Brasil

Ricardo Barros, novo ministro da Saúde, quer discutir legalização do aborto com igrejas

Comments (2)
  1. Abu disse:

    Sinceramente, não sei qual a necessidade de essa discussão ser levada às igrejas. Pesquisas disponíveis na internet (p.ex: http://www.apublica.org/wp-content/uploads/2013/09/PNA.pdf) mostram que a religião, infelizmente, não tem sido um fator impeditivo do aborto. Na média, 15% das católicas e protestantes já praticaram o aborto.

  2. Suris disse:

    Acho que o ministro Ricardo Barros nem precisa discutir com a igreja católica e evangélica, pois já sabe de antemão que todo cristão é a favor da vida e não da morte, portanto contra o aborto, claro com exeção da igreja Universal que o seu lider bisspo Macedo é cabalmente a favor da morte sendo um aborteiro de carteirinha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *