“Partido da Universal”, PRB anuncia decisão de votar a favor do impeachment de Dilma

4

O Partido Republicano Brasileiro (PRB) anunciou que fechou posição a favor do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) e que sua bancada na Câmara dos Deputados está orientada a votar pelo impeachment.

O PRB já havia anunciado que faria oposição a Dilma, com suposto parecer favorável do bispo Edir Macedo, que estaria “farto” dos escândalos de corrupção. Agora, a decisão do partido foi mais enfática, dizendo que todos os deputados votarão pela abertura do processo.

O presidente nacional do partido, Marcos Pereira, afirmou que a decisão foi tomada com consenso dos 22 parlamentares: “Foi preponderante. Nós entendemos que há indícios de que houve realmente crime de responsabilidade. Estão presentes os requisitos do impeachment, estão presentes os requisitos que a Constituição e a legislação exigem para o afastamento da presidente da República”, enfatizou.

Segundo Pereira, se o processo chegar ao Senado, o bispo Marcelo Crivella – ex-ministro da Pesca no governo Dilma – acompanhará a orientação do partido.


O líder do PRB destacou, em nota, que “a desesperada tentativa de chamar de golpe o dispositivo legal e constitucional do impeachment revela muito de como pensam e agem aqueles que se apoderaram do Estado e fizeram dele o esteio de um projeto de poder”.

A legenda, apelidada de “partido da Universal”, por conta do grande número de pastores da igreja que são filiados a ela, destacou, através de Pereira, que “chegou o momento de pôr fim ao descalabro que a política brasileira vive hoje fruto desse comportamento egoísta e moralmente falido. Os republicanos estão dispostos a fazer os sacrifícios necessários para ajudar o Brasil a avançar”.

Debandada

Outros três partidos que integravam a base de apoio a Dilma anunciaram que estão a favor do impeachment: PSD, PP e PTB.

Esses partidos, possuem, respectivamente, 36, 47 e 19 deputados em suas bancadas na Câmara, segundo informações do G1. Analistas políticos apontam que nem todos devem acompanhar as orientações, mas estima-se, por exemplo, que no caso do PSD, entre 30 e 34 votem a favor da abertura do processo de impeachment.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, nesta quinta-feira, o placar do impeachment na Câmara mostra que já existe a manifestação favorável ao processo de 332 deputados, faltando apenas 10 para atingir o número necessário para que o trâmite seja encaminhado ao Senado.

Na outra casa, um levantamento do mesmo jornal aponta que já são 42 os senadores dispostos a votar a favor do processo, o que resultaria no afastamento de Dilma imediatamente, a princípio por seis meses, para que o Senado julgue sua cassação.

Confira os infográficos:

Câmara dos Deputados

Clique na imagem para acompanhar o placar atualizado
Clique na imagem para acompanhar o placar atualizado

Senado

infografico

4 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia! Expressões tais como: Tchau! Dilma, e: Os ratos abandonam o navio, passamos a ouvir hoje. Será! E os 60 mil eleitores que votaram nela? Como vão ficar? Acho todo esse processo uma tremenda falta de responsabilidade. Dilma está com as armas nas mãos? O que essa esquerda corrupta quer? Que o nome dos 700 seja colocado no ventilador? Presta atenção!

DEIXE UMA RESPOSTA