Inauguração da Hillsong SP atrai 4 mil jovens e lota casa de shows: “Vamos conquistar o continente”, diz pastor

0

A filial brasileira da Hillsong foi inaugurada em São Paulo no último dia 30 de outubro, com a presença de mais de quatro mil pessoas e a atenção da imprensa, já que fora do meio evangélico, a denominação ficou conhecida como “a igreja de Justin Bieber”.

A igreja em São Paulo é a 16ª filial da Hillsong e não tem templo: aluga a casa de shows Audio Club aos domingos, e uma vez por semana, reunirá as pessoas que decidiram frequentar cultos por lá.

De acordo com informações da revista Veja, a igreja está presente em metrópoles como Nova York, Amsterdã, Barcelona, Londres, Paris, Estocolmo e Buenos Aires. Esta última foi a primeira inaugurada na América do Sul, em dezembro do ano passado.

“Alguns perguntam por que resolvemos vir para a América do Sul, onde já há tantas igrejas, e eu respondo que lá fora há milhões de pessoas que ainda não estão dentro das igrejas. Vamos conquistar este continente”, afirmou o pastor Chris Mendez, líder das filiais brasileira e argentina.


O crescimento da Hillsong entre os jovens urbanos ao redor do mundo se deu após uma forte presença na música, com diversas bandas para os mais variados nichos do mercado gospel. Dessa forma, atraiu celebridades, como os atores Vanessa Hudgens, Austin Butler e Bruna Marquezine, os cantores Nick Jonas e Selena Gomez e a modelo Kendall Jenner, o jogador David Luiz, entre outros.

A conversão ao Evangelho do então garoto-problema Justin Bieber e sua relação próxima com o pastor de Nova York, Carl Lentz, foi o que impulsionou a presença da Hillsong nas manchetes da imprensa secular.

Outro lado

A presença na mídia também trouxe à tona alguns capítulos que a igreja não costuma expor. Na Austrália, setores da imprensa criticam a Hillsong por arrecadar doações – ofertas e dízimos – sem pagar impostos, o que é comum, uma vez que os Estados laicos abrem mão da taxação em nome da liberdade religiosa.

Os pastores Brian e Bobby Houston, dois dos principais líderes da denominação, são constantemente alvo do interesse da mídia porque mantém um estilo de vida ostensivo. Bobby, inclusive, é dedicado à pregação da teologia da prosperidade, e já publicou um livro chamado “You Need More Money” (“você precisa de mais dinheiro”, em tradução livre).

Ambos são filhos do pastor Frank Houston, morto em 2004. No fim da vida, ele chegou a admitir que havia abusado de nove garotos na Austrália e Nova Zelândia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA