Megaigrejas viram fenômeno nos Estados Unidos e fotógrafo cria mostra com imagens das principais; Confira

7

Um fenômeno de crescimento. É assim que a imprensa norte-americana trata as megaigrejas evangélicas do país e o impulso que elas protagonizaram nas últimas décadas.

Em 1980, eram aproximadamente 50 denominações com megatemplos nos Estados Unidos, e atualmente, o número passa de 1800, espalhadas por diversos estados.

O fotógrafo Joe Johnson publicou recentemente um ensaio fotográfico em que destaca a suntuosidade dos templos, e a dedicação aos detalhes na produção de cenários que são usados para eventos nos templos, considerados verdadeiros espetáculos teatrais e musicais.

Segundo o site da revista Wired, essas denominações tem investido em grandes estacionamentos e pregações elaboradas para atrair fiéis e expandir a capacidade de propagação do Evangelho


O interesse de Johnson surgiu, segundo informações do site Page Not Found, depois que ele acompanhou sua mãe a um culto numa megaigreja na Carolina do Norte.

Confira abaixo, algumas das imagens feitas por Joe Johnson:

Fotógrafo destacou arquitetura da megaigreja em South Barrington, no estado de Illinois
Fotógrafo destacou arquitetura da megaigreja em South Barrington, no estado de Illinois
Alta tecnologia e arquitetura semelhante a um ginásio foram destacadas por Johnson na foto da megaigreja em Louisville, Kentucky
Alta tecnologia e arquitetura semelhante a um ginásio foram destacadas por Johnson na foto da megaigreja em Louisville, Kentucky
Equipamentos de ginástica e boxe usados durante dinâmica, no altar da megaigreja de Maryland Springs, Montana
Equipamentos de ginástica e boxe usados durante dinâmica, no altar da megaigreja de Maryland Springs, Montana
Câmera coberta mostra que cultos da megaigreja de Maryland Springs são transmitidos pela TV
Câmera coberta mostra que cultos da megaigreja de Maryland Springs são transmitidos pela TV
Fotógrafo detalhou a cenografia usada em peça de teatro sobre evangelismo, na cidade de Munster, Indiana
Fotógrafo detalhou a cenografia usada em peça de teatro sobre evangelismo, na cidade de Munster, Indiana
A mostra de fotos de Joe Johnson destaca também detalhes pequenos dos megatemplos
A mostra de fotos de Joe Johnson destaca também detalhes pequenos dos megatemplos
Alto investimento em equipamentos de iluminação fazem parte dos espetáculos apresentados por megaigrejas
Alto investimento em equipamentos de iluminação fazem parte dos espetáculos apresentados por megaigrejas

Para visualizar o trabalho completo de Joe Johnson, clique aqui.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

7 COMENTÁRIOS

  1. Nossa…

    Os equipamentos de som de deve ser de primeira qualidade. Eu iria baba em cima da uma mesa de som desses megatemplos. heheheh

    Tb deve custar milhões de dólares pra organizar um som em templo desse.

    • JESUS DISSE:

      ” Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” (Mateus 28:19)

      Construção de templos físicos nunca foi e nunca será prioridade do evangelho.

  2. Esse é o “deus” dos cristãos hoje – O Templo. Ser o que Jesus sugere nos evangelhos não caracteriza um cristão hoje, o que qualifica um cristão hoje é: Seu templo, sua roupa, sua forma de falar, as músicas que ele escuta, e a idolatria a tudo que se diz GOSPEL. É de chorar!

  3. DEUS prospera seus filhos……..promessa de DEUS “Aos que te abençoarem,EU abençoarei, aos que te amaldiçoarem EU amaldiçoarei. Toda honra,toda glória ao NOSSO SENHOR JESUS,o unico caminho até DEUS PAI!!!!!!

  4. A paz do Senhor Jesus.

    Só lhes faltam uma coisa.

    Eu não vejo tanto dinheiro gasto com os mendigos, idosos, crianças abandonadas, viciados largados na rua, na sarjeta, necessitados comendo em lixão.
    Muitos pregadores se vesforçam para que o povo venha pagar as despesas de seus ministérios, mas não oferecem um pão seco com mortandela estragada para os famintos, descalços, nús.
    O dinheiro dos dízimos e ofertas são enterrados no chão por meio de construção faraônica, de compra de jatos, ferro, madeira, plástico, terra, mansões, conta do pregador transbordando de dinheiro, luxúria e mais luxúria, etc.
    A pessoa vai nesses locais e não perguntam nem se ela está passando bem. A pessoa apenas fica, lá, como expectadora, ouvindo, dizendo amém e dando dinheiro cada vez mais.
    O mendigo passa na porta desses mega templos e pensa que é o palácio do rei Herodes. E passa correndo com medo de ser decaptado.
    As igrejas evangélicas em geral não têm políticas sociais para seus membros. Se o crente precisar de uma cesta básica tem que pedir em ONGs, Igrejas católicas, para o vizinho, parente, e até em Casa de Encostos.
    E a maioria dos pregadores dizem que isso é problema do governo, ou que o dinheiro dos dízimos é para fazer a obra do senhor do ego deles, o rei mamom.
    Só lhes faltam uma coisa: Vendam tudo o que têm, e deem aos pobres.

    Deus abençoe a todos em nome de Jesus.

  5. Amados!vcs estão julgando com olhos carnais e materialistas,essas megas igrejas tem trabalhos sociais fortíssimos e ganham milhares de almas ao senhor,e outra coisa quem dera o Brasil ter essa visão para investir em algo que se vê e se da resultados .fiquem com Deus e reflitam a ainda pessoas íntegras ao senhor.quem nos dera sair desse formalismo e nos filiarmos a essas igrejas

DEIXE UMA RESPOSTA