Instituição evangélica comemora 10 anos de trabalhos voltados à recuperação de alcoólatras, usuários de drogas e homossexuais

42

A Organização Não Governamental (ONG) Ele Clama comemora os dez anos de atuação como clínica de recuperação de dependentes químicos com números expressivos e testemunhos de mudança de vidas.

De acordo com Gilberto Santos, diretor da clínica, mais de 4 mil pessoas já passaram pelo tratamento oferecido pela Ele Clama. “Nós tratamos de tudo, do viciado em droga até aqueles quem têm desvio de comportamento e de caráter. Tivemos aqui um caso de um travesti que tinha até peito de silicone. Hoje essa pessoa está casada e tem filhos”, afirma.

Entretanto, segundo Gilberto, a ênfase não é tratar questões ligadas à sexualidade: “A questão da homossexualidade a gente vai percebendo no dia a dia. Tem um aluno que notamos algo de estranho. Ele acabou abrindo o jogo. Disse que já teve relacionamento com outro homem, mas que sofria muito com isso. Percebemos que ele frequentava a academia só para ficar vendo os outros alunos. A gente chegou perto e deu uns toques para ele evitar o desejo carnal”, revela.

Mesmo com a falta de profissionais qualificados para o acompanhamento médico e psicológico, a clínica se mantém atendendo os dependentes com a ajuda de uma enfermeira voluntária. A motivação maior, de acordo com o diretor da clínica, vem dos princípios bíblicos: “O Evangelho pode mudar a vida de qualquer pessoa”, atesta Gilberto.


Atualmente, a clínica de recuperação Ele Clama possui três unidades de tratamento em Minas Gerais: um sítio de acolhida na Serra da Moeda, em Nova Lima, e duas chácaras na cidade de Contagem, onde existem fábricas de vassouras, marcenaria, padaria e uma confecção, que servem de ocupação para que os internos possam trabalhar, de acordo com informações do jornal O Globo.

Manassés

Outra entidade de atenção a dependentes químicos, a Instituição Social Manassés, localizada na cidade de Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana de Recife, em Pernambuco, atende 40 internos e tem postura mais reticente quanto à homossexualidade.

O diretor da Manassés, Herman Benfica, diz que a entidade não tem por hábito atender homossexuais, a fim de evitar polêmicas que possam resultar em acusações.

“A gente não pode mudar o sexo de ninguém. Se ele quer ser gay, tenho que respeitar a opção dele. Mas, aqui, ele vai ouvir a pregação da Bíblia. Se vai se sentir incomodado, o problema é dele. Já passaram milhares de pacientes por aqui. Mas preferimos rejeitar os homossexuais. Temos 40 homens que estão tentando se curar do vício. Eles participam de atividades de manutenção da casa, de lazer e de três cultos por dia. Se colocarmos um homossexual, desestrutura tudo. Não permitimos essas práticas na clínica, que é evangélica. Agora, se algum paciente homossexual aceitar as normas da casa, poderemos recebê-lo. Se vai se libertar da homossexualidade vai depender dele”, pondera Benfica, que estuda psicologia na Faculdade Guararapes.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

42 COMENTÁRIOS

  1. É lamentável que com toda a informação que todos tem acesso hoje em dia, algumas pessoas tratem homossexuais como doentes, é nojento esse tipo de gente. Como podem associar drogas à homossexualidade? Comparem um dependente de Crack com um homossexual, é totalmente diferente. Eu que sou gay, tenho 21 anos nunca usei drogas, nunca fumei nunca bebi uma gota de álcool , não sei nem o gosto do álcool e nem tenho interesse. Conheço muitos dependentes químicos todos são héteros, não conheço um gay drogado, se as pessoas fizessem o favor de ler um pouco a Bíblia ( com todo respeito ) e começasse a ler mais e estudar mais a respeito desses assuntos, poderiam ajudar mais pessoas.

    • Puxa, não pode aparecer nenhuma organização que diz que reverte sexualidade que vocês se doem, da pra ver que vocês sã infelizes mas não querem dar o braço a torcer, se vocês são infelizes e nada está bom…, Jesus ode e quer te libertar!

        • E se eu falar q alguns homossexuais, senão a maioria, q conheço são drogados, alcoólatras, arruaceiros, escandalosos e q morreram aidéticos; mudaria alguma coisa p/ vc?
          COM CERTEZA NÃO, mas existe e muito… E muitos desses querem mudar de vida, inclusive a sua sexualidade, e é aí q os Pastores entram…

          • Depende do lugar, na igreja tem um monte de ex travesti, que se prostituía e drogado, vc só deve conhecer essas pessoas da igreja, né? Os que eu conheço são pessoas totalmente diferente das que vc conhece porque eu não os conheci em igreja porque não a frequento, mas sim ex-colegas de escola de trabalho, etc. Realmente na igreja tem tudo ex travesti, ex homossexual, ex drogado, ex prostituta, ex alcoólatra, ex espancador de mulheres, ex ladrão, todo mundo é ex alguma coisa.

          • P/ Diogo:
            Cara, eu ñ conheço só de igreja ñ… Meu bairro é um celeiro de Homossexuais, e falo isso pq vejo, ñ pq imagino. E outra: é melhor um ex drogado na sociedade do q um cara na cracolândia; é melhor uma ex prostituta do q uma mulher em um prostíbulo totalmente jogada à margem; é melhor um ex ladrão do q um trombadinha nas praias; é melhor um ex assassino do q vc ver uma pessoa q vc ama em um caixão.

    • “Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles”
      Levítico 20:13.
      Mais alguma coisa?

  2. Denunciem essa “clinica”! Tratar homossexuais? Como assim ? Vão tratar o que não é doença?
    Alem de ser um “clinica”, se entende por clinica um local que tenha profissionais da área de saúde, psicólogos, médicos.
    Conselho Nacional de Psicologia proibiu essa pratica criminosa.
    Religioso não esta qualificado para tratar de dependentes! Pregação e doutrinamento não é tratamento!

      • Essa organização está fazendo 10 anos, e só agora os homossexuais vem se doer, da pra ver o quanto são infelizes e mesquinhos pelas suas afirmações, se incomodam com tudo, mas se um dia quiserem se beijar na frente das nossas famílias e nossos filhos e formos agir contra, aí nós é que seremos chamados de doentes.

        • Vocês tem medo do que?
          Se vcs estiverem dentro da lei nao acontecera nada, nao há o qu temer.
          Agora se vcs estivem fazendo coisas ilegais com o intuito de ganhar dinheiro facil se aproveitando da ignorância das pessoas aí vcs tem que se preocupar.
          Querem privilégios?
          Querem que a lei sirva só para os outros e nao para vcs?

      • Marcos, o que se questiona é a comparação de drogas à homossexualidade, sendo que a homossexualidade é a mesma coisa que a heterossexualidade, o indivíduo homossexual apenas se relaciona com outra pessoa do mesmo sexo, por uma questão de atração física, sexual, sentimental e afetiva. Já o heterossexual se relaciona apenas com pessoas do sexo oposto por uma questão de atração física, sexual, sentimental e afetiva também, ou seja é a mesma coisa, uma sexualidade é tão saudável quanto a outra, ninguém tá doente, ok? Você que diz que se liberou das drogas e do crime deve ter sofrido muito, pois como sempre vemos casos de dependentes químicos, muitos deles chegam ao extremos e outros são até acorrentados em casa, o pior que dizem é o crack. Eu tenho um primo evangélico que também tem uma clínica dessas para recuperação de dependentes químicos e muita gente passou por ela, uns conseguiram se recuperar porque chegaram em estados deploráveis!

    • Cara, vc tá falando besteira. A Igreja tem um papel social muito importante, dando aos viciados uma oportunidade p/ se reabilitar e se tornar um bom cidadão. O conselho de Psicologia falou p/ os psicólogos, ñ p/ Pastores e religiosos! Procura estes quem quer; se o homossexual sentiu desejo de procurar ajuda com um Pastor ou uma clínica evangélica, problema é dele e do Pastor! Liberdade de expressão, de ir e vir, de fazer o q quiser, se ñ está proibido em lei! A igreja faz UM FAVOR de ajudar o Governo e os políticos com essas clínicas…

      • Pastor nao esta habilitadamente curar ninguém!
        Não estudou e não tem capacidade para isso!
        Pior ainda quando não há o que curar….
        Pastor que evangelizar e aumentar o números de pagantes de dizimo!
        E claro que esse serviço nao é de graça…. Ou seja isso constitui pratica ilegal da medicina e charlatanismo, que são crimes previstos na lei.

        • Q viagem meu amigo! Um pastor sério nunca falaria q vai “curar” alguém! Tudo q acontece nos centros de reabilitação são pregações p/ q a pessoa mude de vida. Nos casos de drogados, p/ eles ficarem em um lugar refugiado das coisas q os tentam. Ñ é aplicado nem receitado nenhum medicamento ñ permitido pela medicina, tão pouco feito reuniões psicólogas. Tudo q é feito é no âmbito da fé. Vai quem quer, fica quem quer. Largue esse fundamentalismo homossexual e enxergue melhor em sua volta… Liberdade religiosa, de expressão, intelectual… Pega a constituição, pelo amor de Deus! Liberdade religiosa de pregar em centros de recuperação, presídios… para de falar besteira, parceiro!

          • Hummm
            Então a pessoa opta por cárcere privado e o pastor faz lavagem cerebral…
            Pq pelo que entendi a família pode “internar” uma pessoa contra sua vontade…
            Então o que o pastor faz é aumentar o número de crentes e no livrar a pessoa de nada.

          • P/ Luis:
            kkkkkkk! Sem comentários p/ vc. Vc já saiu da razão p/ entrar na zoação… Cárcere privado, lavagem cerebral, internar contra a vontade, isso só pode ser piada. Se aprofunde mais do assunto p/ voltarmos a debater.

    • Denunciar? Proibir a ajuda a quem busca? E a liberdade? O gay não pode querer mudar? É brincadeira essa posição contra a reorientação sexual. Gay tem direito de mudar sim. Basta ele querer. Se não quiser, não é obrigado. Mas, se quiser não proibam.

      • Danilo, vc fala de reorientação sexual e orientação sexual como se fosse o seguinte, O psicólogo pede para o paciente sentar e diz: Eu agora vou te orientar ou reorientar sexualmente, é esse seu pensamento, só pode, né? Você acha que os homossexuais são orientados pelos pais a serem homossexuais quando crianças? Se essa é sua opinião então se mata!

        • Amigão, quem tem q achar é a pessoa q procura! Se o cara quer procurar um Pastor, p/ q ele deixe a prática homossexual, qual é o problema? Cremos nisso, q o homem nasceu p/ mulher e vice versa, ambos HETEROSSEXUAIS. Se o homossexual tb crê nisso, parceiro, ñ vai ser vc a convencê-lo ao contrário…

          • Irraimundo, sugiro que vc leia com mais atenção. Não estou falando de pastores e sim de psicólogos, ok? Não existe reorientação sexual na psicologia, existe o aconselhamento do psicólogo para a auto-aceitação do paciente, ok?

          • P/ Diogo:
            Mas o q eu estou postando é sobre os pastores e religiosos q são procurados para ajuda… Problema do psicólogo e sua psicologia, se o gay quer procurar ajuda de um pastor, o problema é dele com o Pastor… Não estou defendendo q a psicologia mude p/ atender homossexuais, e sim q eles possam procurar quem possa oferecer ajuda, ñ interessa se é Pastor, Padre, psicólogo…

  3. e as pessoas que de la saíram libertas não conta não, elas estão ai felizes por ter se libertados das drogas dos vícios e ate da prostituição isto vocês não veem não e mesmo, eles foram e foram libertados e vocês estão libertos pelo que vejo vocês estão de mal a pior, pelos seus comentário da bem para ver suas índoles e o seus comportar

  4. Celso doce ops dossi de açúcar ou de rapadura, colégio objetivo Araçatuba, seus colegas sabe que você e um jumento que esta estudando para burrologia , porque se for um professor coitado dos pais que tem filhos estudando contigo seja colegas ou alunos, se você não tem coisas construtivas para escrever não escreva, ou você e um efeminado ou um jumento para falar uma asneira dessa, e não adianta ficar com raivinha não que sua resposta não vai encobrir sua famigerada escrita, ok burrildo

  5. Por acaso, existe alguma ONG atéia que recupera viciados e ampara os excluídos da sociedade?

    Certamente não, mas para criticar eles são sempre os primeiros. Por isso afirmo, a grande maioria dos ateus militantes são um atraso para qualquer sociedade.

    • John, avanço para a sociedade são os 90% de brasileiros cristãos, por isso eu me pergunto se 90% dos brasileiros amam ao próximo como a sí mesmo e são pessoas tão bondosas me pergunto porque o Brasil tá essa maravilha? Realmente, não poderíamos estar em país tão bom, tão calmo, tão tranquilo se não fosse pelo fato do Brasil ter tão cristão.

      • Diogo, desses 90% de “cristãos” que você citou é formado por maioria de católicos não-praticantes, aqueles que raramente vão á missa, não leêm a Bíblia e se for preciso, fazem aquele despachinho nas religiões afro-brasileiras, quando acham que é preciso. É lógico que o Brasil está longe de ser um país ideal, mas com certeza é melhor que Coréia do Norte, Cuba e China, países ditadoriais que incentivam o ateísmo e perseguem os cristãos.

          • “Todos pais”?? Luís recomendo-lhe que estude um pouco mais a língua portuguesa antes de entrar em uma discussão na Internet. Escrever errado dessa maneira compromete a sua credibilidade. E você só reforça o meu comentário ao dizer que esses países nórdicos tem uma MINORIA de ateus!

    • Do mesmo modo que não existe nenhuma organização ateia que cobra dízimos não vejo pq uma organização ou uma religião deve se meter a fazer o que não esta apto…
      Alem do mais onde diz ai que esse “desserviço” é de graça? Onde?
      Vamos aos fatos:
      Cura de desvio de caráter?
      Tratamento de desvio de comportamento?
      Cura de tra vesti? Ainda casad(a), juro que essa eu não entendi!
      Como assim aluno? Teve aula de que ? Vai na clinica para se tratar ou estudar?
      Fica subentendido que as pessoas vão lá para aprender algo, no caso religião então ja deixa de ser um clinica.
      Frequentava a academia so pra ficar vendo os outros homens? Agora eu ri! Só tem homem na academia?
      Mesmo com a falta de profissionais qualificados para o acompanhamento médico e psicológico, a clínica se mantém atendendo os dependentes com a ajuda de uma enfermeira voluntária!
      Aqui a clinica admite que não estra preparada para tratar ninguém pois não tem profissionais qualificadas e sim um simples enfermeira, ou seja não tem condições de tratar ninguém é apenas uma ONG que pega dinheiro dos idiotas.
      Eles chamam homos sexualidade de opção quando qualquer profissional qualificado sabe que é orientação, e chama tb de “vicio”, como assim vicio? Me mostre um profissional serio que afirme que homossexualidade é um vicio.
      Isso é um en godo e deveria ser inter ditado, somente nessa reportagem vemos o charla tanismo que tanto os evangélicos praticam livremente sem serem pu nidos.

      • Em primeiro lugar, o Dízimo não é obrigatório para ninguém, dá quem quer. E, se o Dízimo for usado para causas nobres como essa, sou totalmente favorável e com certeza traria consideráveis melhorias para a nossa sociedade. E quanto á discriminação, releia atentamente o texto e veja que os líderes das ONGs deixam claro que são de uma confissão cristã e aqueles que quiserem participar sabem muito bem disso, ou seja, se o travesti aceitou é porquê realmente ele queria uma mudança em sua vida.

        Se existisse uma ONG atéia e um dos pacientes quisesse pregar o Cristianismo para outros, o que você acha que aconteceria com ele?

        • Dizimo da quem quer? hauhauhauahuhauhauaua
          Com boleto bancário e data de vencimento?
          Com pastores te obrigando ?
          E alguns até tomando carros, casas, pertences pessoais?
          Conta outra!

          • Pastores te obrigando??? Desde quando as pessoas são obrigadas a ir em igrejas com pastores que adotam tal procedimento??? Vai quem quer nessas igrejas, se você foi um desses e deu seu carro e sua casa, só lamento pela sua falta de conhecimento bíblico.

DEIXE UMA RESPOSTA