Esperamos que ele pague, porque ele cometeu um crime. Mas ele tem o perdão da gente. Para obter a graça de ver Lucas bem, a gente precisa perdoar – declarou Mirella Lyra, ao Superesportes.

Assista ao vídeo no qual Mirella Lyra fala sobre a recuperação do irmão:

Assine o Canal

Por Dan Martins, para o Gospel+

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA