Brasil

Em entrevista a Marília Gabriela, Neymar afirma que continua ajudando a igreja com seu dízimo

Comentários (44)
  1. esta é a nova imagem do evangélico brasileiro, o tão falado crescimento evangélico… evangélicos genéricos, fazem sexo antes do casamento, tem mulheres pastoras, cantores gospel de Axé e Funk(ritmos dançantes e sensuais).. junta-se a este time de famosos, grethem, monique evans, joelma, carla peres e xande, baby consuelo, sarah shiva, etc… mas eles fazem o que os pastores modernos querem o DIZIMO $$$$$$$$$…
    MUITO JOIO E POUQUÍSSIMO TRIGO.
    PAZ

    1. Sergio Olimpio Ribeiro disse:

      Muito bem Paulo , vc descreveu a realidade, Fico feliz Paulo quando vc escreve as últimas palavras , PAZ , AGORA VC ESTÁ NA FRENTE DO RIO JORDÃO, TOQUE E PASSE Para OUTRO LADO . KKKKKKKKKK SEJAS BEM VINDO Paulo. Jesus Cristo o Nazareno te Ama.

      Shalom Baruch

    2. Jemima Miranda disse:

      bem não é assim tudo bem qe o neymar xandy carla peres e outros ai não parece nem um pouco ser um cristão agora a pastoa Sarah sheeva e a mãe delaa acho qee vc nunca viu o testemunho delas então toma cuidado cm oq e vc fla de ungido de Deus

    3. Jemima Miranda
      Ungido de deus??? para mim isto não existe…a mãe dela é uma desiquilibrada mental, devido ao uso de muita droga durante a vida.. Sarah continua ninfomaniaca(só não pratica) não casa porque tem medo do "fogo" acender novamente…. fora que não existe pastoras segundo o NOVO TESTAMENTO… paulo e timótero são explicitos quanto ao papel da mulher na igreja e na familia.

    4. Jemima Miranda disse:

      se vc sabe na biblia tbm ta escrito qee não devemos julgar e também se ela foi ungida a pastora por pessoas consagradas a Deus então ela é uma ungida e ai daquele qe mexe com um ungido de Deus e outra vc conhece ela está 24 horas com ela pra saber disso ?? não sei se vcé cristão ou não mas sei de uma coisa devemos amar uns outros e não julgar como vc ta fazendo

    5. Eu não sou cristão e ela é uma pessoa pública, por isto estou julgando, eu, vc, todos nós somos julgados o tempo todo, por nossos parentes, amigos, chefes, etc…

      Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo" (1 Coríntios 11:3). "A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio" (1 Timóteo 2:11-12)

      O PAPEL DA MULHER NA IGREJA E NA FAMILIA
      http://www.estudosdabiblia.net/d31.htm

    6. Jemima Miranda disse:

      nooaosa vc entende tanto de biblia e ta perdendo o tempo não sendo um cristão

      eu seiii o papel da mulher cresci na igreja e s ie mto bein

    7. Passa estas passgens da biblia para Sarah, acho que ele "pulou" esta parte, rsrs…

  2. Uni Almeida disse:

    Seja fiel no pouco que no muito te colocareii…. Deus é fiel e que vc continue sendo abençoado Neymar. :)

  3. valdinei o santos disse:

    o dizimo é um ato de fé e amor, aigreja de Jesus Cristo não precisa de ajuda do dizimo mas sim da devolução do dizimo como ato de gratidão sem hipocrisia

  4. ednilson disse:

    É uma credencial a que muitos recorrem para ajustar a imagem de pessoa do bem: religiosidade. No caso de “religiosidade crente”, seria “mico”. Então, “gospel” fica mais palatável, até para não famosos. Não é raro ímpios praticarem o que lhes parece “caridade para Deus”. Nós, que não somos santos, talvez um pouco menos incoerentes, um pouco mais conscientes, comprometidos e até sinceros. No caso específico, é delicada a situação do sacerdote, a começar dos principais, pai e mãe. Orar pela conversão, não rejeitar QUALQUER abertura ou vínculo que aquela vida ainda demonstre restar, ainda que ritual, com a fé, porque “a fé vem pelo ouvir” e quem convence? O Espírito Santo de Deus! Além disso, é provável que à mídia, só interesse tratar da Igreja, instituição, mesmo sabendo que outras áreas e instituições também são “ajudadas”. Ide e pregai o evangelho a TODA criatura. orai sem cessar.

  5. Dias disse:

    O QUE ESSA VACA TEM QUE HAVER SE O CARA DÁ 10% 1%, O QUE INTERESSA O QUE ELA DEVERIA PERGUNTAR NÃO PERGUNTA SOBRE EXEMPLO DE VIDA DO CRAQUE.
    APROVEITA E PERGUNTA SE ELE AINDA SE MASTURBA OU TEM VARIAS MENININHAS QUE FAZEM PRA ELE? O PIOR QUE GANHA MUITO PRA FAZER ESSE TIPO DE PROGRAMA. E AS VADIAS DE PLANTÃO ESPERANDO A OPORTUNIDADE PRA TIRAR MAIS UM POUCO DE GRANA, AFINAL QUEM, GOSTA DE ROLA É BAITOLA MULHER ADORA DINHEIRO.

  6. Esse povo não para de tocar na mesma tecla: dizimo, dizimo, dizimo…
    Aí vc ve o quanto da influência negativa desses tais “pastores” da “teologia” da prosperidade deixaram para os leigos. Dizimo não é simplesmente se dá dinheiro para pastor, é algo pessoal, algo da relação estreita do homem com Deus. Vc pode argumentar: mas esse dinheiro não poderia ser impregado em causas sociais?? E eu pergunto: qual o fundo que financiar as causas sociais que igrejas serias fazem? E a evangelização? E manunteção do templo? Dizimo não serve para enricar pastor, para da fundos para ele compra carro de 140 mil (como já vi na net), é uma devolução ao Pai, para que ele guie homens realmente sinceros em sua obra. Mesmo assim vc me retrimina por falar isso? Te pergunto: quantas vezes vc deixou de gasta o seu dinheiro com lixos vicios em prol de um ritual ridiculo como a tal “balada” para ajudar os outros? Pois é… cada um olhe para cisco que tem no proprio olho e cuide de limpa-lo, ao inves de fica apontando!

  7. Claudenir disse:

    Se ele desse o dizimo na IURD estaria cheio de comentarios de crentes invejosos falando um bocado de besteiras,onde esta agora os crentes incredulos para dizer ao Neymar q o dizimo ja foi “abolido por Jesus”

  8. eduardo disse:

    Neymar, porque vc menospreza tanto seus adversários? seja humilde cara. e olha dízimo não leva ninguém para o céu. o preço já foi pago na Cruz. procura fazer a vontade de DEUS.

  9. eduardo disse:

    estou aqui IDIOTA. LEI A MEU COMENTÁRIO E ENCHERGUE SE FOR CAPAZ OU ENTÃO TIRE A TRAVE DO SEU OLHO.

  10. joana disse:

    para que a ela quer saber quantos “oooooooooooooo”, isso é pessoal, e , para depois ficarem falando mal das Igrejas.

  11. claudenir disse:

    Se ele desse o dizimo na IURD ja estaria cheio de crente babando de raiva e falando um bocado de besteiras,onde esta tambem os crentes incredulos para dizer ao Neymar q Jesus “aboliu”o dizimo

  12. DOUGLAS SCHROKENFUCHS disse:

    grça e paz do SENHOR,gostaria de saber se a apresentadora estaria interessada na vida desportiva dele ou religiosa,sendo que es a BIBLIA que nos ensina sobre o dizimo sei que ha greis que extrapolam,mas ate parece que somos nos os protestantes que criamos o dizimo e não e descrito desde caim e abel,faça-nos um favor vocês que não são por opção cristãos protestantes,deveriam preocupar-se mas com suas religiões,o dizimo e dele e de cunho pessoal com DEUS louvado seja o SENHOR que ele mesmo errando igual a todo ser humano,pois quem não cometeu ou comete ou cometera,qual ser humano e melhor do que outro nesta vida sendo que nem na eternidade havera distinção,aquele que se achar melhor ou digno grite para os demais falando eu sou bom,então eu pergunto você e bom aos olhos de quem de outros que não lhe garantira vida eterna ou de DEUS,pois para DEUS nos enxergar dignos primeiro devemos nos questionar-mos e reconhecer-mos que somos indignos do amor de CRISTO e SUA morte na cruz não foi em vão e não merecemos amor maior,então com O SANGUE PURO CARMESIM ira nos purificar e quando DEUS nos olharmos atraves de SEU FILHO AMADO então nos tornaremos dignos para com DEUS mas e somente pela MORTE E MORTE DE CRUZ SACRIFICIO PURO que nos tira dos braços de satanas,crente como somos no BRASIL chamados mas nossa primeira alcunha foi os do caminho, apos cristãos que significa seguidores de CRISTO,apos a reforma de lutero,calvino,zwuiggel,e finalmente os menonitas que se separaram de vez grei de estado protestantes,na decada de 70 nos U.S.A nova alcunha de evangelicos,neste mesmo instante no BRASIL de crentes,não somos santos mas santificados pela MORTE DE CRISTO na cruz,não somos puros mas purificados pelo SANGUE PURO CARMESIM DE CRISTO na cruz,não somos justos mas somos justificados perante DEUS quando reconhecemos e imploramos ha DEUS em nome de SEU FILHO AMADO CRISTO JESUS então ha um grande milagre CRISTO intervem para com SEU PAI TODO PODEROSO para nos perdoar pois somos falhos fracos na carne e o que mais vocês acharem em nos,pois quando todos nos reconhecer-mos que somos fracos e criar-mos coragem de reconhecer-mos isto então AQUELE que E FIEL ira nos dar força querendo o mundo ou não par lutar-mos dentro de nos mesmos contra o pecado,não estou advogando a favor que devemos errar como desculpa mas mostrando uma realidade para aqueles que tentam não errar e senten-se indignos perante DEUS em oração

  13. alef disse:

    neimar vç é fera mas vç nao tem trava lingua vç fala muito palavroes

  14. alef disse:

    nossa fera falow tudo parabens

  15. alef disse:

    certo falow tudo

  16. Claudenir disse:

    Onde eta meus comentarios q não são publicados……este site é ingles ou brasileiro……

  17. Claudenir disse:

    eduardo mais um q não e macho o suficiente para dar o dizimo,fala tanto da biblia e só obedece o q interessa,interpreta a biblia a seu bel prazer.

  18. Claudenir disse:

    eduardo ladrão não entra no céu.Será q Deus não disse q quem não dá o dizimo é ladrão?Ou tu vai mudar as palavras do proprio Deus.

  19. gugasamarco disse:

    Se eu tivesse oportunidade falava na cara dele e na tua tambem

  20. SANTOS disse:

    CALMA!!! PREDESTINADO gugu…

    que paz é essa?
    já está brigando, IXIIIIIIIIIIIIIIIIIII…

    CRENTE sem domínio próprio?
    haaaaaaaaa, predestinado.

    hummmmmmmmm! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  21. HAMILTON disse:

    O AMOR AO DINHEIRO É A ESPECIES DE TODOS OS MALES.E MUITOS SE DESVIARAM DO CAMINHO.ESQUECENDO DE DEUS.O NOSSO CRIADOR.DEUS NÃO QUER DIZIMO E SIM OBEDIENCIA. TEMOS QUE ADORAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS.

  22. Gero Pinheiro disse:

    como a universal esta instituição universal do reio diabolico gostaria de ter Neymar como dizimista hem! ja que só vidam dinheiro!

  23. SANTOS disse:

    EU EXPULSEI O demônio DESSE RAPAZ ontem, ele voltou de novo, também da pra se ver que tem mágoa no coração, NÃO TEM NADA, ESSE É O NOSSO TRABALHO TAMBÉM…

    esse capiroto que está ai, SEJA REPREENDIDO EM O NOME DO SENHOR JESUS,
    graças a DEUS, esse mal saiu desse rapaz, em o NOME DO SENHOR JESUS,

    SEJA LIVRE DE TODO MAL, amém…

    o demônio desse rapaz, ESTÁ DANDO TRABALHO…
    MAS AGORA ESTÁ REPREENDIDO.

  24. Torquato da Silva disse:

    É esse tipo de “crente” que essas “igrejolas” gostam de ter.
    Não tem doutrina, não tem compromisso com Deus, não tem compromisso com a Palavra.
    Porém se dizima, já está ótimo, pois só assim abastece a conta bancária da igreja e o gordo salário do mercenário que se diz “pastor”.

  25. SANTOS disse:

    Hehhhhh,

    Tem aquelas igrejas que não DIZIMA, que tem doutrina humana, que dar cargos para pessoas despreparadas, PORÉM COM CONDIÇÃO FINANCEIRAS, que se “INTITULA” a verdadeira igreja, mas no fundo, no fundo,

    SÃO VAZIAS, SEM DEUS, SEM COMPROMISSO COM A VERDADE E OS SEUS MEMBROS “falam” de DEUS sem conhece-lo…

    Infelizmente encontramos MUITAS dessas igreja (PESSOAS), VAZIAS NESTE SITE…
    SÓ CRITICAM, SEM CONHECER SEM CONHECER A VERDADE.

    De fato, acharam o homem de quem saíram os demônios, vestido, em perfeito juízo, assentado aos pés de Jesus; e ficaram dominados de terror. Lucas 8:36 É ESSE O TRABALHO DA IURD, RESGATAR AQUELES QUE PEDEM DE AJUDA.

    DEUS ABENÇOE A FAMÍLIA DA FÉ.

  26. josé. d.c. disse:

    Coitado,no que desrepeito,ao evangélho, além de ser ainda um menino,foi e é mal evangélizado.
    Naturalmente,está pensando que está comprando lugar no céu,com seu dizimo.Assim pode fazer tudo que qualquer um faz.,trocar de namorada a todo momento,praticando fornicação.Viver
    nas baladas,regadas a muito alcool,ainda que não beba.

    Ainda me dizem que dizimo é um ato de fé.

  27. Marco disse:

    Agora qualquer um pode se dizer evangélico. Verdadeiramente este termo está batido, “pérola para os porcos”. Que testemunho esse rapaz dá ao mundo?

  28. Roberto disse:

    Esse camarada está é desviado, se iludiu com a fama e dinheiro e ainda tem gente achando que ele é evangélico.
    O camarada dançando músicas, que levam ao erotismo, é pai sem ser casado, fica pegando um tanto de modelos, vive em boates, e ainda tem gente que acha que ele é evangélico, só se for do capeta.

  29. quem somos nós pra "julgar o servo alheio?"

  30. Já é um grande começo Irmão Paulo Agnóstico.

  31. Karina Ferreira disse:

    lindo

  32. Luquinhas Mimadinho Lucas disse:

    que micharia 40 mil aTÉ eu tenho

  33. A fala de Neymar é contraditoria com aquilo que ele faz, pois dizer que é crente, viver uma vida de mal testemunho, comportamentos secular e não bíblico. Pois ir a boates etc for coisa de evangélico, certamente é outro evangelho e não o bíblico. Claro que não estou me referindo ao jogador, pois como jogador ele é excelente, mas dizer que é evangélico.

  34. Antonio Carlos disse:

    Prezado Neymar,

    fico feliz que vc quer agradar a Deus, mas Ele informa a vc que o dízimo era praticado no passado perante e a lei do Antigo Testamento. Hoje a vontade de Deus conforme as Escrituras Sagradas é que sejamos gratos,ofertando o que tivermos de melhor, dentro da nossa concepção. Pode ser dinheiro, sim, desde que este valor seja de coração e vontade expressa com felicidade no nosso coração, não importa para Deus se é R$40,00,R$40.000,00, 40.000.000,00. O que importa é o teu desejo de ofertar com amor, a quantia que for. O que vai nos fazer ter a vida eterna é acreditar que Jesus Cristo morreu por nós na cruz para nos salvar de nossos pecados. E pela Fé, vivermos em Jesus Cristo, pois, seremos salvos para a vida eterna. Tudo que aqui foi dito está na Bíblia. Quando não sabemos o que é correto Deus compreende, mas, a partir do momento que somos orientados por Ele para se cumprir a sua palavra, aí é diferente. Deus sabe que vc é um bom garoto. Se o dinheiro que vc dar como dízimo passar a ser dado como oferta pelo seu sentimento de amor, fará a diferença, da mesma forma que vc passar a dar, R$ 0,10 (dez centavos) e quem sabe ofertar na vida de pessoas carentes que precisam realmente da tua ajuda. lembre-se: Os órfãos as viúvas e os necessitados, são os alvos prediletos de Deus para ajudarmos e assim fazê-lo sempre sorrir. O importante é saber que o dízimo ficou lá atrás (antiga aliança) e agora a tua oferta de coração, sem valor estimado, será a nova aliança com Cristo. Repito, tudo está na bíblia.
    e-mail: euamojesuscristo24horas@gmail.com

    um abraço.

    1. Evangelista D. D. Borges Aguiar disse:

      Sou dizimista. Para aqueles que não querem dizimar e/ou estão desinformados oriento a leitura de Mateus 23. 23.

      Deus abençoes a todos.

  35. felipe disse:

    eu fico muito triste quando vejo evangelicos alienados defenderem algo que SIMPLISMENTE nao existe DIZIMO é lei de MOISES feita para o povo de ISRAEL um preceito de uma lei da ANTIGA ALIANCA e mesmo quando era praticada NUNCA foi dinheiro era alimentos cereais bois etc e sua funcao era ALIMENTAR o orfao a viuva e o necessitado e os unicos que tinham ORDEM de tomar os dizimos das pessoas DAQUELA ÉPOCA eram os LEVITAS vou repetir LEVITAS E mesmo q o seu lider religioso fosse um LEVITA PURO a ANTIGA ALIANCA FOI ABOLIDA (ACABOU) quando o filho de deus morreu no madeiro fazendo surgir a nova alianca que se resume em 2 leis amaras o teu deus e amaras o proximo como a ti mesmo tudo oq passar disso e doutrinas de homens que infelizmente a maioria segue cegamente sem perceber que esta fazendo algo que deus nao pediu construir templos de pedra e deixando de fazer oq ele pediu AME O SEU PROXIMO E AJUDE A QUEM PRECISA..ler a escritura nao e o suficiente tem q entede-la pq devemos crer em deus como DIZ as escrituras e nao como dizem os HOMENS

  36. Hubner disse:

    O dízimo, segundo a Palavra de Deus

    Em nenhum lugar nas Escrituras Sagradas você vai encontrar pessoas devolvendo dízimos em dinheiro. Na Bíblia, o dízimo está associado a cereais e rebanhos, ou seja, frutos da terra em geral. Antes do período da lei, Abrão (mais tarde chamado Abraão) deu os dízimos dos bens que havia conquistado dos inimigos (Gênesis 14:16-20) durante uma batalha. Melquesedeque saiu ao encontro de Abraão porque era rei de Salém, e recebeu o tributo. Isso aconteceu uma única vez e não há mais registros de que Abraão tenha dizimado depois.

    Quando as Escrituras Sagradas começaram a ser redigidas (por volta do ano 1500 antes de Cristo), o dinheiro (em hebraico כסף) já existia, conforme Gênesis 17:12, Deuteronômio 14:25, Êxodo 12-44, Números 3:49, 1 Reis 21:2, etc. Apesar disso, o povo deveria seguir as determinações de Deus e dizimar apenas dos rebanhos e cereais, conforme escrito em Deuteronômio 14:22, Levítico 27:30, Êxodo 34:2; 26, 1 Samuel 8:17, etc.

    “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.” (Levítico 27:30)

    Desse modo, as pessoas que exerciam outras profissões, tais como artesãos (Êxodo 31:3-5), copeiros e padeiros (Gênesis 40:1-2), carpinteiros e pedreiros (II Samuel 5:11), músicos (I Reis 10:12), alfaiates (Êxodo 28:3), mestres-de-obras (I Reis 5:16), ourives, pescadores, mercadores, coletores de impostos, guardas, cozinheiros, não poderiam dar dízimos, mas apenas ofertar.

    Na Bíblia, Deus não recebeu dízimo em dinheiro, apesar de existir o dinheiro, e ninguém pode provar o contrário. Observe:

    “Separem o dízimo de tudo o que a terra produzir anualmente. Comam o dízimo do cereal, do vinho novo e do azeite, e a primeira cria de todos os seus rebanhos na presença do Senhor, o seu Deus, no local que ele escolher como habitação do seu Nome, para que aprendam a temer sempre o Senhor, o seu Deus. Mas, se o local for longe demais e vocês tiverem sido abençoados pelo Senhor, pelo seu Deus, e não puderem carregar o dízimo, pois o local escolhido pelo Senhor para ali pôr o seu Nome é longe demais, troquem o dízimo por prata, e levem a prata ao local que o Senhor, o seu Deus, tiver escolhido. Com prata comprem o que quiserem: bois, ovelhas, vinho ou outra bebida fermentada, ou qualquer outra coisa que desejarem. Então juntamente com suas famílias comam e alegrem-se ali, na presença do Senhor, do seu Deus.” (Deuteronômio 14:22-26)

    Como vimos, Deus não aceitaria a prata no lugar do dízimo, ou seja, o dinheiro no lugar dos frutos da terra, mas permitiria, por causa de uma longa distância, a troca do dízimo por prata, por ser fácil de transportar, mas com a condição de o dizimista (homem do campo), já no local indicado por Deus, comprar o que quiser para ali “comer do seu dízimo” e se alegrar na presença do Senhor Deus, o nosso mantenedor.

    Quem não era fazendeiro poderia colaborar com ofertas de alimentos, incenso, utensílios (Neemias 13:5) e também dinheiro:

    “E disse Joás aos sacerdotes: Todo o dinheiro das coisas santas que se trouxer à casa do Senhor, a saber, o dinheiro daquele que passa o arrolamento, o dinheiro de cada uma das pessoas, segundo a sua avaliação, e todo o dinheiro que trouxer cada um voluntariamente para a casa do Senhor,” (2 Reis 12:4)

    Algumas ofertas deveriam ser feitas obrigatoriamente em dinheiro, como a do arrolamento citado na referência acima, em obediência ao escrito em Êxodo 30:13-16.

    Consideradas essas coisas, podemos concluir que a igreja, no período atual, vem utilizando a palavra “dízimos” equivocadamente e fora do seu contexto original.

    Atualmente, muitas denominações ensinam que os crentes devem dar 10% do salário, caso desejem ter uma vida financeira abundante e intocada pelo devorador. Quem não dá o dízimo, dizem alguns, está sujeito à ação do devorador, é ladrão e está roubando a Deus. Para sustentar esse ensinamento equivocado, utilizam indevidamente o capítulo 3 de Malaquias, que não está dirigido à igreja, mas apenas à nação de Israel, sob o regime da lei (Malaquias 4:4).

    A Palavra de Deus nos ensina, no entanto, que toda maldição (inclusive a do devorador) foi desfeita com o sacrifício de Cristo (Gálatas 3:13), pelo menos para os que creem nisso. Porém se o crente ainda deseja se justificar pelas obras da lei, o tal permanece sobre o efeito de qualquer maldição (Gálatas 3:10), inclusive a do devorador.

    É importante esclarecer que o devorador não é um demônio, como alguns pensam, mas sim uma espécie de gafanhoto. Observe essa passagem:

    “O que o gafanhoto cortador deixou o gafanhoto peregrino comeu; o que o gafanhoto peregrino deixou o gafanhoto devastador comeu; o que o gafanhoto devastador deixou o gafanhoto devorador comeu.” (Joel 1:4) Nova Versão Internacional.

    As Escrituras Sagradas nos alertam para a possibilidade de passarmos até por alguns apertos. O próprio apóstolo Paulo padeceu necessidades, enfrentando até mesmo a fome, porque não tinha dinheiro:

    “porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.” (Filipenses 4:11-12)

    O profeta Malaquias não se dirigiu à igreja, do contrário Deus estaria entrando em uma irreparável contradição ao prometer bênçãos e prosperidade, mas ao mesmo tempo permitindo que os crentes, inclusive dizimistas, enfrentassem necessidades tão grandes, como as que Paulo enfrentou.

    Outra questão importante é acerca da legitimidade para receber dízimos (frutos do campo). Quem pode atualmente tomar dízimos, segundo a Palavra de Deus?

    “E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.” (Hebreus 7:5)

    Portanto atualmente ninguém no mundo tem autorização, segundo a lei, para tomar dízimos do povo. Nem mesmo entre os judeus legalistas em Israel, pois não há mais templo e levitas servindo como sacerdotes.

    Considerando que o dízimo só poderia ser dado por agricultores e criadores de rebanhos, e que o Senhor Jesus Cristo cumpriu toda a lei com perfeição e sem cometer qualquer tipo de pecado, podemos concluir que Jesus não dizimou no templo e nem cobrou dízimos de qualquer pessoa por dois motivos muito simples: o primeiro é porque Ele exerceu o ofício de carpinteiro (Marcos 6:3), e não de produtor rural; o segundo é porque não pertenceu à tribo de Levi, mas a de Judá.

    “Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio.” (Hebreus 7:14)

    Desse modo, é incorreto afirmar que Jesus Cristo, em Mateus 23:23, esteja cobrando dízimos da igreja. Nessa passagem, o Senhor repreendeu duramente os escribas e os fariseus por se preocuparem com as coisas mínimas da lei, mas desprezarem as que importavam mais: o juízo, a misericórdia e a fé.

    “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” (Mateus 23:23)

    Repare que o dízimo dado pelos fariseus e pelos escribas era constituído apenas de produtos do campo. Eles eram tão meticulosos que se preocupavam com coisas mínimas, mas esqueciam das mais importantes. Perceba que o Senhor Jesus não incluiu o dinheiro na relação, apesar de haver grande circulação de moedas romanas naquele tempo (Mateus 22:19-21).

    O fato de Jesus Cristo ter falado para os fariseus não omitirem o pagamento dos dízimos não dá respaldo algum para o pagamento de dízimos pelos crentes, e ainda mais em dinheiro. É preciso compreender que o Senhor Jesus está se dirigindo a pessoas que viviam sob o regime da lei.

    Dizer que a igreja deve devolver dízimos só porque a palavra dízimos apareceu no evangelho não é um argumento válido. Nem tudo que está no evangelho se aplica para a igreja ou para a sua vida. Por exemplo, o evangelho informa que o Senhor Jesus foi circuncidado ao oitavo dia (Lucas 2:21), mas isso não significa que você tenha que fazer o mesmo só porque esse texto está no Novo Testamento. Observe ainda a passagem abaixo, retirada também do evangelho:

    “E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra. Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.” (Mateus 8:2-4)

    Atualmente, se alguém é curado milagrosamente por Deus, o que recebeu a cura não precisa guardar segredo e nem muito menos pagar a oferta determinada por Moisés. Hoje ela deve contar isso para o maior número de pessoas, a fim de dar testemunho do poder do SENHOR para honra e glória de Deus.

    Para compreender as Escrituras Sagradas, é necessário obter inspiração do Espírito Santo, considerando o contexto, o momento histórico, os destinatários, costumes locais (como rasgar as vestes, lançar poeira para o alto), etc.

    Na Bíblia não existe qualquer mandamento para a igreja no sentido de arrecadar dízimos e muito menos que esses dízimos sejam dados ou devolvidos em dinheiro.

    Todavia, encontramos algumas instruções no sentido de a pessoa contribuir para socorrer os mais carentes (1 Coríntios 16:1-3). Hoje, as contribuições podem ser utilizadas para alimentar e vestir os mais necessitados, distribuir exemplares da Bíblia e mensagens de evangelismo, possibilitar a pregação da Palavra de Deus nos pontos mais distantes (existem custos), permitir o funcionamento dos locais de reunião (limpeza, água, luz, aluguel), custear a vida sem extravagâncias de obreiros (Mateus 10:10; 1 Timóteo 5:18) que vivam exclusivamente em prol da obra de Deus. Se o obreiro de Deus possuir emprego, há recomendação bíblica para que não seja pesado aos demais. Tudo deve ser feito com muita transparência e temor a Deus.

    O valor a ser destinado para a obra é pessoal (2 Coríntios 9:7), conforme a renda (1 Coríntios 16:2), liberal (2 Coríntios 9:5) e, por mais incrível que pareça, dentro das possibilidades financeiras (2 Coríntios 8:12), a fim de que não se sobrecarregue financeiramente (2 Coríntios 8:13). Leia as referências bíblicas indicadas e constate por si mesmo.

    Ao observarmos o capítulo 4 de Atos, do versículo 32 ao 35, não encontraremos qualquer indício de que a igreja primitiva devolvesse dízimos. Segundo as Escrituras Sagradas, os membros possuíam todas as coisas em comum. Quando chegava um novo convertido, este vendia suas herdades, apresentava o valor diante dos apóstolos e dos demais e imediatamente o valor era dividido entre todos, inclusive entre os membros, de acordo com a necessidade de cada um, o que justifica o fato de não haver necessitado na igreja. Esse modelo de igreja acabou muito rápido.

    Colabore com a sua congregação, ajude sua família, socorra os mais necessitados, faça tudo dentro das suas possibilidades.

    O “dízimo em dinheiro” foi inventado no século V, pela igreja Católica, embora essa prática tenha adquirido força somente a partir do século VII. É importante lembrar que a igreja evangélica surgiu da católica, o que justifica o fato de esse procedimento ter sido preservado, juntamente com alguns outros incorretos.

    Atualmente, o dízimo em dinheiro é mais comum nas Américas e em parte da Europa. No Brasil, é difícil encontrar uma congregação que não mencione o dízimo, mas isso não é motivo para não congregar.

    “Reparte com sete, e ainda até com oito, porque não sabes que mal haverá sobre a terra.” (Eclesiastes 11:2)

    Espero que o Espírito de Deus possa falar melhor ao seu coração.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO