Inspirados no livro “Instrumentos Mortais, adolescentes fogem de casa para “caçar demônios”

31

O desaparecimento de um grupo de adolescentes na última semana foi motivado pela leitura de uma saga de livros de ficção chamada “Instrumentos Mortais”. Os jovens teriam saído para “caçar demônios”.

O sumiço do grupo (três meninas e um menino) mobilizou investigadores da Polícia Civil do Piauí. As famílias dos quatro não tinham informações sobre seu paradeiro desde o sábado, 12 de setembro.

A localização do grupo só foi possível depois que o menino que integrava o grupo de “caçadores” desistiu da aventura e voltou para casa, na cidade de José de Freitas, segundo informações do G1.

Em depoimento aos investigadores, o adolescente explicou que haviam se inspirado nos contos da escritora norte-americana Cassandra Clare e iriam viajar para a Bahia, onde fariam um treinamento para combater espíritos malignos.


Durante a conversa com os policiais, ele informou a localização das colegas de aventura, e as meninas foram encontradas em São Pedro, a 107 KM da capital do estado, Teresina.

“Eles tinham planejado tudo há um mês e venderam o que tinham para pagar as passagens. O garoto contou que o treinamento seria na Bahia, depois seguiriam viagem para Minas Gerais e São Paulo, onde iriam combater estes demônios”, disse o chefe da investigação, Gilson Ferreira. “Ainda durante as diligências, encontramos os livros da série na casa de uma das meninas e fizemos a apreensão para saber se tinha alguma ligação com o sumiço deles”, acrescentou.

O investigador contou ainda que os quatro passaram o fim de semana na mata, e o menino disse ter sido ameaçado quando revelou que estava desistindo da aventura. Ele conseguiu fugir e voltar pra casa quando as outras três dormiram. Para comprar a passagem de volta, ele precisou vender o celular.

“Encontramos as três garotas abatidas e já embarcando para Bahia. Elas não apresentaram resistência e estavam com várias facas que, segundo elas, era para se defender. Pelas versões apresentadas, descartamos a possibilidade deles terem sido influenciados por algum adulto”, concluiu Ferreira.


31 COMENTÁRIOS

    • Que coisa em lopes,caçadores de mônios essa é nova.
      Lopes tenho para mim que com você tem 3 ou 4 demônios que ô acompanham,tem como liberar 2 para os jovens se divertirem caçando?

      • Tenho três que me atormenta aqui neste site.
        , o diabo leviano., protestante herege
        o lucianta filho do Lúcifer mais conhecido como você.,kkk
        O zezemulambo do Brás., este é discípulo do sherek agenor duque o bufador …

        Serve estes 3 fi..kkkk

    • os protestantes gostam tanto do diabo. A explicação disso tudo está no herege Lutero que tinha experiência com o diabo quando fundou o protestantismo: “O diabo dormiu ao meu lado, em minha cama, mais vezes do que minha mulher.” (em Wartburg – [Funck-Brentano, Martim Lutero, Casa Editora Vecchi, 1956, 2a. ed.])

      • BBC

        O exorcista-chefe da Igreja Católica disse a um jornal italiano que “o Diabo reside no Vaticano” e que bispos estariam “ligados” a ele.

        Em entrevista ao diário La Repubblica, o padre Gabriele Amorth, que comanda o departamento de exorcismo em Roma há 25 anos, disse que o ataque ao papa Bento XVI na noite de Natal e os escândalos de pedofilia e abuso sexual envolvendo sacerdotes seriam provas da influência maléfica do Demônio na Santa Sé e que “é possível ver as consequências disso”.

        O sacerdote, de 85 anos, disse ainda que há, na Igreja, “cardeais que não acreditam em Jesus e bispos ligados ao Demônio”.

        Amorth, que já teria realizado o exorcismo de 70 mil possuídos, publicou um livro no mês passado, chamado Memórias de um Exorcista, em que narra suas batalhas contra o mal.

        A série de entrevistas que compõe o livro foi realizada pelo jornalista Marco Tosatti, que conversou com o programa de rádio Newshour da BBC.

        Tosatti disse que o Diabo atua de duas formas. Na primeira, a mais ordinária, “ele te aconselha a se comportar mal, a fazer coisas ruins e até a cometer crimes”.

        Na segunda, “que ocorre muito raramente”, ele pode possuir uma pessoa. Tosatti disse que, de acordo com Amorth, Adolf Hitler e os nazistas foram possuídos pelo capeta.

        O exorcista católico conta em suas memórias que, durante as sessões de exorcismo, os possuídos precisavam ser controlados por seis ou sete de seus assistentes. Eles também eram capazes de cuspir cacos de vidro, “pedaços de metal do tamanho de um dedo, mas também pétalas de rosas”, segundo o sacerdote. Guerra contra a Igreja

        Amorth defende que a tentativa de assassinato do papa João Paulo II em 1981, assim como o ataque ao atual papa no Natal passado e os casos de abuso sexual cometidos por padres são exemplos de que o Diabo está em guerra com a igreja.

        Em entrevista ao La Repubblica, o exorcista contou que o Demônio “pode permanecer escondido, ou falar diferentes línguas, ou mesmo se fazer parecer simpático”.

        Para Tosatti, não há nada que se possa fazer quando o Diabo está apenas influenciando as pessoas, em vez de estar possuindo-as.

        Segundo o exorcista-chefe do Vaticano, o papa Bento 16 apoia o seu trabalho.

        “Sua Santidade acredita de todo coração na prática do exorcismo. Ele tem encorajado e louvado o nosso trabalho”.

        No jornal italiano, Amorth também comentou sobre como o cinema retrata o exorcismo e a magia.

        Segundo ele, o filme O Exorcista, de 1973, em que dois padres lutam para exorcizar uma garota possuída é “substancialmente preciso”, apesar de “um pouco exagerado”.

        Já a série do jovem bruxo britânico Harry Potter é descrita como “perigosa” pelo sacerdote, pois traça “uma falsa distinção entre magia negra e magia do bem”.

        Para mais notícias, visite o site da BBC Brasil

  1. O demônio está mais perto delas do que imaginam, é só elas entrarem numa dessas seitas protestantes de esquina.
    “Não sabeis que o protestantismo também possui um fundador sobrenatural? Sabeis agora, trata-se de um anjo, e seu nome é Lúcifer”. (frase de São Padre Pio)

    • Emanuelle,já lhe fiz esta pergunta anteriormente mas você fingi não ser com você,e não respondeu,não sou protestante,mas quando falamos do Reino de DEUS tudo tem que ser verdadeiro,você faz criticas contra evangélicos,chama de seitas:você poderia nos dizer o que é uma seita,em seguida transcrever o que esta escrito no livro de Baruc 6 da Bíblia católica edição Pastoral pág. 1084 até pág 1086, a bíblia católica A Bíblia de Jerusalém Baruc 6 pág 1600 até pág 1603,depois disto poderemos saber se você fala a verdade ou mente, conforme tantos os que falam mas não tem como provar o que dizem,falam por falar são Marias vai com as outras,e o resultado disto é a perca da Salvação, e levando aquele desconhecedor das Sagradas Escrituras para o inferno. Aguardo a sua resposta não se faça de sonsa novamente.

      • Meu caro cidadão, eu jurei que não iria perder mais meu tempo com retardados como você, mas desta vez eu vou abrir exceção levando em consideração a sua lavagem cerebral ok.

        Vocês dizem que a Igreja Católica é uma seita, mas nem sabe o que significa seita, mas eu vou te ensinar já que pastores desgraçados e filhos do diabo não tem a capacidade de te ensinar, vamos lá:

        Dicionario:

        seita
        (latim secta, -ae, caminho, linha de conduta, princípios, escola filosófica)
        s. f.
        1. Opinião, seguida por um grupo numeroso, que se separa de um corpo de doutrina principal.
        2. [Religião] Grupo que segue uma doutrina que deriva ou diverge de uma religião.

        Que coisa impressionante, segundo o dicionário, SEITA são grupos de pessoas que SEPARA do corpo doutrinal principal, OU SEJA, você está se referindo ao próprio protestantismo, são grupinhos de pessoas malignas que se separam do grupo principal (igreja católica) e viram adeptos dos evangelho mundano desgraçado. Mas uma a favor de vocês é que a seita DIVERGE da Religião, OU SEJA, uma seita prega contra a religião, coisa que todo o adeptos do evangelho mundano protestante faz, vocês todos são contra a religião, então meu rapaz, ante de vir aqui passar vergonha, vai estudar.

        Antes de falar sobre Constantino, eu deixo de ser católico hoje, se você ou algum desgraçado de alguma seita maligna me apresentar uma só fonte documental do seculo IV onde um Cristão diz que Constantino fundou a Igreja Católica, meu caro, só retardado como você que ainda cai nessa historinha de Constantino, aliás, alguns Cristão que viveram bem antes de Constantino e nem sabiam que Constantino um dia nasceria, deixaram vocês nãos mãos.

        Inácio de Antioquia em 107 D.C:
        Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA” (Epístola aos Esmirnenses c 8, 2).

        Esse é só um dos documentos que nós tempos para acabar com essas fábulas protestantes, infelizmente vocês esqueceram de avisar Inácio de Antioquia que a Igreja Católica não existia, o mesmo vocês esqueceram de dizer para Irineu discípulo de Inácio.

        Santo Irineu carta contra heresias:
        “Mas visto que seria coisa bastante longa elencar, numa obra como esta, as sucessões de todas as igrejas, limitar-nos-emos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma, pelos dois gloriosíssimos apóstolos, Pedro e Paulo”

        você acredita mesmo que tem capacidade para debater com algum católico rapaz?

        O único papel higiênico que eu li até hoje foi o seu comentário, pois você defeca pela boca as mesmas papagaiadas de sempre, são tudo fabricados em série.

        Sobre ler a bíblia, me poupe dos seus sofismas e merchans protestantes, essa desculpa de EU NÃO TENHO ARGUMENTOS vou mandar o cara ler a bíblia, já está ultrapassado, meu rapaz, nenhum pastor da sua seita desgraçada e do diabo conhece mais a bíblia do que eu, inclusive as suas MILHARES de versões FERRADA POR ALMEIDA, o falso padre que conseguiu fazer uma versão vivo e centenas depois de morto. É MOLE?

      • Pelo jeito você deve ser da seita dos Testemunhos de Jeová, mas age com julgamento de protestante.

        texto extraído do site Veritatis Splendor
        Autor Padre Cleodon, ex protestante que estava se preparando para ser pastor da Seita Assembleia de Deus:
        Permita-me então, primeiramente, esclarecê-lo que, para os cristãos católicos (romanos, orientais e ortodoxos), o livro de Baruc não é apócrifo, mas canônico, de modo que a Igreja cristã, desde os seus primórdios, tem feito uso dele.

        Permita-me então, primeiramente, esclarecê-lo que, para os cristãos católicos (romanos, orientais e ortodoxos), o livro de Baruc não é apócrifo, mas canônico, de modo que a Igreja cristã, desde os seus primórdios, tem feito uso dele.

        Seja como for… Parabéns, pois muitos protestantes descartam a priori esse e outros livros bíblicos, perdendo assim grandes tesouros da Palavra de Deus! Por isso, recomendo que, após Baruc, leia também os demais livros que foram excluídos no século XVI/XVII pelos protestantes (Tobias, Judite, Eclesiástico, Sabedoria, 1Macabeus, 2Macabeus e certos trechos de Ester e Daniel).

        Bom, abordemos o seu e-mail. O capítulo 6 de Baruc corresponde à chamada “Carta de Jeremias”. Algumas Bíblias manuscritas do séc. IV e V dC. enxergam este capítulo como autônomo, de forma que Baruc (secretário de Jeremias) teria apenas 5 primeiros capítulos…

        A carta de Jeremias, por sua vez, corresponde a uma advertência deste profeta vétero-testamentário aos seus patrícios, que estavam sendo levados cativos para a Babilônia por Nabucodonosor. A Babilônia, assim como outros povos daquele tempo, adotava em sua religião uma miríade de deuses, a quem prestava cultos portentosos, alguns promovendo, inclusive, a prostituição “sagrada”.

        Da mesma forma, os templos erguidos para abrigar esses deuses possuíam estátuas construídas com certos artifícios (=”malandragens”) que permitiam que se movimentassem e/ou emitissem sons/palavras, que causavam – com certeza – temor a muitas pessoas supersticiosas.

        Como veremos, tais artifícios eram comuns na época, naquela região, de modo que as pessoas acreditavam piamente que as estátuas dos deuses se confundiam com a própria divindade que representavam.

        Ora, Jeremias, como profeta do Deus único, sabia que tais estátuas “divinas”, criadas por mãos humanas, dependiam da fraude… No entanto, conhecendo a fraqueza da fé do povo judeu (que muitas e muitas vezes se deixou carregar para cultos pagãos), levado agora cativo para aquela nação, não poupa críticas ao culto babilônico; tenta fazê-los ver que tais ídolos nada são.

        Evidente! Como frutos diretos da criação do único Deus ou do intelecto humano, tais coisas eram criaturas (=coisas criadas) e, assim sendo, não poderiam ser deuses!!! Conseqüentemente, seus supostos poderes nada mais poderiam ser do que fraudes e o povo eleito, ora cativo, não poderia se deixar impressionar com isso; ao contrário, deveria manter a fé em seu único Deus, sabendo deste já que o tempo de cativeiro seria temporário (v. versículo 2).

        Em palavras “clássicas” para nós, o que Jeremias queria advertir é que aqueles “deuses tem olhos mas não enxergam, ouvidos e não ouvem, mãos e não pegam, pés e não andam; enfim, têm corpo, mas não têm vida”; logo, são inferiores às criaturas vivas de Deus e não podem ser deuses… não têm qualquer poder senão aqueles oriundos da fraude humana… Então, o que temer? Não há qualquer razão, pois, para se aderir àquela religião que idolatra falsos deuses, nem para se impressonar por supostas fraudes.

        Podemos, portanto, identificar nesse capítulo as seguintes palavras-chaves: DEUSES – ESTÁTUAS – IDOLATRIA – TEMOR.

        Vem, então, a sua pergunta: “A igreja católica pratica o capítulo 06 ou não?”.

        Como se percebe nitidamente, esta não é uma pergunta bem formulada…

        Você quer relacionar o capítulo 6 de Baruc à Igreja católica… Sob qual ângulo? Do ângulo do povo que recebe a advertência (=judeus) ou do povo contra o qual a advertência teve sua razão de ser (=babilônios)? Ademais, a que práticas da Igreja Católica você quer se referir???

        No entanto, considerando a sua origem protestante e a constante confusão que os protestantes fazem (ou gostam de fazer) com relação às imagens de santos existentes nos templos católicos, creio que é a isso que você se refere…

        Serei, portanto, bem suscinto na minha exposição, pois o nosso site já publicou diversos artigos relacionados a esse tema, como farei questão de mencionar mais abaixo.

        Teologicamente, o capítulo 6 de Baruc (bem como qualquer outra passagem bíblica que faça referência a ídolos e idolatria) não se aplica à Igreja Católica, por vários motivos:

        1) Jeremias trata de DEUSES pagãos. A Igreja Católica, tal como os judeus, não reconhece a existência de outros deuses; há apenas o Deus Único incriado, Criador de todo o universo e de todas as coisas visíveis e invisíveis.

        2) Jeremias repara que os pagãos colocam seus [falsos] deuses NO MESMO PATAMAR do Deus único. Trata-se de um plano horizontal, totalmente incompatível com a existência de um Deus único. Isto é impossível de se realizar pois OU apenas existe 1 só Deus, OU existem vários deuses. Ora, se Jeremias é monoteísta, não pode haver outros deuses…

        3) Os SANTOS não são deuses, nem semi-deuses (assim como os anjos, arcanjos, querubins, serafins, tronos, dominações e potestades também não são!). Os santos são criaturas humanas que aplicaram exemplarmente em suas vidas terrenas os ensinamentos de Cristo; boa parte deles, pela fé inabalável que nutriram em relação ao Salvador, chegaram a dar a própria vida pelo Reino dos Céus.Tornaram-se, assim, testemunhas da fé e exemplo para os demais cristãos; por isso mesmo, estão em um PLANO INFERIOR ao Deus, um plano VERTICAL de inferioridade e não HORIZONTAL de igualdade como pretendiam os (falsos) deuses pagãos.

        4) Os SANTOS não possuem poder próprio além do da oração. Assim, da mesma forma como suas orações eram úteis para todos nós quando eles viviam neste mundo, muito mais úteis se tornam após receberem do Deus Altíssimo a verdadeira vida, coroa de sua santidade sobre a terra.

        5) As imagens dos santos nada têm a ver com as imagens dos deuses pagãos. Os deuses pagãos não podem ser representados artisticamente, não porque tenham proibido sua representação – como ordenou o Senhor no Êxodo – mas porque simplesmente inexistem. Ora, é impossível representar aquilo que não existe. É mais ou menos como obrigar alguém a NÃO DAR alguma coisa… Da mesma forma como você não pode NÃO DAR a sua Bíblia a ninguém, também é impossível representar o inexistente!

        6) Os santos, por outro lado, podem ser representados artisticamente, quer de forma bidimensional (fotos, pinturas, desenhos), quer tridimensional (imagens, estátuas), simplesmente porque em algum lugar do TEMPO e do ESPAÇO existiram fisicamente. Portanto, não há como negar que, diferentemente dos deuses inexistentes, é possível que as características físicas e pessoais dos santos possam ser percebidas e documentadas por outras pessoas com quem tenham convivido.

        7) As imagens (estátuas) dos santos – ao contrário do que os pagãos acreditavam a respeito das estátuas de seus deuses – não contêm em si mesmas os espíritos, as almas, as vidas de quem respectivamente representam. Logo, NENHUM PODER lhes pode ser atribuído; e mesmo quando EXTRAORDINARIAMENTE alguém lhe atribui algum poder (ex.: cura), isto sempre é feito de forma RELATIVA (não absoluta), de modo que se pode afirmar ABSOLUTAMENTE que o resultado proveio de Deus, em resposta à fé daquele certo fiel. Logo, pode-se afirmar que a imagem foi um mero instrumento, da mesma forma como a Bíblia afirma que até os lenços e outros panos tocados por Paulo curavam os enfermos (v. Atos 19,12).

        8) Em razão disso tudo, percebe-se que as imagens dos santos, ao contrário das estátuas de deuses pagãos, não trazem temor ao Povo de Deus. Muito pelo contrário, ajudam ao fiel a se voltar ainda mais para Deus, para reconhecer-lhe sua onipotência e amor, para espelhar-se no exemplo de vida desses servos de Deus, que mostram claramente como é plenamente possível ao ser humano seguir a Cristo (lembre-se: Cristo é verdadeiramente Deus E verdadeiramente homem; tem duas naturezas), mesmo que precise caminhar toda a sua vida terrestre com uma cruz às costas. Soam como um incentivo aos fiéis: “Nós conseguimos, estamos diante de Deus! Por que vocês, seres humanos como nós, tão frágeis como nós, também não conseguiriam? Eia, pois, avante, com a graça de Deus!”

        9) E por não se tratar de deuses, mas de santos, amigos e testemunhas fiéis de Deus, a eles não prestamos culto de “latria” (=adoração). A latria é tributável somente a Deus. Aos santos tributamos “dulia” (=veneração), ou seja, nossa admiração e respeito como irmãos na fé que somos (sendo que a morte não nos separa deles, pois marca o verdadeiro nascimento deles para a vida eterna!).

        10) A “dulia” não é um culto de “latria” camuflado. Como você é protestante, conseguirá diferenciar isto pelo seguinte exemplo, que lhe será muito caro: que espécie de tributo você rende à sua Bíblia que, como sabemos e aceitamos, é a Palavra inspirada de Deus? Adoração ou Veneração??? A Bíblia pode ser a Palavra de Deus, mas não é Deus. É um instrumento de Deus, mas não é Deus… Logo, pode ser venerada, mas não adorada… E por ser venerada, poderá ficar aberta e exposta no local mais visível da sua casa; por isso, você jamais a atirará no chão, nem irá pisoteá-la; por isso, você a beijará quando encontrar uma passagem que te “toque” no fundo do coração… É você exercitando a “dulia” para um instrumento de Deus…

        11) Não possuindo poder próprio e não recebendo para si o culto de adoração, constata-se que as imagens de santos não são ídolos, da mesma forma como a Bíblia também não é um ídolo (embora eu já tenha ouvido muitos evangélicos garantirem que foram curados de uma ou outra enfermidade por ter simplesmente tocado na Bíblia! Estariam estes protestantes adorando a Bíblia ou tributando-lhe um poder absoluto?).

        Portanto, às palavras-chaves apontadas pela Carta de Jeremias (Baruc 6), ou seja, DEUSES – ESTÁTUAS – IDOLATRIA – TEMOR contrapõem-se, na Igreja Católica, as palavras SANTOS – IMAGENS – VENERAÇÃO – RESPEITO, que não são atacados por Jeremias, nem pelo Novo Testamento – muito pelo contrário!

        Constatando que a Igreja Católica ensina com toda a clareza que existe um só Deus, em três Pessoas – Pai, Filho e Espírito Santo – a quem cabe toda adoração e glória, agora e para sempre, nota-se facilmente que não há qualquer incompatibilidade com a doutrina dos santos, imagens e veneração, sendo estas totalmente compatíveis com a glória, misericórdia e justiça infinitas de Deus.

        Por isso, não é de se estranhar a presença de Baruc 6 na Bíblia Católica. A propósito, se você quiser ler algo semelhante, talvez até mais interessante, que também foi CORTADO da sua Bíblia protestante, recomendo que você leia a História de Bel em Daniel 14, a qual se passa também na Babilônia; aí você vai encontrar um exemplo de uma estátua que (fraudulentamente) bebia e comia todos dias, a quem o imperador Ciro prestava culto de latria.

        Por fim, visando ao seu crescimento espiritual, recomendo a leitura de alguns artigos em nosso site veritatis splendor

        Também uma outra boa fonte de pesquisa, caso seja do seu interesse, é o livro “A Proibição de se Fabricar Ídolos – Estudo Exegético de Êxodo 20,1-6 e Deuteronômio 5,5-10”, de Cleodon Amaral de Lima, editora Rideel. O autor é um ex-protestante que foi ordenado padre.

      • O texto está aí em baixo, se for uma pessoa inteligente vai entender, se for como 99% dos adeptos de seitas protestantes, não vai entender e continuar falando as mesmas asneiras.

        • Emanuelle,o que lhe pedi é tão claro,você gastou tanto tempo,para não falar absolutamente nada, você falou do que você acha,mas não entende,lembra que falei que você é sonsa,tentou distorcer o assunto dando a sua versão,e confessando realmente não saber o que fala ou o faz, qualquer um que venha falar o ti agrade você estará pronta a confessar como verdade,vou repetir a pergunta;você poderia nos dizer o que é uma seita,em seguida transcrever o que esta escrito no livro de Baruc 6 da Bíblia católica edição Pastoral pág. 1084 até pág 1086, a bíblia católica A Bíblia de Jerusalém Baruc 6 pág 1600 até pág 1603,depois disto poderemos saber se você fala a verdade ou mente, não tente distorcer porque isto é arma de satanás,e você não quer que eu acredite que você é……………………………………………………………………..Obs: você mim fez esta pergunta; você acredita mesmo que tem capacidade para debater com algum católico rapaz?: A minha resposta e sim,não importa o nome dele,ou a posição,pode ser o Diácono,o padre,o bispo,o cardeal,o arcebispo o papa,desde que seja como centro de todas verdades,as Sagradas Escrituras,e não o que eu,você ou eles pensam,mas a verdade da Bíblia Sagrada,pode dar início quando quiser não precisa avisa somente poste,porque a verdade de DEUS,prevalecerá para sempre,e os mentirosos enganadores serão desmascarados diante de todos para a sua vergonha,outra coisa melhore o seu português,com relação as expressões que você usa e certamente pratica no dia a dia, porque não condiz com uma mulher que quer ser vista por DEUS. 2 Pedro 2: 1
          “Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição” Quem adora imagens estão negando a quem? mais uma obs: se der tempo você pode mim dizer em que ano a igreja católica começou com adoração e canonização dos santos,tal e tal,por enquanto é só mais isto ainda não é nem o começo. Saiba que vale o que esta escrito,não vale responder uma pergunta com outra.

          • Ela vai responder segundo documentos de santos e encíclicas que estes com o papa documentaram e até introduziram na bíblia livros apócrifos para validar suas heresias.

      • Cala boca baytola protestante., responde não Emanuelle , manda ele perguntar pro sherek agenor duque., isto é se ele tiver coragem de cheirar as bufas terríveis que o peste solta no púlpito.,kkkk

        • Lopes,deveria engonha-se de sua própria expressão em um site que muitas as pessoas irão ler e emitir opiniões,como você será descrito,o fato de não verem o seu rosto,não quer dizer que não faça julgamentos a seu respeito,porque estou com vergonha por você,estou lhe respondendo por educação,sabendo que desde a sua concepção isto é algo inexistente em seu meio,você deve usar este tipo de tratamento com aqueles que lhe rodeiam,porque certamente são iguais em tudo,se você não tem conhecimento de uma determinada coisa, ouça e aprenda para poder participar do assunto,não igualando as outras pessoas com você,tratando como você é tratado,que vai chamar atenção dos demais,mas sim mostrando o seu recalque e o tamanho da sua insignificância,aprenda para se tornar conhecedor,seja instruído para que também possa instruir,sempre em algo que possa aumentar o conhecimento de alguém para o bem,se a Emanuelle,fosse lhe pedir ajuda certamente seria para responder o que foi perguntado,e não fazer este tipo de colocação,como se ela fosse igual a você,que certamente seria um péssimo gosto;perdeste uma ótima oportunidade de ficar calado.Será uma ótima oportunidade de você ter conhecimento de algo, se ela responder caso contrário você ficará sem saber da verdade,fazendo da forma que faz certamente não sairá, do seu isolamento.

          • Não todos mais a maioria antonio Henrique são assim,são cachaceiros e briguentos,idolatram time de futebol,criam máfias e facções,matam e roubam e fora o linguajar que é notório e costumeiros entre eles infelizmente.

          • Herege engana-se muito ., escuta aqui protestante se quero aprender não é com protestantes asquerosos que irei aprender .,

            Vejamos abaixo os ensinamentos dos protestantes .,

            Venda de badulaques gospel.
            Criação do swing gospel
            Tijolinhos da edificação financeira
            Unção da gordura
            Venda de lenço suado

            Entre outras mil patifarias ., que, e o otario aqui.,.
            E tem mais., aqui foi onde encontrei tantos imbecís que é difícil contar ., queres um intelectual ., não acesse este site pois aqui o que vemos é fundamentalistas e hereges destilando seus venenos e querendo arrastar os católicos para o inferno da seitas ., vai te catar tipinho asqueroso., te conheço peste fi de lutero . Para trás satanás

  2. Dizem que os crentes se converteram dos ídolos a Deus…

    1Tessalonicensses.1:9- Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos para convosco, e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro,

    Ídolos na Bíblia: não são somente imagens de deuses, mas todas as coisas que venham ocupar o lugar de Deus. Figuras- símbolos, figas, patuás, figuras, imagens de ouro, prata, pau, pedra, gesso, barro de qualquer objeto, coisas semelhantes a estas que tenham algum vínculo de fé e confiança
    espiritual, e que tomem o lugar de Deus em nosso coração.

    Êxodo. 20:1-6ENTÃO falou Deus todas estas palavras, dizendo:

    Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.

    Não terás outros deuses diante de mim.

    Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

    Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

    E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos.

    Deus proibiu fabricar as imagens, proibiu crer nelas e proibiu adorá-las.

    Deus manda quebrar e destruir tudo que for imagem, dizendo que são maldição.

    Desde Gênesis a Apocalipse a Bíblia condena toda a sorte de imagem e a idolatria.

    Deuteronômio. 7:25,26- As imagens de escultura de seus deuses queimarás a fogo; a prata e o ouro que estão sobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que não te enlaces neles; pois abominação é ao SENHOR teu Deus.

    Não porás, pois, abominação em tua casa, para que não sejas anátema, assim como ela; de todo a detestarás, e de todo a abominarás, porque anátema é.(MALDIÇÃO)

    Deuteronômio. 27:15. Maldito o homem que fizer imagem de escultura, ou de fundição, abominação ao SENHOR, obra da mão do artífice, e a puser em um lugar escondido. E todo o povo, respondendo, dirá: Amém.

    O que é  o crer?. Crer: depositar fé, confiar, fazer votos, fazer oração, ajoelhar diante dela, prestar culto, homenagens, festas, cânticos, preces, fazer pedido na oração, interceder a imagem e objetos.(Gênesis. 15.6; Romanos.10.4–Salmo. 95.6– 97:7– 115- 4-8,).

    Isaias. 42:8- Eu sou o SENHOR; este é  o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura, ídolos.

    Isaias. 44:15- Então serve ao homem para queimar; e toma deles, e se aquenta, e os acende, e coze o pão; também faz um deus, e se prostra diante dele; também fabrica uma imagem de escultura, e ajoelha-se diante dela.

    Isaias. 44: 9-20; 45:16,20 – 46:5-10, – I Coríntios.10:14 à 23- II Coríntios. 6: 14 à 18.

    I João. 5: 21- Apocalipses. 2: 14,20-
    9:20,21- 21:8- 22:15.

    Há muitos outros textos que falam sobre a mesma coisa.

    Temos autoridade em Nome de Jesus Cristo para realizarmos libertações, mas devemos estar atentos de como lidar com os demônios, se não eles vão lhe fazer cair em suas mentiras sutis e disfarçadas.

    OBS.: Idolatria não é  uma imagem  somente, mas tudo que de alguma maneira aplicamos qualquer “crença”, por exemplo: qualquer objeto fabricado pelo homem: objeto de madeira, figuras em papel
    serão símbolos de idolatria, figuras ou pinturas,  fitas, pulseira, correntes e anéis,  confeccionados  por mãos humanas, ao qual devotamos alguma crença, confiança e não exclusivamente na “PALAVRA DE DEUS”. Devemos estar atento vigiar o nosso adversário.

    Os demônios são mentirosos e nos tentará a crer nestes objetos, que não tem nenhum valor, são dramáticos, vão gritar diante destes objetos, para iludir os homens de Deus, para desviar a atenção a confiança que depositamos aos mandamentos da “Palavra”.

    Temos como exemplo: A serpente de bronze que foi feita no deserto mandada por Deus, precisou ser destruída pelo sacerdote, por causa do homem que fizeram  objeto de adoração.

    Admoestação é para serem estudadas e se for em concordância com a Palavra de Deus. Teremos que ser humildes para mudar os conceitos que aprendemos errados.

    Quando os setenta discípulos voltaram alegres porque os demônios lhes obedeciam, Jesus disse-lhes, não fiquem felizes pela a autoridade que tens sobre os
    demônios e sim porque seu nome está escrito no livro da vida. (Lucas. 10- Mateus. 10)

    Quando diz para não fazer objetos e figura alguma do céu, da terra e debaixo do mar, em madeira, ouro ou prata ou metal, em qualquer coisa que venham a depositar “fé” confiança e crença. Tudo é  idolatria. E para Deus, é abominação.

    É por causa disso, que os homens de Deus não devem consultar aos demônios, ou qualquer tipo de pergunta, (A Bíblia condena consultar os demônios, isso é espiritismo, obra de feitiçaria).

    Com autoridade vamos manietar (Amarrar) e mandar desocupar a casa e sair, fazendo assim para libertação das pessoas.

    As campanhas de libertação, deverão ser feitas com a Palavra de Deus, tudo em  Nome de Jesus, e não com objetos que causam em pessoas sem instruções, sem conhecimento a crença nestes objetos, isto será idolatria, maldição e, não benção.

    O ser humano por natureza tem o instinto de adoração, e o intuito do diabo, é desviar essa adoração para a criatura ao invés do Criador.

    Deus te abençoe!!!

    • “Não sabeis que o protestantismo também possui um fundador sobrenatural? Sabeis agora, trata-se de um anjo, e seu nome é Lúcifer”. (frase de São Padre Pio)

    • Eu sempre falo com a Zezé, falo também a você: “Estude! Hoje em dia até a queimadura tem 1º, 2º, 3º e 4º grau e você parado nesse analfabetismo”. Lucianta é analfabeta de pai e de mãe, uma língua de trapo e boca de matraca, mas também, esse é o mal de quem segue as doutrinas do herege Lutero.
      ♥♥♥♥♥☻☻☻☻☻☺☺☺☺☺☺○○○○○○

  3. Diferenças entre as Bíblias Hebraicas, Protestantes e Católicas:

    Diferenças Básicas:
    1. Bíblia Hebraica – [a Bíblia dos judeus]
    a) Contém somente os 39 livros do V.T.
    b) Rejeita os 27 do N.T. como inspirado, assim como rejeitou Cristo.
    c) Não aceita os livros apócrifos incluídos na Vulgata [versão Católico Romana)
    2. Bíblia Protestante
    a) Aceita os 39 livros do V.T. e também os 27 do N.T.
    b) Rejeita os livros apócrifos incluídos na Vulgata, como não canônicos
    3. Bíblia Católica
    a) Contém os 39 livros do V.T. e os 27 do N.T.
    b) Inclui na versão Vulgata, os livros apócrifos ou não canônicos que são: Tobias, Judite, Sabedoria, Eclesiástico,Baruque, 1º e 2º de Macabeus, seis capítulos e dez versículos acrescentados no livro de Ester e dois capítulos de Daniel.

    A seguir a lista dos que se encontravam na Septuaginta:
    LIVROS APÓCRIFOS DA SEPTUAGINTA
    1. III Esdras
    2. IV Esdras
    3. Oração de Azarias
    4. Tobias
    5. Adições a Ester
    6. A Sabedoria de Salomão
    7. Eclesiástico (Também chamado de Sabedoria de Jesus, filho de Siraque)
    8. Baruque
    9. A Carta de Jeremias
    10. Os acréscimos de Daniel
    11. A Oração de Manassés
    12. I Macabeus
    13. II Macabeus
    14. Judite

    Como os Apócrifos foram aprovados
    A Igreja Romana aprovou os apócrifos em 8 de Abril de 1546 como meio de combater a Reforma protestante. Nessa época os protestantes combatiam violentamente as doutrinas romanistas do purgatório, oração pelos mortos, salvação pelas obras, etc. Os romanistas viam nos apócrifos base para tais doutrinas, e apelaram para eles aprovando-os como canônicos.

    Houve prós e contras dentro dessa própria igreja, como também depois. Nesse tempo os jesuítas exerciam muita influência no clero. Os debates sobre os apócrifos motivaram ataques dos dominicanos contra os franciscanos. O biblista católico John L. Mackenzie em seu “Dicionário Bíblico” sob o verbete, Cânone, comenta que no Concílio de Trento houve várias “controvérsias notadamente candentes” sobre a aprovação dos apócrifos. Mas o cardeal Pallavacini, em sua “História Eclesiástica” declara mais nitidamente que em pleno Concílio, 40 bispos dos 49 presentes travaram luta corporal, agarrado às barbas e batinas uns dos outros…

    Foi nesse ambiente “ESPIRITUAL”, que os apócrifos foram aprovados. A primeira edição da Bíblia católico-romana com os apócrifos deu-se em 1592, com autorização do papa Clemente VIII. Os Reformadores protestantes publicaram a Bíblia com os apócrifos, colocando-os entre o Antigo e Novo Testamentos, não como livros inspirados, mas bons para a leitura e de valor literário histórico. Isto continuou até 1629.

    A famosa versão inglesa King James (Versão do Rei Tiago) de 1611 ainda os trouxe. Porém, após 1629 as igrejas reformadas excluíram totalmente os apócrifos das suas edições da Bíblia, e, “induziram a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira, sob pressão do puritanismo escocês, a declarar que não editaria Bíblias que tivessem os apócrifos, e de não colaborar com outras sociedades que incluíssem esses livros em suas edições.” Melhor assim, tendo em vista evitar confusão entre o povo simples, que nem sempre sabe discernir entre um livro canônico e um apócrifo e também pelo fato do que aconteceu com a Vulgata! Melhor editá-los separadamente.

  4. Lopes,você deve ser cortado deste site,você é um boçal,com esta sua boca de vaso sanitário de rodoviária,é impossível falar algo que presta não se aproveita nada,pelas suas palavras e atitudes da para ter certeza do meio que você convive,só as misericórdias de DEUS,porque não se aproveita nada.

    • Vai dar o anel chupeta de urso asqueroso protestante ., vc é que deve ser cortado ., explorador de cristão., safado Antônio Henrique herege satã., te conheço sujeitinho seguidor de seitinhas de esquinas ., vai cheirar as bufas do agenor duque pilantra.

      • Lopes,você acha que DEUS,sendo puro Senhor dos céus e da terra,aceitaria uma abominação assim como você é,Ele daria credito ao filho das trevas,para ter você no Reino dos céus, verifique o que você escreveu, tenho certeza que você não encontrou estas expressões na Bíblia Sagrada,como o Senhor lhe aceitaria com uma boca tão suja,boca de vaso sanitário de rodoviária,seria este o ensinamento,o exemplo de DEUS para o seu povo? é esta forma que você usa para falar do seu deus para os outros? as sua palavras só são encontradas nos ensinamentos de seu pai para vocês,que são filhos do diabo. Esta é a sua postagem, Vai dar o anel chupeta de urso asqueroso protestante ., vc é que deve ser cortado ., explorador de cristão., safado Antônio Henrique herege satã., te conheço sujeitinho seguidor de seitinhas de esquinas ., vai cheirar as bufas do agenor duque pilantra. Tenho lido que algumas abominações diante dos olhos de DEUS, estão elogiando a igreja universal,saiba que,quem elogia a lama é o porco,um filho de DEUS,jamais vai elogiar o que é sujo imundo.

          • Lopes ,posso ter certeza como é o seu linguajar,o seu relacionamento, com os demais,é depravação total, tal que, até os mais boca de vaso sanitário de rodoviária tem vergonha de você,porque você demonstra o que você realmente é,sem o menor pudor,vergonha ou dignidade,sem nenhuma qualidade que possa ser aproveita por ninguém, a menos que pense igual a você,você é simplesmente um inútil,ou não serve para nada de proveito,uma vergonha.

DEIXE UMA RESPOSTA