Pastor acredita que no processo de paz no Oriente Médio, cristãos “precisam aprender a Bíblia”

1

O pastor árabe-israelense Steven Khoury, nascido em Jerusalém, acredita que os cristãos envolvidos no processo de paz no Oriente Médio “precisam aprender a Bíblia” e o que ela diz sobre o ministério de Jesus. Steven que é vice-presidente do “Missões na Terra Santa” e autor do livro “Cristianismo Diplomático”, falou em um evento realizado em Washington sobre a situação dos cristãos palestinos.

“Eles precisam aprender a Bíblia. Voltar a estudar as raízes da nossa fé, que é aprendendo a Bíblia”, disse o pastor ao The Christian Post. “Eu acho que é importante promover a mensagem que Cristo promoveu e que é a mensagem de amor, perdão e aceitação”.

Steven disse também que os cristãos devem usar mensagens positivas ao lidar com questões controversas: “Incomoda-me quando os cristãos tomam uma posição de ser anti-qualquer posição. Eu posso discordar de sua opinião, isso não significa que eu tenho que ser anti-você”.

O evento aconteceu após uma discussão polêmica no programa americano “60 Minutes” sobre a perseguição de cristãos palestinos, implicando que Israel foi culpado pelo declínio das comunidades cristãs na Terra Santa.

Durante o evento em que o pastor estava presente, uma muçulmana sunita da Faixa de Gaza perguntou o que Steven pensava do empresário Zahi Khouri, que afirmou em entrevista que nenhuma perseguição aos cristãos estava sendo feita pelos palestinos.

“Eu não posso falar a respeito de Zahi Khouri. Tudo o que posso falar é sobre minhas próprias experiências pessoais”, disse o pastor em resposta à sua pergunta. “Eu tive experiência de perseguição, mas eu também já experimentei o amor, tanto dos muçulmanos quanto dos judeus”.

Fonte: Gospel+

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA