Marina Silva responde a críticas afirmando que não quer ganhar eleição usando a “indústria da calúnia”

3

A candidata a Presidência da República Marina Silva comentou nessa sexta feira sobre a série de críticas que vem recebendo de seus adversários comparando a tática usada pela presidente Dilma Rousseff contra ela com a usada por Collor contra Lula nas eleições de 1989.

Marina Silva afirmou que não pretende ganhar a eleição usando “a indústria da calúnia e da difamação”, e ressaltou Dilma Rousseff estaria usando contra ela o mesmo “punhal enferrujado” usado por Fernando Collor de Mello contra o ex-presidente Lula.

– Eu vi o Collor de Mello ganhar uma eleição do Lula usando a mesma estratégia que a presidente Dilma está usando e não foi um resultado bom para o país porque dividiu o país. Eu quero ganhar uma eleição com base no diálogo, nas propostas e não com a indústria da calúnia e difamação. Eu lutei muito quando faziam a mesma coisa que estão fazendo agora comigo na época que o Lula era candidato. O mesmo punhal enferrujado está sendo agora usado agora contra mim – afirmou a ex-senadora.

Destacando que sua campanha é baseada no diálogo e na discussão de propostas, ela afirma que seus adversários estão “apavorados com a possibilidade de perder” e que sua campanha é diferente daquela que “tem uma estratégia de agressão e de boatos”.


– Estou sofrendo todo tipo de calúnia, mas eu estou muito tranquila e serena, porque eu vejo que eles estão apavorados pela possibilidade de perder. E nós estamos apenas animados, motivados, mobilizados pela possibilidade de ganhar – completou Marina Silva.


3 COMENTÁRIOS

  1. Que Deus ilumine você Marina Silva e faça que realmente seja a salvação da nossa Pátria Brasil. Estamos inundados de corrupção e de muita sujeira, desse governo porco e lixo. Corrupção e incompetência reina nesse país e ainda conseguem iludir alguns poucos que eles ainda são a melhor opção para o Brasil. Infelizmente, na minha lamentável ignorância votei 3 vezes no PT, levado pela ilusão de um país melhor. Porém, só vejo decepções e vistas grossas das autoridades competentes, que deveriam tomar as providências necessárias e infelizmente nem sequer um início de atitude. Somente quando chega a campanha eleitoral que surgem com todas as possibilidades de soluções para arrumarem o que já tiveram décadas para solucionarem. Graças ao bom Deus, tive luz para poder enxergar a verdade e poder ao menos tentar mudar e melhorar o nosso país para esse povo trabalhador e tão sofrido nas mãos desses EGOÍSTAS e GANANCIOSOS PELO PODER E PELO DINHEIRO. Que Deus tenha piedade e misericórdia desse povo tão ingênuo e lhe dê luz na hora de votar e para poder ver e compreender o quanto é necessário novos caminhos. QUE DEUS TENHA BONS OLHOS PARA O NOSSO BRASIL!

  2. Veja o passado dos outros candidatos, veja o que aconteceu, vejam quem estão sendo condenados
    e faça sua decisão. Se preferem a mesma coisa. Ou querem mudar o Brasil. Se realmente querem mudança, devemos votar na Marina Silva. Mulher guerreira, mulher de Deus.

  3. Comentei em uma matéria, a qual Dilma dizia “não se importar com Marina”. Eu disse que “quando ela acordasse seria tarde demais”. Agora ela acordou, mas como não tem nada para falar, não tem nada de novo para mostrar ao povo, então ela/eles (PT) partem para calúnia, pois é típico deles, são mesquinhos e covardes, com um tempo expressivo na televisão deveriam apresentar novidades para o povo brasileiro diante da insatisfação geral, mas não tem competência para tal. Temos a nossa grande chance de protestar, não indo para as ruas, mas indo para as urnas reivindicar as mudanças que tanto falamos nas passeatas meados do ano passado. “O gigante acordou”, não era esse o slogan, portanto chegou a nossa vez.

DEIXE UMA RESPOSTA