Justin Bieber tem aproveitado viagens em turnê para evangelizar amigos e artistas, diz jornal

1

O Evangelho mudou a perspectiva do cantor Justin Bieber em relação ao seu ambiente profissional, e segundo pessoas próximas, ele tem usado tudo que vem aprendendo em seu discipulado para compartilhar a mensagem transformadora com familiares, amigos e colegas de profissão.

O jornalista Dan Wootton, colunista do jornal inglês The Sun, informou no último domingo, 11 de dezembro, que uma fonte anônima havia revelado os detalhes dos bastidores da turnê “Purpose”.

“Seu objetivo é converter as pessoas que ele ama e alertar outras estrelas sobre os males da indústria [da música]”, informou Wootton. “A vida de Justin mudou para melhor desde que ele encontrou a Deus. Ele tem tomado decisões melhores, agora que ele encontrou a paz dentro de sua fé”, acrescentou.

De acordo com Wootton, “depois de ver tantas outras celebridades saindo dos trilhos”, o cantor pop “quer ajudar seus amigos a encontrarem a alegria e a felicidade que ele sente”.
A conversão de Bieber se deu após um período de intensos problemas com a Justiça, quando entre diversos escândalos, ele chegou a ser preso. Com o apoio do pastor Carl Lentz, líder da Hillsong NYC, ele se abriu para a mensagem do Evangelho.


Numa entrevista concedida meses atrás à apresentadora Oprah Winfrey, o pastor Lentz revelou que conheceu Bieber quando foi apresentado a ele pelo pastor Judah Smith: “Através dele eu me tornei amigo de Justin. Para resumir a história, seu batismo aconteceu num momento em que ele estava passando por alguns conflitos internos”, disse Lentz.

“É impossível não ser movido por ele [batismo]. É por isso que o batismo é algo tão grande, porque você não pode fingir um batismo. É por isso que não batizamos bebês. Essa é uma tradição da Igreja [Católica], o que é bom, mas os bebês não têm nenhum controle do motivo de serem imergidos na água”, explicou, diferenciando as tradições católica e protestante.

“Justin é sério. As pessoas dizem: ‘O que significa ser um cristão sério?’ Olhe para Justin, ele é um trabalho em progresso. Ele nunca disse que é perfeito, ele nunca disse que é a representação do cristianismo, mas estou orgulhoso por ele admitir que é cristão mesmo sabendo que ele vai ter mais problemas. Eu amo isso no Justin”, concluiu o líder evangélico.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA