Lady Gaga diz que “Deus jamais será tendência” em resposta a site que questionou sua fé

1

A cantora pop Lady Gaga, acostumada às polêmicas em torno de seu nome, não tolerou críticas publicadas por um portal católico e publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter, reconhecendo-se como pecadora e apontando que o Evangelho se resume em perdão.

A publicação que levou Lady Gaga a se posicionar publicamente foi feita pelo site Catholic Link, que tem se dedicado a questionar se a fé alegada em Deus de muitos famosos é real, ou se apenas uma postura simpática para agradar parte de seu público.

A repercussão incomodou a cantora, que usou as redes sociais para responder ao autor do artigo: “Caro Becky Roach. Maria Madalena lavou os pés de Cristo e foi protegida e amada por ele. Uma prostituta. Alguém da sociedade se envergonha como se ela e seu corpo fossem uma lata de lixo de um homem. Ele a amava e não julgava. Ele a deixou chorar sobre si e secar seus pés com o cabelo de uma prostituta. Nós não somos apenas ‘celebridades’ nós somos seres humanos e pecadores, filhos, e nossas vidas não são nulas de valores, porque lutamos. Estamos igualmente perdoados como nosso vizinho. Deus nunca é uma tendência, não importa quem seja o crente”, desabafou.

Controversa

Mesmo se dizendo crente em Deus, a artista pop é constantemente criticada por líderes religiosos por sua postura de incentivo à homossexualidade. Nos Estados Unidos, as críticas a ela são ainda mais intensas, e muitos consideram Lady Gaga como uma espécie de “madrinha” da comunidade LGBT.


Alguns de seus shows já serviram de palco de protestos de religiosos, que discordam dos temas abordados nas letras e clipes de suas músicas.

Em 2012, um cabeleireiro que trabalhava para a cantora afirmou que viu uma tatuagem do número 666 em seu couro cabeludo, e que a artista teria repreendido uma menção feita por ele a Deus: “O seu Deus não está aqui, Michael. Nem jamais estará. Agora me dê um pouco mais de destaque e corte minha franja direito”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA