Destaque

Marcha para Jesus 2009 em Salvador tem nova data para acontecer

Comments (14)
  1. petrafan disse:

    precisa de umas aulinhas de português, o redator da notícia, hein…

  2. eliel disse:

    vai ser mais uma marcha para Jesus mesmo , ou um pequeno grupo de lideres religiosos tentando mostrar sua força de mobilização , e nisso vale até levar gay “evangélico” ?

  3. Elizeu Almeida disse:

    Glória a Deus!!!!!!

    Tentaram, fizeram de tudo, mas ninguém pode parar o mover de Deus!!!!

    Essa Marcha vai ser um marco em Salvador!

    Deus é fiel!!!!!!!!!!!!!!!!!

    (Eliel, deixe de ser religioso e ore mais, pois a guerra espiritual lá na Bahia é muito maior do que você imagina!!!)

  4. Florentino Pedro Junior disse:

    Vamos orar crentes. A Batalha espiritual aqui em Salavdor e muito grande não devemos bricar não.Temos armas e devemos usa-los para que este evento acontesa em nome de JESUS.
    Jesus abençoe.

  5. eliel disse:

    Elizeu , a paz

    Mas sair as ruas com carro de som , gritando eu sou de de JESUS ! isso é batalha espiritual ? ou é só mais um estardalhaço gospel ? é um ato profético ? , a situação espiritual do estado da Bahia , e de outros estados do Brasil , só será mudado quando ,”e se o povo que se chama pelo meu nome , se HUMILHAR ,e orar e me buscar , e se converter dos seus maus caminhos , então EU ouvirei dos céus , perdoarei os seus pecados e SARAREI A SUA TERRA ” 2ºcr.7:14 , a guerra espiritual começa em nos em primeiro lugar , negando a nós mesmos , e amado nossos inimigos , vamos deixar esse negócio de marcha , para Josué e Josafá , a paz .

  6. LUIS HENRIQUE disse:

    Na minha modesta opinião a Marcha tem grande valor, quando a sua organização é composta de pessoas compromissadas com o Senhor Jesus.
    Agora a grande massa de pessoas que segue a marcha logicamente será de todo tipo de pessoa, e essa é a intenção da marcha ganhar almas para o reino de Deus.

  7. Ungida disse:

    A MARCHA DE JESUS É UMA RESPOSTA À IMUNDICIA DA MARCHA GAY
    O DEMONIO FAZ A MARCHA DELE E NÓS FAZEMOS A NOSSA

    FOGUEIRA E MORTE A TODOS OS GAYS

    A PAZ DO SENHOR

  8. Maria Eugênia disse:

    Olá…Luiz Henrique
    Que palavras sábias…comentário simples, racional e espiritual ao mesmo tempo , muito diferente dos outros comentários que são tendenciosos visando desclassificar aquela ou aquela outra denominação…parece até que são usados e manipulados para tal …os mais absurdos possíveis. Tudo bem ….fazer um contra ponto isso ajuda a movimentação nos depoimentos…mas tem que ter fundamento..não só palavras e mais palavras baseadas em versículos isolados da Bíblia que estão no texto mas não dentro do contexto.
    A Marcha para Jesus tem um só objetivo ganhar vidas para Jesus… o restante que acontece nela (Show, manifetações,alegria e entusiasmo..etc) já existem por si só. Queridos irmãos estão perdendo tempo….com esse falatório todo, não adianta, ninguém vai dar ouvidos… A Marcha já acontece…é o maior evento Gospel do mundo…e vai continuar existindo independente de vocês…pois é para Jesus…!!!! Glória a Deus e não para religiosos….
    Paz …!!!!

  9. Dirceu Silvio disse:

    Palavra pra hoje !
    I Tessalonicenses
    1:4 – Sabendo, amados irmãos, que a vossa eleição é de Deus;

  10. Carlos Roberto disse:

    IMITADORES OU TRAIDORES?

    Que tal dar uma ligadinha para o celular do Mestre, para quem está sendo montada toda esta bagunça, para saber a opinião dele sobre tudo isto? Pergunte a ele se ele aceita o convite especial? Pergunte se ele aceita puxar a fila desfilando num dos muitos Trios Elétricos que irão ajudar na barulheira? Pergunte se não há problemas de ir no mesmo carro a Carla Peres ou a Ivete Sangalo? Quem sabe a Sheila Melo ou o Popó? Pergunte também o que ele acha do consumo incontrolável de cerveja e outras bebidas pelos soldados da religião moderna? Pergunte ainda o que ele pensa dos que estão se auto-promovendo com vistas às disputas políticas em 2010? Pergunta o que ele pensa sobre a ausência do Espírito Santo no meio da multidão? Pergunta para ele se ele teria outras alternativas para a pregação e a divulgação de seu Evangelho? Pergunta se ele é a favor de Marchas Ideológicas usando o seu nome? Pergunta a ele se o povo vai ali para louvá-lo ou se é para divertir e curtir a vida? Pergunta para ele qual a posição dele sobre o ECUMENISMO? Vai, pergunta se ele participou de algum ARRASTÃO RELIGIOSO no seu ministério aqui no mundo? Pergunta se ele acha correto marcharem para ele apenas um dia e os outros 364 serem gastos com futilidades ou com as coisas do mundo? Pede para ele explicar detalhadamente qual é o capitulo de um dos livros da Bíblia que indica a possibilidade de realizações de tais movimentos de protesto ou de medição de forças? Pergunte também porque Paulo, o expoente no evangelismo, jamais realizou uma MARCHA PARA JESUS lá em Antioquia? Pergunte porque Judas não o fez para protestar contra a crucificação?

    Veja só o que achei nos escritos sagrados: “E ESTEVÃO, CHEIO DE FÉ E DE PODER, FAZIA PRODÍGIOS E SINAIS ENTRE O POVO. E LEVANTARAM MUITOS DA SINAGOGA CHAMADA DOS LIBERTINOS, E DOS CIRINEUS E DOS ALEXANDRINOS E DISPUTAVAM COM ESTEVÃO” – Atos 6:8. Eu recomendo aos que irão participar da Marcha para Jesus que gastem um tempinho lendo o relato da morte deste homem, Estevão, um camarada cheio do Espírito Santo.

    Bem, mas aqui, uma multidão de pessoas que segundo relata a Bíblia, conhecia as Escrituras, contenderam com Estevão por causa da seriedade dele e da disposição que ele tinha em pregar apenas a verdade que ele havia recebido de Cristo. O que fez o povo? Em MARCHA, avançaram contra Estevão e o apedrejaram, matando-o. O evangelho foi usado como respaldo para que aquela multidão cometesse uma das maiores atrocidades no seio do cristianismo. O fato curioso é alguns freqüentavam a Sinagoga dos Libertinos, ora o nome já diz tudo. Qualquer mera semelhança com os dias modernos não é nenhuma mera coincidência, é a realidade, os agitadores e libertinos estão ai promovendo MARCHAS PARA JESUS, tudo com a máscara da religião moderna.

    Em nome de Deus os absurdos acontecem e são vistos com naturalidade, Estevão procurava alertar aquela multidão dos erros e das conseqüências de eles estarem desviando dos ensinos de Jesus, e em nome deste mesmo Jesus ele foi apedrejado após o povo MARCHAR contra ele. O Evangelho da graça nos isenta destas coisas quando assimilamos o mesmo no seu conteúdo total, mas quando pegamos apenas partes dá nisto, nos movimentos revolucionários rotulados de cristão, que nada mais é do que uma bagunça organizada para promover denominações, pessoas e entidades. Aprimorar a vida espiritual, aproximar o homem de Deus, cuidar das feridas da alma e do coração não constam do manual destes shows e destes espetáculos. O pano de fundo é satisfazer os desejos da carne, agitar e perturbar a ordem causando transtornos em nome de Deus. Ora, isto é uma vergonha e uma falta de respeito, as igrejas e os movimentos que organizam tais espetáculos deveriam buscar alternativas mais inteligentes e Bíblicas para mostra a força que de fato o Evangelho representa. Talvez um seminário sobre TESTEMUNHO e CONDUTA CRISTÃ ILIBADA possa ajudar e muito. O problema maior é encontrar alguém que tenha características e exemplo de vida para ministrar tais treinamentos. Confesso que eu teria grandes dificuldades em citar pelo menos um nome para este fim, eu não colocaria o Evangelho em risco.

    Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará, assim diz a Bíblia, mas o que vemos é uma escravização sem precedentes na história da igreja. Os crentes se tornaram escravos de ideologias, de líderes corruptos e enganadores, de práticas condenadas nas Escrituras e vai por ai. A liberdade foi literalmente trocada e as correntes da heresia foram presas na consciência da quase totalidade dos crentes deste século. O certo seria, de escravos a livres, mas na religião esta afirmativa na é verdadeira, antes, é de livres a escravos, e põe escravos nisto.

    Mas eu vejo que se as repostas propostas acima tiverem sinais de positividade, tudo bem, que façam marchas não só para Jesus, mas contra as drogas, contra a corrupção, contra a fome, contra a exploração sexual, contra a imoralidade… Quem sabe assim o evangelho não estaria buscando atender os seus objetivos segundo o que consta nas Bem-aventuranças e nos Salmos 1? Pense nisto!

    “Sede meu imitadores, como eu sou de Cristo” – I Coríntios 11:1. Uma das expressões do Apóstolo Paulo que sempre me incomodaram foi sua afirmação enfática e repetida: “Sede meus imitadores…” O que ele queria deixar registrado neste desafio? Sempre tive dificuldade para afirmar isto. Na verdade, acho muito presunçoso, talvez até mesmo arrogante, alguém fazer tal declaração.

    Aceitá-la da boca de Paulo não me parece tão difícil. Afinal, ele foi um Apóstolo, ouviu a voz do Senhor, suas cartas foram inspiradas e estão inseridas no Texto Sagrado, viveu como poucos, uma vida de intensa consagração, serviço e dedicação a Cristo, ele comprometeu-se até a morte com o Reino de Deus. Uma pessoa com as credenciais de Paulo poderia afirmar com certa segurança: “Sede meus imitadores, como eu sou de Cristo.” Mas como alguém, com minhas credenciais, consegue fazer tal afirmação? Minha dificuldade não para aí, é um pouco mais grave. Se não consigo fazer uma afirmação assim por falta de coragem, convicção, por achar que não sou uma imitação confiável de Cristo, surge outro problema, certamente mais grave: se não imito a Cristo, a quem imito? Não precisa responder…

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  11. Carlos Roberto disse:

    Falsa certeza
    CUIDADO COM O ELEFANTE

    “E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas”
    Colossenses 2:4

    Encontrei, nas minhas andanças, uma história bastante interessante que usarei como analogia para mostrar como as pessoas estão descrevendo a “IGREJA” nestes dias. Para quase toda a totalidade delas, elas, as igrejas, são todas iguais, pois na sua essência, buscam de alguma forma, adorar a Deus. Alguns ainda usam a Bíblia para justificarem suas posições, afirmando que o que importa é que Cristo seja conhecido. O texto de Filipenses 1:18 é empregado abertamente como argumento para não questionarem as distorções e as heresias pregadas nas igrejas de fachada.

    Conta-se que quatro homens cegos encontram um “ELEFANTE”. Já que aqueles homens nunca tinham encontrado um elefante, e não tinham noção do que era, eles começam a apalpá-lo, buscando entender e descrever esse novo fenômeno. Um agarra a tromba e conclui, é UMA COBRA, e das grandes! Outro examina uma das pernas do elefante e descreve, é UMA ÁRVORE. Tem um tronco bem grosso! O outro descobre a cauda do elefante e anuncia, é UMA CORDA, ela está se desmanchando! E o quarto homem cego, depois de descobrir a lateral do elefante, conclui que é, depois de tudo, UMA PAREDE, sem acabamento! Alguém que assistia a tudo, chegou para aquele grupo e alertou para o fato de estarem diante de um “ELEFANTE”, um animal muito grande e perigoso por causa do seu temperamento e de sua força.

    Cada um, em sua CEGUEIRA, estava descrevendo o mesmo objeto, ainda que cada um tenha descrito a mesma coisa de maneiras radicalmente diferentes. Por não conseguirem ENXERGAR, deduziram pela analogia do toque, que aquilo era o que efetivamente sentiam ao terem em suas mãos parte daquele animal. Até o PERIGO foi ignorado, sequer foi lembrado. O animal passou-se por uma seção de falsas interpretações, fazendo com que aquelas pessoas se sentissem convictas de suas posições e se suas descobertas.

    De acordo com muitos estudiosos, alguns não cristãos, isto é semelhante às diferentes IGREJAS do mundo. Todas estão pregando, aos seus olhos, a mesma coisa de maneiras radicalmente diferentes. Desta forma, conclui-se que nenhuma igreja individual tem o caminho da verdade, assim nem todas devem ser vistas como igualmente válidas na sua essência. A questão é que diante do poder de CONVENCIMENTO e das INTENÇÕES de cada um, poucos estão dispostos a abrirem os olhos e identificarem o “ELEFANTE RELIGIOSO” que convivem com ele diariamente, mesmo diante do perigo eminente. Preferem o engano e a falsa sensação do desconhecido, a terem que se ver frente a frente com a realidade, no caso em questão, o elefante.

    Algumas questões precisam ser avaliadas diante do contexto em que a religião se encontra hoje, pois há uma MISTURA PERIGOSA entre várias correntes de fé, causando um desconforto muito grande para o cristianismo. Muitas igrejas só sobrevivem porque suas HIERARQUIAS pregam e lutam por PODER e PRIVILÉGIOS, assim em grande parte do mundo contemporâneo, a religião está morta, mas ainda projeta sombras em vários aspectos da vida privada e coletiva, dominando pessoas com promessas vazias e sem embasamento espiritual. Enquanto as religiões modernas do século XXI continuarem desejando serem instituições poderosas, elas serão um obstáculo para a paz e para o desenvolvimento de uma atitude genuinamente religiosa. que verdadeiramente conduza o homem a Deus. A igreja afirma que defende seu poder e os aspectos econômicos dele para preservar sua capacidade de pregar o Evangelho. Mas, o que querem mesmo é sustentar as mordomias e as vantagens que o mundo religioso proporciona a quem administra uma comunidade qualquer.

    A primeira questão a ser observada, é que há o objeto da questão, O ELEFANTE! Há “IGREJAS” também! O que os homens CEGOS estavam tentando descrever era, de fato, um ELEFANTE que estava diante deles, e nada mais. Da mesma forma, há verdadeiros questionamentos sobre as IGREJAS, que precisam ser observados, há muita coisa parecendo, mas que no fundo nada tem a ver com o exercício da fé. Há milhares de palácios e fortalezas, mas igrejas… Assim, nem todas as opiniões concernentes aos ELEFANTES ou à natureza da IGREJA são igualmente verdadeiras. Existem muitos interesses escondidos atrás da RELIGIÃO que merecem ser questionados e enxergados do ponto de vista RACIONAL e TEOLÓGICO. Por mais que os cegos usassem suas convicções e até disputassem entre si, aquele animal jamais deixaria de ser o que ele efetivamente era. O modelo de igreja deixado por Jesus é imutável, o que muda são os conceito humanos em razão de interesses e de projetos pessoais.

    A segunda questão, é que todos os quatro homens cegos estavam, de fato, errados. Vale lembrar que a cegueira deles não era uma opção, mas uma fatalidade, pois nasceram daquela forma. Já na religião, os cegos o são por conveniência ou por interesses, e como há interesses escondidos por trás da religiosidade. O animal era um ELEFANTE e não UMA PAREDE, ou UMA CORDA, ou UMA ÁRVORE ou uma COBRA. Suas opiniões não eram igualmente verdadeiras dentro de seus conceitos, eram iguais, mas verdadeiramente falsas. Na melhor das hipóteses, tal analogia do pluralismo religioso mostraria que boa parte das igrejas SÃO FALSAS, são portas, cordas, árvore e até paredes fechadas. Não são verdadeiras. A cegueira vedava-lhes a oportunidade de conhecerem uma obra fenomenal da criação de Deus, um gigante da natureza. A cegueira espiritual também impede a pessoa de discernir entre o FALSO e o VERDADEIRO na vida cristã. Desta forma, tem milhões de pessoas indo a um templo e pensando que é uma igreja, uma agência de Deus na terra, mas que estão redondamente enganados.

    A terceira, e mais importante questão, é que a analogia não leva em conta nenhum tipo de REVELAÇÃO ESPECIAL, NENHUMA VISÃO ou PROFECIA. Um quinto homem que percebeu a dificuldade e o perigo a que estavam expostos aqueles deficientes entrou em cena, alguém que pôde ver e provar que era realmente um ELEFANTE, um animal e não o que aqueles homens tinham identificado, a analogia mudou por completo. Deixou de ser uma simples IMAGINAÇÃO para ter fundamentos verdadeiros. Foi necessário o auxilio de alguém para que a verdade fosse revelada e o perigo fosse dissipado.

    O mundo moderno esqueceu que JESUS CRISTO, único entre todos os líderes religiosos da história, afirmou ser ele esse “QUINTO HOMEM”. A definitiva revelação de Deus. Ele veio para desmascarar as religiões e dar sentido à vida. Veio derrubar conceitos vazios e inócuos. Veio como verdade e não como uma alternativa para ela. Jesus veio para dizer, eu sou a verdade, apenas a verdade! Muitas pessoas que assistiram aos milagres de Jesus e ao ouviram Ele falar, sentiram-se ofendidas por suas claras declarações sobre sua divindade. Como na história acima, ele veio mostrar que os cegos podem ver, os elefantes podem ser desmistificados. Que a verdadeira religião é uma realidade insofismável, que deve ser objeto da razão da expressão de fé do homem. Ele veio para romper com os enganos da fé, com os misticismos religiosos e quebrar a cegueira espiritual que impede o homem de conhecer as verdades eternas.

    Com o que você está identificando a sua fé? Que tipo de conceito você tem de igreja? Quais os parâmetros que o ajudam na sua fundamentação cristã? E as lideranças, como estão sendo vistas? Templos são templos, denominações são denominações, seitas são seitas, mas a noiva de Cristo é uma só, e cabe a você diferenciá-la neste emaranhado de opções que são ofertadas como igreja no mercado da fé e da vida cristã. Pense nisto, avalie suas ponderações e procure estabelecê-las sobre a ótica dos ensinos de Jesus, e assim você será bem sucedido na sua vida espiritual neste mundo. Vá fundo, conheça a sua igreja, conheça e compare as suas práticas com os ensinos de Jesus e dos seus Apóstolos, não se deixe levar pela primeira impressão, senão… Olha o elefante!

    A igreja teria, DA FORMA COMO FOI CONSTITUÍDA POR DEUS, que invadir o mundo e não ser invadida por ele. Teria que provocar transformações, não ser transformada de forma radical como está acontecendo. Deveria ser exemplo de comportamento na sociedade, e não usada para fins escusos. Teria que promover o avivamento e não movimentos do tipo “Marchas Para…” Ou fugimos da aparência do mal, DA APARÊNCIA, ou nos atrelamos a ele e arcamos com as conseqüências de um cristianismo vazio, pobre, de formas mas, sem qualquer conteúdo. As pedras estão clamando e já não há como atendê-las nos seus clamores por causa da conivência e da convivência pacífica da igreja com as coisas do mundo hoje. O mundo muda sim, e o homem nas suas fraquezas acompanha tais mudanças, mas o “EVANGELHO É O MESMO, ONTEM, HOJE E O SERÁ ETERNAMENTE”. Amém!!!

    “Mas, temo que, assim como a serpente enganou Eva com sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo”
    II Coríntios 11:3

    “Nada é mais perigoso que um bom conselho acompanhado de um mau exemplo”

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  12. Carlos Roberto disse:

    NOS EMBALOS DE DOMINGO – 29/11/2009
    “TRISMO” – Apóstolo Valdomiro Santiago e outros…

    Que o Dizimo é Bíblico eu concordo, que ele é sagrado também, mas as picaretagens que andam fazendo com ele ultrapassam os limites da molecagem. Até onde sei, e o que a Bíblia ensina, é que ele seria para a manutenção da “Casa do Senhor”: “Trazei todos os dízimos à CASA DO TESOURO, para que haja mantimento na MINHA CASA, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma benção tal, que dela vos advenha a maior abastança” – Malaquias 3:10.

    A expressão “Casa do Tesouro” tem em nossos dias sido interpretada como sendo a igreja local e onde os dízimos e ofertas devem ser administrados e distribuídos. Quando Salomão construiu o templo, várias salas ou câmaras foram construídas para diversos fins. (I Reis 6:5) Estas dependências, por exemplo, eram usadas como abrigo para os cantores que apresentariam suas músicas – Ezequiel 40:44. Os guardas ocupavam uma destas salas – I Reis 14:28. Em uma ocasião uma delas foi usada como esconderijo para Joás – II Reis 11:2 e 3.

    Uma destas salas era usada como o lugar onde o dízimo que não era composto apenas de moedas, mas também de produtos agrícolas era entregue e guardado. Neemias usa a expressão “Casa do Tesouro” para falar de uma destas câmaras ou salas onde eram depositados os dízimos – Neemias 10:38. Uma espécie de tesouraria do templo. Portanto, “Casa do Tesouro” é uma expressão para designar primariamente o lugar (ou espaço) onde o dízimo deveria ser guardado. Levar à “Casa do Tesouro” significa devolver o dízimo no lugar designado, ou seja, a igreja da qual a pessoa é membro ou freqüenta. Mas, a questão crucial de nossos dias não é esta. Todos sabem onde levar o dízimo. A grande pergunta é: Quem deve administrar este dinheiro? Até para que não haja nenhuma suspeita de irregularidades, para que não surjam boatos ou para que o dinheiro não seja mal empregado como muitos fazem hoje, eu prefiro que a igreja local, por meio do voto, escolha um grupo que irá elaborar o plano de distribuição, devendo os fiéis serem informados de forma clara como tudo acontece.

    Bem, mas vamos ao que interessa. Hoje de madrugada, enquanto aguardava o restabelecimento da minha conexão, liguei a TV para ver o que estava acontecendo, quais eram as novidades da industria da “Distração Religiosa”. Eu que já me acostumei a tudo ainda me surpreendo com as trapaças e a cara de pau de alguns sujeitos espertos. Encontrei lá na Rede TV o suadissimo Valdomiro Santiago, minando sudorese por todo o corpo, imagino ao odor desagradável e inhaca… Pregava aos berros um tal “SAQUITEL ABENÇOADO”, produto da EMPREJAS S/A e lançando um DESAFIO, e põe desafio nisso. A coisa é, no mês de dezembro os fiéis devem fazer UM PACTO DE FÉ e dar TRINTA POR CENTO para o Valdemiro, opa! A obra de Deus, via Igreja Mundial é claro. O numero da conta aparecia abaixo, na telinha mas com bastante destaque.

    Ai o picareta mercenário, derrepente, pede que o pessoal mande suas cartas com seus projetos e sonhos pessoais, e ele Valdomiro Sudorésico vai subir três noites no monte com as cartas e clamar, três noites para representar a trindade, os 30% também é o simbologismo para representar a trindade. É muita molecagem, é muita trapaça, foi o fim da picada!!!

    A manhã do anedotário religioso estava apenas começando. Bastava alternar os botões de sintonia e lá estava o Malacraia em competição acirrada com o “Produtor de Suor”, só que estava vendendo livros, era promoção em cima de promoção, engano em cima de engano, pois qualquer especialista sabe que não há nada, absolutamente nada de desconto nestas pechinhas da fé. A novidade, que não poderia faltar, é o lançamento da Bíblia da esposa do Malacraia, a Bíblia feminina… Bíblia da mulher vitoriosa em 3x no cartão, com a garantia das Emprejas S/A. E o que não falta é comprador!!!

    A Rede Record, que não tem novidade nenhuma nas suas embromações, estava lá os Bispões da IURD benzendo o “copo com água” para matar a sede por dinheiro dos “Tarados Por Água Benta”. Sem contar o esforço em divulgar outro produto milagres, a CORRENTE DOS 70 PICARETAS COM O MANTO SAGRADO DE ISRAEL. Vai ser criativo assim lá nos infernos. Ai eu me lembrei do pobre Apóstolo Paulo quando recomendou: “E não vos embriagueis com o vinho”, eu pensei comigo, água benta não faz mal…

    Para arrematar a bagunça e autenticar o misticismo, ele anunciou a “Noite da Força Interior”, conclamando a todos os espíritas, muçulmanos, romanos, macumbeiro, etc. Todos sendo intimados a buscarem a força interior, para depois saírem gritando que nem malucos pelas ruas: “EU TENHO A FORÇA!!!” Ai vem as consultas ao vivo, onde uma “SENSITIVA” – faz me lembrar de Elimas, o encantador de serpentes – responde aos incautos sobre os seus sofrimentos. Que Bíblia ela usa? Nenhuma. Ela já passou pela tal reunião e tem poderes e força para ler a mente das pessoas… Minha filha você precisa “Tomar o Banho das Sete Águas”, esta sua maldição é hereditária e não é qualquer coisa que desfaz. Venha aqui na “CATEDRAL DA SÉ” que nós vamos dar um jeitinho nisto. Será isso Boacumba? Ou será Catacumba? É safadeza mesmo…

    Voltando ao TRIZIMO, o Valdemiro Suador ele explica, por causa da trindade, é 10% para o Pai, 10% para o Filho e 10% por cento para o Espírito Santo. O Valdomiro se propõe subir o monte três dias representando a trindade com os sacos nas costas. A Babilônia ressurgiu e com força total…

    Disse Jesus: “Acautelai-vos que ninguém vos engane”. Mas, e os milagres do Valderriso, ou melhor, Valdemiro, não conta? “Porque os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, transformando-se em apóstolos de Cristo”.

    Não dá para me calar, é uma aberração a sujeiras que andam espalhando pelo nosso Brasil usando a marca de “cristão”, é repugnante ver como estes picaretas conseguem ludibriar a boa fé de muitas pessoas ao mesmo tempo. “CONHECEREIS A VERDADE, E SÓ A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  13. Soraia disse:

    Ao irmão que escreveu sobre as ofertas.
    Também, fico pensando muito sobre essa pregação insistente. Mas, ao mesmo tempo chego a conclusão de como irão manter a obra, eles fazem tantos cultos em todo lugar do país, são muitas despesas. E tem mais como manter esses Bispos que trabalham na obra em tempo integral..??? como manter as famílias..??? pois eles tem as mesmas despesas como nós. As Igrejas tem alugueis, impostos, energia,água, manutenção de equipamentos e tantos outros gastos. Seria hipocresia da nossa parte acharmos que isso cai do céu …E depois quanto mais as Igrejas crescem mais aumentam suas despesas, não é assim….??? Aí fico pensando que se os recursos são usados para tal, podem sim serem ministrados com tanta insistencia, e se Deus tocar o nosso coração em ofertar, com certeza será Benção para nós. Então meu filho não se preocupe não, eles irão acertar as contas é com Deus…!!!! e Deus é justo.
    A nós cabe só observar os frutos e por eles veremos se a Igreja verdadeiramente é do Senhor.
    Paz do Senhor.

  14. junior disse:

    comece a agir chega de falar só com palavras não se pode mudar.
    parem com isso , vamos todos marcha pra jesus onde todos estarão alegres e reunido, negocio de de não concordo e descordo,va que vc não vai se arrepender, boa marcha pra vcs
    “sou crente idai? esse é meu dia a dia grito pra quem quiser ouvir.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *