Igreja evangélica é obrigada por autoridades a dividir templo com grupo satanista

6

A prefeitura da cidade de Oklahoma decidiu permitir que um grupo satanista utilize o mesmo espaço usado por uma igreja evangélica para celebrar seus rituais. A decisão das autoridades causou enorme polêmica entre os cristãos.

A cidade é capital do estado norte-americano homônimo e possui um espaço público chamado Civic Center Music Hall, que há anos é cedido à Oklahoma City Community Church para a celebração de seus cultos.

Devido a uma solicitação de um grupo satanista sediado em Nova York, a administração do centro de eventos decidiu, no início deste ano, ceder o local para alguns eventos programados pelo grupo de satanistas local, que é ligado aos nova-iorquinos.

O pastor da igreja que utiliza o espaço afirmou que os membros da denominação tem que reagir à situação com “amor e esperança”, seguindo o conceito do Evangelho: “Como Igreja, queremos responder como povo de amor, que são consistentes com os ensinamentos de Jesus e as formas que respondia àqueles que o rejeitaram e até mesmo o odiavam”,  escreveu Tom Mannin em um artigo.


“Vamos falar com graça e paz ao povo que virá ao encontro da missa negra. Vamos orar para que o amor de Deus seja abundante em nossa cidade e entre pessoas de diferentes crenças”, continuou o pastor, que fez uma referência à passagem bíblica de Mateus 5:38-42, onde Jesus diz aos seus discípulos que eles devem “dar a outra face” quando se trata de pessoas que os odeiam e querem atacá-los. “Esta passagem nos ensina que não podemos responder ao mal com o mal. Quando alguém odeia, então ele é odiado de volta, e vai ser fácil para eles continuarem a odiar”.

A postura pacífica e conciliadora do pastor não foi a mesma adotada pelo povo da cidade, que organizou uma petição pública pedindo que os eventos satanistas fossem cancelados. Mais de 37 mil pessoas assinaram o documento, que não teve efeito prático.

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, também criticou a realização do evento satanista no local, dizendo que a cerimônia era um “escárnio nojento da fé” dos cristãos da cidade. “Pode ser protegido pela Primeira Emenda, mas isso não significa que não podemos condená-la nos termos mais fortes possíveis para a indignação moral que é”, acrescentou Mary.

“É chocante e repugnante que um grupo de ‘satanistas’ de Nova York iria viajar todo o caminho até Oklahoma para vender sua sujeira aqui. Oro para que percebam quão doloroso suas ações são e cancelem este evento”, finalizou a governadora.

6 COMENTÁRIOS

  1. É hora do povo de Deus procurar entender que nossa adoração a Deus não está está restrita a um espaço físico. No inicio da era cristã os irmãos se reuniam nas casas uns dos outros e Deus se agradava de tal modo que todos os dias eram acrescidos à igreja aqueles que seriam salvos.

  2. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? Apocalipse 13:4
    Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Apocalipse 17:13
    E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. Apocalipse 13:15

  3. Olha aí a diferença de um Pastor consciente e educado de um Pastor ignorante e grosso, como o Silas Malafaia. Celebrando um evento satanista na igreja, o cara respondeu com mansidão, deixou q o povo gritasse por ele. Se fosse o Silas, já tinha xingado mil palavrões e gritado em 1200 decibéis…

  4. II Co 10.4 Porque as armas da nossa milícia não são carnais mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas. Jejum e oração é a solução para esses casos pois eles o fizeram devido a brechas na lei daquele estado dos Estados Unidos. Como aqui no Brasil que mulheres que não são homens, mas querem que a sociedade aceitem esse “faz de conta” e querem oficializar uma situação mentirosa e assim se casam como se fosse uma união hetero. Sociedade sem Deus é povo que contraria os princípios do Criador. Rm 6.23 O Salário do pecado é a morte….

  5. O texto acima tráz uma palavra que diz tudo” ESPAÇO PÚBLICO”!
    Se o espaço é público e está “emprestado” a uma Igreja evangélica também pode ser emprestado a um centro espírita, budista, descrente ou satanista…
    Ao contrário, se o espaço fosse de propriedade da Igreja, um juiz decretar que essa Igreja fosse obrigada a compartilhar o mesmo espaço com satanistas seria uma decisão inconstitucional.

DEIXE UMA RESPOSTA