Feliciano para presidente: jornal afirma que pesquisas eleitorais apontam intenções de voto para o pastor em 2014

136

Pesquisas a respeito de intenção de voto para presidente em 2014 feita com eleitores de diversos Estados aponta que o pastor Marco Feliciano é citado espontaneamente por eleitores.

A informação foi revelada pela Folha de S. Paulo na coluna Painel, no último dia 07 de junho. A nota do jornal afirma que os dados foram apresentados ao governo, mas não explica se as pesquisas foram encomendadas pelo Palácio do Planalto.

Diz a nota que “além de Aécio Neves (PSDB), Marina Silva e Eduardo Campos (PSB), pesquisas que chegam ao governo registram intenções de voto para Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, à Presidência [da República]”.

A exposição pública do pastor na crise que envolveu sua eleição à Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) fez o Partido Social Cristão considerar a hipótese de lançar candidato próprio à disputa pelo Planalto no ano que vem. Porém, o nome predileto do PSC até agora é o do também pastor Everaldo Dias Pereira, que é vice-presidente nacional do partido.


Há tempos o pastor Marco Feliciano fala, em suas pregações e artigos, da possibilidade de que o Brasil tenha um presidente evangélico. De acordo com seu site, na última quarta-feira, 05 de junho, Feliciano voltou a tocar no assunto durante a manifestação pacífica organizada pelo pastor Silas Malafaia em Brasília, em frente ao Congresso Nacional.

Em seu discurso, o pastor afirmou que o povo será saudado por esse presidente com o tradicional cumprimento dos evangélicos: “Eu quero profetizar que chegará um tempo que os crentes vão chegar no culto no meio de semana carregando um radinho de pilha na mão, só para ouvir a voz do Brasil que hoje ninguém escuta de raiva, vai chegar um dia que nós vamos ter orgulho de ouvir a voz do Brasil só para ouvir um jornalista dizer assim: ‘Com a palavra sua excelência o presidente da República Federativa do Brasil’, e o presidente vai começar o seu discurso assim: ‘Eu cumprimento os compatriotas brasileiros com a paz do Senhor Jesus!’”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


136 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA