Pastor comenta declaração do papa sobre o “fracasso” de Jesus na cruz: “Vitória de Deus”

106

Uma declaração do papa Francisco, apontando para um “fracasso” humano de Jesus ao morrer na cruz gerou inúmeras polêmicas no meio evangélico, que apontou a fala do líder católico como uma heresia.

Em sua visita aos Estados Unidos, Francisco discursou sobre diversos temas, e dentre eles, falou sobre os fracassos que podem trazer desânimo aos cristãos em sua obrigação evangelística e aparentar que a propagação do Evangelho é ineficiente.

“Foi-nos confiada uma grande responsabilidade e o povo de Deus, justamente, espera resultados. Mas o verdadeiro valor do nosso apostolado é medido pelo valor que o mesmo tem aos olhos de Deus. Ver e avaliar as coisas a partir da perspectiva de Deus chama-nos para uma conversão constante ao primeiro tempo da nossa vocação e – nem é preciso dizê-lo – a uma grande humildade”, disse o papa.

Nesse contexto, Francisco afirmou que a crucificação de Jesus, embora concluísse com perfeição o plano divino, representava o fracasso de uma vida humana, que terminou com a injusta condenação de um homem sem máculas.


“A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”, disse, reiterando que mesmo um aparente fracasso para aqueles que foram contemporâneos de Jesus, resultou no milagre da salvação.

O pontífice ainda foi além e disse que os que se sentirem “fracassados” em suas missões devem olhar para Jesus e ver que, o que humanamente pode ser interpretado como fracasso, pode ser, na verdade, um sucesso sob a perspectiva divina.

Em meio à polêmica gerada pela exposição do papa nessa questão, muitos evangélicos fizeram uma interpretação mais literal e primária do termo usado pelo líder católico, e se apressaram em críticas.

No entanto, o reverendo Hermes C. Fernandes seguiu a contramão das críticas e publicou um comentário sobre o episódio, apresentando outros vieses do “fracasso” humano de Jesus na cruz.

“Sim, Jesus fracassou na cruz. Para a turma dos ‘hosanas’, que esperava que Ele desse um golpe de Estado e assumisse o poder na marra, a cruz foi um grande fiasco. Para os discípulos que apostaram as últimas fichas de que Ele restauraria o trono de Davi naqueles dias, a cruz foi um vexame. E até hoje, para quem faz do evangelho um meio de enriquecimento, a cruz é, no mínimo, um constrangimento. Mas como Deus jamais perde a mania de subverter as coisas, assim como a Sua loucura é mais sábia que a sabedoria humana, e a Sua fraqueza mais forte que o poder de que nos gabamos, assim também, o aparente fracasso da cruz nada mais é do que a Sua retumbante vitória. Foi o fracasso da agenda humana, mas a vitória da agenda de Deus”, comentou.

Concluindo seu raciocínio a respeito do que a cruz representa em seu sentido mais relevante para quem crê em Jesus Cristo, o reverendo destacou a graça redentora que fluiu daquele sacrifício: “Foi lá que Ele destituiu os principados e potestades, ridicularizando sua presunção. Foi lá que Ele revelou as nossas misérias e ao mesmo tempo a Sua misericórdia. Foi lá que Ele arcou com nossa impagável dívida e expressou de maneira mais eloquente o Seu imenso amor pela criação. Sua vitória não se deu na ressurreição, como alguns imaginam, mas em Sua morte. A ressurreição foi o pódio de onde Sua vitória foi anunciada”, finalizou.


106 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem colocada as palavras do reverendo rmes C. Fernandes. De fato, dependendo do ponto de vistavista de quem olha, o Senhor Jesus pode ter fracassado.

    Para os incrédulos, e e os ímpios Jesus foi vencido na cruz. No entanto, para os que crêem no cumprimento da Palavra de Deus, a cruz foi o começo da nossa vitória. Pois nela que nossos pecados foram lançados, alcançamos o livre acesso acesso ao trono de Deus, o perdão e nossa salvação.

    Quem crê alcançou misericórdia, quem não crê, que o Senhor possa reverlar-se a você também.

  2. “E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, HUMANAMENTE FALANDO, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. Essas palavras cheias de sabedoria foram ditas pelo Papa Francisco em sua homilia em Nova Iorque (24/09). Algumas pessoas – por ódio, maldade ou por pura ignorância – estão tirando a frase de seu contexto e distorcendo o seu sentido. Em um dos muitos sites furrecas evangélicos que estão distorcendo essa homilia e xingando o Papa de “Besta do Apocalipse”,
    Em meio a tantas criaturas com o cérebro embotado e a língua cheia de veneno, é bom saber que há pessoas intelectualmente honestas e atentas, que não servem como instrumentos de Satanás – o pai da mentira – para a difusão de inverdades.
    Afinal, o Papa não disse nada diferente do que Isaías e São Paulo proclamam na Bíblia: o Messias é desprezado, é visto como “escória da humanidade”; a cruz é um escândalo, é loucura, DO PONTO DE VISTA HUMANO.
    “Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele.” – Is 53,3
    “Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura de sua mensagem. Os judeus pedem milagres, os gregos reclamam a sabedoria; mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. – I Cor 1, 21-23
    Acaso Isaías chamou o Messias de “escória da humanidade”? Claro que não! Ele estava dizendo que, com sua visão limitada, as pessoas O veriam assim. Acaso São Paulo afirmou a mensagem de Deus é uma “loucura”? Óbvio que não! Ele quis dizer que tal mensagem é loucura somente do ponto de vista humano.
    Da mesma forma, o Papa Francisco não disse que a cruz de Cristo é um fracasso. Reparem na expressão que o Papa usa: “HUMANAMENTE FALANDO”. Ou seja, a morte na cruz é um fracasso sob o olhar dos homens, não de Deus.
    E o Papa continua, nessa homilia, convidando os cristãos a imitar Cristo, tomando a suacruz. Pois muitas vezes parece que a nossa missão não dá frutos, não é eficiente; aos olhos do mundo, é como se não tivéssemos sucesso. Mas Deus nos chama a ver as coisas de outro modo. Confiram:
    “Podemos ficar encastrados quando medimos o valor dos nossos esforços apostólicos pelo critério da eficiência, do funcionamento e do sucesso externo que governa o mundo dos negócios. Não digo que estas coisas não sejam importantes! Foi-nos confiada uma grande responsabilidade e o povo de Deus, justamente, espera resultados. Mas o verdadeiro valor do nosso apostolado é medido pelo valor que o mesmo tem aos olhos de Deus. Ver e avaliar as coisas a partir da perspectiva de Deus chama-nos para uma conversão constante ao primeiro tempo da nossa vocação e – nem é preciso dizê-lo – a uma grande humildade. A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.
    “Sei que muitos de vós estais a enfrentar o desafio que supõe a adaptação a um programa pastoral em evolução. Como São Pedro, peço-vos que, perante qualquer prova que tenhais de enfrentar, não percais a paz e respondei como fez Cristo: deu graças ao Pai, tomou a sua cruz e seguiu em frente.”
    – Homilia completa: site do Vaticano
    Portanto, o Papa falou com clareza e em plena conformidade com as Escrituras. Ninguém é obrigado a gostar do sucessor de Pedro, mas quem sair espalhando infâmias com seu nome terá que responder por isso no Dia do Juízo. São Tiago disse que a língua, mesmo sendo um órgão pequeno, é capaz de levar o corpo todo para o inferno. Calúnia é pecado grave, pessoal!
    FONTE: O Catequista

  3. Muito bem colocada as palavras do reverendo Hermes C. Fernandes. De fato, dependendo do ponto de vistavista de quem olha, o Senhor Jesus pode ter fracassado.

    Para os incrédulos, e e os ímpios Jesus foi vencido na cruz. No entanto, para os que crêem no cumprimento da Palavra de Deus, a cruz foi o começo da nossa vitória. Pois nela que nossos pecados foram lançados, alcançamos o livre acesso acesso ao trono de Deus, o perdão e nossa salvação.

    Quem crê alcançou misericórdia, quem não crê, que o Senhor possa reverlar-se a você também.

  4. Parabéns Reverendo Hermes C. Fernandes. Para o seu conhecimento sou católica, não tenho nem um pouco de admiração pelo protestantismo e nem por pastores, um de muitos motivos é porque nos perseguem e nos caluniam como exemplo essa declaração do Papa em que muitos sites evangélicos estão distorcendo a sua mensagem para nos perseguir. Por esse seu ato de honestidade deixo o meu elogio.

    • segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

      Padre Fábio de Melo critica idolatria a Maria e gera polêmica!

      O padre Fábio de Melo é uma das maiores lideranças católicas do Brasil. Sacerdote, escritor e professor universitário, com pós-graduação na área de educação, ele exerce uma grande influência na igreja católica. Embora muitas vezes suas posições não são exatamente o que poderia se esperar de um padre conservador.

      Recentemente participou do programa Altas Horas da Rede Globo, causando polêmica ao defender a união civil de gays, fazendo uma distinção do casamento religioso. Para ele, “são duas coisas diferentes”.

      Na última semana um vídeo de uma pregação do padre foi colocado na internet e rapidamente se tornou popular nas redes sociais. Suas declarações que não chegam a dois minutos, atingem em cheio um dos dogmas da Igreja Católica e motivo de divisão há séculos entre católicos e evangélicos.

      Fábio de Melo se diz com medo de o cristianismo ser “nivelado por baixo” no país e “a devoção mariana fora do seu lugar, tomando o lugar o Cristo”. Ele fez um apelo para a mudança de mentalidade, asseverando: “É Jesus que nos salva. É Jesus que nos resgata. É Cristo que nos liberta”.

      Entre os comentários das redes sociais estão diversas críticas de católicos. “Este padre está falando por si, ele não está representando bem a igreja católica!”, disparou a internauta Beatriz Franco. Por outro lado, foi comemorada por evangélicos: “Ainda falta muito … Mas isso já é um grande sinal que as orações dos crentes em favor dos padres já está fluindo diante do trono de Deus”, escreveu o internauta Jairo Mello.

      Fonte: rosário em foco.

    • Fracasso humano é seguir seitas inventadas por homens pecadores e querer concorrer com a Igreja de Jesus, instituída por Jesus Cristo. É jogar para perder! Coitado dos hereges protestantes!

      • Emanuelle esquenta não os porcos de lutero e os ratos de satã ., podem roer as colunas da igreja mais nunca vão derrubá-la .,

        Já os porcos comem as migalhas de lutero., pois os hereges oferecem os restos das suas crendices e buchigangas gospel , ex carnesinhos da aprosperidade., bíblica se 900,00 , lenço cagado., entre outras quinquilharias.,
        Paz e bem

          • o pessoal da Univer$$al faz muito isso também Levy… na mundial também…

            só que depois se arrependem e estão levando as seitas na justiça…

            pena que os herdeiros dos católicos não acordam para tentar fazer mesmo… seria difícil, mas não impossível…

            como sempre te dito… KENGA MÃE E KENGA FILHA!!!

  5. TA BOM ENTAO VAMOS LA!

    DESAFIO O REDATOR CHEFE DO G NOTICIAS A ME EXPLICAR ONDE FICOU A PARTE DIVINA DE CRISTO QUE NAO VI NO RELATO DAS DUAS NOTICIAS O PAPA GLORIFICAR?!

    AO FALAR ENTRE DEUS VER OS FRUTOS DO QUE PLANTAMOS E COMPARAR COM A EXISTENCIA DE JESUS DEIXA OBVIO QUE JESUS ERA CRIATURA, HUMANO, FALHO, PECADOR, UM HOMEM COMUM QUE NAO SABERA O FIM QUE O ESPERAVA!

    NAO PASSOU DISSO O DISCURSO DE SUA ENTIDADE O PAPA!

    QUE SEMPRE EXALTA MAIS A CRIATURA DOQUE O CRIADOR!

    PORQUE O SACERDOTE CATOLICO NAO EXPRESSOU QUE JESUS O SALVADOR QUE E O UNICO ELO ENTRE DEUS E OS HOMENS SABIA EXATAMENTE O QUE O ESPERAVA NA TERRA ATE RETORNAR AO CEU DE ONDE VEIO POIS FOI O UNICO SER DE CARNE E OSSO QUE SUBIU ATE LA E PERMANECE ATE HOJE, PORQUE DEIXOU PROPOSITADAMENTE VAGA A PRONUNCIA DA DIVINDADE DE CRISTO E PULOU PRA PARTE HUMANA COMUM GERAL?!

    O CATOLICISMO COM SEU CINISMO, NAO INPORTA O ELEMENTO PAPAL, ESTA SEMPRE MOSTRANDO UM SALVADOR DERROTADO E MORTO, AO CONTRARIO DE SUAS MALDITAS INVENCOES HUMANAS QUE SEMPRE SAO EXIBIDAS COM OURO, SOLS, LUAS, ANJOS, ESTRELAS, FORA OS ADJETIVOS A SERES QUE NADA PODEM NOS OFERECER CUJA A PROPRIA BIBLIA CONDENA!

    AGUARDO O RESPONSAVEL ME EXPLICAR O MOTIVO DE DEFESA A UM HEREGE SATANICO DUAS CARAS!

    • Você o pastor Henrique, Zezé, Luciano e o resto dos evangélicos não tem inteligência nem honestidade suficiente para entender a mensagem porque querem perseguir e protestar (por isso precisam tanto de sustentar uma mentira) essa é a sina dos protestantes.

      • O BEATA, FOI O REDATOR CHEFE QUE TE MANDOU OU TU VEIO SO DE INXIRIDA MESMO?

        ANTES QUE EU ESQUECA…VC VAI SE ASSUMIR PROTESTANTE QUANDO?

        TU SO PROTESTA CONTRA O VERDADEIRO EVANGELHO E SOU EU QUE NAO TENHO INTELIGENCIA E SO SUSTENTO MENTIRAS?!

        ME PROVA NA BIBLIA QUE JESUS ENSINOU OUTRO CAMINHO A DEUS A NAO SER ELE MESMO!

        PROVA PRA MIM QUE MARIA ESTA PRONTA PRA TE LIVRAR NO DIA DA ANGUSTIA,
        E QUE PELO SANGUE DE VOSSA SRA A REMISSAO DE PECADOS,
        QUE POR MARIA OS DEMONIOS ESTREMECEM E TREMEM,
        QUE MARIA TEM PODER PRA CURAR AS ENFERMIDADES E O CASTIGO QUE NOS TRAZ A PAZ ESTAVA SOBRE ELA,
        QUE SERA ELA A VOLTAR COM PODER E GRANDE GLORIA AOS SEUS ESCOLHIDOS COM SEUS ANJOS.

        VAI CONTINUAR SUSTENTANDO ESTA MENTIRA NE EMANUELLE?!

        VAI SIM!

        CAI FORA E DEIXA O R.C. APARECER, SE TIVER CORAGEM!

        • ILDIOTA,
          É como difícil discutir com um herege, porque além de herege, nem sabe ler e escrever. Olha só quantas asneiras você escreve. Eu que tenho pouco tempo que moro no Brasil conheço a língua portuguesa melhor que você. Ás vezes eu nem entendo o que você digita, preciso de alguém para traduzir.
          Um conselho: vai estudar! Hoje em dia até a queimadura tem 1º, 2º, 3º e 4º grau e você nada. Pare de frequentar seitas e dedica melhor a sua vida ao aprendizado.

          • EMANUELLE

            Verdade das mais verdadeiras, amiga!
            Esse cara, além de inúmeros tropeços no português e a argumentação furada, ainda escreve tudo em maiúsculas…
            Eu, quando vejo um post todo em maiúsculas, eu desconsidero…
            É visto como grosseria e falta de educação.
            Mas esperar o que de um seguidor de $eita$ de e$quina tipo IURD?

      • Emanuelle,eu lhe falei que você não tem fé em DEUS,e são todos mentirosos,eu não poderia ti caluniar,porque estaria cometendo pecado:Você defende com unhas e dentes o padre o papa, e não vejo em momento nenhum você defender a palavra de DEUS,nem tão pouco o seu filho Nosso Senhor Jesus Cristo,então esta provado que vocês não creem,não tem fé em DEUS,e sim no seu papinha,e nos seus santos do pau oco. OBS: mas sua sonsa,mentirosa,dissimulada, não se esqueça da minhas respostas

          • Emanuelle,sei,sim,e por isso tenho o cuidado para não caluniar.Alguém.já lhe disse que mentir,omitir,dar falso testemunho,sem contar a idolatria,também e pecado!,se não sabia agora sabe.Mas e as respostas estou aguardando.

    • PRA UMA EMA VC TA CHEIA DE ASA
      DE GALINHA QUE CISCA MAS NAO
      VOA LONGE!
      TEU CEREBRO DE MINHOCA NAO SE
      DESENVOLVE NEM NA BIBLIA NEM
      NO SANTO ESPIRITO PRA
      ENTENDER A ARMADILHA
      SATANICA QUE TE PRENDE A ALMA,
      IGUAL UMA ARARA VC REPETE O
      QUE SABE DOS OUTROS, NAO TEM
      DIGNIDADE NEM VERGONHA PRA
      UM DEBATE SADIO VEM
      ESCULHANBAR SE FAZENDO UMA
      MULHER SEM CARATER, ISSO
      MESMO, SEM CARATER EMANUELLE!
      AINDA NAO VI INIMIGOS DO
      EVANGELHO COM EDUCACAO E BOM
      SENCO, COMECAMOS UM DEBATE
      ATE LEGAL DEPOIS VC SOLTA SUAS
      CADELAS ME INSULTANDO SEM
      MOTIVO! PENSEI QUE VC FOSSE
      DIFERENTE, DESEJAVA TE CONHECER
      UM DIA, FZ AMIZADE IGUAL
      MUITOS CTL QUE CONHECO, MAS
      DESISTO, QUERO DISTANCIA DE
      GENTE MAL EDUCADA!
      DE QUE PAIS VC VEIO?
      QUEM ES PRA SE ACHAR UMA
      PESSOA DE HONRA PRA USAR UMA
      PALAVRA SANTA COMO A DE DEUS
      EM SUAS HERESIAS CEGAS GUIADAS
      POR OUTROS CEGOS? NAO ES
      NINGUEM, NINGUEM, NINGUEM!
      PRA ENCERRAR, COMO FACO COM
      TODOS CRETINOS, ESCREVO COMO
      QUERO, E QUEM SE ACHA COM
      CEREBRO ENTENDE MUITO BEM
      MINHA FORMA DE ESCRITA, SE NAO
      E PORQUE E BURRO*A MESMO*A!
      LASQUEIRA SE EU ESCREVESSE EM
      TAQUIGRAFIA, OS INBECIS DESSE
      SITIO IAM PERDER AS PREGAS DE
      RAIVA!
      EU ESTUDEI E TENHO ENSINO
      SUFICIENTE PRA ENCURRALAR UMA
      OTARIA COMO VOCE QUE SE QUER
      CONSEGUE RESPONDER UMA
      PERGUNTA BIBLICA Q ATE CRIANCA
      SABE! TO DECEPCIONADO COM
      TAMANHA IDIOTICE NUMA MULHER
      SO!
      CONHECE A LINGUA PORTUGUESA
      MAS NAO CONHECE AS ESCRITURAS
      NEM O PODER DE DEUS, MUITO
      MENOS OUVE A VOZ DO ESPIRITO
      SANTO!
      ESTA INDO PRO FOGO ETERNO E
      NAO SABE, TOMARA Q VC SE
      ARREPENDA E PASSE ADORAR O
      DEUS VERDADEIRO!

      • HILDIOTA, o IURDiota

        Sou a defensora da honra e dignidade das mulheres.
        Ah, é a Emanuelle que tem cérebro de minhoca?
        Vai se olhar no espelho, evanjegue, mas cuidado pro reflexo não sair correndo.
        E quer distância de gente mal educada?
        Então fique distante de você mesmo, o mais sem-educação que já defecou neste site.
        Escreve tudo em maiúsculas, só isso já te situa como grosso e mal-educado.
        E estudou e tem ensino suficiente?
        Se esse é teu ensino suficiente, dá medo de conhecer os que não estudaram.
        MIM HILDO…VOSSÊ EMANUELLE…UGA UGA…
        E chama a Emanuelle de otária e sem caráter?
        Sem caráter é quem fica ofendendo os outros sem motivo, só por maldade…
        Erros de português que fariam Camões se revirar três vezes na tumba…
        E o texto todo desformatado…sabe o que é isso?
        E repleto de linguagem baixa, a mesma usada nas fossas do Inferno…
        E vê se larga dessa $eita chamada IURD – Inganação Ululante do Reino do Diabo, que só serve para emburrecer os otários, digo, fiéis.
        Já pegou teu Diploma de Jumento, com pós-graduação em Idiotologia e doutorado em História da Burrice?
        Se não, vai lá no Templo de Salomé…
        Cujo dono é o falso-profeta-adorador-de-mamon-herege-maçom-rabino-mentiroso-hipócrita-simoníaco pEDIR Ma$$edo.
        Mediante uma “pequena” contribui$$ão, claro…

    • hildo
      a cadelle voltou,sera que trocou a dentadura ou continua banguela?
      ela goza igual cachorra no cio,mas o macho nao tem mais tara ai ela pira com queijo talhado.

      • Edivan, você se esqueceu que você não esta junto,com seus familiares,nas reuniões,caseiras,sabemos que é este o tratamento familiar,se e´assim que vocês se sentem bem,é um problema de vocês,não acredite de forma nenhuma que as outras pessoas queiram fazer parte da sua família,porque sito família porque ,mostramos aquilo que aprendemos,desde a nossa formação.Deixe as suas formas carinhosas de tratamentos,somente com os membros da sua família,porque em nada edifica as suas palavras. Se não for para edificar fique calado que já estará fazendo mais que se você falasse.

        • antonio te ofendi?
          Te citei no texto?
          Vc é da familia canina da pestesa Arronbada?se sim te endendo a defesa!se não va se lascar intrometido da peste.
          Ate gostava dos seus comentarios mas apartir de hoje quero distancia de crente que envolve familia alheia se o debate é comigo,nada a ver com cristão sua postura de vadio igual a cachorra que vc defende seu cachorro viado.
          Vai pro inferno safado cretino vc e sua cadelle amiga.
          Pilantra.

          • Edivan, temos que ser exemplo em tudo que fazemos,que é forma de outros vejam e venha seguir os bom exemplos e o maus nos rejeitamos em que você esta ajudando com este vocabulário,realmente você deve envergonha-se pelo seu comportamento,e você não viu eu defender qualquer um que use de mentiras,ou de palavras conforme você usou,eu não faço parte deste tipo de comportamento,verifique as minhas expressões,que podem ser ditas sem que eu venha ser repreendido.

    • a princesa de Arendelle é muito burranta,fez um titulo iniciando com letra minúscula e após letra maiúscula no meio da frase,esta besta fera teve o cérdbro comido com cu e tudo na encruzilhada.

    • ANALfabeta fez um titulo com letra
      minúscula no inicioe maiúscula no final,e se acha inteligente,não passa de uma intelijegua.
      teve o cerebro e o cu comido na encruzilhada,por isso late e goza feito cachorra doida.

  6. BBC

    O exorcista-chefe da Igreja Católica disse a um jornal italiano que “o Diabo reside no Vaticano” e que bispos estariam “ligados” a ele.

    Em entrevista ao diário La Repubblica, o padre Gabriele Amorth, que comanda o departamento de exorcismo em Roma há 25 anos, disse que o ataque ao papa Bento XVI na noite de Natal e os escândalos de pedofilia e abuso sexual envolvendo sacerdotes seriam provas da influência maléfica do Demônio na Santa Sé e que “é possível ver as consequências
    disso”.

    O sacerdote, de 85 anos, disse ainda que há, na Igreja, “cardeais que não acreditam em Jesus e bispos ligados ao Demônio”.

    Amorth, que já teria realizado o exorcismo de 70 mil possuídos, publicou um livro no mês passado, chamado Memórias de um Exorcista, em que narra suas batalhas contra o mal.

    A série de entrevistas que compõe o livro foi realizada pelo jornalista Marco Tosatti, que conversou com o programa de rádio Newshour da BBC.

    Tosatti disse que o Diabo atua de duas formas. Na primeira, a mais ordinária, “ele te aconselha a se comportar mal, a fazer coisas ruins e até a cometer crimes”.

    Na segunda, “que ocorre muito raramente”, ele pode possuir uma pessoa. Tosatti disse que, de acordo com Amorth, Adolf Hitler e os nazistas foram possuídos pelo capeta.

    O exorcista católico conta em suas memórias que, durante as sessões de exorcismo, os possuídos precisavam ser controlados por seis ou sete de seus assistentes.
    Eles também eram capazes de cuspir cacos de vidro, “pedaços de metal do tamanho de um dedo, mas também pétalas de rosas”, segundo o sacerdote. Guerra contra a Igreja

    Amorth defende que a tentativa de assassinato do papa João Paulo II em 1981, assim como o ataque ao atual papa no Natal passado e os casos de abuso sexual cometidos por padres são exemplos de que o Diabo está em guerra com a igreja.

    Em entrevista ao La Repubblica, o exorcista contou que o Demônio “pode permanecer escondido, ou falar diferentes línguas, ou mesmo se fazer parecer simpático”.

    Para Tosatti, não há nada que se possa fazer quando o Diabo está apenas influenciando as pessoas, em vez de estar possuindo-as.

    Segundo o exorcista-chefe do Vaticano, o papa Bento 16 apoia o seu trabalho.

    “Sua Santidade acredita de todo coração na prática do exorcismo. Ele tem encorajado e louvado o nosso trabalho”.

    No jornal italiano, Amorth também comentou sobre como o cinema retrata o exorcismo e a magia.

    Segundo ele, o filme O Exorcista, de 1973, em que dois padres lutam para exorcizar uma garota possuída é “substancialmente preciso”, apesar de “um pouco exagerado”.

    Já a série do jovem bruxo britânico Harry Potter é descrita como “perigosa” pelo sacerdote, pois traça “uma falsa distinção entre magia negra e magia do bem”.

    Para mais notícias, visite o site da BBC Brasil

  7. Calúnias contra o Papa em sites mequetrefes demonstra mais uma vez que os perseguidores da Igreja Católica tem uma língua perigosa, agem de má fé, sobrevivem a custa da mentira e da calúnia, servem ao pai da mentira, são desprovidos de cultura e usam a Bíblia para benefício próprio.
    Estudem a História… Não tenham medo da Verdade que liberta! Aprofundem!
    “Aprofundar o conhecimento acerca da história é abdicar ao protestantismo”.
    John Henry Newman, ministro ex-protestante convertido ao catolicismo.

  8. COMO EU PODERIA FALAR QUE O MOMENTO MAIS IMPORTANTE DA HUMANIDADE QUE FOI A HORA DA CRUZ, ONDE JESUS DERRAMOU O SANGUE POR NÓS FOI UM FRACASSO? FRACASSO FOI PRA SATANAS, PRO FILHOS DE DEUS FOI VITORIA, QUEM ACAHA QUE FOI FRACASSO É POR QUE SEGUE O FRACASSADO DA HISTORIA, O DIABO.

    • E proferirá palavras contra o Altíssimo: Jesus “fracassou” na Cruz

      27/09/2015 –

      O papa declarou que o Senhor Jesus fracassou na cruz – só quem distorce ou desconhece o Evangelho pode proferir uma blasfêmia dessas, pois a Bíblia fala que ele triunfou na Cruz: “… e, despojando as autoridades e poderes malignos, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre todos eles na cruz”. (Col 2.15)“E (a besta) abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.” Apocalipse 13:6Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho. Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; mas aquele que confessa o Filho, tem também o Pai. (1 João 2:22,23)

      • “E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, HUMANAMENTE FALANDO, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. Essas palavras cheias de sabedoria foram ditas pelo Papa Francisco em sua homilia em Nova Iorque (24/09). Algumas pessoas – por ódio, maldade ou por pura ignorância – estão tirando a frase de seu contexto e distorcendo o seu sentido. Em um dos muitos sites furrecas evangélicos que estão distorcendo essa homilia e xingando o Papa de “Besta do Apocalipse”,
        Em meio a tantas criaturas com o cérebro embotado e a língua cheia de veneno, é bom saber que há pessoas intelectualmente honestas e atentas, que não servem como instrumentos de Satanás – o pai da mentira – para a difusão de inverdades.
        Afinal, o Papa não disse nada diferente do que Isaías e São Paulo proclamam na Bíblia: o Messias é desprezado, é visto como “escória da humanidade”; a cruz é um escândalo, é loucura, DO PONTO DE VISTA HUMANO.
        “Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele.” – Is 53,3
        “Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura de sua mensagem. Os judeus pedem milagres, os gregos reclamam a sabedoria; mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. – I Cor 1, 21-23
        Acaso Isaías chamou o Messias de “escória da humanidade”? Claro que não! Ele estava dizendo que, com sua visão limitada, as pessoas O veriam assim. Acaso São Paulo afirmou a mensagem de Deus é uma “loucura”? Óbvio que não! Ele quis dizer que tal mensagem é loucura somente do ponto de vista humano.
        Da mesma forma, o Papa Francisco não disse que a cruz de Cristo é um fracasso. Reparem na expressão que o Papa usa: “HUMANAMENTE FALANDO”. Ou seja, a morte na cruz é um fracasso sob o olhar dos homens, não de Deus.
        E o Papa continua, nessa homilia, convidando os cristãos a imitar Cristo, tomando a suacruz. Pois muitas vezes parece que a nossa missão não dá frutos, não é eficiente; aos olhos do mundo, é como se não tivéssemos sucesso. Mas Deus nos chama a ver as coisas de outro modo. Confiram:
        “Podemos ficar encastrados quando medimos o valor dos nossos esforços apostólicos pelo critério da eficiência, do funcionamento e do sucesso externo que governa o mundo dos negócios. Não digo que estas coisas não sejam importantes! Foi-nos confiada uma grande responsabilidade e o povo de Deus, justamente, espera resultados. Mas o verdadeiro valor do nosso apostolado é medido pelo valor que o mesmo tem aos olhos de Deus. Ver e avaliar as coisas a partir da perspectiva de Deus chama-nos para uma conversão constante ao primeiro tempo da nossa vocação e – nem é preciso dizê-lo – a uma grande humildade. A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.
        “Sei que muitos de vós estais a enfrentar o desafio que supõe a adaptação a um programa pastoral em evolução. Como São Pedro, peço-vos que, perante qualquer prova que tenhais de enfrentar, não percais a paz e respondei como fez Cristo: deu graças ao Pai, tomou a sua cruz e seguiu em frente.”
        – Homilia completa: site do Vaticano
        Portanto, o Papa falou com clareza e em plena conformidade com as Escrituras. Ninguém é obrigado a gostar do sucessor de Pedro, mas quem sair espalhando infâmias com seu nome terá que responder por isso no Dia do Juízo. São Tiago disse que a língua, mesmo sendo um órgão pequeno, é capaz de levar o corpo todo para o inferno. Calúnia é pecado grave, pessoal!
        FONTE: O Catequista

      • NÃO VEJO MOTIVO para tanta RAIVA e CALÚNIA. Em Gálatas 5, 22 diz que a PAZ é fruto do Espírito. Peça ao Espírito Santo para que lhe dê a PAZ… Essa agitação toda pode ser PESO de consciência; o mentiroso nunca fica tranquilo: “Se alguém ensinar uma outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com a doutrina conforme a piedade, é porque é cego, nada entende, é um doente à procura de controvérsias e discussões de palavras. Daí nascem inveja, brigas, blasfêmias, más suposições, altercações intermináveis entre homens de espírito corrupto e desprovidos de verdade, supondo que a piedade é fonte de lucro” (1 Tm 6, 3-5). Haja LUCRO!!!

    • Eu não sou a favor do Papa. Sei do seu papel no mundo espiritual e no cumprimento das profecias; mas o que ele falou está certo: HUMANAMENTE, aos olhos do homem, naquela época, naquele momento da crucificação, a cruz era o fracasso de Jesus, mas ESPIRITUALMENTE era a vitória da luz sobre as trevas, era a esperança da reconciliação da humanidade com Deus.

  9. Ora ora ora o que o santo padre diz em sua homilia é justamente que aos plhos humanos a crizificacao parecia um grande fracasso porém espiritualmente foi a salvação da humanidade .,.

    Agora o santo padre fala aos cristão católicos e aos homens de bom coração que tem seu espírito em sintonia com Deus., ocorre que hereges distorcem pois as palavras do pastor das ovelhas .,
    Já os bodes de plantão que vão ceifar as heresias dos fariseus das seitas .,

    Paz e bem

      • Quanta saudade Lopes! Os seus comentários são importantíssimos para esse site.
        Gostaria de te fazer um pergunta: você já entrou em uma “igreja” (seita) evangélica?

        • Emanuelle ., para adentrar se em uma seita protestante hoje em dia é preciso antes passar em um banco sacar uma grana.,

          Mas vou dizer te ., tenho um tio que é protestante e de tanto insistir ., me convenceu a ir em sua seita., chegando lá ., me assentei numa cadeira de plástico e tava umcalor insuportavel., logo uma tia com cabelos na cintura e um vestido colorido destes de brechó ., foi até o púlpito para dar um testemunho.,.

          Ela gritava ohh glórias., antes de entrar neste ministério eu era da vida., bebia e fumava e devia no banco e pros méis vizinhos ., mais depois que fiz está campanha abençoada ., agora to liberta tenho empresa e 2 carros zero., tenho funcionários e muito dinheiro no banco.,.,

          Emanuelle a minha surpresa que a tal campanha derrubando muralhas da qual ela falava do fazia 15 dias que foi implementada pelo herege do pastoreco daquela seita.,.

          Agora uma pergunta como em 15 dias aquela mucreia tinha conseguido abrir firmas e comprar carros e tufo mais.,

          Isso é que é milagre., na ocasião ela foi tão conviçente que pensei., será.

          • LOPES

            Se era a IURD – Inganação Ululante do Reino do Diabo, tá explicado.
            Ali todos os testemunhos são iguais:
            O sujeito era endividado/fracassado/amaldiçoado/falido, aí foi na seita de Mamon e Deu$ começou a agir na vida dele.
            Depois que se tornou dizimi$ta fiel e oferti$ta ainda mais fiel e participou de todas as edições da Fogueira Santa-nás, a vida dele mudou, hoje é empresário, com carro importado e muito $$$ no banco.
            Tudo lorota / mentira / patranha / potoca / inverdade / pilantragem.
            Certa vez ouvi e vi (na minha frente) um bi$po da Unifernal falar que um homem tinha sido pastor da Assembléia de Deus por 20 anos e nada aconteceu na vida dele, aí foi para a IURD – Impresa Unibanco dos Rios de Dinheiro, aí a vida dele mudou, começou a prosperar.
            Na hora meu mentirômetro apitou forte e começou a falar:
            “LIE DETECTED…LIE DETECTED”
            Tem coisa estranha aí, não acha?
            Por que Deus abençoou o homem só depois que foi para a IURD?
            Por que não fez isso na Assembleia de Deus?
            Parece que esse “Deus” é deus de uma só seita, assim como Iaveh era um deus tribal só de um povo no AT.
            E esse mesmo bi$po falou (na minha frente, não é por ouvir dizer, não!) que se a oferta da pessoa fosse pequena, sua bênção seria pequena e ainda rematou com um sonoro “Amém, Igrejaaaaaaaaaaaaa?????”.
            E a multidão de otários, digo, fiéis respondeu “Amééééééemmmmm!!”
            Deus agora virou banqueiro, vendendo bênçãos?
            Parece propaganda de banco, é claro que se eu aplicar 100.000 reais num banco, terei rendimento maior que se aplicar 10.000 reais.
            Você fica com a Teologia e a seita de Mamon com a Pro$$peridade.
            Agora inventaram a novidade do “casamento” gay (com aspas), mas na verdade ele quer lá gay$, gay$$$ e gay$$$$$, não é na pessoa que ele tá mirando, é no $$$$$ que os gays vão dar lá.
            Se aparecer na porta do templo de mamon o diabo e um monte de demônios carregando sacos cheios de ouro, na hora entra e é até cumprimentado, não, o Ma$$edo estende até o tapete vermelho.
            Gente, se Lutero soubesse o que fariam com sua obra, teria desistido.
            E pensar que o motivo de ele romper com Roma eram os abusos do clero, a venda de bênçãos e a depravação e perversidade que infestavam o Vaticano e muitas igrejas…
            Claro, isso parou há muito tempo…(ironia detectada…)

          • princesa de Arendelle

            engraçado que esse “papo” “lorota” de que:
            “participou de todas as edições da Fogueira Santa-nás, a vida dele mudou, hoje é empresário, com carro importado e muito $$$ no banco.”

            kkkkk
            não é para todos os iurdiotas,envangéguas
            como já contei aqui no G+
            conheço uma senhora – que “RALA” o dia todo pelas ruas vendendo salgadinhos com seu pesado “isopor”.
            chinelinho de dedos(nada de carrão nada de dinheiro em banco.
            ====
            dedução que os testemunho$$$
            são teatrrinhos/MENTIRAS DESLAVADA, para enganar os trouxas!!!! mesmo.kkkkk

  10. As enganosas acusações feitas pelos protestantes contra a Igreja Católica são facilmente comprovadas como erradas por muitos diferentes meios, mesmo que a mentalidade protestante descarte automaticamente qualquer comprovação sem esquadrinhar por eles mesmos.
    A Sagrada Escritura tem muitos versículos condenando aqueles que resistem a aceitar a verdade. É uma tripla autocondenação: primeiro, por dizer uma mentira; segundo, por ignorar estes versículos; e, finalmente, por não ler e estudar a evidência de seus erros quando apresentados.
    1. As acusações de que Pedro não foi o primeiro Papa e que nunca esteve em Roma, são totalmente infundadas, visto a quantidade de registros históricos autênticos verificados desde o primeiro século.
    Assim, os adeptos da “Sola Scriptura” recusam toda a Historia escrita antes da rebelião protestante, como se a História tivesse parado por 1.500 anos, a menos que possam distorcê-la para apoiar suas equivocadas crenças doutrinárias.
    – “A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores. Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar.Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro.Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal” (2Tessalonicenses 2,9-12).
    – “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas” (2Timóteo 4,3-4).
    – “Mas, se tendes no coração um ciúme amargo e gosto pelas contendas, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade” (Tiago 3,14).
    – “Quem de vós me acusará de pecado? Se vos falo a verdade, por que me não credes? Quem é de Deus ouve as palavras de Deus, e se vós não as ouvis é porque não sois de Deus” (João 8,46-47).
    – “Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés. Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade” (Mateus 10,14-15).
    Me vejo forçada a concluir que os protestantes não estão interessados em encontrar a verdade; somente estão interessados em seus próprios interesses.
    As mentes fechadas estão fechadas para a verdade. Estar fechado à verdade é estar fechado a Ele, que é a Verdade e a Sua Palavra.

  11. Esperem aí.

    Cristo quando aceitou o plano de Deus de salvação não apenas aceitou a decadência da cruz, como também financeira, humana, política…

    Se não fosse assim, Cristo não teria sido morto, teria sido rico, nascido e vivido em palácios, num país economicamente mais forte.

    O próprio diabo veio oferecer tudo isso, mas Ele não aceitou.

  12. PRA UMA EMA VC TA CHEIA DE ASA DE GALINHA QUE CISCA MAS NAO VOA LONGE!

    TEU CEREBRO DE MINHOCA NAO SE DESENVOLVE NEM NA BIBLIA NEM NO SANTO ESPIRITO PRA ENTENDER A ARMADILHA SATANICA QUE TE PRENDE A ALMA, IGUAL UMA ARARA VC REPETE O QUE SABE DOS OUTROS, NAO TEM DIGNIDADE NEM VERGONHA PRA UM DEBATE SADIO VEM ESCULHANBAR SE FAZENDO UMA MULHER SEM CARATER, ISSO MESMO, SEM CARATER EMANUELLE!

    AINDA NAO VI INIMIGOS DO EVANGELHO COM EDUCACAO E BOM SENCO, COMECAMOS UM DEBATE ATE LEGAL DEPOIS VC SOLTA SUAS CADELAS ME INSULTANDO SEM MOTIVO! PENSEI QUE VC FOSSE DIFERENTE, DESEJAVA TE CONHECER UM DIA, FZ AMIZADE IGUAL MUITOS CTL QUE CONHECO, MAS DESISTO, QUERO DISTANCIA DE GENTE MAL EDUCADA!

    DE QUE PAIS VC VEIO?

    QUEM ES PRA SE ACHAR UMA PESSOA DE HONRA PRA USAR UMA PALAVRA SANTA COMO A DE DEUS EM SUAS HERESIAS CEGAS GUIADAS POR OUTROS CEGOS? NAO ES NINGUEM, NINGUEM, NINGUEM!

    PRA ENCERRAR, COMO FACO COM TODOS CRETINOS, ESCREVO COMO QUERO, E QUEM SE ACHA COM CEREBRO ENTENDE MUITO BEM MINHA FORMA DE ESCRITA, SE NAO E PORQUE E BURRO*A MESMO*A!

    LASQUEIRA SE EU ESCREVESSE EM TAQUIGRAFIA, OS INBECIS DESSE SITIO IAM PERDER AS PREGAS DE RAIVA!

    EU ESTUDEI E TENHO ENSINO SUFICIENTE PRA ENCURRALAR UMA OTARIA COMO VOCE QUE SE QUER CONSEGUE RESPONDER UMA PERGUNTA BIBLICA Q ATE CRIANCA SABE! TO DECEPCIONADO COM TAMANHA IDIOTICE NUMA MULHER SO!

    CONHECE A LINGUA PORTUGUESA MAS NAO CONHECE AS ESCRITURAS NEM O PODER DE DEUS, MUITO MENOS OUVE A VOZ DO ESPIRITO SANTO!

    ESTA INDO PRO FOGO ETERNO E NAO SABE, TOMARA Q VC SE ARREPENDA E PASSE ADORAR O DEUS VERDADEIRO!

  13. PRA UMA EMA VC TA CHEIA DE ASA
    DE GALINHA QUE CISCA MAS NAO
    VOA LONGE!
    TEU CEREBRO DE MINHOCA NAO SE
    DESENVOLVE NEM NA BIBLIA NEM
    NO SANTO ESPIRITO PRA
    ENTENDER A ARMADILHA
    SATANICA QUE TE PRENDE A ALMA,
    IGUAL UMA ARARA VC REPETE O
    QUE SABE DOS OUTROS, NAO TEM
    DIGNIDADE NEM VERGONHA PRA
    UM DEBATE SADIO VEM
    ESCULHANBAR SE FAZENDO UMA
    MULHER SEM CARATER, ISSO
    MESMO, SEM CARATER EMANUELLE!
    AINDA NAO VI INIMIGOS DO
    EVANGELHO COM EDUCACAO E BOM
    SENCO, COMECAMOS UM DEBATE
    ATE LEGAL DEPOIS VC SOLTA SUAS
    CADELAS ME INSULTANDO SEM
    MOTIVO! PENSEI QUE VC FOSSE
    DIFERENTE, DESEJAVA TE CONHECER
    UM DIA, FZ AMIZADE IGUAL
    MUITOS CTL QUE CONHECO, MAS
    DESISTO, QUERO DISTANCIA DE
    GENTE MAL EDUCADA!
    DE QUE PAIS VC VEIO?
    QUEM ES PRA SE ACHAR UMA
    PESSOA DE HONRA PRA USAR UMA
    PALAVRA SANTA COMO A DE DEUS
    EM SUAS HERESIAS CEGAS GUIADAS
    POR OUTROS CEGOS? NAO ES
    NINGUEM, NINGUEM, NINGUEM!
    PRA ENCERRAR, COMO FACO COM
    TODOS CRETINOS, ESCREVO COMO
    QUERO, E QUEM SE ACHA COM
    CEREBRO ENTENDE MUITO BEM
    MINHA FORMA DE ESCRITA, SE NAO
    E PORQUE E BURRO*A MESMO*A!
    LASQUEIRA SE EU ESCREVESSE EM
    TAQUIGRAFIA, OS INBECIS DESSE
    SITIO IAM PERDER AS PREGAS DE
    RAIVA!
    EU ESTUDEI E TENHO ENSINO
    SUFICIENTE PRA ENCURRALAR UMA
    OTARIA COMO VOCE QUE SE QUER
    CONSEGUE RESPONDER UMA
    PERGUNTA BIBLICA Q ATE CRIANCA
    SABE! TO DECEPCIONADO COM
    TAMANHA IDIOTICE NUMA MULHER
    SO!
    CONHECE A LINGUA PORTUGUESA
    MAS NAO CONHECE AS ESCRITURAS
    NEM O PODER DE DEUS, MUITO
    MENOS OUVE A VOZ DO ESPIRITO
    SANTO!
    ESTA INDO PRO FOGO ETERNO E
    NAO SABE, TOMARA Q VC SE
    ARREPENDA E PASSE ADORAR O
    DEUS VERDADEIRO!

    • Lopes,

      Deixe essa seita de constantino, o homicida da própria família.

      Quem segue homicida é homicida.

      Quem segue a igreja dele, é que é filhote de bebedor de sangue da família;

      • Lopes, venha pra igreja dos evangélicos, saia dessa denominação que lembra a podridão pros cristãos.

        Lutero saiu de tua igreja, protestou contra ela, mas depois veio pra igreja evangélica, a que prega o evangelho de Cristo. Ou seja, nada de missa paga pra morto ruim pro céu sim o sacrifício de Cristo pra salvar enquanto vivente.

        Saia da escuridão, siga o conselho contido no último livro de apocalipse, saindo da babilônia, da cidade mistura de egito(imagens) e sodoma(pedofilia), igreja ROMANA, a que vai pra onde haja dinheiro, a ávida pelo vil metal, a prostituta.

        • Vá te herege perdedor de almas ., para trás rato de lutero.,.

          Levianíssimo., morra herege .,.. Jamais deixarei a santa una igreja apostólica , para bandear para os porcos de lutero.,.

          Em nome do pai, do filho e do Espírito Santo., amém

          São Miguel arcanjo defendei-nos na batalha contra os inimigos da Santa Cruz de Cristo.

      • HISTÓRIA GERAL

        Cristianismo: Religião passou de perseguida a oficial no Império Romano

        Fernanda Machado, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação
        31/07/2005 – 13h55

        Independentemente de termos ou não uma crença religiosa ou da religião que praticamos, conhecer a origem docristianismo é importantíssimo, pois essa doutrina tem influenciado a história da humanidade há 2.000 anos. As origens medievais das atuais nações europeias são essencialmente cristãs.

        Historicamente, os fatos que fundamentaram o cristianismo ocorreram durante o Império romano, nos últimos séculos da Idade Antiga, que se estendeu de aproximadamente 3.500 a.C. até 476 d.C.

        O cristianismo surgiu a partir da doutrina dos homens que seguiramJesus Cristo. Jesus foi um judeu que nasceu e morreu na região onde atualmente se situam a Jordânia e Israel, no Oriente Médio, território sob o domínio dos romanos no século 1.

        Como a maior parte do mundo ocidental até hoje segue o calendário cristão, o ano 1 de nossa era é justamente marcado pela data aproximada em que Jesus nasceu. O destaque dado a esse personagem histórico, nascido em Belém (cidade localizada no Reino da Judeia), deve-se ao fato de ele ser considerado por seus seguidores como o filho de Deus.

        Pedro, Paulo e a Bíblia

        Alguns judeus acreditaram que Jesus fosse o messias, ou seja, o enviado de Deus para redimir a humanidade, de que falavam seus textos sagrados. Outros não. Assim, as autoridades judaicas passaram a persegui-lo.

        Segundo os registros deixados por seus discípulos – que depois foram a base para a segunda parte do livro sagrado dos cristãos, a Bíblia – Jesus foi morto na cruz pelos seus perseguidores e teria ressuscitado, demonstrando seu poder divino. Essa crença no messias foi, portanto, alimentada para além da morte de Jesus e veio a se constituir numa religião.

        Os seguidores de Cristo, seus apóstolos (discípulos), como Pedro e Paulo, na década de 50 d.C. espalharam os ensinamentos e as histórias sobre Jesus em Roma e na Europa.

        Escreveram textos sobre a nova religião, que viriam a integrar o Novo Testamento, a segunda parte da Bíblia. A primeira parte, ou Velho Testamento, é o mesmo livro sagrado dos judeus, a Torá.

        Os fatos ali relatados foram sendo escritos no decorrer da história do povo judeu (hebreu), em mais de 4.000 anos. Esses livros tiveram como base os mitos e as lendas sobre o origem do mundo e acontecimentos vividos por esse povo.

        O que difere os judeus dos cristãos é que os primeiros não acreditaram que Jesus fosse o filho de Deus e os segundos, sendo judeus na origem, abandonaram sua religião e passaram a expandir a fé em Cristo para outros povos, fundando para isso uma nova igreja, chamada cristã.

        O surgimento da Igreja

        Os descendente dos apóstolos, que começaram a espalhar o cristianismo pelo mundo, eram chamados de patriarcas. Assim, as comunidades constituídas pelos apóstolos foram se perpetuando mesmo após a morte deles, fazendo o cristianismo se fortalecer como igreja.

        “Igreja” vem da palavra grega “eclésia”, que significa assembleia, representando, portanto, a reunião de homens que compartilham as mesmas ideias e práticas.

        Perseguidos pelos romanos durante séculos, os cristãos sofreram uma série de torturas. Foram acusados de incendiar Roma na época do imperadorNero (54 a 68).

        De maneira geral, era comum se queimarem os cristãos vivos ou fazê-los serem devorados por feras, à vista de todos, nas arenas dos circos romanos. Essa repressão tinha o propósito de evitar que o cristianismo continuasse a se expandir pelo Império.

        As ideias dos primeiros cristãos assustavam Roma porque eles não concordavam com a adoração ao imperador como deus vivo e pregavam igualdade entre os homens.

        Dessa forma, no decorrer dos séculos, essa religião de apelo popular foi conseguindo cada vez mais adeptos. Os romanos, então, acharam mais conveniente se aproximarem dela do que continuarem a persegui-la.

        Religião oficial de Roma

        Assim, em 313, o próprio imperadorConstantino converteu-se ao cristianismo e permitiu o culto dessa religião em todo o Império. Oitenta anos mais tarde, a história inverteu-se completamente. Em 391, o cristianismo não só se tornou a religião oficial de Roma, como todas as outras religiões pagãs passaram a ser perseguidas.

        A partir do momento em que o Império resolveu tornar a religião cristã oficial para os romanos e todos os povos por eles dominados no século 4, a Igreja cristã começou ganhar força, como uma instituição poderosa.

        Os patriarcas ou bispos do cristianismo estavam espalhados pelo Império Romano em várias cidades: Alexandria, Jerusalém, Antioquia, Constantinopla e Roma. Segundo ordenou o imperador em 455, o patriarca de Roma passou a ser, a partir de então, a autoridade máxima de Igreja, sob a denominação de papa.

        Católica, apostólica e romana

        Depois desse processo, a Igreja católica foi consolidando o nome que resume os seus objetivos: Igreja católica apostólica romana. Assim, ficou definido que essa instituição representa uma assembleia (igreja), seguidora dos apóstolos de Cristo (apostólica), com sede em Roma (romana), que deveria espalhar a fé para todo o universo (católica significa universal).

        Ainda em 325, o imperador Constantino havia promovido um encontro em Nicéa com autoridades eclesiásticas para definir as principais crenças e normas que deveriam nortear a conduta dos cristãos. Esse acordo foi chamado de Concílio de Nicéa e foi uma marco na constituição da religião católica.

        No entanto, a consolidação definitiva do poder dessa Igreja iria se dar nos séculos seguintes, a partir da Idade Média, que se inicia no século 5. O Império Carolíngeo (séculos 8 a 9) e ofeudalismo (principalmente séculos 8 a 11) proporcionariam espaço econômico e poder político para a Igreja Católica se constituir na principal instituição medieval.

  14. luciano,tu ta por ai?
    avisa a lixeira que esqueceram um resto de bosta aqui,a princinza do capeta ainda não foi pro saco de lixo,avisa tanbem pra terem cuidado porque os vermes do inferno tão cercando o rabo dela e saindo pela boca.

  15. O catolicismo foi fundado abraçando todos os rituais do povo pagão que dominava e influenciava o império romano na época de Constantino. Constantino teve um sonho que ele deveria se converter ao cristianismo e fundar uma religião universal (católica é sinônimo de universal) para se tornar o maior império do mundo, para dominar o mundo. Este é o desejo fundamental da Igreja católica, dominar o mundo e se tornar à religião mundial, por isso foi instituídos os dogmas na igreja católica para atender as crenças e filosofias pagãs e assim introduzir todas as praticas do ocultismo no meio do cristianismo. Procure no “google” por ocultismo e você vai entender o que eu estou falando. 

    O Império Romano por intermédio de seu imperador pediu em casamento o cristianismo. Para tornar efetiva e consumada esta profunda união, um concílio foi convocado. Em 313 d.C. foi feita uma convocação para que fossem enviados, juntamente, representantes de todas as igrejas cristãs. 

    Tem mais uma coisa aqueles que acreditam que os protestantes, evangélicos ou qualquer outro nome como queiram denominá-los são originados do catolicismo estão puramente enganados ou mal intencionados. O que houve e eu acredito nisto foi um movimento de resgate da Igreja primitiva onde Jesus Cristo é a cabeça e centro da Igreja. 

    Qualquer obra cujo pilar central é a mentira não pode ser reparada ou consertada, tem que ser completamente desfeita. 

    Mesmo o Senhor nos alertando “Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura” os católicos ainda acreditam que o homem, ou a foto de homem, ou uma imagem qualquer de barro ou madeira feita pelas mãos dos homens pode realizar algum milagre. 

    Que a Paz e a Graça do Nosso Senhor estejam com você.

    • Paz e Bem.

      É muito importante a firme defesa da verdade contra as inúmeras mentiras propagadas (infelizmente) pelos protestantes e evangélicos de uma forma em geral.
      Essas mentiras muitas vezes são ditas por ignorância, por desconhecimento da verdade, outras vezes, o que é bem pior, por falsidade mesmo, só com a intenção de continuar propagando a MENTIRA de que a Igreja Católica foi fundada pelo imperador Constantino no ano 325.
      Historicamente falando não existe nenhum prova histórica dessa afirmação leviana, a intenção dessas pessoas ou grupo de pessoas, é tentar através da repetição dessa mentira transforma-lá em verdade, mas lembre-se a MENTIRA NUNCA VAI SE TRANSFORMAR EM VERDADE, mesmo que você a repita inúmeras vezes.
      Mas vamos aos fatos verdadeiro, fatos esses históricos, sobre a fundação da verdadeira e única igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo…a IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA.

      A VERDADE DOCUMENTAL:

      Jesus disse: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja , e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” (Mt 16,18).

      Logo nos inícios da Igreja, os seguidores de Cristo foram designados com o nome de cristãos. Assim podiam distinguir-se dos filósofos pagãos e dos judeus ou seguidores da sinagoga. Este nome de cristãos como se sabe, já vem na própria Bíblia, e tal denominação começou em Antioquia: “em Antioquia é que foram os discípulos denominados CRISTÃOS, pela primeira vez” (At 11, 26), “Então Agripa disse a Paulo: Por pouco me não persuade a fazer-me CRISTÃO” (At 26, 28). “Se padece como CRISTÃO, não se envergonhe; mas glorifique a Deus neste nome” (1Pd 4, 16).

      Aconteceu, porém que, tão logo a Igreja começou a propagar-se, começaram a aparecer os hereges, seguindo doutrinas diversas daquela que tinha sido recebida dos Apóstolos, mas tomando o nome de cristãos, pois também criam em Cristo e d’Ele se diziam discípulos. Era preciso, portanto, um novo nome para designar a verdadeira Igreja, distinguindo-a dos hereges. E desde tempos antiqüíssimos, desde os tempos dos Apóstolos, a Igreja começou a ser designada como IGREJA CATÓLICA, isto é, UNIVERSAL, a Igreja que está espalhada por toda a parte, para diferençá-la dos hereges, grupos de falsos cristãos que ensinavam várias heresias, desviando-se assim da sã doutrina ensinada pela Igreja Católica.

      70 a 107 d.C.
      1. Já Santo Inácio de Antioquia, que foi contemporâneo dos Apóstolos, pois nasceu mais ou menos no ano 35 da era cristã e, segundo Eusébio de Cesaréia no seu Chrónicon, foi bispo de Antioquia, entre os anos 70 e 107, já Santo Inácio nos fala abertamente da Igreja Católica, na sua Epístola aos Esmirnenses: “Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA” (Epístola aos Esmirnenses c 8, 2).

      2. Outro contemporâneo dos Apóstolos foi São Policarpo, bispo de Esmirna, que nasceu no ano 69 e foi discípulo de São João Evangelista. Quando São Policarpo recebeu a palma do martírio, a Igreja de Esmirna escreveu uma carta que é assim endereçada: “A Igreja de Deus que peregrina em Esmirna à Igreja de Deus que peregrina em Filomélio e a todas as paróquias da IGREJA SANTA E CATÓLICA em todo o mundo”. Nessa mesma Epístola se fala de uma oração feita por São Policarpo, na qual ele “fez menção de todos quantos em sua vida tiveram trato com ele, pequenos e grandes, ilustres e humildes, e especialmente de toda a IGREJA CATÓLICA, espalhada por toda a terra” (c. 8).

      2º Século d. C.
      3. O Fragmento Muratoriano que é uma lista feita no segundo século, dos livros do Cânon do Novo Testamento fala em livros apócrifos que “não podem ser recebidos na IGREJA CATÓLICA”.

      4. São Clemente de Alexandria (também do século segundo) responde à objeção dos infiéis que perguntam: “como se pode crer, se há tanta divergência de heresias, e assim a própria verdade nos distrai e fatiga, pois outros estabelecem outros dogmas?” Depois de mostrar vários sinais pelos quais se distingue das heresias a verdadeira Igreja, assim conclui São Clemente: “Não só pela essência, mas também pela opinião, pelo princípio pela excelência, só há uma Igreja antiga e é a IGREJA CATÓLICA. Das heresias, umas se chamam pelo nome de um homem, como as que são chamadas por Valentino, Marcião e Basílides; outras, pelo lugar donde vieram, como os Peráticos; outras do povo, como a heresia dos Frígios; outras, de alguma operação, como os Encratistas; outras, de seus próprios ensino, como os Docetas e Hematistas“. (Stromata 1.7. c. 15).

      3º Século d.C em diante.
      5. São Cipriano em 249, antes de Constantino nascer, e antes do Concílio de Nicéia, testemunhava: “Estar em comunhão com o Papa é estar em comunhão com a Igreja Católica.” (Epist. 55, n.1, Hartel, 614);
      “E não há para os fiéis outra casa senão a Igreja Católica.” (Sobre a unidade da Igreja, cap. 4);
      “Roma é a matriz e o trono da Igreja Católica.” (Epist. 48, n.3, Hartel, 607).

      6. No século III, Firmiliano, bispo de Capadócia, diz assim: “Há uma só esposa de Cristo que é a IGREJA CATÓLICA” (Ep. De Firmiliano nº 14).

      7. São Frutuoso, martirizado no ano 259, diz: “é necessário que eu tenha em mente a IGREJA CATÓLICA, difundida desde o Oriente até o Ocidente”. (Ruinart. Acta martyrum pág 192 nº 3).

      Fonte: http://catolicismo.wordpress.com/2008/04/28/citaes-sobre-o-nome-igreja-catlica/

      Todas as citações acima, são anteriores ao nascimento de Constantino (272 – 22 de Maio de 337).

      Isso anula o embuste protestante, que se agarra maliciosamente a Constantino para “explicar” a Igreja Católica. Quando este apenas, mais tarde, deu liberdade plena para os cristãos pregarem livremente a doutrina da Igreja Católica, que foi fundada por Jesus Cristo.

      Obs. Notem atentamente que aqueles que tentam propagar falsa e mentirosamente que a Igreja Católica foi fundada por Constantino, fazem isso apenas de acordo com o seus argumentos pessoais, só através de opiniões próprias, só de achismos sem apresentar uma única prova, contundente e cabal, das suas alegações e afirmações, ou seja, das suas mentiras.

      Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;
      E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

      Evangelho de São João 8:31,32

    • Paz e Bem.

      É muito importante a firme defesa da verdade contra as inúmeras mentiras propagadas (infelizmente) pelos protestantes e evangélicos de uma forma em geral.
      Essas mentiras muitas vezes são ditas por ignorância, por desconhecimento da verdade, outras vezes, o que é bem pior, por falsidade mesmo, só com a intenção de continuar propagando a MENTIRA de que a Igreja Católica foi fundada pelo imperador Constantino no ano 325.
      Historicamente falando não existe nenhum prova histórica dessa afirmação leviana, a intenção dessas pessoas ou grupo de pessoas, é tentar através da repetição dessa mentira transforma-lá em verdade, mas lembre-se a MENTIRA NUNCA VAI SE TRANSFORMAR EM VERDADE, mesmo que você a repita inúmeras vezes.
      Mas vamos aos fatos verdadeiro, fatos esses históricos, sobre a fundação da verdadeira e única igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo…a IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA.

      A VERDADE DOCUMENTAL:

      Jesus disse: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja , e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;” (Mt 16,18).

      Logo nos inícios da Igreja, os seguidores de Cristo foram designados com o nome de cristãos. Assim podiam distinguir-se dos filósofos pagãos e dos judeus ou seguidores da sinagoga. Este nome de cristãos como se sabe, já vem na própria Bíblia, e tal denominação começou em Antioquia: “em Antioquia é que foram os discípulos denominados CRISTÃOS, pela primeira vez” (At 11, 26), “Então Agripa disse a Paulo: Por pouco me não persuade a fazer-me CRISTÃO” (At 26, 28). “Se padece como CRISTÃO, não se envergonhe; mas glorifique a Deus neste nome” (1Pd 4, 16).

      Aconteceu, porém que, tão logo a Igreja começou a propagar-se, começaram a aparecer os hereges, seguindo doutrinas diversas daquela que tinha sido recebida dos Apóstolos, mas tomando o nome de cristãos, pois também criam em Cristo e d’Ele se diziam discípulos. Era preciso, portanto, um novo nome para designar a verdadeira Igreja, distinguindo-a dos hereges. E desde tempos antiqüíssimos, desde os tempos dos Apóstolos, a Igreja começou a ser designada como IGREJA CATÓLICA, isto é, UNIVERSAL, a Igreja que está espalhada por toda a parte, para diferençá-la dos hereges, grupos de falsos cristãos que ensinavam várias heresias, desviando-se assim da sã doutrina ensinada pela Igreja Católica.

      70 a 107 d.C.
      1. Já Santo Inácio de Antioquia, que foi contemporâneo dos Apóstolos, pois nasceu mais ou menos no ano 35 da era cristã e, segundo Eusébio de Cesaréia no seu Chrónicon, foi bispo de Antioquia, entre os anos 70 e 107, já Santo Inácio nos fala abertamente da Igreja Católica, na sua Epístola aos Esmirnenses: “Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA” (Epístola aos Esmirnenses c 8, 2).

      2. Outro contemporâneo dos Apóstolos foi São Policarpo, bispo de Esmirna, que nasceu no ano 69 e foi discípulo de São João Evangelista. Quando São Policarpo recebeu a palma do martírio, a Igreja de Esmirna escreveu uma carta que é assim endereçada: “A Igreja de Deus que peregrina em Esmirna à Igreja de Deus que peregrina em Filomélio e a todas as paróquias da IGREJA SANTA E CATÓLICA em todo o mundo”. Nessa mesma Epístola se fala de uma oração feita por São Policarpo, na qual ele “fez menção de todos quantos em sua vida tiveram trato com ele, pequenos e grandes, ilustres e humildes, e especialmente de toda a IGREJA CATÓLICA, espalhada por toda a terra” (c. 8).

      2º Século d. C.
      3. O Fragmento Muratoriano que é uma lista feita no segundo século, dos livros do Cânon do Novo Testamento fala em livros apócrifos que “não podem ser recebidos na IGREJA CATÓLICA”.

      4. São Clemente de Alexandria (também do século segundo) responde à objeção dos infiéis que perguntam: “como se pode crer, se há tanta divergência de heresias, e assim a própria verdade nos distrai e fatiga, pois outros estabelecem outros dogmas?” Depois de mostrar vários sinais pelos quais se distingue das heresias a verdadeira Igreja, assim conclui São Clemente: “Não só pela essência, mas também pela opinião, pelo princípio pela excelência, só há uma Igreja antiga e é a IGREJA CATÓLICA. Das heresias, umas se chamam pelo nome de um homem, como as que são chamadas por Valentino, Marcião e Basílides; outras, pelo lugar donde vieram, como os Peráticos; outras do povo, como a heresia dos Frígios; outras, de alguma operação, como os Encratistas; outras, de seus próprios ensino, como os Docetas e Hematistas“. (Stromata 1.7. c. 15).

      3º Século d.C em diante.
      5. São Cipriano em 249, antes de Constantino nascer, e antes do Concílio de Nicéia, testemunhava: “Estar em comunhão com o Papa é estar em comunhão com a Igreja Católica.” (Epist. 55, n.1, Hartel, 614);
      “E não há para os fiéis outra casa senão a Igreja Católica.” (Sobre a unidade da Igreja, cap. 4);
      “Roma é a matriz e o trono da Igreja Católica.” (Epist. 48, n.3, Hartel, 607).

      6. No século III, Firmiliano, bispo de Capadócia, diz assim: “Há uma só esposa de Cristo que é a IGREJA CATÓLICA” (Ep. De Firmiliano nº 14).

      7. São Frutuoso, martirizado no ano 259, diz: “é necessário que eu tenha em mente a IGREJA CATÓLICA, difundida desde o Oriente até o Ocidente”. (Ruinart. Acta martyrum pág 192 nº 3).

      Todas as citações acima, são anteriores ao nascimento de Constantino (272 – 22 de Maio de 337).

      Isso anula o embuste protestante, que se agarra maliciosamente a Constantino para “explicar” a Igreja Católica. Quando este apenas, mais tarde, deu liberdade plena para os cristãos pregarem livremente a doutrina da Igreja Católica, que foi fundada por Jesus Cristo.

      Obs. Notem atentamente que aqueles que tentam propagar falsa e mentirosamente que a Igreja Católica foi fundada por Constantino, fazem isso apenas de acordo com o seus argumentos pessoais, só através de opiniões próprias, só de achismos sem apresentar uma única prova, contundente e cabal, das suas alegações e afirmações, ou seja, das suas mentiras.

      Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos;
      E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

      Evangelho de São João 8:31,32

      Que Deus abençoe a cada um de nós, e que possamos seguir fielmente os seus ensinamentos.

      A Paz de Cristo Jesus

      • HISTÓRIA GERAL

        Cristianismo: Religião passou de perseguida a oficial no Império Romano

        Fernanda Machado, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação
        31/07/2005 – 13h55

        Independentemente de termos ou não uma crença religiosa ou da religião que praticamos, conhecer a origem docristianismo é importantíssimo, pois essa doutrina tem influenciado a história da humanidade há 2.000 anos. As origens medievais das atuais nações europeias são essencialmente cristãs.

        Historicamente, os fatos que fundamentaram o cristianismo ocorreram durante o Império romano, nos últimos séculos da Idade Antiga, que se estendeu de aproximadamente 3.500 a.C. até 476 d.C.

        O cristianismo surgiu a partir da doutrina dos homens que seguiramJesus Cristo. Jesus foi um judeu que nasceu e morreu na região onde atualmente se situam a Jordânia e Israel, no Oriente Médio, território sob o domínio dos romanos no século 1.

        Como a maior parte do mundo ocidental até hoje segue o calendário cristão, o ano 1 de nossa era é justamente marcado pela data aproximada em que Jesus nasceu. O destaque dado a esse personagem histórico, nascido em Belém (cidade localizada no Reino da Judeia), deve-se ao fato de ele ser considerado por seus seguidores como o filho de Deus.

        Pedro, Paulo e a Bíblia

        Alguns judeus acreditaram que Jesus fosse o messias, ou seja, o enviado de Deus para redimir a humanidade, de que falavam seus textos sagrados. Outros não. Assim, as autoridades judaicas passaram a persegui-lo.

        Segundo os registros deixados por seus discípulos – que depois foram a base para a segunda parte do livro sagrado dos cristãos, a Bíblia – Jesus foi morto na cruz pelos seus perseguidores e teria ressuscitado, demonstrando seu poder divino. Essa crença no messias foi, portanto, alimentada para além da morte de Jesus e veio a se constituir numa religião.

        Os seguidores de Cristo, seus apóstolos (discípulos), como Pedro e Paulo, na década de 50 d.C. espalharam os ensinamentos e as histórias sobre Jesus em Roma e na Europa.

        Escreveram textos sobre a nova religião, que viriam a integrar o Novo Testamento, a segunda parte da Bíblia. A primeira parte, ou Velho Testamento, é o mesmo livro sagrado dos judeus, a Torá.

        Os fatos ali relatados foram sendo escritos no decorrer da história do povo judeu (hebreu), em mais de 4.000 anos. Esses livros tiveram como base os mitos e as lendas sobre o origem do mundo e acontecimentos vividos por esse povo.

        O que difere os judeus dos cristãos é que os primeiros não acreditaram que Jesus fosse o filho de Deus e os segundos, sendo judeus na origem, abandonaram sua religião e passaram a expandir a fé em Cristo para outros povos, fundando para isso uma nova igreja, chamada cristã.

        O surgimento da Igreja

        Os descendente dos apóstolos, que começaram a espalhar o cristianismo pelo mundo, eram chamados de patriarcas. Assim, as comunidades constituídas pelos apóstolos foram se perpetuando mesmo após a morte deles, fazendo o cristianismo se fortalecer como igreja.

        “Igreja” vem da palavra grega “eclésia”, que significa assembleia, representando, portanto, a reunião de homens que compartilham as mesmas ideias e práticas.

        Perseguidos pelos romanos durante séculos, os cristãos sofreram uma série de torturas. Foram acusados de incendiar Roma na época do imperadorNero (54 a 68).

        De maneira geral, era comum se queimarem os cristãos vivos ou fazê-los serem devorados por feras, à vista de todos, nas arenas dos circos romanos. Essa repressão tinha o propósito de evitar que o cristianismo continuasse a se expandir pelo Império.

        As ideias dos primeiros cristãos assustavam Roma porque eles não concordavam com a adoração ao imperador como deus vivo e pregavam igualdade entre os homens.

        Dessa forma, no decorrer dos séculos, essa religião de apelo popular foi conseguindo cada vez mais adeptos. Os romanos, então, acharam mais conveniente se aproximarem dela do que continuarem a persegui-la.

        Religião oficial de Roma

        Assim, em 313, o próprio imperadorConstantino converteu-se ao cristianismo e permitiu o culto dessa religião em todo o Império. Oitenta anos mais tarde, a história inverteu-se completamente. Em 391, o cristianismo não só se tornou a religião oficial de Roma, como todas as outras religiões pagãs passaram a ser perseguidas.

        A partir do momento em que o Império resolveu tornar a religião cristã oficial para os romanos e todos os povos por eles dominados no século 4, a Igreja cristã começou ganhar força, como uma instituição poderosa.

        Os patriarcas ou bispos do cristianismo estavam espalhados pelo Império Romano em várias cidades: Alexandria, Jerusalém, Antioquia, Constantinopla e Roma. Segundo ordenou o imperador em 455, o patriarca de Roma passou a ser, a partir de então, a autoridade máxima de Igreja, sob a denominação de papa.

        Católica, apostólica e romana

        Depois desse processo, a Igreja católica foi consolidando o nome que resume os seus objetivos: Igreja católica apostólica romana. Assim, ficou definido que essa instituição representa uma assembleia (igreja), seguidora dos apóstolos de Cristo (apostólica), com sede em Roma (romana), que deveria espalhar a fé para todo o universo (católica significa universal).

        Ainda em 325, o imperador Constantino havia promovido um encontro em Nicéa com autoridades eclesiásticas para definir as principais crenças e normas que deveriam nortear a conduta dos cristãos. Esse acordo foi chamado de Concílio de Nicéa e foi uma marco na constituição da religião católica.

        No entanto, a consolidação definitiva do poder dessa Igreja iria se dar nos séculos seguintes, a partir da Idade Média, que se inicia no século 5. O Império Carolíngeo (séculos 8 a 9) e ofeudalismo (principalmente séculos 8 a 11) proporcionariam espaço econômico e poder político para a Igreja Católica se constituir na principal instituição medieval.

      • Cristão Católico, esperarei,que você agora para complementar,o que você,disse fale agora a verdade,já contou a sua história já enganou a muitos e mentiu a vontade,fale a verdade mesmo que seja para sua condenação,porque quando admitimos o nosso erro,a nossa culpa, e reconhecemos o nosso pecado diante DEUS, Ele nos perdoa,e se não praticarmos mais,seremos salvos, não é isto mesmo, que diz a palavra de DEUS, ou estou enganado? OBS: Seu fujão católico,cadê as minas respostas que você dissimuladamente,saiu de fininho,sem responder nada,Para que você veja as nossas diferenças,pergunte dentro da bíblia cristã,mesmo que seja para mim envergonhar de algum erro meu,para ver se não lhe responderei,se acaso eu não lhe responder,mim considere,tão sonso e dissimulado quanto você.

        • “Pastor” Antonio Henrique da seita Assembleia de “deus” cada hora você escolhe um para tentar assustar! Não tem o que fazer não? herege perseguidor de Jesus.

        • Paz e Bem Antonio Henrique,

          Por que me ofendes e me xingas?
          Por acaso eu disse alguma mentira?
          Se disse, por favor me aponte, que com a graça de Deus terei humildade em reconhecer o meu erro e pedir perdão.
          Meu irmão em Cristo Jesus, tire do seu coração todo rancor, raiva, ódio orgulho e arrogância.
          Não somo inimigos, temos diferenças teológicas e doutrinárias mas é só…não somos inimigos.
          Não te respondi, porque infelizmente você só consegue enxergar aquilo que você quer ver.
          As suas ofensas contra a minha pessoa é um grande exemplo disso, você transformou a nossa discussão em um ataque pessoal a mim.
          Não tenho problema nenhum em discutir ou debater, gosto disso, a troca de ideia, mas não podemos permitir que isso se torne um ataque pessoal, porque isso é ação do demônio que quer dividir e destruir.
          Vamos pedir a Deus que retire de nossos corações todo espírito de briga, discórdia e divisão, porque tudo isso é obra do diabo.
          Melhor que me xingar ou ofender, reze por mim, para que eu nunca me afaste do caminho de Deus e busque sempre a Sua VERDADE.
          Sem nenhuma hipocrisia ou falsidade, você também estará em minha orações.

          Que Deus abençoe você e toda a sua família, Antonio Henrique.

      • Fujão católico, até quando você acha que de tanto repetir uma mentira,acabará se tornando verdade aos ouvidos de quem ouve,isto pode até ser na tua igreja com esta cambada de parasitas,que fecham os olhos para a verdade,tanto que proibia a leitura da bíblia,e as missas eram em latim,e se alguém pergunta-se porque seria excomungados,usando uma forma de chantagear as pessoas,para que ficarem submissas,.e você não deixa de ser:sonso,mentiroso,cínico,falso e dissimulado.

    • não aguenta pressão?
      Fraquinha!
      Vc pecou muito aqui,tera que se confessar com o papa,que é pop,e o pop não poupa ninguem!
      Te ordenará rezar 400 ave marias,
      300 credos,
      200 noites se benzendo e,
      So 1 pai nosso,ja que de biblia o desgracado não passa nada pra vo6.

    • DOGMAS PAPÓLATAS OU TRADIÇÃO BÍBLICA-APOSTÓLICA

      QUAIS TRADIÇÕES DOS DOGMAS DO PAPA-ALMAS SÃO ENSINADAS NO LIVRO DOS ATOS DOS APÓSTOLOS, NAS 14 EPÍSTOLAS DE PAULO, NAS 2 EPISTOLAS DE PEDRO, NA EPISTOLA DE THIAGO, NAS 3 EPISTOLAS DE JOÃO? 

      >> Vou te responder antecipadamente:NENHUMA DAS ENGANAÇÕES DA TRADIÇÃO CATÓLICA APÓSTATA ROMANA PAPÓLATRA, SE ENCONTRA NAS EPÍSTOLAS APOSTÓLICAS… 

      Me mostra apenas UM DOGMA dos abaixo relacionados e inventados pelo ANTICRISTO CHAMADO PAPA, que se encontras NAS EPÍSTOLAS APOSTÓLICAS, OK? 

      Vejam quantos dogmas e INVENÇÕES PAPAIS, que os católicos precisam vencer, para se libertarem destes paradigmas e sofismas da tradição religiosa papal e tão cheias de enganos: 

      Ano 370 – Principia o uso de altares e velas. O culto dos santos foi introduzido por Basílio de Cesaréia e Gregoriano Nazianzeno. Inicia-se o uso de incenso por influência pagã. 
      Ano 400 – Paulino de Nola ordena que se reze pelos defuntos e ensina o sinal da cruz feito no ar. 
      Ano 590 – Gregório, o Grande, cria o Purgatório. 
      Ano 607 – O imperador Phocas dá ao Bispo de Roma o direito de primazia universal sobre a cristandade, depois do 2º Concílio de Constantinopla. 
      Ano 609 – O culto à Virgem Maria é obra de Bonifácio IV. A invocação dos anjos e dos santos é posta como lei. 
      Ano 670 – Começa a se pronunciar a missa em latim pelo papa Vitélio. 
      Ano 758 – Cria-se a confissão auricular pelas ordem religiosas do Oriente. 
      Ano 787 – Pelo 2º Concílio de Nicéia foi estabelecido o culto às imagens e a adoração da cruz e relíquias de santos. 
      Ano 795 – o incenso foi posto por lei nas cerimônias da igreja por Leão III. 
      Ano 803 – Foi criada a festa da Assunção de Virgem pelo Concílio de Mogúncia. 
      Ano 818 – Aparece, pela primeira vez, nos escritos de Pascácio Radberto, a doutrina da transubstanciação e a missa, como são vistos nos nossos dias. 
      Ano 884 – o papa Adriano III aconselha a canonização dos santos. 
      Ano 998 – É estabelecido o dia de finados. 
      Ano 1000 – A confissão auricular torna-se uma prática (confessório) e os ministros da igreja arrogam para si o “ego te absolvo”. A missa passa a designar-se sacrifício e organizam-se as peregrinações. 
      Ano 1003 – o papa João XIV aprova a fasta das almas nos fiéis defuntos 
      Ano 1059 – Nicolau II cria o colégio de cardeais – o conclave 
      Ano 1074 – O papa Gregório VII decreta obrigatório o celibato dos padres. 
      Ano 1076 – É declarada a infalibilidade dos papas. 
      Ano 1090 – Pedro, o Ermitão, inventa o rosário 
      Ano 1095 – Urbano II cria as indulgências 
      Ano 1125 – Aparece a idéia da imaculada concepção de Maria 
      Ano 1164 – Pedro Lombardo enumera os sete sacramentos da Santa Madre Igreja 
      Ano 1200 – O concílio de Latrão impõe a transubstanciação e a confissão auricular. 
      Ano 1227 – Entra a campainha na missa por ordem de Gregório IX. 
      Ano 1229 – O concílio de Toulouse estabeleceu a inquisição, que foi confirmada por Gregório IX, em 1232, e logo aos dominicanos. 
      Ano 1264 – Urbano IV determina a festa do Corpo de Deus (Corpus Christi) 
      Ano 1300 – Bonifácio VIII determina o jubileu 
      Ano 1311 – Inicia-se a primeira procissão do Santíssimo Sacramento 
      Ano 1317 – João XXII ordena a Ave-Maria 
      Ano 1360 – Começa a hóstia a ser levada em procissão 
      Ano 1414 – O concílio de Constança definiu que a comunhão do povo deve ser a hóstia somente, sendo o cálice reservado para o padre. Os Concílios de Pisa, Constança e Basiléia declararam a autoridade do Concílio superior à do Papa. 
      Ano 1438 – O Concílio de Florença abre a porta ao Purgatório, que Gregório, o Grande, havia criado. 
      Ano 1563 – O Concílio de Trento definiu que a tradição é tão valiosa como a própria Palavra de Deus, Os livros apócrifos foram aceitos como canônicos. 
      Ano 1854 – Pio IX proclama o dogma da imaculada conceição de Maria. 
      Ano 1870 – O concílio Vaticano I declara a infalibilidade do papa. 
      Ano 1950 – O papa Pio XII proclama o dogma da Assunção da Virgem Maria ao Céu. 

      As mentiras e enganos que o lider da católica produziu durante séculos, vê-se até hoje o efeito na cegueira espiritual dos católicos que seguem uma religião tão cheia de práticas pagãs, antibíblicas e anticristãs, copiadas das tradições e paganismos do falido império romano. 

      TRADIÇÕES OU PALAVRA DE DEUS… 

      Vejamos o que a Bíblia ensina sobre tradições… 

      MATHEUS 15 – Os religiosos da época de Jesus, invalidavam OS MANDAMENTOS DE DEUS, por causa da TRADIÇÃO CEGA inventada pelos homens… 

      3 Ele, porém, respondendo, disse-lhes: E vós, por que transgredis o mandamento de Deus POR CAUSA DA VOSSA TRADIÇÃO? 
      … 
      6 E assim por causa da vossa TRADIÇÃO invalidastes a palavra de Deus. 
      7 Hipócritas! bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: 
      8 Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. 
      9 Mas em vão me adoram, ENSINANDO DOUTRINAS QUE SÃO PRECEITOS DOS HOMENS. 

      MARCOS 7 – Idem… 

      7 mas em vão me adoram, ENSINANDO DOUTRINAS QUE SÃO PRECEITOS DOS HOMENS. 
      8 Vós deixais o mandamento de Deus, E VOS APEGAIS À TRADIÇÃO DOS HOMENS. 
      9 Disse-lhes ainda: BEM SABEIS REJEITAR O MANDAMENTO DE DEUS, PARA GUARDARDES A VOSSA TRADIÇÃO. 

      COLOSSENSES 2 – Não se deixe prender por TRADIÇÕES INVENTADAS PELOS HOMENS… 

      8 Tendo cuidado para que NINGUÉM VOS FAÇA PRESA SUA, por meio de filosofias e vãs sutilezas, SEGUNDO A TRADIÇÃO DOS HOMENS, segundo os rudimentos do mundo, E NÃO SEGUNDO CRISTO. 

      2º TESSALONICENSES CAPÍTULO 2 – Conservar A TRADIÇÃO E ENSINO dos Apóstolos e de Cristo somente… 

      15 Assim, pois, irmãos, estai firmes e CONSERVAI AS TRADIÇÕES QUE VOS FORAM ENSINADAS, SEJA POR PALAVRA, SEJA POR EPÍSTOLA NOSSA. 
      16 E O PRÓPRIO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, e Deus nosso Pai que nos amou e pela graça nos deu uma eterna consolação e boa esperança. 

      2 TESSALONICENSES CAPÍTULO 3 – Devemos andar somente conforme a tradição dos Apóstolos de Jesus… 

      5 Ora, o Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus e na constância de Cristo. 
      6 mandamo-vos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que anda desordenadamente, e não segundo A TRADIÇÃO QUE DE NÓS RECEBESTES. 

      Ou seja: Paulo escreveu 14 Epístolas e jamais ensinou sobre cultuar e venerar imagens de esculturas, ou pedir o favor de Maria, aliás, Paulo nem sequer citou o nome de Maria em suas epístolas. Pedro também não; Thiago também não; Judas também não; João também não. 

      Pedro ensinou a não segurmos tradições pagãs herdadas dos nossos familiaraes, 1º PEDRO 2: 

      18 sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, QUE POR TRADIÇÃO recebestes dos vossos pais… 

      Ou seja: Na época de Pedro, AS IMAGENS DE ESCULTURAS eram feitas de PRATA E OURO, e Pedro então diz: Não comparem o resgate que Jesus proporcionou a vocês, com RIDÍCULAS IMAGENS QUE TRADICIONALMENTE VOSSOS PAIS CULTUAVAM… 

      Até quando se deixarão enganar com dogmas e tradiçoes pagãs, inventadas pelo papa-almas?

      Um abraço!

      Waldir Alves

      • Homilia do Papa Francisco em Nova York: A vida de Jesus, humanamente falando, acabou com um fracasso. O fracasso da Cruz

        27.09.2015 – Nota de http://www.rainhamaria.com.br

        Por Dilson Kutscher

        A maioria dos amigos e visitantes do site, certamente, depois desta declaração apóstata de Francisco, espera um extenso artigo meu, mas confesso, que desta vez foi demais para mim. Aquele que se declara verdadeiramente católico, ao ler uma blasfêmia desta, vinda da boca de um “papa”…ora…afinal…que prova maior vocês querem para concluir que este Francisco é um antipapa?

        24.09.2015 – Após chegar à cidade de Nova York, penúltima parada na sua viagem aos Estados Unidos, disse Francisco, numa homilia na Catedral de São Patrício, referindo-se a vida de Jesus:

        “A sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. (Fracasso da Cruz?)

        Diz na Sagrada Escritura:

        “Abriu, pois, a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar o seu nome, o seu tabernáculo e os habitantes do céu”. (Apocalipse 13, 6)

        Não acredita que um “papa” diga uma heresia destas? (veja no final desta página)

        O pior cego é aquele que por orgulho não quer enxergar…ou existirá um verdadeiro católico que concorde com…

        “A vida de Jesus acabou com um fracasso…o fracasso da Cruz” (Papa Francisco)

        Diz ainda na Sagrada Escritura:

        “Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo”. (Filipenses 3, 18)

        Eu, Dilson Kutscher, soldado, servidor e amigo de Sua Majestade Rei Jesus, poderia escrever “mil linhas” sobre está declaração anticristã de Francisco, mas basta dizer, que Jesus na Cruz, de maneira alguma fracassou, foi exatamente ao contrário. foi a Gloriosa Vitória na Cruz, o Plano da Salvação se Cumpriu.

        O Apóstolo São Paulo afirma que sem ressurreição “a nossa fé seria vã”, porém, sem a Cruz ela nem existiria. Pois sem a Cruz não haveria nem salvação nem a aurora da ressurreição. O anúncio de uma ressurreição que não passasse pela Cruz seria vazio. O túmulo está vazio, porque antes alguém esteve lá dentro.

        Sem a Cruz, Nosso Senhor não teria vencido a morte, o inferno, o mundo, o pecado e o medo. Portanto, papa Francisco, a vida de Jesus não acabou com um fracasso…o fracasso da Cruz…mas com uma GRANDE É ETERNA VITÓRIA.

        “A morte foi tragada pela vitória (Isaias 25,8). Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?” (Oséias 13,14) (I Coríntios 15, 55) “Graças, porém, sejam dadas a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo!” (I Coríntios 15, 57)

        O Rei Jesus não disse: “Eu fracassei”.

        Mas disse: “Eu venci o mundo”. (São João 16,33)

        A Cruz não é um patíbulo de fracasso, mas um Trono de Glória. Resplandece a Santa Cruz pela qual o mundo alcança a salvação. Ó Cruz que Vences, Cruz que Reinas, Cruz que Limpas todo o pecado.

        “E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (São João 3,14-15)

        “Quando eu for levantado da terra, atrairei todos a mim”. (São João 12, 32)

        “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. (São João 3, 16)

        “O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.
        Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai”. (São João 10, 17-18)

        “Porque o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em redenção por muitos.” (São Marcos 10, 45)

        O Doutor da Igreja São Boaventura afirmou: “Este é o preço de nossa redenção, saído daquela divina fonte, isto é, do íntimo do Seu Coração, para dar aos Sacramentos da Igreja o poder de conferir a vida da graça e se tornar para aqueles que vivem em Cristo uma fonte de Água Viva que jorra para a vida eterna” (LH, III, p.635).

        São Cirilo, Bispo de Jerusalém, declarou: “A cruz é a coroa da vitória. Trouxe luz para os cegos pela ignorância. Libertou os escravizados pelo pecado. De fato, redimiu toda a humanidade. Portanto, não tenha vergonha da cruz de Cristo, ao contrário, glorificai. Porque não foi meramente um homem que morreu por nós, mas o Filho de Deus, Deus feito homem.

        São Francisco de Sales – Bispo e Doutor da Igreja, disse: “O fogo sagrado do amor de Jesus nutre-se com o lenho da cruz”.

  16. Homilia do Papa Francisco em Nova York: A vida de Jesus, humanamente falando, acabou com um fracasso. O fracasso da Cruz

    27.09.2015

    Por Dilson Kutscher

    A maioria dos amigos e visitantes do site, certamente, depois desta declaração apóstata de Francisco, espera um extenso artigo meu, mas confesso, que desta vez foi demais para mim. Aquele que se declara verdadeiramente católico, ao ler uma blasfêmia desta, vinda da boca de um “papa”…ora…afinal…que
    prova maior vocês querem para concluir que este Francisco é um antipapa?

    24.09.2015 – Após chegar à cidade de Nova York, penúltima parada na sua viagem aos Estados Unidos, disse Francisco, numa homilia na Catedral de São Patrício, referindo-se a vida de Jesus:

    “A sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. (Fracasso da Cruz?)

    Diz na Sagrada Escritura:

    “Abriu, pois, a boca em blasfêmias
    contra Deus, para blasfemar o seu nome, o seu tabernáculo e os habitantes do céu”. (Apocalipse 13, 6)

    Não acredita que um “papa” diga uma heresia destas? (veja no final desta página)

    O pior cego é aquele que por orgulho não quer enxergar…ou existirá um verdadeiro católico que concorde com…

    “A vida de Jesus acabou com um fracasso…o fracasso da Cruz” (Papa Francisco)

    Diz ainda na Sagrada Escritura:

    “Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo”. (Filipenses 3, 18)

    Eu, Dilson Kutscher, soldado, servidor e amigo de Sua Majestade Rei Jesus, poderia escrever “mil linhas” sobre está declaração anticristã de Francisco, mas basta dizer, que Jesus na Cruz, de maneira alguma fracassou, foi exatamente ao contrário. foi a Gloriosa Vitória na Cruz, o Plano da Salvação se Cumpriu.

    O Apóstolo São Paulo afirma que
    sem ressurreição “a nossa fé seria vã”, porém, sem a Cruz ela nem existiria. Pois sem a Cruz não haveria nem salvação nem a aurora da ressurreição. O anúncio de uma ressurreição que não passasse pela Cruz seria vazio. O túmulo está vazio, porque antes alguém esteve lá dentro.

    Sem a Cruz, Nosso Senhor não teria vencido a morte, o inferno, o mundo, o pecado e o medo. Portanto, papa Francisco, a vida de Jesus não acabou com um fracasso…o fracasso da Cruz…mas com uma GRANDE É ETERNA VITÓRIA.

    “A morte foi tragada pela vitória
    (Isaias 25,8). Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?” (Oséias 13,14) (I Coríntios 15, 55) “Graças, porém, sejam dadas a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo!” (I Coríntios 15, 57)

    O Rei Jesus não disse: “Eu fracassei”.

    Mas disse: “Eu venci o mundo”. (São João 16,33)

    A Cruz não é um patíbulo de fracasso, mas um Trono de Glória. Resplandece a Santa Cruz pela qual o mundo alcança a salvação. Ó Cruz que Vences, Cruz que Reinas,
    Cruz que Limpas todo o pecado.

    “E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (São João 3,14-15)

    “Quando eu for levantado da terra, atrairei todos a mim”. (São João 12, 32)

    “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. (São João 3, 16)

    “O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar.
    Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai”. (São João 10, 17-18)

    “Porque o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em redenção por muitos.” (São Marcos 10, 45)

    O Doutor da Igreja São Boaventura afirmou: “Este é o preço de nossa redenção, saído daquela divina fonte, isto é, do íntimo do Seu Coração, para dar aos Sacramentos da Igreja o poder de conferir a vida
    da graça e se tornar para aqueles que vivem em Cristo uma fonte de Água Viva que jorra para a vida eterna” (LH, III, p.635).

    São Cirilo, Bispo de Jerusalém, declarou: “A cruz é a coroa da vitória. Trouxe luz para os cegos pela ignorância. Libertou os escravizados pelo pecado. De fato, redimiu toda a humanidade. Portanto, não tenha vergonha da cruz de Cristo, ao contrário, glorificai. Porque não foi meramente um homem que morreu por nós, mas o Filho de Deus, Deus feito homem.

    São Francisco de Sales – Bispo e
    Doutor da Igreja, disse: “O fogo sagrado do amor de Jesus nutre-se com o lenho da cruz”.

    • “E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, HUMANAMENTE FALANDO, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. Essas palavras cheias de sabedoria foram ditas pelo Papa Francisco em sua homilia em Nova Iorque (24/09). Algumas pessoas – por ódio, maldade ou por pura ignorância – estão tirando a frase de seu contexto e distorcendo o seu sentido. Em um dos muitos sites furrecas evangélicos que estão distorcendo essa homilia e xingando o Papa de “Besta do Apocalipse”,
      Em meio a tantas criaturas com o cérebro embotado e a língua cheia de veneno, é bom saber que há pessoas intelectualmente honestas e atentas, que não servem como instrumentos de Satanás – o pai da mentira – para a difusão de inverdades.
      Afinal, o Papa não disse nada diferente do que Isaías e São Paulo proclamam na Bíblia: o Messias é desprezado, é visto como “escória da humanidade”; a cruz é um escândalo, é loucura, DO PONTO DE VISTA HUMANO.
      “Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele.” – Is 53,3
      “Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura de sua mensagem. Os judeus pedem milagres, os gregos reclamam a sabedoria; mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. – I Cor 1, 21-23
      Acaso Isaías chamou o Messias de “escória da humanidade”? Claro que não! Ele estava dizendo que, com sua visão limitada, as pessoas O veriam assim. Acaso São Paulo afirmou a mensagem de Deus é uma “loucura”? Óbvio que não! Ele quis dizer que tal mensagem é loucura somente do ponto de vista humano.
      Da mesma forma, o Papa Francisco não disse que a cruz de Cristo é um fracasso. Reparem na expressão que o Papa usa: “HUMANAMENTE FALANDO”. Ou seja, a morte na cruz é um fracasso sob o olhar dos homens, não de Deus.
      E o Papa continua, nessa homilia, convidando os cristãos a imitar Cristo, tomando a suacruz. Pois muitas vezes parece que a nossa missão não dá frutos, não é eficiente; aos olhos do mundo, é como se não tivéssemos sucesso. Mas Deus nos chama a ver as coisas de outro modo. Confiram:
      “Podemos ficar encastrados quando medimos o valor dos nossos esforços apostólicos pelo critério da eficiência, do funcionamento e do sucesso externo que governa o mundo dos negócios. Não digo que estas coisas não sejam importantes! Foi-nos confiada uma grande responsabilidade e o povo de Deus, justamente, espera resultados. Mas o verdadeiro valor do nosso apostolado é medido pelo valor que o mesmo tem aos olhos de Deus. Ver e avaliar as coisas a partir da perspectiva de Deus chama-nos para uma conversão constante ao primeiro tempo da nossa vocação e – nem é preciso dizê-lo – a uma grande humildade. A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.
      “Sei que muitos de vós estais a enfrentar o desafio que supõe a adaptação a um programa pastoral em evolução. Como São Pedro, peço-vos que, perante qualquer prova que tenhais de enfrentar, não percais a paz e respondei como fez Cristo: deu graças ao Pai, tomou a sua cruz e seguiu em frente.”
      – Homilia completa: site do Vaticano
      Portanto, o Papa falou com clareza e em plena conformidade com as Escrituras. Ninguém é obrigado a gostar do sucessor de Pedro, mas quem sair espalhando infâmias com seu nome terá que responder por isso no Dia do Juízo. São Tiago disse que a língua, mesmo sendo um órgão pequeno, é capaz de levar o corpo todo para o inferno. Calúnia é pecado grave, pessoal!
      FONTE: O Catequista

      • O problema é que católicos vivem olhando para a Cruz, mantendo um Jesus debilitado, machucado e frágil agarrado nela e evangélicos só sabem criticar, porém esquecem que Jesus ressuscitou e está ao lado do Pai.
        O Papa vai pagar por uma má colocação de palavras, pois fracasso seria Jesus não ter ido a cruz, ter sucumbido antes do plano de Deus se cumprir… mas o Papa é só um homem, sem nenhuma divindade ou especialidade espiritual. Um homem culto e instruído para o cargo que ocupa e só.
        Assim como os pastores que passeiam na mídia.
        Cuidado povo de Deus. Parem de brincar de crente, pois satanás não brinca de maligno…
        Buscai a Deus enquanto se pode achar…

  17. O ocultismo no brasão do Papa Francisco I

    Resumo da notícia: Brasão do papa Francisco é de uma “simplicidade linear” – “ O brasão do papa Francisco se parece com o que ele escolheu quando era arcebispo de Buenos Aires e é de uma “simplicidade linear”, assinalou o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi…”

    A mídia globalista é  muito podre e imunda. Aqui temos mais uma manipulação para que as massas acreditem que Francisco I é um humilde cordeirinho.  Muito longe de ser uma simplicidade linear,  o brasão de cada papa esconde os verdadeiros objetivos  ocultistas do Vaticano que vão de encontro a nova ordem mundial do cristo cósmico Baha’u’llah e ao ecumenismo. Abaixo temos uma análise de cada símbolo desse mais novo candidato a líder mundial das religiões no reinado do cristo cósmico:

    A primeira observação  importante nesse brasão é o uso do sol flamejante pela maçonaria e os Jesuítas. Assim como as demais seitas, existe uma disputa para se aproximar do manifestante solar (o cristo cósmico Baha’u’llah) . A ordem dos jesuítas, liderada pelo Papa Francisco I,  colocou o pentagrama de Baphomet no lado esquerdo e retirou a letra G (O grande Arquiteto do Universo) colando as iniciais de sua ordem IHS, a cruz templária e os três pregos).

    A tríplice tiara papal

    Os líderes católicos negam em apresentar publicamente o verdadeiro significado, por isso temos várias teorias como:

    1) Pastor Universal (tiara superior), Eclesiástica Universal (tiara do centro) e o Poder Temporal (tiara inferior); 2) Pai de reis, Pastor do mundo, Vigário de Cristo e 3) Professor, Legislador e Juiz.  A lista seria grande se fossem colocadas todas as teorias, mas essas foram deixadas como exemplo da indecisão da liderança católica.

    A verdade é que essa tiara representa  as três máscaras jurídicas que dão poder ao papa de se isentar de qualquer crime. São elas: 1) Igreja católica romana; 2) Santa Sé e 3) Estado do Vaticano.
    A tiara papal é uma personificação do mitológico Cérbero, cão mitológico de três cabeças  guardião  de Ades (rei do inferno),  bem como as suas leis, por exemplo: 1) Quando se usa a tiara do Estado do Vaticano o papa pode automaticamente requerer imunidade diplomática, isso permite que o papa transporte o que bem quiser nas suas bagagens sem ser revistado s e 2) Os casos de pedofilia são facilmente encobertos quando a Santa Sé perdoa os crimes cometidos pela Igreja Católica Romana.

    Ela também representa o deus Brahma no hinduismo. Em uma de suas variações esse deus aparece com três cabeças aguardando a manifestação do cristo cósmico sentado sobre o lótus de 1000 pétalas.

    Complemento vermelho da tiara
    Observe que aquele pano vermelho abaixo da tiara possui sete pingentes interligados da cor amarela em cada lado. Ele representa o Vaticano agindo sobre as  leis do cristo cósmico Baha’u’llah  transitando entre o poder material e espiritual de seu governo. Biblicamente isso é uma referência aos diademas que estão em AP 12 e AP13. Em AP 12 os diademas aparecem sobre as sete cabeças, representando a perseguição do papa aos cristãos verdadeiros e em Ap 13 os diademas estão sobre os 10 chifres, isso representa o poder material durante o reinado do anticristo e seus nove mestres eleitos.

    Chaves do céu
    Elas são usadas para representar de forma errada o versículo de Mateus (16:19). Essas chaves são na verdade a conexão com o reinado do cristo cósmico, ou seja, o que o papa ligar na terra estará ligado com o cristo cósmico Baha’u’llah nas regiões celestiais do mal.

    O escudo azul
    Representa o manto da Rainha dos Céus e o triunfo do seu imaculado coração.

    Estrela Flamígera  (o sol  a estrela e as iniciais IHS)

    Esse é símbolo representa a maçonaria no papado de Francisco I. O símbolo original possui o sol e a estrela de cinco pontas, mas a ordem dos Jesuítas colocou a estrela um pouco mais abaixo e em seu lugar colocou as inicias da ordem. Esse símbolo está relacionado a  Ordem da Estrela Flamígera, um  ramo criado pelos  templários para iniciar os líderes católicos nos mistérios maiores que levam ao oitavo rei da revelação progressiva, Baha’u’llah que é representado pelo sol e conhecido como GADU na maçonaria.

    A estrela de cinco pontas
    Para os católicos ela representa a rainha dos céus que é conhecida na maçonaria como Shekinah , “a glória de deus manifesta”, ou seja, o lado feminino do cristo cósmico Baha’u’llah  e o seu nome traduzido para o português

    Os três pregos
    Eles representam a anulação do verdadeiro sacrifício de cristo e a perseguição aos verdadeiros cristãos em um futuro muito próximo pela liderança da igreja. Nessa triste época o papa, seja ele que for, estará matando pessoas em nome da ordem mundial de Baha’u’llah.

    A frase “miserando atque eligendo “
    Retirada das homilias de São Beda, ela representa o momento em que JESUS viu o cobrador de impostos (Mateus), mas na nova ordem mundial isso representa o momento em que o papa (seja quem for o falso profeta na época) estará participando da nova legislação tributaria mundial (algo semelhante a Taxa Tobim) e obedecerá aos ensinamentos de Baha’u’llah pensando que ele é JESUS.

    O cacho de uva
    Atrás desse humilde cacho de uvas temos uma dedicatória ao  demônio da umbanda chamado Xangô Aganju.  O seu dia de devoção é em  19 de março. Nessa data, Francisco I realizou a sua primeira missa ecumênica com a função de unificar as religiões, pois esse número é um dos mais sagrados do bahaismo depois do 9 é claro.

    Conclusão: Assim como os demais papas, Francisco I tem uma grande iniciação nos mistérios maiores que levam ao cristo cósmico Baha’u’llah através de seu brasão. Existe também um sincretismo religioso em seu ministério envolvendo a maçonaria, praticas pagãs dos jesuítas e a umbanda.. Todos esses coordenados pela unicidade do bahaismo.

  18. A ORIGEM DO CATOLICISMO ROMANO

    A Bíblia Sagrada é auto-explicativa; alias a regra fundamental da Hermenêutica (interpretação) é que ela seja seu próprio interprete, entretanto, para compreendermos certas coisas ou fortalecer nossa fé em Jesus Cristo através dos seus ensinos, necessitamos recorrer a Historia extra-biblica, por exemplo: Nos primeiros séculos da nossa era, havia uma única comunidade crista. Ora, Jesus havia dito: “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, estarei no meio deles…” “Eis que estarei convosco, todos os dias ate a consumação dos séculos”. Mt 18,20 ; 28,20 Origem do papado e do Vaticano O cristianismo teve continuidade com bispos, pastores, presbíteros e evangelistas como Lino, viveu no ano 65; Cleto em 69; Clemente em 95; Justino em 100; Policarpo, ano 155; Ignácio, ano 110; Irineu, por volta do ano 180; Papias, ano 140; Cipriano, bispo de Cartago, ano 247; João Crisostomo, famoso cristão, ano 350 e outros. Entre eles não havia maior ou menor, embora Tertuliano, advogado cristão, tenha acusado o bispo Calixto de “querer ser o bispo dos bispos” (ano 208). O Catolicismo romano começou a tomar forma no ano 325 quando o imperador romano Constantino, “convertido” ao cristianismo, convocou o primeiro concilio das igrejas que foi dirigido por Hosia Cordova com 318 bispos presentes; esses bispos eram cristãos; ainda não havia Catolicismo romano. Constantino construiu a IGREJA DO SALVADOR num bairro nobre de Roma, chamado Vaticanus. Os bispos (papas) de então construíram vários palácios ao redor da “igreja” formando o Vaticano que hoje existe. A Igreja recebeu o nome de “Católica” somente no ano 381 no concilio de Constantinopla com o decreto “CUNCTUS POPULOS” dirigido pelo imperador romano Teodosio. Devido as alterações que fez deixou de ser apostólica e não sabemos como pode ser Romana e Universal ao mesmo tempo. (Hist. Ecles.; Rivaux; Tom. 1; pg. 47). Ate o século V não houve “papa” como conhecemos hoje. Esse tratamento terno começou a ser aplicado a TODOS os bispos a partir do ano 304. (Ciência e Religião; Cônego Salin; Tom. 2; pg. 56). Naqueles tempos ninguém supunha que “S. Pedro foi papa”; fora casado e teve ambições temporais. Depois dos apóstolos, os lideres do Cristianismo foram os bispos, os pastores e os evangelistas. A idéia de que uma relação de “papas” surgiu a partir de S. Pedro e falsa; foi forjada para hiper-valorizar os de então. Depois do ano 400 as Igrejas viram-se dominadas por cinco “patriarcas” que foram os bispos de Antioquia, de Alexandria, de Jerusalém, de Constantinopla e de Roma, “útero” que gerou o papado. As Igrejas que eram livres começaram a perder autonomia com o papa Inocêncio I, ano 401, que dizendo-se “governante das igrejas de Deus exigia que todas as controvérsias fossem levadas a ele! ” O papa Leão I, ano 440, e mencionado pelos historiadores como o primeiro Papa. Procurou impor respeito prescrevendo que “RESISTIR SUA AUTORIDADE SERIA IR DIRETO PARA O INFERNO”. Nessa situação confusa, houve porfia entre o bispo de Constantinopla com e de Roma sobre a liderança do Cristianismo, quando interveio o Concilio de Calcedônia, ano 451, que concedeu “direitos iguais a ambos”. O papado como o conhecemos, hoje, desenvolveu-se gradativamente sustentado, a principio, pelo Império Romano; e intruso no Cristianismo e não se enquadra na bíblia, mas e identificado nas Sagradas Escrituras como “Ponte Pequena” (Daniel 7,8). O Estado territorial do Vaticano teve origem com o papa Estevão II, anos 741-752 que instigou Pepino, o Breve e seu Exercito a conquistar territórios da Itália e doa-los a Igreja. Carlos Magno, pai de Pepino confirmou a doação no ano 774 elevando o Catolicismo a posição de poder mundial, surgindo o “SANTO império ROMANO sob a autoridade do Papa-Rei; esse império durou 1100 anos. Carlos Magno já velho e arrependido por doar territórios aos papas, agonizando sofria horríveis pesadelos e lastimava-se assim: “Como me justificar diante de Deus pelas guerras que irão devastar a itália, pois os papas são ambiciosos, eis porque se me apresentam imagens horríveis e monstruosas que me apavoram; devo merecer de Deus um severo castigo”. (Pillati, Ed. Thompessom, Tom. III, pg. 64. Londres 1876). O Papa Nicolau I, anos 858-867, foi o primeiro a usar coroa! Serviu-se com muito efeito de documentos espúrios conhecidos como “PSEUDAS DECRETAIS DE ISIDORO”, que surgiram no ano 857. Essas falsas “decretais” eram pretensões dos bispos dos séculos I e II que “exaltavam o poder dos papas!” foram invenções corruptas e premeditadas cuja falsidade foi descobertadepois da morte desse papa; havia mentido que “tais documentos estiveram por séculos sob guarda da Igreja”. As “Pseudas decretais de Isidoro” selaram a pretensão do clero medieval com o sinete da “antiguidade” e o papado que era recente tornou-se coisa “antiga”. Foi o MAIOR EMBUSTE DA HISTORIA; esses falsos documentos fortaleceram os papas e ANTECIPOU EM 5 séculos o poder temporal deles e serviu de base para as leis canônicas da igreja católica. Esse embuste ajudou o papa Gregório VII, 1073-1085 a decretar o “DIREITO EXCLUSIVO DE GOVERNAR A IGREJA”. (Pochet bíblia Handbook pg. 685). Em 1304-1305 o rei Filipe IV, da Franca enfrentou o papa! Devido as perseguições religiosas da igreja e por cobrarem altos tributos dos franceses, o Rei mandou um emissário a Roma prender o pontífice e humilhou o papado ate o chão. Conduzidos para Avinhao, na Franca, foram tratadoscomo meros instrumentos da Corte francesa de 1305 a 1377. Nesse período o Catolicismo teve dois papas, ambos “infalíveis”; um em Avinhao, na Franca e outro em Roma, proferindo maldições um contra o outro! Com o papa gregório IX, ano 1377, a sede da Igreja voltou a ser unificada no Vaticano e no século XV demoliram a IGREJA DO SALVADOR construindo em seu lugar a Basílica de S. Pedro. Posteriormente, os papas envolveram-se em guerras que resultou na prisão do papa Pio VII, no ano 1798 por Napoleão Bonaparte. No ano 1870 o papa Pio IX governava Roma com 10 mil soldados franceses quando a Franca retirou suas tropas. Victor Emanuelli invadiu a cidade, arrebatando Roma das mãos dos papas. Humilhados, perderam Roma e tornaram-se súditos do governo italiano. Ate 1929 o papado esteve confinado no Vaticano; nesse ano, Pio XI e Mussolini assinaram o Tratado de Latrão legalizando esse pequeno Estado politico-religioso que e controlado pela “Cúria romana e governado por 18 velhos cardeais italianos que por sua vez controlam a carreira dos bispos emonsenhores”. O papa fica fora dessa pirâmide. ( Estado, 20.03.82). O Papado e uma instituição italiana que surgiu das ruínas do extinto império Romano; sobreviveu fazendo astutas alianças políticas como no caso dos francos e de Carlos Magno; sobreviveu pela fraude como no caso das “Falsas Decretais de Isidoro”; sobreviveu servindo-se dos exércitos dos reis subservientes e também derramando sangue na inquisição. Muitos papas foram bons homens. A igreja dos primeiros séculos abrigou muitos santos que no entanto, viveram fora da influencia do Vaticano; entendiam que os tais “vigários de Cristo” eram bem menos santos que aparentavam… Atualmente a “igreja” esta envolvida na “opção pelos pobres” procurando distribuir a riqueza dos outros sem tocar nas suas… Com essa opção procuram atrair as massas que perderam. O mesmo desespero sofrem na itália “onde apenas 25% dos católicos são praticantes, comparando-se com 41% em 1968”. (Estado, 07.04.88). Se os papas não conseguem manter a fé católica na itália, Sede da igreja e berço do papado, como esperam realizar isso viajando por outros paises? Distanciam-se de Cristo, eriçando as classes sociais umas contra as outras e deixam ver que substituíram a mensagem eterna pelas temporais. Rendas da Igreja e do Vaticano Sem sustento nenhum, por estarem desacreditados, os papas e a igreja sancionaram o blefe, canalizando para seus cofres quantias fabulosas, negociando cargos eclesiásticos e posições que valiam fortunas. Cobravam para “canonizar um santo” naqueles tempos, 23 mil ducados; hoje, milhões! Vendiam relíquias e “pedacinhos da Cruz de Cristo” ; negociam o perdão de pecados mediante indulgências e amedrontavam os “fieis” com o fogo do Purgatório que criaram prometendo com “missas” pagas, aliviar essa situação! Desconhecendo a bíblia e o amor de Deus, milhões acabavam aceitando esses expedientes matreiros do Catolicismo Romano. O dominicano joão Tetzel tornou-se famosos vendendo documentos de indulgências da “Igreja”; negociava uma que “dava o direito antecipado de pecar”! Vendia uma outra por alto preço que garantia: “AINDA QUE TENHAS VIOLADO MARIA, MÃE DE DEUS, DESCERAS PARA CASA PERDOADO E CERTO DO PARAÍSO”! O Papa leão X, ano 1518, continuou com o blefe; necessitando restaurar a igreja de S. Pedro que se rachava, utilizou cofres com dizeres absurdos tais como: AO SOM DE CADA MOEDA QUE CAI NESTE COFRE, UMA ALMA DESPREGA DO purgatório E VOA PARA O paraíso” (Hist. Literatura Inglesa por Tayne; vol II; pg. 35) O purgatório é o nervo exposto da Igreja; não quer que toque! O escritor Cesare Cantu registrou que o purgatório e a “galinha dos ovos de ouro da igreja” e o ex-padre Dr. Humberto Rodhen disse que com este e outros expedientes a igreja católica recolhe por dia em todo o mundo 500 milhões de dólares. Esse lugar de tormento tornou-se comercio espiritual a partir do ano 1476 com o papa Sixto IV; o Catolicismo e a única instituição que “negocia com as almas dos homens” (Ap 18.13). Com esse dogma peca duas vezes e cria problemas de consciência para os padres: primeiro por oficializar uma inverdade; segundo por receber dinheiro em nome dela. Nunca informam quando as almas deixam esse lugar de tormento; celebram missas indefinidamente por uma pessoa falecida sempre que um simplório pagar. O confessionário cujo interrogatório “devassa os lares” serve para vários fins; em Portugal e na Espanha usavam-no para descobrirem e informarem as autoridades o pensamento político dos generais, confessando suas esposas! Nessas “confissões” conseguem legados e doações de beatos e viúvas chorosas que buscando “absolvição” podem ser aliciados entregando terras epropriedades. “A igreja, no Brasil, tem um vultoso patrimônio imobiliário”. (Estado 25.02.80). S. Bernardo, doutor da igreja e canonizado, dizia: O clero se diz pastores, mas o que são e roubadores; não satisfeitos com a lã das ovelhas, bebem seu sangue! (Roma, a igreja e o Anti-Cristo, pg. 178). Influência do Estado do Vaticano A influencia do Estado do Vaticano e dos papas vem diminuindo dentro e fora. O Geral dos Minoristas, joão del Parma, canonizado, registrou que “A cúria Romana esta entregue a charlatanearia, ao embuste e ao engano sem dar atenção as almas que se perdem!” (Salimbene, Vita del Parma, pg. 169). Vazios espiritualmente, o clero recorre ao artificialismo para conservar o povo ao seu redor. Tudo no Catolicismo e muito colorido. Se o papa celebrasse as cerimônias civicamente trajado como os pastores das igrejas cristas, reduziriam em 70% os curiosos; por essa razão a indumentária deles e de espantar! Conforme o cerimonial, o papa apresenta-se com a Casula, aMitra, o Báculo, a Estola, a Meseta, a Batina, o Manto, o Palio, a Roqueta, a Faixa, o Solideo, a Coroa, a Tiara, o Escapulário, as Luvas de seda e os Sapatos de Pelica vermelha, tudo muito colorido e atraente! O Papa joão Paulo II acrescentou mais uma peca na sua indumentária: “colete a prova de bala”. Comprou dois deles na empresa americana Armoured Body (Jornal de Milão II Giorno). “A maioria católica” mencionada pelo clero para humilhar as Igrejas Cristas, encontra-se, na verdade, nos paises subdesenvolvidos e mal alfabetizados. Essas nações devem cobrar do Catolicismo Romano que abraçaram a ma situação em que se encontram. Por séculos a igreja não alfabetizou já de ma fé, objetivando explorar massas humanas com crendices; impediram povos de examinarem a bíblia, fonte de progresso e liberdade. Quando o clero menciona “religiões minoritárias” esquece milhões de cristãos exterminados pelos papas, retardando sua multiplicação. Vaticano em seus concílios altera a doutrina cristã Dogmas criados pela igreja católica são tão indiscutíveis entre eles que ate impedem padres a raciocinar e decidir entre o certo e o errado. Muitos baseados em lendas e suposições; outros, impregnados de crendices que rebaixam o nível do Cristianismo; quase todos com fins lucrativos, outros conferem ao clero certa autoridade e influencia ate que a sociedade fiqueesclarecida.Algumas alterações estranhas as Sagradas Escrituras:Ano 304 d.C.: Os Bispos começaram a ser chamados de papa.Ano 310 d.C.: Introduzidas orações pelos mortos.Ano 320 d.C.: começaram a acender velas.Ano 325 d.C.: Constantino celebra o primeiro concilio das igrejas.Ano 375 d.C.: Adoração de “santos” (ídolos).Ano 381 d.C.: A Igreja crista recebe o nome de católica.Ano 394 d.C.: Culto cristão e substituído pela missa.Ano 416 d.C.: começaram a batizar crianças recém-nascida.Ano 431-432 d.C.: Instituído culto a virgem Maria, mãe de Jesus.Ano 503 d.C.: Começa a existir o purgatório. Em 593 d.C.: Foi introduzidasua doutrina.Ano 606 d.C.: Supremacia papal.Ano 709 d.C.: Costume de beijar o pe do papa.Ano 787-788 d.C.: adoração/culto as imagens de escultura.Ano 830-840 d.C.: A Igreja começa a utilizar ramos e a tal “água benta”.Ano 933-993 d.C.: Instituída a canonização de “santos”.Ano 1074 d.C.: instituição do Celibato.Ano 1090 d.C.: Introduzido o terço.Ano 1140 d.C.: Sete sacramentos.Ano 1184 d.C.: inquisição. Efetivada posteriormente.Ano 1190 d.C.: instituída a venda de indulgências.Ano 1200 d.C.: A Ceia do Senhor e substituída pela hóstia.Ano 1215 d.C.: instituída a Transubstanciação.Ano 1216 d.C.: instituída a Confissão.Ano 1316 d.C.: Introduzida a Ave Maria.Ano 1415 d.C.: O cálice que era da Santa Ceia ficou só para o clero.Ano 1439 d.C.: Decretado o purgatório.Ano 1546 d.C.: Introduzidos livros apócrifos na bíblia. (Tobias, judith,Sabedoria, Macabeus I/II, Eclesiástico e Baruque).Ano 1854 d.C.: Anunciada conceição imaculada da virgem Maria.Ano 1950 d.C.: Ascensão da virgem Maria.A palavra “protestante” apareceu quando Clemente VII, 1529, tentou impedir que o Evangelho fosse pregado em alguns estados da Alemanha. Os cristãos não católicos fizeram um protesto contra essa pretensão do papa e receberam o nome de protestantes, aplicado, hoje a todos os evangélicos. A Igreja depois do século IV No ano 933, quando instituída a “canonização”, essa distinção da igreja tem concedida inclusive por ato de bravura, como matar protestantes e maçons. Anchieta, por exemplo, em 9 de fevereiro de 1558 na Baia de Guanabara ajudou os índios a enforcarem o holandês protestante Jacques Le Balleur e afogarem seus companheiros na mar. A transubstanciação (hipotética transformação do pão e vinho no corpo e sangue de Cristo) foi proclamada pelo papa inocêncio III, ano 1215. Os cristãos resistiram, mas foram derrotados em 1551 por um decreto papal. Confronto Bíblia – Catolicismo Romano Nos primeiros séculos a Igreja lutou contra os concílios dos papas, mantendo as doutrinas Cristas originais. são Cipriano, bispo de Cartago (249-258), alertava: “não recebe opinião diferente das sagradas Escrituras, seja de quem for!” são Jerônimo (340-420) dizia o mesmo: “Se estiver escrito recebemo-lo, se não estiver escrito não receberemos, o que eles apresentam como tradição a Palavra de Deus o vergasta!” (Veja Adv. Creseon, pg. 40 e In. Agg. Proph. Cap. 1, n.2) 1-adoração:bíblia: “só a Deus adoraras e só a Ele serviras” … “em espírito e em verdade”…Catolicismo Romano:as imagens tem prioridade por serem os “esteios” da igreja. No rosário ha 166 contas, sendo 150 para as “Ave Maria” e apenas 16 para os “Padre Nosso”. 2-MEDIAÇÃO:bíblia: “só ha um Deus e um mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo” e Pedro confirmou: “debaixo do céu não ha outro nome pelo qual devamos ser salvos”… (ITm 2.5 e At 4.12)Catolicismo Romano:Maria, mãe de Jesus e tido como “Medianeira” e ate bispos e padres se fazem de mediadores e perdoadores de pecados como se fosse possível substituir Cristo. Agem como impostores. 3-ETERNIDADE E SALVAÇÃObíblia: “Quem crer e for batizado salvo”. “Crê no Senhor Jesus Cristo e será salvo tu e tua casa”…outros… (Mc 16, 15-16 e Atos 16, 31)Catolicismo Romano:Apesar daquelas palavras de Jesus, Dom Helder Câmara entrevistado pela revista Veja n. 867, disse que “não tinha certeza de sua própria salvação”. Se um bispo esta nessa situação espiritual, que dizer de um católico comum? Bispos e Padres, quando faleceu Tancredo Neves proclamaram que “Os anjos levaram a alma de Tancredo Neves para os braços de Deus”. Uma semana depois a igreja deu marcha-a-ré ordenando missas a favor da alma de Tancredo nas “chamas do purgatório”!4-PURGATÓRIO E LIMBO: são lugares intermediários para onde vão as almas.Esses lugares não existem, mas rendem lucros para a igreja católica; ela não abre mão! Nesse aspecto a igreja foi “hábil” dizendo que no purgatório “os mortos se comunicam com os vivos através das missas”. O Limbo, dizem, abriga as almas das crianças que morrem sem batismo,todavia podem receber almas especiais que não vão aquele tormento! Nos Evangelhos não constam nada dessas crendices. Os que se aprofundam no estudo das Escrituras descobrem que o catolicismo Romano e descrito na bíblia, de maneira figurada como “Uma mulher embriagada com o sangue dos santos e das testemunhas de Jesus”, devido as perseguições e a inquisição cometidas contra os cristãos não católicos. Ap 18 A estrapada A Estrapada foi um instrumento de suplicio que a igreja católica usou nos tempos da inquisição (500 anos) e tirou a vida de milhares de pessoas inocentes. Cardeais e bispos presenciavam o espetáculo; a ocasião era importante, iam queimar 6 cristãos Luteranos; os mais corajosos tiveram suas línguas cortadas para não sensibilizarem os carrascos com suas orações ou citações bíblicas. João Huss, Reitor da universidade de Praga, Boemia, pregou contra o culto as imagens e mostrou que na bíblia não havia purgatório; por isso foi queimado vivo em praça publica. Por denunciar suas imoralidades (pai de muitos filhos ilegítimos), o papa Alexandre VI (1492-1503), considerado o mais devasso de todos (amante da própria filha, Lucrecia Borgia) mandou enforcar o grande orador cristão, jerônimo Savonarola. John Wicliff, queimado e muitos outros. A Reforma veio em 1517 ao “tocar” da trombeta do Monge Martinho Luthero. vários paises se ergueram como gigantes! Luthero relacionou a bíblia com Catolicismo e ficou perplexo; disse ao Papa: “Raciocinemos sobre isto!” e o Papa respondeu: “Submete-te ou morreras queimado!” BIBLIOGRAFIA1)O ESTADO DO VATICANO (Documentário) 11o edição ilustrada

    • ” O primado é conferido a Pedro para que fosse evidente que há uma só Igreja e uma só cátedra.”

      São Cipriano, bispo de Cartago no 258 d.c

      “onde está Pedro, aí está a Igreja, e onde está a Igreja não reina a morte, mas a vida eterna.”

      “a maior Igreja, a mais antiga, a mais notável, e fundada e estabelecida por Pedro e Paulo”

      Santo Irineu (130 — 202) foi um bispo grego, teólogo e escritor cristão que nasceu, segundo se crê, na província romana da Ásia.

      Santo Ambrósio foi um arcebispo de Mediolano (moderna Milão) que se tornou um dos mais influentes membros do clero no século IV.

      Embora as palavras dos primeiros cristãos e pais da igreja sejam muito importante para mostrar que a igreja já nasceu católica, e a Igreja Católica Apostólica Romana sempre foi considerada entre todas as outras igrejas a Primus inter pares (primeiro entre iguais), muito mais importante para nós católicos apostólicos romanos são as palavras;

      E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
      E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
      Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
      E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.
      Mateus 16:16-19

      E Jesus confirmou essa liderança de Pedro sobre os demais discípulos;

      Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: “Simão, filho de João, você me ama realmente mais do que estes? ” Disse ele: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. Disse Jesus: “Cuide dos meus cordeiros”.
      Novamente Jesus disse: “Simão, filho de João, você realmente me ama? ” Ele respondeu: “Sim, Senhor tu sabes que te amo”. Disse Jesus: “Pastoreie as minhas ovelhas”.
      Pela terceira vez, ele lhe disse: “Simão, filho de João, você me ama? ” Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez “Você me ama? ” e lhe disse: “Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo”. Disse-lhe Jesus: “Cuide das minhas ovelhas.
      João 21:14-17

      Para nós católicos essas palavras proferidas por Nosso Deus e Salvador, por Nosso Senhor Jesus Cristo, já nos bastam sobre a nossa crença, nosso dogma de fé, nossa inabalável certeza de que a Igreja Católica foi fundada pelo próprio Jesus Cristo.

      Nosso Senhor Jesus Cristo é a nossa Pedra Angular, mas quis o nosso Deus e Salvador edificar a sua Igreja sobre Pedro.

      “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja,”

      Paz e bem meus irmãos em Cristo Jesus

      • A SEPARAÇÃO DO ROMANISMO E DA IGREJA CRISTÃ PRIMITIVA

        1º >>> Não foi a igreja católica (entidade até então não existente como tal) quem organizou a Bíblia (ou a inventou, como diz alguns “ditos ateus”), pois…

        A Bíblia é um legado histórico que está diretamente relacionada com a cultura e vida do povo judeu. Portanto, é um legado do povo judaico, que chamam ao Antigo Tetamento (que herdamos deles) de TANACH.

        Já o Novo Testamento, foi, poderíamos dizer – ORGANIZADO – mas de forma minunciosa, pelos pais da igreja (patrística) e isto, no século IV, por ordem de Constantino. O catolicismo começa a se formar aí (no século IV), mas só a partir do século VI a seguir, é que o catolicismo foi tomando forma e gerou o tal PAPAPO.

        No entanto, fica patente que não foi a mesma que assim o quis, mas o próprio Deus quem pré-determinou estas escolhas dos livros. Senão…

        Todos os dogmas e heresias que desde o século IV foram sendo inventados pelo “bispo romano (mais tarde papa)” estariam acrescentados no Brit-Chadashá (Novo Testamento) judaico e cristão. Então…

        Fica claro que nenhum dos dogmas e invenções do papado (Mariolatria, veneração de imagens e invocações de mortos, crisma, missa, celibato, papado, indulgências, inquisição, purgatório, etc…) estariam introduzidos como livros, ou nos livros que compõem o Novo Testamento.

        Portanto, isto é até leiguice, querer defender o catolicismo, por meio desta afirmativa, pois…

        Seria chamar a “santa igreja” (será?) de “BURRA”, e de burra, ela não têm nada, pois criou o maior comércio da fé e se tornou – A MAIOR POTÊNCIA POLITICO-RELIIGOSA DO MUNDO DURANTE SÉCULOS. Matanto e exterminando – Em nome do papa.

        E não se esqueçam do contexto profético da religião romana que, de fato anteriormente, era UMA IGREJA CRISTÃ E APOSTÓLICA, mas que APOSTATOU dos ensinos de Cristo e Apostólicos. Ela está profeticamente descrita em…

        Apocalipse 2: 12 a 17 >>> Seu nascimento e mistura com o paganismo

        Apocalipse 2: 18 a 29 >>> Sua efetivação como “catolicismo romano” (cristianismo misturado com idolátria – espírito de Jezabel) e história até a volta do Senhor Jesus – Alguns que se diziam católicos (mas foram vitimas do “engano inconsciente” serão salvos – vers. 24).

        Apocalipse 17, 18 >>> A consumação do que se tornou o catolicismo – A MÃE DAS HERESIAS (PROSTITUÍÇÕES COM O ENGANO E IDOLÁTRIA) DA TERRA – A BABILÔNIA – CONFUSÃO RELIGIOSA QUE MISTURA A REDENÇÃO EM CRISTO, COM PAGANISMOS, IDOLATRIAS, ESPIRITISMO (INVOCAÇÃO E INTERCESSÃO POR MORTOS) ETC…

        É por isso que esta religião também era um CÁLICE DE OURO nas mãos do Senhor. Porém mistura o cálice (redenção no sangue de Jesus representado pelo vinho) com “abominações” – redenção através da mariolatria e idolatria – invocação dos mortos ditos “santos”. Apoc. 17:04,05.

        É este o motivo do espanto do Apóstolo João e do mistério que cerca esta religião que emergiu de dentro do puro cristianismo apostólico. Apoc. 17:06

        2º >>> SEPARAÇÃO DA VERDADE BÍBLICA DOS ENGANOS PAPAIS

        >> A IGREJA ROMANA E A VERDADE NEOTESTAMENTÁRIA…

        De fato surgiram no mesmo século e qual???

        NO SÉCULO IV!!!

        E o “PAPADO”, quando surgiu??? Praticamente no século IV, mas só no século VI/VII é que passaram a usar tal título pagão.

        E “porquê”????

        Para que ficasse claro: A SEPARAÇÃO…

        – Entre a MENTIRA PAPAL ROMANA E A VERDADE BÍBLICA;

        – DO ENGANO PAPAL, E DA DOUTRINA APOSTÓLICA;

        – DO CAMINHO DA IDOLÁTRIA E DO ÚNICO CAMINHO CHAMADO JESUS;

        – DAS PRÁTICAS E TRADIÇÕES PAGÃS E DAS PRÁTICAS E TRADIÇÕES APOSTÓLICAS.

        – DA MARIOLATRIA E DO CRISTOCENTRISMO BÍBLICO.

        E para ficar claro isto:

        > Foi uma direção de Deus a escolha do canon neotestamentário; pois não fora introduzido nenhum livro ou apócrifo que fizesse valer qualquer um dos principais dogmas do CATOLICISMO PAPAL ROMANO.

        Deus é Fiel!!!

        A partir do quarto século, surge então a religião mistério (Babilônia) que emergiu de dentro do Cristianismo bíblico, mas que se separou da verdade CRISTÃ-APOSTÓLICA naquele mesmo século.

        O ROMANISMO PAPAL – A BABILÔNIA DO APOCALIPSE 17,18 – A RELIGIÃO MISTÉRIO.

        Você precisa urgentemente ouvir A VOZ DE DEUS que clama desde LUTERO:

        APOCALIPSE 18:

        4 E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
        5 Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela.

        SAI DELA POVO MEU!!!

    • “O protestantismo de Lutero já é um fato: é uma fé protestante e apenas negativa. Desaparecendo o catolicismo da face da terra, o protestantismo o seguirá na certa e imediatamente, porque, não tendo contra o que protestar, há de converter-se em franco ateísmo, e com isso se extinguirá.’’ (Dostoiévsky)

      SE O CATOLICISMO NÃO É CRISTÃO, O PROTESTANTISMO NÃO PASSA DE USURPAÇÃO, POIS O PROTESTANTISMO É COSTELA PODRE DA IGREJA CATÓLICA (Jó 14,4), SURGINDO 15 SÉCULOS DEPOIS – CHEGARAM TARDE DEMAIS PARA SER A IGREJA PRIMITIVA, A IGREJA DE CRISTO.

      Até o anti-católico Martinho Lutero reconheceu: “SOMOS OBRIGADOS A RECONHECER MUITAS COISAS AOS CATÓLICOS – (como por exemplo), que ELES POSSUEM A PALAVRA DE DEUS, QUE NÓS RECEBEMOS DELES; de outro modo, não saberíamos nada sobre ela.” (Commentary on John, cap. 16, como citado em Paul Stenhouse, Catholic Ansewrs to “Bible” Christians (Kensington: Chevalier Press, 1993), p. 31.) Lutero disse de seus discípulos: “A maioria dos meus discípulos são uns epicuros. Eles se chamam reformados: eu os chamo demônios encarnados.”

      —-

      “Irmãos, naquela época não tinha igreja protestante. Glória a Deus, aleluia! Vamos aprender dos nossos pais.” – Ana Paula Valadão

      “As frases de líderes protestantes”, Veritatis Splendor.

      “A Igreja Católica foi fundada por Constantino?”, O Fiel Católico.

      “Chega de por a ‘culpa’ em Constantino”, Marcelo Berti.

      “50 Provas bíblicas que Pedro foi o primeiro Papa”, Dave Armstrong.

      “Provas Irrefutáveis do Episcopado e Martírio de Pedro em Roma”, Apologistas Católicos.

      “Provas arqueológicas confirmam que o Apóstolo Pedro viveu e morreu em Roma”, Ecclesia MIlitans.

      “A Igreja Primitiva já era chamada de “Católica’’. Durmam com essa!’’, O Catequista.

      “Protestantes confessam: os padres da Igreja, são, de fato, os pais da Igreja Católica Romana!’’, Deus lo Vult.

      “A Patrística refutando o Sola Scriptura.’’ Apologistas Católicos.

      “As 18 citações da Patrística contra os protestantes’’, Realidade de Cristo.

      “RESPOSTA AO FALSO DOCUMENTÁRIO O ESTADO DO VATICANO.” Fernando Nascimento.

      “Escritor protestante reconhece acusações infundadas e substitui seu livro”, Veritatis.

      ☛ “REFUTANDO OS “MOTIVOS DA REFORMA”, Apologética Cristã Católica

      ☛ “Lista de Baboseiras protestantes desmascaradas”, Pensamentos de Deus.

      • Emanuelle.

        Deixemos de mentir ao povo.

        Na época de Cristo, a bíblia já era objeto de leitura. Cristo lia os livros de velho testamento nas igrejinhas judaicas, minha cara.

        Os povos costumam respeitar a cultura dos outros, então guardam, repassam, transferem às gerações seguintes.

        Pare de ser mentirosos; vocês fizeram foi esconder a bíblia até que um rebelde de vocês, Lutero, a escancarou pra todo mundo. Precisou sair da tua igreja.

        Tá brincando, heim?

        • “A Igreja Católica proibiu a leitura da Bíblia?”, Apologistas Católicos.

          “110. A Igreja alguma vez já proibiu a leitura da bíblia?”, Pe. Paulo Ricardo.

          “A Igreja proibiu a leitura da Bíblia?”, Universo Católico.

          “A Igreja medieval num dexava nóis lê a Briba”, O Catequista.

      • PARADOXAL DIFERENÇA ENTRE PEDRO E O PAPA

        1º > Pedro jamais ensinou em suas duas epístolas sobre a invocação e intercessão por Maria, Manuel, Joaquim, José b, etc…Ele só fala de Cristo Jesus como mediador e intercessor. Já o Papado, todo dia inventa um.

        2º > Pedro jamais se desviou de mendigos, ou pediu proteção contra os mendigos para passar… Antes pelo contrário, orava e curava a todos impondo-lhes as mãos.

        3º > Nenhum dos “MILHARES” de dogmas antibíblicos papais, são encontrados nas epístolas de Pedro.

        4º > A sombra de Pedro curava pois Pedro andava no meio do povo assim como Jesus, e os enfermos disputavam a mesma, pois “Jesus” estava do lado de Pedro para guardá-lo e usá-lo (Atos 5:15 / Salmo 121:05)…
        A do PAPADO, sempre precisou de seguranças.

        5º > Pedro sempre dizia: “Eu não tenho prata e nem ouro”, mas tinha poder em nome de Jesus (Atos 3:06) Mas o PONTIFICE DOS ROMANOS possue muito ouro, muita prata e até um BANCO NO VATICANO. O estranho é que papas católicos só curam depois de morto (pode duvidar, pois morto não faz milagres e nem intercedem por nós).

        6º > Pedro disse a Cornélio: “Sou um homem comum como tu” (não sou infalível), não aceito ser venerado e adorado(Atos 10:26). O PAPA ROMANO: Diz ser INFALÍVEL, e ensina a veneração (adoração) de mortos.

        7º > Pedro disse que ele não era “A PEDRA” e que todos os cristãos são pedrinhas na construção do reino de Deus na terra (1º Pedro 2: 01 a 08). O PAPA ROMANO diz ser O PAPADO – A PEDRA.

        8º > Pedro era um Apóstolo frágil, vacilante e até Paulo, o último Apóstolo, tinha que exorta-lo, pois agia de forma repreensível (Gálatas cap. 2); Já o papado, diz ser infalível em dogmas e no que diz.

        9º > Pedro pregava a vinda de Cristo e sua parousia (II Pedro 3), O Papa jamais toca neste assunto (seria complexo de poder?).

        10º > Pedro era casado e sempre carregava sua esposa com ele, ficando livre de qualquer suspeita (Marcos 1: 29 a 31 / Mateus 8: 14, 15 / João 1:40 a 42 – I CORINTIOS 9:05); Já o papado, defende celibato e, sendo um homem, pode viver caindo em tentação, e ninguém sabe.

        11º > O assunto de Pedro era Cristo e sua graça; ele nem sequer citou o nome de Maria em suas epístolas; o assunto do papado é a mariolatria e veneração a Maria (fonte de lucro do catolicismo), Maria é a deusa do catolicismo papal romano.

        12º > Pedro, como judeu praticante do JUDAÍSMO QUE ERA (Gálatas cap. 2), jamais praticaria ou ensinaria o CULTO À IMAGENS DE ESCULTURAS, ou a prática de fazê-las; O papado, introduziu esta prática no cristianismo e é culpado de tantos católicos sinceros estarem nesta prática e engano.

        13º > Pedro Jamais ACOBERTARIA PEDÓFILOS e práticas homossexuais na igreja conforme ensina em I Pedro 4: 14 a 19 – 5: 1 a 3…; mas O PAPADO além de acobertar, ameaça de exomunhão as vitimas envolvidas.

        http://noticias.uol.com.br/bbc/2006/10/01/ult2363u8146.jhtm

        14º > Etc…

        >> OU PEDRO JAMAIS FOI PAPA, OU ENTÃO, O PAPA É ENGANADOR, FALSO PROFETA, MENTIROSO, E JAMAIS OBEDECEU AOS ENSINOS DE CRISTO E DE PEDRO!!!

        Que contradição heim? Você sabe de mais alguma?

        Um abraço!

        Waldir Alves.

  19. para ser o verdadeiro e ultimo cordeiro, deveria ser sacrificado, pois pelas suas pisaduras fomos sarados e agora temos paz com Deus, ou como disse apóstolo paulo este é o calice da ….25 Da mesma forma, depois da ceia ele tomou o cálice e disse: “Este cálice é a nova aliança no meu sangue; façam isso sempre que o beberem em memória de mim”.
    26 Porque, sempre que comerem deste pão e beberem deste cálice, vocês anunciam a morte do Senhor até que ele venha. quer dizer morte necessária e fiel a santa palavra.
    como podemos ver tanto a mãe ( católica ) como a irmã ( iurd ) pensam igual, um fala do fracasso de Cristo e a outra de que seu milagre da transformação da água em vinho não serviu para nada

  20. …AQUI JA ME APARECEU UMA EMA COM ASA DE GALINHA, UMA PRINCESA SEM REINO, SEM RABO E SEM TRONO(A TEM A PRIVADA), UM LOPESTE BUBOBICA MOBRAL…

    MAS NADA DO REDATOR CHEFE DESTE SITE DAR AS CARAS!

    E MATERIAS DA ENTIDADE PAPAL NAO DEIXAM DE APARECER!

    DESISTO DE ESPERAR!

  21. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
    Mas evita os falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade.
    E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto;
    Os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.
    Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade.
    Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.
    De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra.
    Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.
    E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas.
    E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;
    Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade,
    E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos
    2 Timóteo 2:15-26

  22. Estranho ver tanta gente que se diz cristã, dando atenção, dando ouvidos, debatendo o que esse homem pecador e idólatra diz. Vcs esperavam o que vindo da parte dele ? Por favor, parem de dar ibope para o que esse pecador fala. Deixai-os! Eles são guias cegos guiando cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão no buraco”. Mateus 15:14.

    • No sentido das palavras proferidas pelo nosso papa, acho que foi um grande equívoco, pois concernente ao senhor Jesus é bom não dizer semelhante palavras: eu não acho em qualquer hipótese dizer que em qualquer ponto Jesus fracassou, isso só pode pegar mal, coitado do papa Francisco.

  23. O fracassou de Jesus na cruz como ser humano é evidente. Tanto é que zombaram dele. E o questionaram sobre porque não teria se salvado.

    Pastores ignorantes de má-fé !!!

  24. tantos comentario disputa de ideias mas entendo que o que importa e jesus abraçou aquela cruz pelos pecados da humanidade o veu do templo se rasgou de alto a baixo e agora atraves dele temos liberdade de nos colocarmos na presença do criador e ter um relacionamento maravilhoso de pai para filho e um dia estar la nos alegrando por este sacrificio de cristo vitorioso tanto como homem cumpridor de toda lei vitorioso sim e tambem como DEUS hoje glorificado isso e que importa o resto e palavra humana que contamina muitas mentes fracas e tira o foco do verdadeiro evangelho .

  25. Somente uma pessoa com um baixíssimo nível de entendimento para não compreender o que verdadeiramente disse o Santo Padre. O Papa Francisco nos fala de um Cristo que aos olhos da humanidade havia sido vencido naquele momento em que estava pregado na Cruz, pois o povo esperava que Ele descesse majestosamente da Cruz, (e sabemos que Ele tinha poder para isso) e com esse argumento nos remete aos nossos fracassos do cotidiano, que assim como Cristo venceu, mesmo depois de toda a humanidade acreditar que Ele havia fracassado, nós também podemos vencer.
    Bem, está aí a explicação. Vamos aprender a interpretar, né meu povo?
    Salve Maria Imaculada!Deus os abençoe!

  26. O que aconteceu… o papa simplesmente não argumenta de forma correta. No vídeo vê claramente que ele disse “Deus fracassou”. Mais a questão é: se foi o plano de Deus que Jesus morresse na cruz, pronto! Deus não fracassou, isso aconteceu como planejado. Fracasso de um plano… de uma meta é quando planeja-se algo e isto não acontece da forma que deveria acontecer, ou seja, FRACASSOU. DEUS planejou tudo! Tudo que há nas ESCRITURAS vem acontecendo de acordo com Seu plano desde o Éden, tudo de acordo com o PLANO DE DEUS. Até agora não houve e NÃO haverá FRACASSO.

DEIXE UMA RESPOSTA