Apresentador de TV muçulmano lamenta situação de cristãos no Iraque e chora durante programa ao vivo; Assista

11

A situação dos cristãos iraquianos, perseguidos de forma brutal pelos extremistas muçulmanos do grupo Estado Islâmico (ISIS, na sigla em inglês), emocionou o apresentador de uma emissora de TV no país e o levou às lágrimas.

Durante um programa de entrevistas, o apresentador dizia que havia chorado em sua casa pela situação dos cristãos de seu país, quando não segurou as lágrimas e chorou ao vivo.

Nahi Mahdi lamentou a postura dos extremistas do ISIS e disse não compreender o motivo que os levou a agredir os cristãos. “Eles são a nossa própria carne e sangue”, afirmou. “Alguns deles foram para a Suécia ou a Alemanha… Quem é que [os extremistas do ISIS] pensam que são para expulsar nossos compatriotas?”, questionou o apresentador, demonstrando indignação.

As incursões do ISIS em Mosul, no norte do Iraque, forçaram milhões de cristãos a abandonarem suas casas e carros e fugirem à pé da região. Muitos que fugiram para uma região montanhosa acabaram encurralados e morreram de fome e sede.


Os extremistas têm divulgado que as opções dos cristãos que vivem na região são: se converter ao islamismo; ou pagar um imposto, abandonar tudo e fugir; ou ainda ficar e morrer.

O apresentador lamentou a situação dizendo que o Iraque é um país com diversidade, e essa crise poderia destruir a identidade da nação: “Nosso país é como uma rosa, e suas pétalas são os cristãos, os árabes, os curdos, os sabeus, as pessoas Shabak… Estes todos são os nossos compatriotas”, afirmou.

Um dos convidados do programa, também muçulmano, concordou com o apresentador: “Os cristãos têm feito nada de errado. Eles não ferem uma alma. Pelo contrário, são pessoas pacíficas, que amam todos os grupos religiosos. Eles são pessoas honradas, com altos valores morais e seu próprio senso de Justiça. Estamos 100% em solidariedade a eles”, concluiu.

Assista ao vídeo:

Assine o Canal

11 COMENTÁRIOS

  1. Na bíblia, salvo engano em Ezequiel, há uma profecia que Deus vai fazer com que os inimigos de Israel briguem entre si, destruam-se, portanto uma forma de Deus demonstrar que deve imperar é a sua vontade. Este pais, o Iraque, via Saddam lançou misseis sobre o povo judeu, agora vivem se matando uns aos, como seja, sunitas e xiitas, se bem que agora se jogam contra os cristãos de lá, ora, não vai ficar pedra sobre pedra, a não ser que mudem esse fundamentalismo, essa discórdia contra o povo judeu, de quem também são irmãos.

    Sob essa mesma profecia estão a Líbia, o Egito, a Síria, meus caros, Deus deixou bem claro que quando chegasse a hora do judeu voltar, não teria exército, povo algum que impediria.

    Aprendam, e passem a viver como filhos de Deus/Alá que somos.

  2. Jesus veio iluminar a nossa mente e o nosso caminho a ser seguido. Ele nos mostrou de várias maneiras que longe de Deus não há felicidade. Nos convidou a segui-lo, mostrou-nos que Ele era o Próprio Deus, para que acreditássemos Nele, e tivéssemos um dia a vida eterna. Porém, muitos recusaram assim como hoje continuam recusando o seu convite. É convite por que Ele respeita a nossa decisão, a nossa escolha, o nosso SIM ou NÃO.

    E é para aqueles que dizem NÃO à sua proposta de paz e felicidade, que Ele disse : “… quem não crê já está condenado.”

    Irmãos: Continuemos o nosso trabalho missionário, que nem sempre é fácil. Pois às vezes encontramos resistência, isto para quem evangeliza diretamente para as pessoas.

    Mas também não nos esqueçamos de rezar pela conversão principalmente daqueles a que dirigimos a palavra de Deus. Peçamos a Jesus que nos perdoe, nos proteja, e ao Espírito Santo que nos ilumine para que possamos levar a Luz para tanto quanto pudermos.

  3. É uma realidade muito triste! Não lamentamos somente a perseguição sanguinária as missionários, pior é a tortura que os próprios compatriotas estão sofrendo por professar a fé em Cristo.
    Pais e mães são obrigados a ver seus filhos assassinados, mulheres estrupadas e mortas (em nome da religião), meninas sequestradas e vendidas como escravas sexuais e tantas outras torturas terríveis.
    Deus tenha misericórdia!

  4. Nossa oremos por nossos irmãos, doi muito pra mim sabee q nesse axato momento muitos estão sendo mortos por causa do Evangelho, mas Deus vai aos poucos atraves de cada gota de sangue convertendo os mulçumanos, como era na igreja primitiva. Oremos pela PAZ e q nossos IRMÄOS VIVAM PARA TESTEMUNHAR Q ELE JESUS VIVE.

    • Ivan,
      na verdade Deus já fez! Nos deu a vida. A questão nesse caso é o que temos feito com a nossa vida e com a vida do próximo. A responsabilidade por esses atos é totalmente imputada ao homem que deliberadamente tira a vida do outro. Na linguagem do islâmico: “usurpando a vida”.
      Para nós cristãos, o lamentar se limita ao sofrimento ao qual o inocente e sua família são submetidos, o que afeta por consequência a sociedade (em termos de risco, intolerância e até a adoção da barbárie).
      Temos como verdade a vívida esperança da glória, reservada pra aqueles ‘chamados segundo o propósito de Deus’, ou seja, a vida para nós se estende para além dessa vida.

    • Jesus Cristo também morreu, e Deus também não fez nada pra impedir. Na época também ninguém entendeu, só depois descobriram que ele morreu para que hoje pessoas como você pudessem ter a chance de ter uma vida eterna.

    • Mais um “ateu modinha” que ignora todas as benesses que a conduta cristã fez e faz ao mundo. Sem a conduta cristã, presente na carta magna de nossa constituição, provavelmente você não teria a liberdade de expressão que tem hoje para destilar seu ódio, meu amigo. E só para constar, a laicidade determinada pela constituição foi promulgada pelo protestantismo, garantindo leis para os crentes e não crentes independente de sua religião.

      Só para reflexão, dê uma olhada neste link: http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/utimas-palavras-de-ateus .

      Que Deus te abençoe!

  5. Infelizmente toda esta situação está ocorrendo por um único sentido, no mundo e em especial no Brasil ficou fácil dizer que é Cristão ou de uma ou de outra denominação, mas se posicionar de maneira a prestar fidelidade a DEUS ninguém quer, cantar, orar, fazer show gospel, chorar tudo isto é fácil e morrer pelo evangelho como está acontecendo no Iraque, Irã, China, Índia etc, será que se isto estivesse acontecendo aqui muitos de nós teríamos comunhão e amor ao evangelho a ponto de ser decapitado por não negar a fé, eu aprendo muito com tudo isto e tenho mudado minhas referencias de exemplos de Cristãos, e tenho orado e me juntado a dor de cada irmão iraquiano,sirio etc que morre pelo evangelho de Jesus Cristo.

DEIXE UMA RESPOSTA