“Igreja do rio” atrai fiéis para cultos na natureza e prática de esportes aos domingos; Assista

7

Uma comunidade de fé que se reúne à beira de um rio, semanalmente, cultua a Deus e pratica esportes ajudando a preservar a natureza foi destaque de uma matéria sobre religião de um importante portal de notícias norte-americano.

Sem paredes, púlpito e salas auxiliares, a River Church (“igreja do rio”, em tradução livre) reúne fiéis em uma área rural do estado da Carolina do Norte (EUA) e proporciona uma experiência de fé diferente aos membros.

A iniciativa partiu da Bryson City United Methodist Church em 2007, e até hoje a igreja oferece suporte ao projeto, que nasceu para oferecer a oportunidade dos guias turísticos e velejadores da região poderem usar parte de seu tempo livre nos fins de semana e cultuarem a Deus.

“Nós queríamos ter algo que parecesse natural para eles”, afirmou o reverendo Wayne Dickert, pastor da igreja e um ex remador olímpico, de acordo com informações do Huffington Post.


Os domingos de verão são agitados na região, que tem um parque de esportes radicais e atrai mais de 1 milhão de visitantes por ano, interessados na prática de rafting, mountain bike e paddleboarding.

Após os sermões, o pastor Dickert cai na água junto com os fiéis, para remarem rio abaixo e refletirem sobre a pregação do dia.

“Eles realmente se sentem mais ligados a Deus aqui fora, na criação, na vida, o ambiente que Deus criou para respirarmos. Então, quando estamos adorando, podemos olhar para cima e ouvir os sons dos rios, ver o verde das árvores e ouvir o canto dos pássaros. É realmente muito especial estar lá”, resumiu.

Assista, no vídeo abaixo, um material de divulgação produzido pela própria Igreja Metodista Unida da cidade de Bryson para convidar praticantes de esportes radicais para os cultos da “igreja do rio”:

Assine o Canal

7 COMENTÁRIOS

  1. “Este não quer o batismo,
    aquele nega os sacramentos;
    há quem admita outro mundo entre este e o juízo final,
    quem ensina que Cristo não é Deus;
    uns dizem isto, outros aquilo,
    em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças”

    (Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l).
    Está aí mais uma prova de que o pensamento do Lutero estava certo.

DEIXE UMA RESPOSTA