Jair Bolsonaro articula com Silas Malafaia apoio para 2018

De lho nas eleições presidenciais em 2018, Jair Bolsonaro já começou articular com Silas Malafaia apoio a sua candidatura. Amigos de longa data, o Pastor ainda não oficializou apoio

0

Os preparativos para a candidatura de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) , popularmente chamado de “mito”, para as eleições presidenciais em 2018 já estão dando o que falar, e não por acaso. Segundo informações publicadas no EXTRA, Bolsonaro articula com Silas Malafaia apoio para o pleito eleitoral, esperando que com a força representativa dos evangélicos possa fazer frente aos principais candidatos na próxima eleição.

O Deputado Federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) revelou na publicação que Silas tende apoiar o “mito”. Esse apoio fica mais próximo devido Jair Bolsonaro e Silas Malafaia possuírem uma amizade que já dura 10 anos, com direito a celebração de casamento, em 2013, pelo líder religioso na união do amigo com sua atual esposa, Michelle Bolsonaro, que é evangélica e membro da igreja Vitória em Cristo, liderada por Silas. Na ocasião, em publicação de Raphael Gomide no portal IG,  o “mito” elogiou o Pastor:

“Eu também sempre gostei dele, de suas pregações e dos valores que defende. Ele está do lado da verdade”

Por outro lado, em 2015 numa publicação feita aqui mesmo no Gospel Mais, tratamos da ocasião em que Silas Malafaia incentivou a candidatura de Jair Bolsonaro para a Presidência no Twitter, conforme abaixo:


“NÃO SE ASSUSTE COM O QUE VOU DIZER, do jeito que a coisa vai, vamos acabar elegendo Bolsonaro para presidente. O camarada ñ tem rabo preso. — Silas Malafaia (@PastorMalafaia) 10 outubro 2015

Conhecido por suas opiniões marcantes, Bolsonaro é inspiração para memes que o chamam de “mito”

Ambos possuem posturas firmes e claras sobre temas polêmicos como o casamento gay, aborto, descriminalização das drogas e redução da maioridade penal, assim como temas correlatos que envolvem a liberdade religiosa e de expressão, o que já foi motivo de encontro em debates promovidos na Comissão de Direitos Humanos do Congresso.

Ainda segundo o EXTRA, o Deputado Sóstenes afirmou que há uma aproximação dos grupos políticos representados por lideranças religiosas de grande influência no país, como R.R. Soares, Francisco Floriano (da Igreja Mundial) e também Edir Macedo, do qual Malafaia parece ter se aproximado durante a eleição de Crivella (PRB) para Prefeito do Rio.

Em todo caso, Malafaia ainda não confirmou oficialmente apoio a Bolsonaro, mas o “mito” já deixou claro o tom das suas condições para quem decidir se aliar a ele, bem como do seu governo, caso seja eleito:

“Essa política de ‘toma lá, dá cá’ não tem vez comigo. Não abro mão, por exemplo, de um general quatro estrelas para a Defesa e de alguém conservador para a Educação e Cultura.”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA