“Marco Feliciano não é homofóbico”, afirma decorador, que é homossexual e amigo pessoal do pastor

29

As declarações de Marco Feliciano (PSC-SP) sobre a homossexualidade, consideradas preconceituosas por militantes do movimento LGBT, foram comentadas por um amigo do pastor, que é o responsável por fazer a decoração de sua casa e organizar suas festas familiares.

Aluísio Antônio de Souza, de 35 anos, é homossexual assumido e foi citado pelo pastor em diversas entrevistas como uma das pessoas com quem ele se relaciona e que isso provaria que ele não é homofóbico.

O decorador concedeu uma entrevista ao site MSN, e afirmou que não crê que o deputado presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) seja homofóbico: “Não, não acredito nisso. Se ele fosse uma pessoa homofóbica e racista, da forma como as pessoas estão falando, ele não me aceitaria na casa dele, da forma como ele aceita. Eu não teria o contato que tenho com a família. Ele sempre me respeitou, minha opção sexual e minha religião. Eu também não sou da religião dele”, disse Souza.

Apesar da relação respeitosa, o decorador afirmou que as declarações polêmicas do pastor o incomodaram: “Olha, às vezes um pouco, mas não necessariamente tanto. Porque são declarações que ele às vezes fez, mas que não souberam interpretar. Ele não é homofóbico. Se ele fosse, aí, sim, incomodariam. Mas, pela amizade que a gente tem, o contato que eu tenho com ele, nunca deixou transparecer isso para mim”, ressaltou.


Já o vice-presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Dias Pereira, afirmou à revista Veja que está na hora da sociedade deixar Marco Feliciano trabalhar e avaliar seu desempenho como presidente da CDHM: “Vamos experimentar o contrário: vamos deixar o Feliciano trabalhar. Se ele tiver uma atuação que não seja condizente, nós do partido seremos os primeiros a tomar atitude”, disse.

Pereira, que é um dos nomes mais cotados pelo PSC para disputar a presidência da República em 2014, disse que as declarações feitas pelo pastor Feliciano não foram adequadas, mas mesmo assim ele continua tendo direito a se expressar: “Ele fez declarações inconvenientes, mas, graças a Deus, estamos em um estado democrático e o direito de opinião ainda não é crime no Brasil. O histórico do deputado não é homofóbico nem racista”, ressaltou.

Entretanto, uma das declarações polêmicas do pastor numa pregação antiga, não foi bem recebida por uma pessoa em particular. A viúva do piloto que conduzia o voo que vitimou a banda Mamonas Assassinas afirmou que o pastor foi “infeliz” em suas palavras, quando disse que o acidente havia sido resultado da justiça de Deus.

“Sou moradora de Orlândia há 43 anos, tenho uma filha de 20 anos e uma de 18 e sou conhecida na cidade, como ele é. Foi uma atitude, uma pregação infeliz […] Neste momento, eu consigo sentir dó, pena de um comentário que chegou a me perturbar, como perturbou às minhas filhas. Mas a gente têm de ser superior nessa hora. Quando o vídeo foi colocado na internet, nos machucou, nos feriu. Porque ele nos conhece, conhece minhas filhas, e sabia que aquela pregação infeliz e inútil nos machucaria”, afirmou, em entrevista ao Estadão.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


29 COMENTÁRIOS

  1. Sendo esse pastor homofóbico, o que motiva a sua convivência conosco?

    Normas brasileiras sugerem da prisão de homofóbicos, então que se faça como a lei manda.

    Aí não fazem e ficam com essa história de que é homofóbico em face de emitir opinião com base na bíblia, ou seja, prendam-no e todas as bíblias do mundo.

    Há necessidade de melhor análise dessas posturas tanto de um lado quanto do outro, pois é a intransigência que as crianças do nosso país estão aprendendo, podendo gerar depois adultos fundamentalistas seja no âmbito evangélico seja no âmbito dos que professam a homossexualidade, afinal esses atritos alimentam dia a dia descontentamentos e cegueiras a ponto de em breve haver as reações fundamentalistas. Espera-se que as autoridades intervenham, que falem, meio de pacificar os ânimos.

    Brasil sempre teve gays e sempre foram respeitados, Roberta Close, Rogéria, Clodovil…, morrendo pela idade, não por assassinato.

    Ou seja, fobia é o que estão fazendo hoje contra toda a sociedade, pois pegam um caso isolado e fazem como se fosse a regra. Mulheres, negros, feios, nordestinos, pobres passam disso a pior, porém nunca se fez tanta guerra contra toda a sociedade, pois se fosse ela desse jeito com todos, teria eu traspassado a fronteira a nado, correndo e voando pra fugir de meu país se discriminasse a todos os grupos supostamente minoritários, incluído aí os próprios evangélicos, aliás agora estão fazendo isso com os eles, pois o papa tem o mesmo conceito e ninguém diz que é homofóbico, escolhendo os evangélicos por serem grupo minoritário como o é os gays.

  2. Porque não dizem que o papa Francisco é homofóbico? a Igreja católica é a favor do casamento gay e o faz? Realmente nós evangélicos somos criticados e chamados de homofóbios apenas por defendermos a FAMÍLIA (Homem+Mullher= Família). Este é o conceito de Deus, o único, a quem servimos e nos esforçamos a cada dia pra viver de acordo com Sua palavra,a Bíblia que condena o homossexualismo e diz que os efeminados não herdarão o reino de Deus. E pregando esta palavra viveremos todo dia, condenando o pecado e amando o pecador, orando para que Deus faça a obra na vida dele. Pastor Feliciano, estou orando por voce,pedindo a Deus que te fortaleça e levante pessoas de fibra como voce,tementes a Deus e que não tenham medo de repercussão para estar a frente desse país que vem sendo bombardeado por Satanás e suas práticas nojentas! Deus é contigo irmão,Ele nos dá força a cada dia!

    • Jorge é porque ele quer você deixa? Cabra mais besta. o homem se ama, se cuida, tem problema hormonal e as sobrancelhas crescem, ele corta pra ficar menos feio, e daí, não é da conta de ninguém, será que até o jeito da pessoa se cuidar essas bichanas quer mandar é?

      • meu amor todos nos somos homens de Deus, sou gay nasci gay e vou morrer gay tenho certeza que muitos gays são mais de Deus do que esse pastorzinho mediucle, sua idiota meu desprezo p vc

    • É um homem que se cuida, que quer ter uma boa aparencia perante aos outros, não é como vc que deve nem tirar a sujeira das unhas, limpar o ouvindo então deve ser luxo para vc…nojento.

  3. Jorge é porque ele quer você deixa? Cabra mais besta. o homem se ama, se cuida, tem problema hormonal e as sobrancelhas crescem, ele corta pra ficar menos feio, e daí, não é da conta de ninguém, será que até o jeito da pessoa se cuidar essas bichanas quer mandar é?

  4. “Fulano de tal é homofóbico porque disse isso…” – “Beltrano
    de tal é fundamentalista por que segue uma religião tal…”

    Esses chavões “a la Jean Wyllys” tornaram- se palavras correntes na boca de muita gente de uns tempos para cá, mas de uns tempos para lá, ouvia- se musicas, piadas… via- se personagens , que ao contrários dos de hoje, na TV eram ridicularizados. Estes tinham que esconder ao máximo sua condição ou gosto. Porém não eram os evangélicos que carregavam essa bandeira da rejeição, pelo menos na prática, aos homossexuais. Há um direcionamento programado ao evangélicos por parte de personalidades politicas, artísticas, jurídicas e militâncias. Não sei o porque, mas também observo que o maior defensor da causa gay em evidencia hoje é acima de qualquer coisa, até antes mesmo de ser gay, um ante evangélico declarado. A militância ganhou força a partir de seu discurso preconceituoso, e ante religioso na Câmara. Antes disso a paladina das boas causas, a Globo, já vinha preparando o povo (alienado que já é) para se acomodar com esses eventos de ataques via novelas, BBB, humorísticos, programas de entrevistas, etc. O Próprio Jean Wyllys é cria da Globo e por trás dele havia um outro seu amigo (cria da Globo) que o serviu como cabo eleitoral (se bem que não precisava pelo consciente de votos que obteve, ou precisava muito), o Vagner Moura. Todos sabem a Globo tem como principais articuladores de programação figuras do meio homossexual e simpatizantes adeptos do espiritismo e definitivamente ante evangélicos. Foi a mesma TV Globo que estereotipou o povo evangélico como um bando de loucos fanáticos, que pregam uma coisa e vivem outra e seguem lideres enganadores, charlatões, etc. Não houve meio termo, eles não analisaram as diferentes vertentes, ideologias e padrão cultural dos mesmos. Nem naquela época e nem agora.
    Eu sempre digo que essa evidencia midiática de opiniões adversas pode ser prejudicial a todos, pois se dizem que Marco Feliciano dissemina ódio, o mesmo pode-se dizer de Jean Wyllys. Ah, por falar nisso, esse ultimo posa de membro da CDMH incomodado com um farsante, recentemente soube que ele como educador ultrapassou o limite da falta de respeito aos direitos humanos quando professor na cidade sua de origem, ultrajando e humilhando pessoas que, inclusive, tiravam dinheiro do bolso para pagar seu salário. Responde processo por assédio, difamação e humilhação de ex- alunos.
    Taí. Ele também pode ser considerado charlatão, pois se orgulha de ter um “diploma de mestrado” mas é mal educado e não exerce a conduta ética que sua profissão primária exige.
    Seu discuro melodramático não passa de uma farsa, pois me parece que as pessoas atingidas pela sua prepotência eram um grupo minoritário do Instituto Jorge Amado onde ele lecionava

  5. Ser homossexual é diferente de ser ativista gay. Os homossexuais são pessoas que fizeram suas preferencias e são respeitosos, discretos, ordeiros, diferentes dos ativistas gays que são intolerantes, desordeiros, que não respeitam os contrários, e querem fazer prevalecer seus princícios em detrimento da verdade. Não gostam da democracia.

  6. Só sei que independente de tudo,de pessoas falarem mal do evangelho e outros não crerem,dizerem que Jesus é um mito ou palavra é mentirosa e etc…Só sei que o evangelho está crescendo,aqui na minha cidade mesmo tenho visto isso e no que depender de mim crescerá cada vez mais e mais pessoas serão salvas,e creio que famílias sadias geram filhos sadios em vários aspectos,a propósito vc já falou de Jesus pra alguém hoje?

  7. Essa Camila é satanás puro…ela quer acusar, ela quer deixar as pessoas em dúvida…Menina vai se converte que vc ganha mais para de defender oq nem vc conhece…se fosse tão bom ser sapata vc não era casa e tinha filha…Quero ver um dia vc ver sua filha com outra se vc vai aplaudir. Ridiculo isso, não podemos aceitar que mulher case com mulher homem com homem temos que defender a familia até o fim.
    E antes que vc faça a pergunta ótaria vc nao se garante….eu me garanto e mto sou mto bem resolvida agora vc parece está infeliz com seu casamento porq se fosse feliz não falaria essas coisas.

  8. Fábio Costa, onde você viu, enxergou, leu ou ouviu que os espíritas são anti evangélicos? Para informação da sua santa ignorância o espiritismo é uma doutrina baseada no evangelho. E acredita no respeito e que cada pessoa deve achar seu caminho na fé que melhor lhe aprouver. E se esse senhor usa a mídia pra declarar sua “verdade” absoluta sobre a opinião de Deus sobre as causas políticas, o lugar dele não é na política. Não se trata de ser evangélico, a briga é pela falta de preparação desse cidadão, que por acaso é pastor ( e esse não é o caso aqui), para exercer a função que recebeu do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA