Pastor Joide Miranda, ex-travesti, revela ter recebido ameaças de morte de ativistas gays

141

O pastor Joide Miranda, 47 anos, que teve seu testemunho conhecido nacionalmente após participar de uma edição do programa Vitória em Cristo, do pastor Silas Malafaia, revelou que é perseguido por ter abandonado a homossexualidade.

Há 21 anos ele deixou de ser travesti, mas até hoje sofre preconceito. No entanto, a discriminação atualmente parte de alguns homossexuais, que não aceitam que ele defenda a “restauração sexual”.

Em entrevista ao G1, Miranda revelou que já foi ameaçado de morte, além de receber ofensas frequentemente por atuar com a esposa ajudando pessoas que o procuram para abandonar o “estado de homossexualidade”.

“A mensagem [enviada pela internet] dizia que meus dias estavam contados e que eu seria destruído”, lembrou. “Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de Parada Gay e exposição. Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e fundamentalistas”, contextualizou o pastor.


Miranda diz que não entende o motivo das ofensas e ameaças, já que a mensagem pregada por ele trata a todos com igualdade: “Não maltrato ninguém. O meu discurso é para mostrar que os homossexuais são pessoas iguais a todas as outras”, afirmou.

Ciente de que existe preconceito dentro e fora das igrejas, Miranda diz que é um fato o desconforto da maioria das pessoas diante de homossexuais: “Sei que, se um travesti sentar ao lado de uma pessoa na igreja, ela vai se incomodar. E não só ali. Se você vir um gay bem ‘pintoso’ no shopping, as pessoas não acham normal”.

Ainda assim, o pastor se dedica ao trabalho de receber e dialogar com homossexuais sobre o tema: “Se eles quiserem sair dessa vida, mostramos que tem uma luz. Porém, que não quiser, não podemos fazer nada”, explicou.

No livro “A Intimidade de um Ex-travesti”, lançado em 2013, o pastor Joide Miranda conta que um abuso sexual aos seis anos de idade, praticado por um vizinho, o influenciaram na escolha pela homossexualidade: “As iscas para me atrair eram balas, chocolates e algum trocados […] Nosso encontros se repetiram outras vezes, sempre de maneira muito discreta e sutil”.

Durante o tempo em que viveu como travesti, Miranda se envolveu com prostituição e atividades criminosas, como tráfico de pessoas. Na prisão, descobriu que havia adquirido o HIV. Hoje, 21 anos depois de abandonar a homossexualidade e 17 após se casar com Edna, o pastor é pai de Pedro, de quatro anos, e diz que se sente em paz: “Amo minha casa, meu filho. Tenho prazer no que faço e me dedico fielmente à pregação”, concluiu.


141 COMENTÁRIOS

    • nessa é só ver quantas x postou o idiota sandro e janete ativistas conhecidos aqui por defenderem a causa gay, se dizendo cristãos batalham contra os céus, a favor de chico espiritismo hinduismo e tudo que é porcaria que existe, É SÓ ATIVISMO

      • Clamando,

        você é o que senão um ativista evangélico fundamentalista e cheio de ódio?

        Caramba, você só sabe é criticar, xingar, mentir, brigar, falar coisas ruins.

        Cara, você deve ser muito, mas muito infeliz para extravasar tanto ódio.

      • Concordo Clamando, os ativistas agem dessa forma, aprenderam direitinho com o mestre do cinismo Jean demente Wyllys.
        Eles fazem dessa forma, provocam, provocam, provocam, até a pessoa sair do sério, aí quando recebem uma resposta à altura, ficam logo se fazendo de vítima de coitadinhos, sofredores, perseguidos. …………….Pode reparar amigo!

  1. Será certo bater em homossexuais nas ruas da Cidade? Ameaçar de morte o pastor?

    O QUE FALTA É RESPEITO AS DECISÕES DE CADA SER.

    Cristo ensinou o amor e o LIVRE ARBÍTRIO. Cada um segue sua vida, fazendo o que bem entender e pronto. Mas não querem, ficam igual a animais, brigando e se ofendendo.

    Sabemos que tudo está escrito na Bíblia está se cumprindo.

    • “PORQUE SERÁ QUE ELAS NÃO CURAM PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN?”

      Essa foi demais, Janete! Realmente, se podem “curar” gays, então que curem os que sofrem de síndrome de down, os esquizofrênicos, os paranoicos, etc. Quando ia visitar uma tia internada em hospital psiquiátrico, cansei de ver evangélicos visitando seus parentes que lá também estavam em tratamento. Nunca vi gente tão desonesta intelectualmente como esses pretensos ex-gays evangélicos. Querem que acreditemos que ser tornaram héteros. Ora, ora.

      • Criatura abominável e horrenda vulgo (Sandro) e também esta criatura que atende também por Janete,ou seja lá quem for.
        Leiam as escrituras para responder dentro das escrituras,não peguem qualquer coisas que vocês não sabem o que é e coloquem em suas bocas.
        Vocês tem um péssimo habito de tudo o que vocês pegam colocam na boca,e dizem que é bom,só para chamar atenção.
        Mas como sempre a bíblia responde tudo,esta ai a resposta,e antes que eu seja perguntado,porque uns sim outros não,é simples Ele é Senhor Ele faz com que lhe aprouver,não é pelos méritos humanos mas somente pela vontade de DEUS, ou então não seria o Deus do impossível.

        Mateus 19:26 – E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.

        Lucas 1:37 – 37 Porque para Deus nada é impossível.

        Lucas 4:25-27 – Em verdade vos digo que muitas viúvas existiam em Israel nos dias de Elias, quando o céu se cerrou por três anos e seis meses, de sorte que em toda a terra houve grande fome;
        E A NENHUMA DELAS FOI ENVIADO ELIAS,SENÃO A SEREPTA DE SIDOM,A UMA MULHER VIÚVA.
        E MUITOS LEPROSOS HAVIA EM ISRAEL NO TEMPO DO PROFETA ELISEU,E NENHUM DELES FOI PURIFICADO SENÃO NAAMÃ O SIRO.

        • “Criatura abominável e horrenda vulgo(Sandro)”

          Parei nesta frase, pois, com essa forma de tratamento, não é possível manter diálogo com o senhor. Asseguro-lhe em nome de Deus que não li e que não lerei seu comentário, e assim procederei em relação a todos os mais até que o senhor passe a se dirigir a seu interlocutor com o devido respeito, pois não estou aqui para travar uma guerra de ódio, mas para dialogar.

      • Criatura abominável e horrenda vulgo (Sandro),primeiro larga de ser tão mentiroso seja menos um pouco, porque é impossível você não mentir,além do mais dizer que não leu,olha que eu acabo acreditando,você dizer que não vai comentar ate ai tudo bem,mas dizer que não leu é mentira;e saiba que não vou chamar uma vaca de cavalo,ou um elefante de leão,tenho,que chamar pelo devido nome ao qual ele é,e não pelo que ele gostaria ser certo,justifique que,você não faz jus a este nome! que eu justifico porque lhe chamo de tal; eu estive lendo as suas postagens acima,na qual você deixa claro o seu deus,que não tem nada ver com o DEUS VERDADEIRO O TODO PODEROSO,porque o seu deus só engana a você e a outros trouxas que pensam assim como você,lembra-se quando lhe falei porque você foi expulso da igreja que você frequentava, prove que eu errei na minha afirmação,vocês só enganam aqueles que querem ser enganados.

  2. Se ele recebeu ameaças de morte, então que denuncie às autoridades, mas não generalize.

    Joide Miranda é um exemplo de pessoa homoafetiva que resolveu viver como se fosse hétero.

  3. “Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de Parada Gay e exposição. Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e fundamentalistas”

    Ou seja, ele parte de um fato isolado – a ameaça supostamente vinda de um ativista – para chegar a uma conclusão que generaliza, isto é, que os ativista “agridem”. Típico dos desonestos intelectuais.

  4. Miranda mente ao falar de “restauração do sexo” como se homossexuais pudessem se transformar em heterossexuais. Da mesma forma que não é possível transformar um heterossexual em gay, não se pode transformar um gay em hétero. Ele mesmo continua sendo gay, embora fingindo ser hétero.

  5. O termo “fundamentalista” não é um xingamento, como supõe Jóide – aquele que diz que Deus o tornou hétero, mas que ainda fala e gesticula como mulher, como se Deus fizesse qualquer coisa pela metade -, mas a designação que se dá aos que creem na literalidade da Bíblia.

    • Infelizmente o seu deus nao tem poder, para isto mesmo que vc quisesse.So devaneios, nunca transformacao ou santificacao, ele e pura filosofia, e nao apresenta resultados de uma comunhao intima,fazem de seus caminhos apenas um deleite sem proveito final,e salvacao para toda eternidade.Que deus fraco,olhe a miseria de milhoes de seguidores dele.Fato.

      • Lima,

        admita que você não sabe do que esta falando. O meu Deus é o único Deus verdadeiro; Ele não é fruto da imaginação de povos tribais que o conceberam como um “homem de guerra” (Ẽxodo 15:3), nem tampouco é um deus nacional, que tem uma nação exclusiva, pois Deus não se limita a geografia e a cultura de um povo. Sim, há filosofia, mas muito mais devoção, pois o caminho do Bhakti Yoga é o caminho mais sublime e eficaz para se chegar a Deus, pois é a manifestação da adoração e do amor intenso da alma por Deus que é correspondido por Deus. Você fala em miséria dos seguidores dele, mas que sabe você dos seguidores dele? Deus tem seguidores em todo o mundo, e não apenas em países ricos onde, geralmente, o povo se esquece de Deus. O seu argumento é de um ateu, não de uma pessoa que fala em espírito, até porque a respeito do filho de Deus, Jesus, foi dito que não tinha onde reclinar a cabeça, e que seus discípulos não deveriam acumular tesouros na terra, como fazem aqueles que mercadejam o Evangelho de Cristo. Que Deus te abençoe, Lima, e que você tenha um encontro verdadeiro com Deus.

        • Criatura abominável e horrenda vulgo(Sandro),você deveria ao menos,se colocar no seu devido lugar,e não emitir uma afirmação mentirosa e enganadora;quando você diz: O meu Deus é o único Deus verdadeiro.
          Uma afirmação totalmente mentirosa porque a palavra diz totalmente o contrário de sua afirmação.

          João 14:15 Se me amais, guardai os meus mandamentos.

          João 14:21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele

          1 João 2:1-6 – Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.
          E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.
          E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos.
          Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.
          Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.
          Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou.

          OBS: Como você quer que Ele seja seu Deus?
          Você faz o que Ele mandou que fazer?
          Você vive conforme a vontade Dele?
          O que lhe esta faltando e a todos que falam e agem como você, é vergonha na cara, se bem que se tivessem não seriam o que são.

          • “Criatura abominável e horrenda vulgo(Sandro)”

            Com essa forma de tratamento, não é possível manter diálogo com o senhor. Asseguro-lhe em nome de Deus que não li e que não lerei seu comentário, e assim procederei em relação a todos os mais até que o senhor passe a se dirigir a seu interlocutor com o devido respeito, pois não estou aqui para travar uma guerra de ódio, mas para dialogar.

        • Sandro como vc sabe disto ,se anda anda em conssonancia a sua palavra.Nem identidade definida ele te deu.Facil nao viverermos como bem queremos,e se dizer amante de Deus.Facil falar em Deus sem obedece-lo.Facil falar em Cristo sem expressa-lo.Detalhe que vc errou de longe,pouco conhecimento e achismos deve ser por isto.Ele inicialmente chamou um povo para si,no at,Israel e prometeu um Salvador,Messias a partir deste povo.Da descendencia de Isaque, e nao de Ismael, o Salvador ,e assim deste Salvador que e Cristo,e que hoje recebemos a filiacao atraves do Espirito Santo, que e o Espirito da adocao, pois outro nome,alem de Jesus, nao foi dado aos homens para salva-los,atos 4/11e12.Sobre o encontro demonstra conhece-lo atraves da propagacao de doutrinas que ferem sua palavra e santidade.Teu pai aceita qualquer coisam e nao corrige ninguem.Facil,facil,porem a porta e estreita e o caminho para a perdicao largo e sao muitos os que seguem por ele.Como eu sempre digo sua doutrina, e de artista que vive como quer, e tem exemplos da pior especie para a sociedade.Veja como vivem e como adoram sua doutrina ,descompromissada com a santidade.

          • Caro Lima,

            “Sandro como vc sabe disto ,se [não] anda anda em conssonancia [com] a sua palavra.”

            Lima, concordo que eu tenho ainda uma longa jornada para ser perfeito conforme uma alma humana pode ser. Isso me impede de entender o que Deus fala ao meu coração? Não tem sido assim como você também? Ou você se considera em perfeita consonância com a palavra de Deus?

            “Nem identidade definida ele te deu.”

            É mesmo? Ele disse isso a você? Já parou para pensar na possibilidade, na remota possibilidade que pode ser da vontade dEle que eu seja gay?

            “Fácil nao viverermos como bem queremos,e se dizer amante de Deus.”

            Você vive conforme Deus quer? Parabéns. Eu estou tentando isso.

            “Facil falar em Deus sem obedece-lo.Facil falar em Cristo sem expressa-lo.”

            Então devo supor que você esta autorizado a falar em Deus e em Cristo porque o obedece, o expressa? Puxa, que bom que o ladrão na cruz não pensou assim; que bom que Pedro não pensou assim. Que bom que eu continuo crendo que posso falar em Deus mesmo sem ser perfeito.

            “Detalhe que vc errou de longe,pouco conhecimento e achismos deve ser por isto”

            Você, ao contrário, tem infinito conhecimento e certezas absolutas. Que ótimo, você já pode dar aulas para Deus e ser professor de Jesus. Eu aqui vou continuar admitindo que quanto mais aprendo mais tenho a aprender; que, parafraseando Sócrates, sabendo que, ao final, nada sei.

            “Ele inicialmente chamou um povo para si,no at,Israel e prometeu um Salvador,Messias a partir deste povo.”

            O verdadeiro DEUS não é e nunca foi exclusividade de um só povo, pois Deus não esta limitado a geografia e cultura de um povo. O deus dos antigos hebreus, o tal “homem de guerra” (Êxodo 15:3), que mandava matar bebês, crianças, mulheres, idosos e queimar animais para sentir o cheiro de carne queimada, é fruto da imaginação de povos tribais que vagavam pelo deserto. Devemos entender a dificuldade que eles tinham em conceber, guerreiros como eram, como hoje concebemos, ainda que só um pouquinho, o caráter de Deus, que é amor, bondade, compaixão.

            O espírito santo – no original não há o “santo” – nada mais é que a força de Deus personificada, pois os judeus nunca creram que esse espírito fosse um deus, como não creram jamais que Deus fosse uma trindade. Foi Roma papal que fez do espírito e de Cristo um Deus que é três e, ao mesmo tempo, é apenas um. Jesus disse: “Por que me chamas de bom? Bom é um só: Deus.” Se Jesus fosse Deus, jamais faria essa distinção.

            “Sobre o encontro demonstra conhece-lo atraves da propagacao de doutrinas que ferem sua palavra e santidade.”

            No dia em que vocês, evangélicos, afinarem o discurso e deixarem de mutuamente se acusarem de heresia e mutuamente de excluírem, indo, depois, um fazer proselitismo na igreja do outros, então venha me falar de “doutrinas que ferem sua palavra e santidade”, porque tal coisa não ocorre em relação ao que eu estudei, compreendi e aceite a respeito de DEUS.

            “Teu pai aceita qualquer coisam e nao corrige ninguem.”

            Não, meu DEUS não aceita qualquer coisa. Aliás, se você conhecesse a lei do carma, que outra coisa não é senão a lei de ação e reação, de semeadura e colheita, de que nos fala inclusive o senhor Jesus, você saberia que não cremos que nosso Pai aceita tudo. A graça de Deus existe, mas existe também o carma, o resultado de nossas ações.

            “Facil,facil,porem a porta e estreita e o caminho para a perdicao largo e sao muitos os que seguem por ele.”

            Não me parece que seja estreito o caminho de vocês, afinal, não vivem os senhores por aí a pregar que Deus torna rico os que dão dinheiro aos vendilhões do Evangelho? Vida de renúncia você vai ver num mosteiro budista, num templo Hare Krishna, numa cela onde vive um devoto de Deus, não nas mansões em que vivem seus pastores falsos gurus.

            “Como eu sempre digo sua doutrina, e de artista que vive como quer, e tem exemplos da pior especie para a sociedade.”

            Pois é, e pensar que os fariseus condenavam Jesus justamente por ele comer e beber com publicanos e pecadores. Mas, sabe, até onde tenho visto, os vaisnavas não deixam nada a dever aos mais piedosos cristãos, pelo contrário até, pois muitas vezes os superam em devoção e entrega da vida a DEUS.

            “Veja como vivem e como adoram sua doutrina ,descompromissada com a santidade.”

            Por que não diz isso aos vendilhões do Evangelho? Aos dominionistas evangélicos que chafurdam na lama da corrupção política? Aos crentes que pensam negociar bens materiais com Deus? Cuide dos de sua casa antes de cuidar dos da casa alheia. Fica em paz e que Deus te abençoe.

    • A visão do Homossexual Krishna é isso que você quer dizer? Sendo assim se eu fosse ele homossexual que era, falaria a mesma coisa e teria a mesma visão, claro que eu militaria em causa propria.

      • Paulo Freire,

        com esse nome que lembra o grande educador, você deveria manifestar mais sabedoria e respeito com a devoção alheia. O Senhor Krishna, manifestação de Deus na terra, jamais foi homossexual. Como você pode dizer que o Senhor Krishna foi homossexual? Onde, nas sagradas escrituras védicas, das quais os cristãos plagiaram muita coisa, esta escrito algo minimamente semelhante? Sua afirmação traz apenas a provocação e a falta de respeito que vocês, cristãos, tanto reclamam de não receber da parte dos islâmicos. Se você conhecesse um mínimo de Krishna você jamais falaria isso. Fale de sua religião, mas sem ofender às dos demais, pois é pelo espírito de intolerância e ódio dos adeptos das religiões abraâmicas que vemos tanta violência religiosa no mundo, violência que os faz lutarem até entre si mesmo, mutuamente se excluindo e amaldiçoando. Jesus nunca ensinou isso, pois disse “bem-aventurados os pacificadores” e os que amam ao próximo.

  6. Que Deus tenha misericórdia do pastor Miranda, pois esse bando de ativistas estão na verdade servindo ao seu senhor, o próprio satanás, que tem se levantado ferozmente nos últimos tempos, querendo levar muitas almas para a perdição eterna, esse pastor foi liberto da prática da homossexualidade, onde vivia escravizado, vivendo de uma forma que não agradava nem a Deus, nem a si próprio, ele mesmo disse que se sentia um desgraçado, miserável.
    Agora ele está tendo a oportunidade de mostrar a todos que existe sim uma saída, é só a pessoa querer com todo o seu coração e todo o seu entendimento. Mas é claro que aqueles que querem continuar nessa vida, vão duvidar da mudança dele, e farão de tudo para o desmoralizar.

    • Vanessa,

      um princípio da verdadeira religião é não mentir, não usar de argumentos capciosos e destinados a propagar o ódio e a beligerância. Joide foi um travesti que vivia no submundo gay, e, como você diz, escravizado, pois assim como há o submundo hétero, há também o submundo gay. Ele quis ter um corpo feminino, quis ser uma mulher, e isso com certeza deve ter causado muitos conflitos que o levaram à crises emocionais e até mesmo existenciais. Então ele se cansou da vida medíocre e de subserviência e escravidão sexual que levava e resolveu bancar o hétero. Sim, bancar, pois a orientação sexual não se muda, e, como o artista se apresenta como qualquer personagem, ele vestiu a indumentária da heterossexualidade sem de fato o ser, da mesma forma que vestiu roupas de mulher sem que fosse mulher. Desejo que ele seja feliz em sua nova interpretação de vida (há muitos crentes que interpretam o papel de evangélicos, mas são ateus, são materialistas que só pensam em dinheiro, luxo, poder e fama), mas que compreenda que a vida infeliz e tortuosa que ele experimentou não serve de parâmetro para outras pessoas. Que entenda, também, que generalizar comportamentos é argumento de quem não tem honestidade intelectual, pois a imensa maioria dos ativistas gays são pessoas que apenas lutam pelos direitos da nossa comunidade homoafetiva e por isso são odiados pelos fundamentalistas e homofóbicos, pois estes fanáticos desejam que os gays voltem para o gueto e não lutem por seus direitos civis e constitucionais. Essas ameaças que ele disse ter recebido, nem pode ser provado que veio, de fato, de um ativista, podendo ser invenção dele ou, em outra hipótese, ser de alguém se passando por ativista gay e querendo apenas fazer parecer que ativistas estão por trás disso. Se não há provas, não há como dizer “foi ativista gay”, “foi ativista evangélico”,etc.

      No mais, tente ser uma cristã mais sábia, educada, ética, amorosa e menos beligerante.

      • Não sabia que entre suas virtudes, estava também o dom de conhecer o íntimo de um ser humano, olha Sandro, a cada dia que passa eu me surpreendo muito, muito mais com você. ……….Meu Deus, sem palavras!

        • Ora, Vanessa, não foi o próprio Paulo quem disse, falando dos que adoram a Deus – não aquele deus tribal “homem de guerra” (Êx. 15:3), mas ao único verdadeiro Deus acima de todos os deuses, que “nós tudo discernimos e de ninguém somos discernidos”? Observe que não se trata de conhecer o íntimo de uma pessoa, mas de saber um pouquinho de psicologia (que o semideus que muitos evangélicos cultuam e que esta sempre de malacheia entende e usa para manipular as pessoas) e ter um mínimo de discernimento. Fica com Deus.

          • Olha Sandro, ser cego de verdade é uma coisa, mas agora, ser cego sabendo enxergar, já são outros 500.
            Se o cara está dizendo que mudou, e sua vida mostra isso, quem somos nós para duvidar dele? Pensa comigo, você mesmo disse, que ele vivia no submundo da prostituição, tá bom, essa é uma vida desgraçada mesmo, mas ele não poderia apenas ter deixado a prostituição e continuar sendo homossexual? Ele poderia muito bem fazer isso cara, mas Jesus Cristo o transformou, mostrou a ele que ele poderia ter uma vida plena . Quanto ao fato dele ter ainda alguns trejeitos afeminados, isso é o resultado de anos e anos vivendo como uma mulher.
            Fica com Deus também.

          • “Se o cara está dizendo que mudou, e sua vida mostra isso, quem somos nós para duvidar dele?”

            Mostra isso, como? Pelo simples fato de estar casado com uma mulher e ter um filho? Ora, conheço homossexuais que são casados com mulher e que inclusive têm filhos. E o fato de dizer algo não significa muito, pois os seres humanos muitas vezes gostam de se auto-iludir.

            “Pensa comigo, você mesmo disse, que ele vivia no submundo da prostituição, tá bom, essa é uma vida desgraçada mesmo, mas ele não poderia apenas ter deixado a prostituição e continuar sendo homossexual?”

            Poderia, mas preferiu iludir-se com a ideia de que vestindo-se e agindo como hétero poderia se tornar em tal. É um direito dele agir assim, só não venha querer impor sua experiência de vida – e de suposta troca de orientação sexual – como uma verdade universal com o potencial de se verificar na vida de todos os homoafetivos.

            “Ele poderia muito bem fazer isso cara, mas Jesus Cristo o transformou, mostrou a ele que ele poderia ter uma vida plena.”

            Que sabe você da relação REAL dele com Jesus, ou do que Jesus supostamente fez por ele? Por acaso Jesus te disse que fez isso ou aquilo? É Joide quem disse isso, mas isso não prova nada. E vida plena, Vanessa, não é fingir que era gay e virou hétero e sair por aí fazendo militância evangélica fundamentalista e vivendo de repetir, ad nausean, a vida horrorosa que teve como travesti e de como sua vida agora esta maravilhosa como hétero e, ainda por cima, pastor.

            “Quanto ao fato dele ter ainda alguns trejeitos afeminados, isso é o resultado de anos e anos vivendo como uma mulher.”

            Primeiro, que ele não viveu como “mulher”, mas como travesti; segundo, que seria incoerente Jesus tirar o desejo dele por outros homens e, no entanto, deixá-lo com trejeitos femininos. Ora, Vanessa, seja mais inteligente: o homem tem trejeitos e voz feminina simplesmente porque é homossexual efeminado. Vestir sapatos e roupas masculinas, copular com uma mulher e gerar filhos é coisa que qualquer gay pode fazer. Quero ver é ter uma transformação radical, que mude completamente o ser, ou será que para Jesus isso é impossível? Observe que nada tenho contra o senhor Joide, que respeito seu direito de ter escolhido viver como hétero, que desejo que ele seja muito feliz com sua família, mas não concordo que ele venha tentar nos fazer de otários e pretender que acreditemos em sua história. Fica com Deus.

          • Meu filho, ele por um acaso já foi na sua casa forçar você a mudar a sua vida? Creio que não né! ? Pelo contrário, as pessoas vão atrás dele pedir ajuda, pois são pessoas que não estão felizes com essa condição de vida, o problema que vocês são intolerantes, e não gostam de ser confrontados.

          • Puxa, você sabe muito mesmo da vida dele, né Vanessinha? Sabe até de pessoas vão até ele para pedir ajuda. Ajuda? Que ajuda? Deus não seria suficiente? É claro que Deus é suficiente para qualquer coisa, mas como homossexuais que querem virar crentes e serem transformar em héteros não encontram as respostas que pedem através de suas orações – muitas e muitas vezes fervorosas, persistentes e absolutamente sinceras -, então vão atrás de homens falíveis achando que estes podem fazer aquilo que Deus não realizou. E pastores e outros líderes religiosos fundamentalista e sem escrúpulos há que se prestam papel tão indigno de um verdadeiro devoto de Deus!

          • Puxa, você sabe muito mesmo da vida dele, né, Vanessinha? Sabe até de pessoas que vão até ele para pedir “ajuda”. Ajuda? Que ajuda? Deus não seria suficiente? É claro que Deus é suficiente para qualquer coisa, mas como homossexuais que querem virar crentes e serem transformados em héteros não encontram as respostas que pedem através de suas orações – muitas e muitas vezes fervorosas, persistentes e absolutamente sinceras -, então vão atrás de homens falíveis achando que estes podem fazer aquilo que Deus não realizou. E pastores e outros líderes religiosos fundamentalistas e sem escrúpulos há que se prestem a papel tão indigno de um verdadeiro devoto de Deus!

          • Sei mesmo, assisto aos vídeos dele, onde ele fala sobre isso, sobre as pessoas que vão até ele pedir orientação.
            Mas Sandro, como eu já disse, cada um vive da maneira que acha que deve, viva a sua vida cara, mesmo porque ninguém se converte pela força. Fica na paz!

          • “Mas Sandro, como eu já disse, cada um vive da maneira que acha que deve, viva a sua vida cara, mesmo porque ninguém se converte pela força. Fica na paz!”

            E é exatamente o que estou fazendo, ou seja, vivendo minha vida, apesar de ter de lidar com fanáticos que querem legislar sobre como eu devo viver minha vida. E é justamente pela força do homem que vocês agem, pois Deus não age através de vendilhões do Evangelho e dominionistas.

            Fica da paz você também, e saiba que nenhum sentimento de ira ou inimizade tenho por você, e que se um dia te encontrar nos caminhos da vida – e você permitir, – te darei um abraço com muito respeito e carinho, o que vale também para o seu amigo Clamando, e outros que aqui escrevem.

  7. Num movimento maniqueísta, o senhor Joide (outrora “senhora” Joide) separa os homoafetivos entre ativistas – que ele considera como sendo do mal – e não ativistas – que ele chama de “pessoas maravilhosas”. Entretanto, o que ele não percebe – ou finge não perceber – é que ele também é um ativista fundamentalistas; ativista da causa que conspira contra a luta pelos direitos civis e constitucionais das pessoas homoafetivas.Será que devo, então, usar do mesmo critério e considerar como sendo do mal os evangélicos que, como ele, fazem ativismo contra a comunidade homoafetiva, e, por outro lado, considerar como “pessoas maravilhosas” os crentes que não fazem ativismo contra nossos direitos? Não seria melhor você entenderem que é a Constituição, e não a Bíblia, que rege a nação e os direitos de seus cidadãos? Afinal, onde esta escrito na Constituição que o direitos dos homossexuais se casarem deve passar pela aprovação dos evangélicos? E onde esta escrito que não temos o direitos de nos organizarmos para lutar pelos nossos direitos, sendo que esses direitos em nada ferem os direitos dos evangélicos de viverem sua religiosidade?

  8. Assim como o senhor Joide Miranda afirma que Deus supostamente o transformou de gay para hétero, eu afirmo, com toda a sinceridade do meu ser, que muito clamei a Deus, por anos a fio, e, todavia, Ele não me transformou em hétero. Observem que estando seu ainda nesse caminho de tentar a transformação em hétero, fui excluído da igreja apenas porque me relacionei sexualmente com um rapaz em um momento em que sofri, em minha renhida luta para se tornar hétero, algo que na época considerei como “queda”, ou seja, achei que havia perdido uma batalha, mas não a guerra. Para a igreja, todavia, perdi a guerra, me tornei um soldado traidor e sofri a pena capital.

    Então, senhor Joide Miranda, entenda vossa senhoria que sua experiência de vida – e tudo o que ela de fato signifique, ou seja, para além das aparências, dos disfarces, do teatro, das vãs palavras que o vento leva – é só sua, não serve de parâmetro para os demais.

    Entenda, ainda, que lutar pelos direitos civis e constitucionais de nossa comunidade homoafetiva é algo que os ativistas não deixarão de fazer, pois só quem sofre sabe a dor que tem e como reagir.

    Cessem o preconceito, cessem a discriminação, cessem a negação de nossos direitos e então o ativismo terminará, pois que a sombra terá então encontrado, como diz a Bíblia, a realidade, mas não esperem que os ativistas deporão as armas da cívica e pacífica luta enquanto pessoas como o senhor se colocarem entre a Constituição, os direitos humanos universais e a nossa comunidade.

    Seja feliz em sua vida como o hétero que o senhor representa, e respeite nossa vida e nossa luta.

  9. Caro comentarista Witnere Holt, você escreve muito bem, tem bom vocabulário e expressa fielmente seus sentimentos. Eu gostaria, neste momento, de convidá-lo a conhecer o VERDADEIRO DEUS, o DEUS que não faz acepção de pessoas, como diz a própria Bíblia, que o ama e aceita como o gay que você é. Esse DEUS não é adorado e nem louvado nos templos onde modernos fariseus de reúnem para adorar e louvar a si mesmo, e prestar culto aos deus preconceito e discriminação, filhos que são da deusa ignorância e seu consorte o deus alienação. Esse DEUS você O encontrará no templo de sua alma e no altar de seu coração.

    • Ouça a voz do mestre interior, que se manifesta no templo da alma, no recôndito do ser, para que te guie pelos caminhos do alto, pelas sendas do infinito e até que chegues ao coração de Deus, Pai e Mãe de todos os seres. Não importa se você siga o Mestre Krishna, o Mestre Buda, o Mestre Jesus o objetivo é o mesmo: amar a Deus e ao próximo como a si mesmo.



      Assine o Canal
    • O Verdadeiro Deus,nao faz acepcao de pessoas, porem faz acepcao de atitudes e situacoes pecaminosas,descritas em sua palavra.Ele ama pessoas.porem nao pode aceitar aquilo que lhe fere em sua essencia,a rebeldia e o pecado humano de tal forma, que morreu por elas, para atraves da aceitacao e obediencia ao seu sacrificio, pudessem ser resgatadas ao seu projeto original.Do contrario jamais poderia ser chamado de Santo,e sim um pai anarquico,e que nao tem capacidade de corrigir seus amados,e nem de transforma-los dia apos dia em imagem e semelhanca dele.

      • Lima,

        Critério dos evangélicos sobre pecado: todos eles ofendem a Deus.

        Critério dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são gays: expulsão.

        Critérios dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são orgulhosos, arrogantes, prepotentes, impuros, maliciosos, mentirosos, soberbos, rudes para com esposa e filhos, caluniadores, políticos corruptos, vendilhões do Evangelho, fofoqueiros, falsos, hipócritas, cínicos, desonestos nos negócios, ingratos, assediadores morais, comilões, dados em segundo casamento sem que o cônjuge tenha cometido adultério, masturbares, lascivos, de pensamentos torpes, sonegadores de impostos, sonegadores de direitos trabalhistas, assistidores de filmes pornográficos, etc., etc., etc: não são excluídos e ficam na igreja.

        Quando Jesus disse “Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra”, ele também quis dizer: aquele que não tiver pecados, expulse um irmãozinho gay da igreja.

        Conclusão: antes de pensar em julgar um gay, julgue antes todos os demais pecadores.

        • Sandro,expulsao ou exclusao de alguem,a principio, e realmente uma falta de amor,porem existem regras em qualquer instituicao no mundo,seja religiosa,civil,enfim.E se alguem, e confrontado por atitudes que ferem, o que e determinado por parametros pre estabelecidos,no caso a biblia regra de fe,e moral para cristaos,e esta pessoa a medida que e advertida,por provocar em tal ambiente, constrangimento e danos morais ao mesmo,pode sim, e deve ser excluida sob pena de torna-la,uma instituicao desmoralizada e anarquica.Portanto existem regras e determinacoes pre determinadas, e se estas forem feridas, e nao reconhecidas pelo autor, ele e digno de tal procedimento.A biblia observa isto.Quanto a questao espiritual, nao sei se a igreja que vc frequentava procedeu de maneira correta, pois nao conheco detalhes, e por isso nao posso julgar.Mas se o seu comportamento realmente, feriu o bom andamento e moral da instituicao, e nao se houve retratacao e mudanca de postura,apos ser advertido, vc e digno de exclusao como o seria em qualquer instituicao seria,nao somente espiritual.Quero observar,a possibilidade,de que a maior falha da igreja tenha sido batiza-lo,molha-lo sem o elemento essencial para a conversao,arrependimento,sem o qual nao existe verdadeira conversao a Cristo.Vc tem dado mostras de que nao e convertido,nao so pela sua condicao atual,que leva-o a desobedecer a Deus e a sua palavra,como tambem qualquer outra pessoa que comete outros pecados,citados pela biblia, voluntariamente,e o mais serio, e que vc alem de se rebelar,ainda patrocina doutrinas frontalmente contrarias a vontade de Deus.Se tem duvidas examine as bases do cristianismo em relacao as que vc posta.Nao sei se e falta de conhecimento, ou rebeldia mesmo.Sua consciencia sera sua maior revelacao.

          • “Sandro,expulsao ou exclusao de alguem,a principio, e realmente uma falta de amor,porem existem regras em qualquer instituicao no mundo,seja religiosa,civil,enfim.”

            Em se tratando das igrejas evangélicas, a regra é essa:

            políticos envolvidos em crimes ficam na igreja – gays são excluídos;

            Orgulhosos, lascivos, mentirosos ficam a igreja – gays são excluídos.

            “E se alguem, e confrontado por atitudes que ferem, o que e determinado por parametros pre estabelecidos,no caso a biblia regra de fe,e moral para cristaos,”

            Ok, a Bíblia diz que aquele que não ama seu irmão, não ama Deus. Isso é parâmetro para ficar na igreja, ou seja, amar ao irmão é regra?

            “e esta pessoa a medida que e advertida,por provocar em tal ambiente, constrangimento e danos morais ao mesmo,pode sim, e deve ser excluida sob pena de torna-la,uma instituicao desmoralizada e anarquica.”

            Vocês advertem os que pecam contra o amor ao próximo? Advertem aos lascivos, aos pornógrafos, aos que cobiçam a mulher do outro, aos orgulhosos, aos maledicentes, aos que vendem o Evangelho, etc. etc.?

            “por provocar em tal ambiente, constrangimento e danos morais…”

            Os pecados que citei, causam constrangimento e “danos morais”?

            Causa constrangimento um irmão rico que não acolhe em sua casa um irmão pobrezinho? Causa constrangimento um irmão pobrezinho não ser visitado no hospital enquanto o irmão rico recebe muitas visitas?

            Então causa “constrangimento” e “danos morais” um irmão gay ficar na igreja, mas não causa constrangimento e danos morais a presença de vendilhões do Evangelho, de políticos corruptos, de falsos, hipócritas, cínicos, de orgulhosos, de arrogantes, pedantes, maliciosos, etc. etc.?

            “e deve ser excluida sob pena de torna-la,uma instituicao desmoralizada e anarquica.”

            Então um gay na comunhão da igreja gera a desmoralização e a anarquia? Desde quando ser gay é causa de desmoralização? Desde quando ser gay e causa de anarquia? Isso é preconceito, é odiosa discriminação que em nenhuma sociedade civilizada é aceitável.

            Agora, políticos corruptos, vendilhões do Evangelhos, falsos milagreiros, crentes picaretas e canalhas – que todo mundo sabe quem são! Todo mundo! – aí não desmoraliza a igreja. É isso, Lima?

            O meu caso foi o seguinte: eu me descobri homoafetivo com 5 anos. Aos treze me converti – não julgue a sinceridade de minha fé – e fui batizado, aos quinze realizei meu primeiro sermão e fiquei na igreja por vários anos sendo gay e não fazendo sexo. Um dia, porém, fiz sexo com um rapaz. Contei ao dirigente, que contou ao pastor, que mandou reunir a comissão, que votou por minha exclusão. Dizer que continuei sendo gay porque não me converti é uma afirmação que não aceito em absoluto, pois vivi e pratiquei meu cristianismo em nada ficando a dever a outras pessoas, e minhas ações e intenções deram testemunho.

            Agora você vem e diz: “Mas se o seu comportamento realmente, feriu o bom andamento e moral da instituicao, e nao se houve retratacao e mudanca de postura,apos ser advertido, vc e digno de exclusao como o seria em qualquer instituicao seria,nao somente espiritual.”

            Primeiro: meu comportamento não feriu nem o bom andamento, nem a moral da instituição, pois ser gay não é andar mal e não é imoral.

            Segundo: se o fato de ser gay for pecado, e desse pecado eu ter de me separar para continuar na igreja, então a TODOS os demais pecadores
            devem ser aplicadas estas regras, estas mesmas regras que você cita.

            Terceiro: instituições espirituais sérias NÃO excluem os gays de sua comunhão. São as igrejas fundamentalistas que o fazem, as mesmas igrejas que se metem com política, mantém em sua comunhão políticos corruptos, vendem o Evangelho, enriquecem lobos devoradores, etc.

            “Vc tem dado mostras de que nao e convertido”

            É mesmo? Por quais critérios me julga, se não conheces meu coração? Você me julga pelos SEUS critérios, pois você NÃO me conhece!

            “que leva-o a desobedecer a Deus e a sua palavra,como tambem qualquer outra pessoa que comete outros pecados,citados pela biblia”

            E você obedece fielmente a Deus, Lima? As palavras de Cristo “Aquele que não tem pecado atire a primeira pedra” não se aplicariam a você?

            “e que vc alem de se rebelar,ainda patrocina doutrinas frontalmente contrarias a vontade de Deus”

            Pecado é se rebelar contra DEUS, não contra fariseus que se sentem no direito de cometer os mais vis pecados e ainda julgar o próximo.

            Para a mente pequena, que pensa que apenas a sua religião presta, qualquer outra forma de adoração e serviço a DEUS não vale nada.

            “Nao sei se e falta de conhecimento, ou rebeldia mesmo.”

            Então não há outras possibilidades, Lima, como a de que estou encontrando a DEUS em um dos muitos caminhos que levam a Ele? Só porque não é o caminho que você segue que não tem valor? Que deva ser classificado como ignorância ou rebeldia?

            Como é pequena e mesquinha a sua visão, a sua perspectiva do sagrado, da relação do homem com Deus.

            “Sua consciencia sera sua maior revelacao.”

            A sua também.

            Fica com Deus.

    • Sobre acepção de pessoas é bom contextualizar:

      “Glória, porém, e honra e paz a qualquer que pratica o bem; primeiramente ao judeu e também ao grego; Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.” – Romanos 2:10,11

      “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.” – Atos 10:34,35

      “Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis. Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas.” – Colossenses 3:24,25

      “Sabendo que cada um receberá do Senhor todo o bem que fizer, seja servo, seja livre.
      E vós, senhores, fazei o mesmo para com eles, deixando as ameaças, sabendo também que o Senhor deles e vosso está no céu, e que para com ele não há acepção de pessoas.” – Efésios 6:8,9

      “Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?
      Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais? Porventura não blasfemam eles o bom nome que sobre vós foi invocado?
      Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores.” – Tiago 2:5-9

      Vemos alguns contextos para a afirmação acerca do fato de que Deus não faz acepção de pessoas:

      1 – Entre judeus e gentíos
      2 – Entre senhores e servos
      3 – Entre ricos e pobres

      Em nenhuma citação diz respeito à aceitação de “santos” e pecadores, até porque, todos somos pecadores, porém, os que anseiam por santificação receberão galardão, os que por opção própria quiserem viver na prática do pecado receberão juízo.

      O termo “acepção de pessoas” está bem distante da relativização do pecado.

      “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele.” – 1 João 2:4,5

      • Palavras inúteis por ignorarem o óbvio:

        Critério dos evangélicos sobre pecado: todos eles ofendem a Deus.

        Critério dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são gays: expulsão.

        Critérios dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são orgulhosos, arrogantes, prepotentes, impuros, maliciosos, mentirosos, soberbos, rudes para com esposa e filhos, caluniadores, políticos corruptos, vendilhões do Evangelho, fofoqueiros, falsos, hipócritas, cínicos, desonestos nos negócios, ingratos, assediadores morais, comilões, dados em segundo casamento sem que o cônjuge tenha cometido adultério, masturbadores, lascivos, de pensamentos torpes, sonegadores de impostos, sonegadores de direitos trabalhistas, assistidores de filmes pornográficos, etc.: não são excluídos, ficam na igreja e inclusive pregam no púlpito.

        Quando Jesus disse “Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra”, ele também quis dizer: aquele que não tiver pecados, expulse um irmãozinho gay da igreja.

        Conclusão: antes de pensar em julgar um gay, julgue antes todos os demais pecadores.

  10. Algo bastante curioso no mundo; ninguém nasce,gay,ladrão,assassino, prostituta,drogado,traficante,estrupador,lendo e escrevendo e muitas outras coisas,que passam por um processo de gestação até o nascimento,que com ajuda da ciência ou não tem que passar pelo mesmo processo;só que todas estas qualidades são adquiridas após o nascimento,e nos temos temos pessoas,que praticaram,todas estas coisas uns continuaram por toda vida,mas muitos também deixaram,tais costumes que são prejudiciais a si e ao outros,a uma concordância,em reconhecer o estabelecimento das pessoas; Agora a pergunta porque os gays não aceitam,e obriga os outros a continuarem se prostituindo? Será que a pessoa não tem direito de deixa de fazer ou deixa de fazer alguma coisa? Ser gay é participar de uma seita que só sai morto? Que direito uns tem sobre os outros? Porque falam tanto em liberdade e tentam obrigar os outros a aceitarem? Então com isto eles provam que todo aquele que errar vai errar para sempre, não tem recuperação ficará alineado aquilo que cometeu,Porque falam tanto dos evangélicos,mas qualquer um pode deixar de ser evangélico na hora em que quiser,e se quiser voltar a decisão é pessoal? Talvez os gays não sabem que a fidelidade ao Senhor é por amos e não por imposição.

    • “Algo bastante curioso no mundo; ninguém nasce,gay,ladrão,assassino, prostituta,drogado,traficante,estrupador”

      Pois é, ninguém nasce crente também, como ninguém nasce vendilhão do Evangelho.

      “Agora a pergunta porque os gays não aceitam,e obriga os outros a continuarem se prostituindo? Será que a pessoa não tem direito de deixa de fazer ou deixa de fazer alguma coisa? Ser gay é participar de uma seita que só sai morto? Que direito uns tem sobre os outros? Porque falam tanto em liberdade e tentam obrigar os outros a aceitarem?”

      Sinceramente, não sei de onde você tirou a ideia de que legislamos sobre a vontade das pessoas; que decidimos o que elas podem ou não fazer? Você mesmo não disse que há muitas pessoas que deixaram o “costume” de ser gay? Ora, mas como se estamos a todos vigiar? Sua pergunta é tão fácil de responder, pois ela não se fundamenta em nada que minimamente tenha qualquer coisa a ver com a realidade. Não forçamos ninguém a nada, muito menos a se prostituir. Assim como não forçamos ninguém a pagar pedágio para ir ao Céu, a frequentar igrejas onde vigaristas são louvados como se fossem deuses, a imaginar que um Estado laico, republicano, democrático deve legislar a partir da Bíblia, e não da Constituição.

      “Então com isto eles provam que todo aquele que errar vai errar para sempre, não tem recuperação ficará alineado aquilo que cometeu,”

      Não, até acreditamos que os evangélicos algum dia deixarão de errar em relação a querer legislar sobre a vida alheia, a pretender que para ir ao Céu é preciso pagar o dízimo, que é possível fazer da igreja uma espécie de bolsa de valores onde os investimentos em dízimos e ofertas podem render fortunas para os investidores, mas onde quem realmente enriquecem são os líderes. Que toda a ciência esta errada, que todos os compêndios de história são falsos, que todos os achados arqueológicos estão errados por negarem que sejam reais o mito do jardim do Éden, de Adão e Eva, da torre de Babel, do dilúvio, da terra de 6.000 anos, de uma baleia que engole um homem e o vomita, dias depois, são e são para converter uma cidade inteira, etc. Sim, acreditamos que é possível que crentes assim algum dia no futuro possam deixar de ser alienados.

      “Talvez os gays não sabem que a fidelidade ao Senhor é por amos e não por imposição.”

      E é justamente por ser por amor que muitos dos gays que buscamos ao Senhor não seguimos doutrinas de homens, mas fundamentamos nossa fé na íntima relação da alma com Deus, aquele que sabe, como disse Paramahansa Yogananda, que não nossos pecados, pois, como disse o mesmo grande líder espiritual “O Homem não é importante pelo seu Ego ou pela sua personalidade. O Homem é importante porque, como alma, ele é parte de Deus.”

      • Criatura abominável e horrenda vulgo (Sandro),você só encheu linguiça,e não respondeu nada,e nem precisa,porque sabemos que vocês,são falsos e mentirosos,com os próprios que fazem parte do grupo,isto é para que você saiba,que sei do que estou falando,e não mim sensibiliza esta falsa atuação de vocês tentando se passar como vitima,acusando os outros de homofobia,preconceituoso,discriminador,sendo que vocês mesmo,são os que discriminam,a todos em qualquer situação que não concordar com suas imundícias,quer que o mundo aceite como normalidade,uma aberração abominável resistem em não mudar,mas querem que os outros mudem para agrada-los,isto vocês não falam.

        • “Criatura abominável e horrenda vulgo (Sandro)”

          Parei exatamente nesta frase, pois, como já disse, não lerei os comentários em que você não manifestar o mínimo de educação e urbanidade. Há certas pessoas em que nem mesmo a religião é capaz de tornar um ser humano melhor, mas apenas fazer dele um fanático cheio de ódio. Que Deus tenha piedade de sua alma.

          • Criatura abominável e horrenda vulgo(Sandro),,mentindo novamente terei que repetir o que já lhe disse anteriormente,ler você leu e lê só não comenta,ou você acha que os outros são tão bobos a ponto de acreditar nesta sua falsa afirmação;mas o objetivo era você ler,e foi cumprido;e mais que você não sabe, para ser servo,filho de DEUS,para ser aceito por Ele, tem que renunciar o pecado,caso contrário é impossível,servir a dois senhores,amara um e desprezara o outro,assim como vocês fazem amam a satanás e desprezam a DEUS,porque o que vocês fazem são contrários,a vontade de DEUS,quem gosta de prostituição,bebedice,homossexualismo,brigas.contendas,mortes,roubo,falsidade,e tantas outras coisas contrárias a vontade de DEUS,esta realmente abraçado com satanás,como você pode dizer amar a DEUS,e se prostituir com satanás,isto é falta de sabedoria,é pecado mesmo.
            Saiba que amar a DEUS acima de todas as coisas e rejeitar,renunciar o pecado em todas as formas,é ser contrário as praticas do pecado, saiba que não mim importo com qualquer nome que venha ser chamado por qualquer um que rejeita DEUS,isto é um bom sinal,é sinal que sou diferente daqueles,que falam, e mal,e rejeitam os ensinamentos de DEUS.

      • Errata: onde se lê “como disse Paramahansa Yogananda, que não nossos pecados”, o correto é: ” como disse Paramahansa Yogananda, que não somos nossos pecados”.

  11. Sandro,apenas 1 detalhe, a biblia diz que aquele diz que nao peca, e mentiroso,1Joao 1/8a2/2,e eu nao seria diferente destes,pois continuo falho.A diferenca meu caro, e que nao peco voluntariamente, e tenho advogado,constituido, junto ao Pai,que e Jesus Cristo.Vc,peca voluntariamente, e nao so por deslize carnal.Em vida, ainda nao estou em corpo glorificado,eu e vc precisamos de uma advogado espiritual, para nossos pecados.Sofres, por causa de nao ter advogado espiritual, por nao ter constituido a Jesus com seu Salvador.So isto.Eu,o julgo?Nao,as suas atitudes o revelam,e ate o proprio Jesus julgou com base nas escrituras, considerando religiosos,e pessoas nao arrependidas,como hipocritas tiago1/22 tornai-vos pois praticantes da palavra, e nao somente ouvintes,enganando-vos a vos mesmos,pois alguem ouve, e nao pratica e semelhante ao homem que a si mesmo se contempla em um espelho, e ao se retirar-se esquece-se de como era sua aparencia.A unica diferenca entre um cristao e vc e esta;o advogado,a intimidade com Deus,o perdao de pecados,e a vida eterna com Cristo.

    • lima,

      Apenas uma correção no seu comentário.

      “nao peco voluntariamente”.

      Isso não existe, ninguém que peca está fora de sí como que adduzido. Todos os pecados são cometidos de modo voluntário e com plea ciência do mesmo.

      Talvez a diferença entre aqueles que desejam servir a Deus de fato esteja na reação, uns se arrependem e buscam em Deus consertar sues erros, outros transformam seus pecados em bandeiras para promoverem ativismo em prol do mesmo como que dizendo “amo tanto o meu pecado que não é possível que ele seja um erro”.

      • Marcos, então a virtude estaria apenas em buscar em Deus consertar seus erros?

        Ora, você fala de arrependimento, mas o arrependimento, para ser verdadeiro, tem de produzir frutos digno de tal.

        O que você esta dizendo é que você pode continuar pecando a vida inteira e se justificar desde que você sinta “arrependimento” e continue “buscando”, “buscando”, buscando” e nunca se ver livre totalmente de pecar.

        Meu caro, os seres humanos sempre vão pecar, e essa história de dizer que é o fato de “buscar” consertar os erros que te justifica é um disparate, pois somos justificados por fé, pela graça de Deus, não por nossos esforços em sermos bonzinhos.

        A questão pura e simples é essa: vocês, evangélicos, toleram na igreja uma infinidade de pecadores, mas são intolerantes para com os gays, expulsando-nos. Admita isso.

        • Sandro,

          Ou você não entendeu o que eu disse ou agiu de acordo com o que condena, julgou-me baseado em pressupostos preconceituosos acerca dos evangélicos.

          Primeiro, não sou evangélico, não sou protestante, católico ou qualquer outra denominação dada a membro de uma organização religiosa de origem humana.

          Sou um Filho de Deus que tem como regra de fé e prática a Escritura que não é A PALAVRA DE DEUS, mas é inspirada por Ele afim de nos conduzir à VERDADE que é o próprio Deus.

          Quanto à salvação eu nunca disse que ela estava condicionada às obras, inclusive já tivemos inúmeras conversas por aqui e NUNCA disse que você era ou não salvo e NUNCA disse que um homossexual não pode ser salvo.

          A salvação é GRAÇA, somente GRAÇA…INDEPENDENTEMENTE DO QUE SOMOS OU FAÇAMOS.

          Quando eu falo em arrependimento e buscar em Deus uma vida de santidade estou falando justamente de fruto de arrependimento. A vida cristã é assim e ainda que possa parecer contraditória a despeito desta busca em Deus desejando ser melhor esta vida está desprovida de culpa, pois, a justificação já é concedida aos Filhos de Deus pelos méritos de Cristo.

          A questão da santificação também é muito mal compreendida no meio evangélico, pois, sempre a estão associando com praticas exteriores, quando na verdade o que Deus quer transformar é o nosso coração, pois, um coração transformado transborda em boas obras, mudar o exterior sem mudar o interior é pura hipocrisia que infelizmente está cheio no meio evangélico (é o que mais tem).

          Mas a questão em relação à você é outra, por se ver sem o poder de mudar sua condição (e não o tem mesmo), ao invés de render-se à graça e à misericórdia de Deus que pode mudar o homem você faz apologia à sua condição.

          Pecados todos nós temos, eu não sou melhor do que você porque sou hetero, mas não faço das minhas falhas uma razão de vida e por não conseguir vencê-las apologia a elas como coisas normais que não desagradam a Deus, antes me sujeito àquele que criou todas as coisas, me apego à sua graça, o seu perdão e sigo em frente, sem culpa, porém clamando todos os dias afim de que ele me aperfeiçoe dia a dia.

          • Marcelo,

            de tudo o que você escreveu aí – e eu li todo o seu comentário – só farei apontamentos em relação a alguns comentários finais que você fez, pois no demais não vejo necessidade. Vamos aos tópicos:

            “Mas a questão em relação à você é outra, por se ver sem o poder de mudar sua condição (e não o tem mesmo), ao invés de render-se à graça e à misericórdia de Deus que pode mudar o homem você faz apologia à sua condição”

            Com todo o respeito, mas quem é você para dizer que não me rendo à graça e à misericórdia de Deus? Você não sabe NADA da minha vida espiritual, e sabe pouquíssimo da minha vida neste corpo físico. Você não sabe, por exemplo, que passeis MUITOS ANOS lutando em DEUS para deixar de ser gay, para me tornar um hétero, mas tudo debalde. Observe, ademais, que não sou como certos homossexuais que apenas cessam com atividades homogenitais, passam a se relacionar com mulheres, copulam e às vezes até tem filhos, MAS CONTINUAM GAYS NO ÍNTIMO DE SUAS ALMAS. Isso para mim não é mudança; isso é teatro, é interpretação, é falta de honestidade para Deus, para consigo mesmo e para com as outras pessoas.

            Se você entende como “apologia” dizer apenas a verdade da condição homoafetiva – a verdade que os fundamentalistas totalmente ignorantes da condição humana tentam, por razão religiosas, deturpar -; dizer a verdade sobre a justiça seletiva das igrejas quando excluem os homens gays que amam outros homens e condecoram os homens héteros que matam outros homens na guerra – parafraseando um certo autor -; dizer que as pessoas homoafetivas têm direitos civis, constitucionais e direito dado pelo Senhor de buscarem, adorarem e servirem a Deus; sim, se você quer dizer isso tudo, então, sou, sim, um apologista dos direitos homoafetivos, assim como você é apologista de suas crenças.

            “Pecados todos nós temos, eu não sou melhor do que você porque sou hetero, mas não faço das minhas falhas uma razão de vida e por não conseguir vencê-las apologia a elas como coisas normais que não desagradam a Deus, antes me sujeito àquele que criou todas as coisas, me apego à sua graça, o seu perdão e sigo em frente, sem culpa, porém clamando todos os dias afim de que ele me aperfeiçoe dia a dia.”

            Diz que não é melhor do que eu por ser hétero, mas considera os gays como pessoas inferiores espiritualmente – isto esta claro, por mais que você negue. Além disso, se você crê que ser gay desagrada a Deus, o fato de eu crer ou não nisso, não me impedirá de ir em busca de Deus, porque ainda que fosse pecado ser gay, eu jamais poderia ficar esperando até me tornar gay para ir a Ele. Então como a minha igreja me expulsou, e como hoje tenho outra visão mais ampla e verdadeira de Deus, vou em busca dEle onde sou bem recebido, bem tratado, e onde minha vida íntima não será fiscalizada; onde a vontade de Deus se cumprirá em minha vida – sim, pois quem somos nós senão vasos na mão do Supremo Oleiro -, mas não por imposição de homens maus que excluem uns que consideram pervertidos e enchem de honra outros que todos sabem que são hipócritas, cínicos, canalhas, vigaristas, criminosos. Se DEUS quiser me transformar em hétero Ele o fará, mas se eu não me tornar hétero e continuar sendo gay, DEUS não me rejeitará por isso, e nem me rejeitarão aqueles que o buscam em verdadeira comunhão, adoração, devoção e serviço. A minha oração não será “faz de mim um hétero” – ela será: faz de mim conforme a tua vontade. Eu sempre orei para que Deus me conduzisse, e mesmo sendo gay eu sei que Ele me conduz, e sei que me ama de qualquer jeito. Esses tempos ouvi uma frase muito linda de um mestre visnava. Ele disse “Não somos este corpo”. Sim, não somos nosso corpos – somos almas eternas, sem as limitações desta vida e sem a debilidade e fugacidade de nossas personalidades tantas vezes alterada pelo sofrimento, pelo simples fato de viver nesse mundo de dores, sofrimentos, injustiças e desafios, mas um mundo onde também se pode ver coisas maravilhosas, tais como a de adorar um Deus que não abandona, não despreza e não lança fora nenhum dos que vão a Ele.

          • Sandro, sou o Maecos e não Marcelo.

            Me PARECE pelos seus comentários que você nutre uma mágoa em relação à sua expulsão de onde congregava. Eu sou responsável por uma congregação e jamais teria tal postura em relação a um homossexual que fosse congregar conosco. Diferente do que você pensou a meu respeito eu de fato considero todos os homens iguais no que diz respeito à natureza causa e sim, não me considero em nada melhor do que você, talvez eu seja até pior em outras áreas onde você possa ser melhor que eu.

            A questão é que diante da falta de amor dos religiosos hipocritas você talvez tenha feito um 180 graus e passou a servir a Deus do seu modo ou buscou em muitos lugares aquilo que se adequasse ao seu estilo de vida.

            Isto não é um julgamento, você mesmo expressa isto aqui, relativiza a escritura, apoia o ativismo LGBT, apregoa religiões orientais, relativiza a divindade de Cristo, etc.

            Eu me apoio no que diz a Escritura (lida com coerência), ela nos mostra um Deus que ama o pecador e se entregou por ele, então, obviamente Deus te aceita como você é, mas este Deus quer nos moldar à imagem do seu Filho, quer nos santificar e todos os que crêem em Cristo como diz à Escritura estão nesse processo.

            Se de fato você ora pedindo a Deus que ele cumpra a sua vontade em você, está no caminho certo, o problema é que essa vontade ele já revelou e talvez você não a queira, e não me refiro à homossexualidade, isso é um detalhe.

          • Errata:

            onde se lê: “eu jamais poderia ficar esperando até me tornar gay para ir a Ele”, leia-se: “eu jamais poderia ficar esperando até me tornar hétero para ir a Ele.”

          • Errata: onde se lê: “eu jamais poderia ficar esperando até me tornar gay para ir a Ele”, leia-se: “eu jamais poderia ficar esperando até me tornar hétero para ir a Ele.”

          • Marcos,

            agradeço por sua atenção, peço desculpas por confundir o seu nome e o parabenizo pela urbanidade com que você se expressa, bem como pela visão mais inclusiva e sábia que você tem do Evangelho de Cristo.

            É claro que eu tenho, sim, uma mágoa; não vou negar, pois seria faltar com a verdade, e eu não gosto de mentir até porque nunca sofri qualquer prejuízo dizendo a verdade. Mas essa mágoa não é o quem me move, pois aí seria algo de imaturo, de inconsistente.

            É possível que se eu não tivesse sido excluído da igreja, ainda estivesse lá até hoje, e talvez tivesse crescido muito espiritualmente. Mas o ter sido excluído me colocou fora da comunidade e uma vez estando no “mundo”, pude me sentir mais livre para conhecer outras visões de Deus, outras expressões do sagrado, e isso foi muito bom, pois abriu minha mente.

            Hoje vejo que na igreja eu vivia em um gueto, um gueto onde eu me recusava e pensar o homem, o universo, a religião e Deus sob outra perspectiva que não aquela em que eu aceitava como a única válida, verdadeira, boa e eficaz.

            Como na alegoria de Platão, eu percebi que fora da caverna em que eu vivia, havia um mundo imenso lá, fora, um mundo colorido e muito maior do que eu jamais poderia imaginar vivendo enclausurado na caverna.

            Estudei incansavelmente cristianismo, desde a visão fundamentalista até a progressista; desde catolicismo até protestantismo, pentecostalismo, neopentecostalismo, espiritismo cristão, gnosticismo, etc.

            Agora, de uns tempos para cá, meu interesse se voltou para o budismo, hinduísmo e jainismo, sendo que encontrei um oceano de espiritualidade no hinduísmo e pude compreendê-lo sem o filtro imposto pelos cristãos que não compreendem essa antiquíssima e veneranda religião e a julgam sem de fato a conhecerem senão na superfície e confundindo crenças, superstições e costumes populares com as verdadeiras doutrinas, visões do sanatana dharma (o verdadeiro nome do que chamam pejorativamente de “hinduísmo”). Dentro do sanatana dharma conheci e me encantei com o Bhakti Yoga, o caminho a Deus através da devoção ao Ser Supremo. Li o Bhagavad-Gita e outros textos das escrituras védicas (o conteúdo total, completo dos Vedas é muito, muito grande) e conheci sobre Krishna, a Suprema Personalidade de Deus e em relação ao qual desenvolvi amor, um amor que aumenta, pois a medida que nos lembramos do Senhor, Ele se lembra de nós e nos dá provas cabais de Sua presença, de Seu amor, de sua imensa amizade por nós, pois que se relaciona conosco como um grande amigo. Eu não pertenço a um templo, a uma comunidade; sigo a Deus sozinho, mesmo, mas se um dia Ele me chamar para um templo não poderei recusar seu convite de amor. Vou vivendo cada dia de cada vez e pedindo sempre ao Senhor para que me guie por seus caminhos.

            Narrei esses fatos para você com o intuito não de fazer proselitismo, mas de deixar claro que não sou um “rebelde”, um “sensualista” que deseja um deus que atenda e aprove seus caprichos. Sou um buscador de Deus, e a minha orientação sexual não é o critério de minha busca, mas apenas um detalhe que me impediu de ser um evangélico, mas que não me impediu de ser um buscador de Deus, um aspirante a devoto puro do Senhor.

            Fica com Deus, Marcos, e que Deus te abençoe sempre com olhos que vejam através das lentes do amor e da sabedoria, e com um coração compassivo, sabendo que são justamente os pecadores que Deus atrai e busca para Si, pois os que se fazem de justos aos próprios olhos acabam sempre por dispensar Deus já que se sentem justificados e por seus atos e palavras dizem, como na parábola, “Não sou como esse publicano”.

      • Marcos, desculpe se faltou clareza da minha parte,porem, quando me referi a nao pecar voluntariamente, quis dizer que tenho temor a Deus de forma em que nao saio deliberadamente pecando,ou seja que o pecado em nossas vidas deve ser um acidente de percurso,e fraqueza carnal, e nao simplesmente pensar que por ter Jesus com advogado posso viver de qualquer maneira e fazendo o que bem quiser.Espero ter esclarecido e um abraco.

    • Lima,

      vamos partir da suposição de que seja pecado ser gay e considerar paralelamente a isso que também seja pecado ser orgulhoso, arrogante, prepotente, malicioso, egoísta, masturbador, etc.

      Tendo isso em mente, faço a você a seguinte pergunta: o que dá a igreja evangélica o direito de expulsar um gay da comunhão? Por que para o gravíssimo pecado do orgulho o tratamento é um e para o “pecado” de ser gay é outro? Vou mais adiante: vocês, evangélicos, mantém na comunhão da igreja, na membresia e com direito inclusive de pregar no púlpito, políticos envolvidos em crimes de várias tipificações. Por que a esses criminosos é dado o direito de permanecerem no rol de membros enquanto que para os gays a regra é jogá-los na rua?

      Concluo dizendo isto: se você acha que por ser um gay devo me tornar um hétero para se aceito na plena comunhão da igreja, vivendo, neste quesito, vida santa, então pelo mesmo critério, peço a você que antes torne-se um santos nos quesitos onde você falha para só então depois participar da comunhão da igreja. Se todos os crentes tiverem de seguir a mesma regra que impõem aos gays, as igrejas se esvaziarão.

      Parem de ser incoerentes, parem de agir como fariseus, parem de julgar, condenar e excluir os outros! Entendam que Jesus disse que de maneira alguma lança fora os que vão a Ele.

  12. Sandro esta possibilidade de ser a vontade de Deus em sua vida nao existe.Seria o criador incoerente em sua palavra.E que ela nao tem valor para vc,alias so naquilo que lhe interessa,e nao o corrige.Assim e facil,nao precisa nem de Pai.

    • Lima,

      me desculpe, caríssimo, mas quem é você para dizer se é ou não da vontade de Deus? E quem é você para dizer que Deus possa ser incoerente no que decide? Quando os discípulos de Jesus perguntaram a Ele o porque do cego de nascença assim haver nascido, o Mestre esclareceu que não fora nem pelos pecados dele (carma) nem pelos pecados de seus pais (carma), mas para que nele se manifestasse a glória de Deus. Então meu caro, você nunca pode saber se algo que ocorre em sua vida seja em razão de um pecado ou para servir a um propósito maior. Observe, ainda, que eu não afirmei que foi da vontade de Deus, eu apenas considerei a hipótese. Quanto a dizer que só creio no que me interessa e não creio no que me corrige, trata-se de uma afirmação muito rasa de sua parte, pois julga a totalidade do meu ser, as intenções de minha alma com base em brevíssimas conversas onlines. Não me julgue, pois você não me conhece; nem eu mesmo me conheço – só DEUS me conhece. Fica com Deus.

      • Criatura abominável horrenda e nojenta vulgo(Sandro) disseste bem; Quando os discípulos de Jesus perguntaram a Ele o porque do CEGO DE NASCENÇA assim haver nascido! agora a pergunta Você nasceu gay? Os outros também nasceram gays? Fica uma situação difícil ,DEUS não aceita,a própria ciência diz que ninguém nasce gay;Deus criou homem e mulher,a ciência também garante que só nasce homem e mulher,vocês não aceitam que seja uma doença,então certamente é uma anomalia,degenerativa, que vai destruindo,o amor próprio,a vergonha,a dignidade,o caracter,e passam a viver só pensando em relacionamento homossexuais

        • Antonio Henrique,

          já disse que sempre que ler a expressão “criatura horrenda e abominável” (agora você acrescenta “nojenta”) não vou ler seus comentários. Por favor, não insista. E o motivo para eu não ler não é que eu fique ofendido com seus xingamentos, pois já fui, e às vezes ainda sou, insultado por ser gay, de maneira que aprendi a conviver com a grosseria e falta de espiritualidade de alguns, e também porque minha autoestima é forte, não me derrubando o que vem de baixo. É que não quero, Antonio Henrique, ser co-participante de suas agressões verbais, pois o silêncio é muitas vezes a melhor forma da gente neutralizar a ação daqueles que movem-se nas trevas da violência verbal.

          Observe que no seu outro comentário, no qual você não cita meu nome e os xingamentos com os quais tenta desestabilizar minha paz, eu respondi.

          Assim, você faria um grande favor não se dirigir a mim com tais xingamentos, pois perderá seu tempo, já que vou continuar não lendo seus comentários.

          Que Deus abençoe a você e aos seus.

      • Sandro,nao so eu e a palavra de DEUS,que demonstra a vontade dele,e tem um valor acima de qualquer escrito de filosofos e religiosos,sem transformacao.Interessante usar o texto de joao 9,e falar em carma linguajar espirita,que nao existe no cristianismo biblico,afinal nao estamos aqui para pagar por pecados de outras vidas, e sim para que atraves de Jesus,possamos ser perdoados,hoje, agora,dos nossos,sem necessidade de paga-los em outra reencarnacao,que por sinal nao existe no cristianismo.Alias simples raciocinio,se posso ser liberto hoje,atraves do Salvador,para que preciso passar por outras vidas afim de purificar-me.Qualquer doutrina que nao aceita a salvacao de Jesus,para o presente nao e biblica,e acaba negando a eficacia do Salvador proposto por Deus,e consequentemente dizendo que o homem pode se salvar sozinho,negando a Jesus.Cristianismo e salvacao do alto, e nao como outras doutrinas de auto salvacao.Simples, em caso de duvidas,consulte quais sao os fundamentos do cristianismo e quais sao os fundamentos de espiritualismo e espiritismo e vera grande incompatibilidade doutrinaria.O pecado foi introduzido na raca humana atraves ,do 1 homem Adao,pai da raca humana, que desobedeceu a Deus,trazendo a toda a humanidade,suas consequencias.O plano de Deus foi quebrado,e Jesus se encarna para missao redentiva,pela humanidade,romanos 5/12,1corintios15/21e22,romanos3/23,romanos6/23,efesios2/1 a10 a obra redentora de Cristo na humanidade caida,leia,sem Cristo somos filhos da ira,efesiso vs 3.Quanto ao texto, ele e mais profundo, e nao somente fala da cura fisica que foi realizada, como aponta tambem para a cegueira da humanidade,cego de nascenca,pecador em relacao a Jesus,sendo que ele e a luz do mundo, e usa da oportunidade para que haja testemunho para gloria Deus,aos homens.Outra coisa cuspir no barro aponta para mt4/4,onde aquilo que sai da boca de Deus, no caso,Jesus o Filho,que e o verbo, a palavra,Joao1,e que tem a natureza divina do Pai,e e seu representante legitimo.Observe,que ele cospe no barro,porque dele flui agua viva Joao7/38,e o barro aponta para o homem,tornando pleno, nao somente o restaurando fisicamente,mas tocando a sua natureza terrena,po, de maneira que receba tambem o mover da natureza divina,atraves do seu Espirito Santo.Nao julgo ninguem, porem a palavra de Deus, e que tem poder para nos julgar,e sendo assim podemos ate fugir do julgamento das pessoas,porem jamais do julgamento de Deus,e sua palavra.Lembrando que o proprio Jesus julgou atitudes das pessoas,e seus pecados,mediante a palavra de Deus.

        • Lima,

          li o seu texto, agradeço muito por suas considerações, e, se assim, entender melhor, escreverei mais tarde uma reposta, ou melhor, uma análise do que você disse. Eu leio todos os comentários que são publicados aqui, e isso inclui os seus. Abração.

        • Graça e Paz irmão lima,

          Quanto ao seu comentário nenhuma ressalva senão o que você coloca nestes termos:

          “O plano de Deus foi quebrado,e Jesus se encarna para missão redentiva,pela humanidade”

          É uma ideia comum no meio evangélico a crença de que a queda de Adão foi algo que Deus não esperava e ele então estabeleceu um plano B para consertar as coisas que foi a vinda de Jesus, o Verbo encarnado.

          Na verdade isto é um equivoco, visto que o propósito de Deus nunca foi Adão (significa humanidade), antes o novo homem, tendo Cristo por cabeça e a igreja como corpo.

          Rm 5:14 deixa claro que Adão pré-figurava o que havia de vir.

          O Salmista do salmo 8 tinha esse mesmo questionamento, pois, diz que Deus deu toda autoridade e governo ao homem mas ele não via isto na experiência humana, quanto a isto o escritor aos Hebreus no Capitulo 2 mostra que este governo não era à Adão mas ao Filho de Deus.

          Se Deus foi surpreendido com a queda, porque nos diz a escritura que o cordeiro foi morto antes da fundação do mundo? Ou seja, antes mesmo da criação a redenção já estava pronta (Ap 13:8).

          “Lembrai-vos das coisas passadas da antiguidade: que eu sou Deus, e não há outro, eu sou Deus, e não há outro semelhante a mim; que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade;” – Is 46:9-10

          Não se trata de pré-ciência, antes de conselho, decreto.

          Pode soar estranho à maioria, mas a queda de Adão faz parte do projeto de Deus, crer diferentemente disto é crer em um deus que não é Soberano e executa a sua vontade em função das escolhas humanas.

  13. É tudo uma putaria! Esses pastores gostam de mídia, de chamar atenção para atrair público pros seus shows nos púlpitos das igrejas. Duvido que ele não tenha inventado que foi gay pra depois criar essa situação de conversão e milagre. É nada! Quem é nunca deixa de ser!

  14. Critério dos evangélicos sobre pecado: todos eles ofendem a Deus.

    Critério dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são gays: expulsão.

    Critérios dos evangélicos para tratar os que estão na igreja e são orgulhosos, arrogantes, prepotentes, impuros, maliciosos, mentirosos, soberbos, rudes para com esposa e filhos, caluniadores, políticos corruptos, vendilhões do Evangelho, fofoqueiros, falsos, hipócritas, cínicos, desonestos nos negócios, ingratos, assediadores morais, comilões, dados em segundo casamento sem que o cônjuge tenha cometido adultério, masturbadores, lascivos, de pensamentos torpes, sonegadores de impostos, sonegadores de direitos trabalhistas, assistidores de filmes pornográficos, etc.: não são excluídos, ficam na igreja e inclusive podem muitas vezes serem vistos pregando no púlpito de igrejas ou até mesmo em salas de edifícios que servem ao poder legislativo, quando não usam a própria igreja como reduto eleitoral ou para os crimes de lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito.

    Quando Jesus disse “Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra”, ele também quis dizer: “aquele que não tiver pecados, expulse um irmãozinho gay da igreja.”

    • SANDRO

      Por que as igrejas evangélicas expulsam homossexuais e deixam ficar os adúlteros, corruptos, ladrões e outros pecadores?
      Para o homem, sua masculinidade é a coisa mais importante do mundo, pode ver que para o homem o pior insulto é “viado”, é dizer que ele não é macho, que não gosta de mulher.
      O evangélico adúltero, corrupto ou ladrão ainda é homem hétero.
      É por isso…

      • Mariana,

        entendo o que você quer dizer, mas esse argumento não vale para as igrejas, pois estas não podem tomar decisões tão graves e de consequências dramáticas como a de excluir um membro da igreja estribando-se em preconceitos machistas ou sexistas, pois elas mesmas dizem seguir a Bíblia. Além disso, o fato de um hétero – não se esqueça que os gays também somos homens, pois a orientação sexual não muda o gênero – não gostar de ser chamado de “viado” não é motivo para excluir uma pessoa. A maioria dos héteros que conheço também não gostam de serem chamados de “viados”, mas daí a dizer que os querem excluídos da sociedade é algo muito, muito diferente. Veja que não é apenas o preconceito e a discriminação, mas uma compreensão errônea da religião que leva essas igrejas fundamentalistas a excluírem os gays, além, é claro, do farisaísmo dessas seitas.

        • SANDRO

          “entendo o que você quer dizer, mas esse argumento não vale para as igrejas, pois estas não podem tomar decisões tão graves e de consequências dramáticas como a de excluir um membro da igreja estribando-se em preconceitos machistas ou sexistas, pois elas mesmas dizem seguir a Bíblia. Além disso, o fato de um hétero – não se esqueça que os gays também somos homens, pois a orientação sexual não muda o gênero – não gostar de ser chamado de “viado” não é motivo para excluir uma pessoa. A maioria dos héteros que conheço também não gostam de serem chamados de “viados”, mas daí a dizer que os querem excluídos da sociedade é algo muito, muito diferente. Veja que não é apenas o preconceito e a discriminação, mas uma compreensão errônea da religião que leva essas igrejas fundamentalistas a excluírem os gays, além, é claro, do farisaísmo dessas seitas.”

          Esse argumento não deveria valer para as igrejas, mas na prática a verdade é essa mesma, para os homens héteros vale qualquer brincadeira desde que não coloquem em dúvida sua masculinidade.
          Não estou falando de orientação sexual em conflito com gênero, mas da atração de um sexo pelo oposto.
          A masculinidade é mais importante que tudo!!!!!
          Um homem evangélico hétero vê outro que é mentiroso, corrupto, ladrão ou adúltero, mas este também é hétero, então a tendência a deixar passar os pecados do outro, pois este também gosta de mulher.
          Claro que pecado é pecado, o mal é o mal, mas…é óbvio o desprezo do homem macho pegador de mulher por alguém que gosta de outro homem.
          O mentiroso fica, o corrupto fica, o vendilhão da fé fica, o traidor fica…todos praticantes do mal, porém homens héteros, estão lá na igreja.
          E o gay, que não tem motivo para ser expulso da igreja, justo ele é expulso…
          O que fez coisas que teoricamente dariam motivo para ser expulso, é perdoado.
          O que nada fez de errado, é punido, lançado fora para o ostracismo.

          Acabo de me lembrar de um sermão do padre Vieira, lá nos tempos do Brasil colônia.
          “Quantas vezes se viu em Roma ser enforcado um homem por ter roubado um carneiro…
          E no mesmo dia ser aclamado um general por ter saqueado uma cidade…”

          • “A masculinidade é mais importante que tudo!!!!!”

            Então, Mariana, considerando o que você escreveu – e escreveu muito bem – para os crentes a masculinidade é mais importante que o amor ao próximo, que o Evangelho eterno, que o Cristo de Deus.

          • Sandro,

            Tenho por certo que há algo errado.

            Igreja alguma anui com o que elas consideram como pecado.

            Meu caro, igrejas há que desligaram de sua membresia quem cortou cabelo a mais, quem deixou o cabelo a mais, quem adulterou, quem roubou, quem se separou, quem fornicou, quem foi a cinema, quem ouvia músicas não gospel, quem bebia, quem usava drogas.

            Bom, depois da expulsão, a pessoa pode voltar e a igreja recebê-la de volta, onde passa por algum tempo até readquirir as prerrogativas de antes, onde fica sendo observado.

            O ficar sendo observado e examinado não singniifica que o retornado deixou de fazer o que é considerado como pecaminoso, afinal poder escamotear seu erro, esconder suas ações.

            Meu caro, e tenha como certo, como filho de pastor, eis que se tratava da coisa pior, ter que deixar para trás, um cidadão de segunda categoria o próximo. A igreja toda sofria e sofre, é como receber um atestado de incompetente, é como se Deus nos abandonasse, a gente fica sem rumo, como se tivesse falecido uma pessoa da família.

            Evidente que muitas igrejas – aliás não eram todas que tinham o mesmo critério sobre pecados e muito menos quanto a pena – hoje já não agem com tanto rigor sobre algumas coisas, mas que permanece com a mesma pena e procedimento.

          • Caro Levi Varela,

            você sempre escreve com calma, prudência, urbanidade. Você vê-lo em minha imaginação com o rosto sereno e expressando-se calmamente enquanto fala; a voz pausada, o olhar que às vezes se desloca dos olhos do interlocutor não para cima ou para baixo, mas ao nível mesmo dos olhos dele. É muito bom entreter diálogo com pessoas assim. Se nas igrejas vi pessoas com o verdadeiro espírito de Caifá, lá também vi, embora que em um minoria, pessoas que levavam a sério o conselho de Paulo em sua epístola aos filipenses “tende em vós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus”. Vejo esse espírito em você e vejo também no Zezé, entre outras pessoas.

            Meu caro, meu comentário não tem a pretensão de refutá-lo, mas apenas de dar a minha opinião, a opinião de quem já pertenceu ao meio em que você ainda hoje pertence, ou seja, o evangélico,

            Sim, é verdade: anos atrás as igrejas pentecostais excluíam as mulheres crentes que cortavam os cabelos, depilavam as pernas, vestiam calças compridas; excluíam também os membros que adquiriam aparelhos de televisão, entre outras outras transgressões que, vendo hoje, percebe-se o grau de legalismo que havia nessas igrejas. Sim, que HAVIA, pois isso mudou, e começou a mudar, salvo melhor entendimento, com a chegada – ou, em colocação melhor, com o crescimento em influência – da igreja do evangelho quadrangular. Membros dessa igrejas diziam “doutrina não é costume”, quando eram abordados por evangélicos escandalizados por verem as mulheres dessa igreja usando “trajes de homens”. A “base” bíblica citada para a proibição de calças compridas para as mulheres é a famosa passagem de Deuteronômio 22:5, sem contextualização do texto.

            Entretanto, caro Levi Varela, as igrejas evangélicas, me parece, não tornam mais proibido o uso de calças compridas para mulheres, não proíbem a maquiagem, não censuram o uso de televisão, etc., o que revela que elas evoluíram em sua compreensão da referida passagem de Deuteronômio. Apesar disso, infelizmente essas mesmas igrejas seguem fazendo do livro de Levítico, e de certos textos de Paulo, a base para seguir excluindo os gays da igreja.

            Um outro fato que você poderia considerar, é que não citei, na relação que fiz dos pecadores que existem nas igrejas e que são tolerados (não disse que as igrejas concordam com esses pecados), pecador graves, como o assassínio, o tráfico de drogas, o sequestro, o abuso de crianças, etc., pois nestes casos é claro que as igrejas, a não ser casos muito pontuais, como o de um pastor que foi denunciado e condenado por estuprar fiéis de sua própria igreja, desligarão esses membros, pois seria inconcebível ver, por exemplo, um latrocida pregando no púlpito da igreja. Então, em casos muito graves, em que há clamor popular, em que o crime atenta gravemente contra a lei e a segurança da sociedade, as igrejas excluem enquanto não houver o arrependimento. Então eu citei exemplos daqueles pecados que, embora sendo muito graves, tão graves do ponto de vista espiritual, como aqueles que neste comentário citei – sim, pois Jesus disse que basta olhar com malicia para uma mulher para que o adultério se consuma -, e, todavia, para esses pecados não há disciplina, não há exclusão. Eu não disse que as igrejas aprovam esses pecados, eu disse que elas não usam do mesmo, digamos, “remédio” que usam para com os gays, ou seja, a exclusão. Então temos claramente aqui uma injustiça.

            Observe, ainda, meu caro, que a homossexualidade em hipótese alguma pode ser enquadrada naqueles exemplos de pecados que atentar contra a ordem social, como o o sequestro e o assassínio. As igrejas se sentem, assim, na contingência de desligar sequestradores e assassinos. Mas os gays, os gays não somos criminosos, não somos sequestradores, não somos assassinos – somos pessoas normais, do bem; que estudam, trabalham, contribuem com o progresso da sociedade. Se essa nossa orientação sexual constituísse, de fato, um pecado, por que deveríamos ser tratados como o são os criminosos e não, como citei, os que olham para uma mulher e pensam maliciosamente se, para Jesus, estes são adúlteros no coração? Admita, caríssimo, a injustiça das igrejas, os dois pesos e duas medidas, a balança enganosa que, para o Senhor, é, esta sim, abominação (Provérbios 11:1). Não somos abominação, não somos seres humanos de segunda categoria, não merecemos a exclusão.

            Esses tempos, quando visitei um templo vaisnava, ali encontrei um monge idoso, conservador e cujo entendimento particular era de que a homossexualidade deveria ser deixada (sim, entre eles também há os que têm essa visão da homossexualidade como um pecado, embora os mais esclarecidos não vejam assim), mas ele disse que isso em hipótese alguma poderia ser usado para impedir a pessoa homoafetiva de integrar a sociedade, de cantar, dançar, comer a prasada (uma deliciosa refeição vegetariana servida após os serviços devocionais no templo), ajudar na limpeza do templo, no lavar das louças (eles distribuem comida para os pobres no templo, e comida quentinha e saborosa), enfim, prestar serviço devocional ao Senhor Krishna, pois mesmos esses conservadores creem que o desenvolvimento na consciência de Krishna é gradual e um devoto nunca pode ser impedido em seu desenvolvimento. As próprias escrituras védicas dizem, o Senhor Krishna diz, que nada pode obstaculizar o caminho de uma alma para Deus. E estou falando, Levi, de um monge, de um conservador, pois há, como você viu no vídeo, muitos outros que tem uma visão claramente inclusiva, de aceitação da pessoa homoafetiva da mesma forma que ela é aceita na sociedade de direito constitucional, ou seja, não como um cidadão de segunda categoria, mas como um cidadão em igualdade de direitos. Então eu pergunto: por que as igrejas não fazem pelo menos como esse monge? Ou por que não dizem, a respeito dos gays: “eles são plenamente bem-vindos. A vida sexual pertence à esfera íntima do indivíduo, e como o estado considera válido o casamento entre homoafetivos a igreja não pode investir contra a lei, opor-se ao estado de direito simplesmente por que essa não é uma lei que obstaculiza a liberdade religiosa. Então os homossexuais devem, por imperativo de consciência, viver suas vidas amorosa, sexual e afetiva da mesma forma, observando os mesmos princípios da vida do heterossexual, ou seja, fidelidade dentro de uma relação monogâmica, até porque Deus é quem julga, não a igreja, não o homem. Se há crentes que não amam a seu próximo e a igreja não os podem excluir por isso, por que haverá de excluir homoafetivos se eles não são criminosos, mas pessoas que estão também buscando desenvolver a vida cristã.”

            É claro que essa, digamos assim, declaração pode ser melhorada, mas o esboço é apenas para dar uma ideia de um novo paradigma da igreja para com as pessoas homoafetivas que desejem servir a Deus na igreja cristã evangélica.

            Abraços, caríssimo, e desculpe os erros de digitação, pois escrevo sempre correndo e nem sempre tenho paciência para corrigir o texto. O importante é a gente se comunicar, se entender.

          • Sandro,

            Há uma progressão, você concorda também.

            Muitas vezes vi nas ruas jovens da AD usando calças, mas na igreja, não. Avançou-se.

            Já no tocante ao tema, temos que buscar mais ensinos da ciência, um único modo de, por vez, acabar com esse entendimento derivado da bíblia e de outros livros, e de outras culturas. Percebe-se que há da parte de todos um certo grau de desprezo para com as crianças que ainda pequenas demonstram em seus gestos, em seu corpo e em suas palavras o inverso do sexo que carrega, sendo que ao chegar a idade adulta, não voltam ao equilíbrio entre o ser e o parecer.

            Veja que a natureza é muito detalhista, tanto que, por exemplo, a tartaruga e os jacarés, sua sexualidade é definida não no ovo, sim na temperatura do ninho. Sendo o habitat quente, fêmea. sendo mais ameno o clima, macho.

            A bíblia não é um livro científico, sim em parte histórico e em parte religisioso.

            A carne de porco proibida, tinha razão de proibir. Ainda hoje há uma grave doença causada por conta de bactérias onde o vetor é o porco, ou seja, do que se conclui que Moisés estabeleceu em face do vasto conhecimento do povo Egito,que fazia cirurgias delicadas, tanto o avanço, Em síntese, Moisés colocou o porco em conta de uma questão de saúde pública…..

            Falei antes, e renovo agora,da necessidade de aprofundamento ante os conselhos de pastores, ante o vaticano, apontando estudos e demais. Acho apenas que antes de se preparar quanto a isso, já se saiu á busca das bruxas, e nós sabemos que há um grau de dificuldade das pessoas derrubarem suas convicções.

            Veja que até recente o sexo, por muitas igrejas, era apenas pró gerar filhos. Camisinha, até hoje pela principal cristã, é pecado. Concepcionais é terapia do cão. E o que é pior, preocupação com o habitar a terra, ou seja, como se ela não tivesse com gente saindo pelo ladrão, que a destrói de tanta gente.

            No mais, agradecer pelas palavras afáveis quanto à minha postura no expressar o que penso. Apenas tento imitar Cristo, pois sabendo que falaria contra muitas das teses imperantes, procurou ser didático, bastando citar o exemplo da mulher adúltera, a quem não apedrejou, com isso fazendo de forma didática em seus argumentos inteligentes levar os seus compatriotas a pensar, a se pôr nu lugar do outro, Pra condenar, já basta o diabo, e este nunca quis julgamentos escorreitos, sim precipitados, sim mortíferos, deixando mãos limpas, por causa da precipitação, em mãos sujas. Todos pecadores, em especial os que julgaram e executaram, pois homicidas.

    • SANDRO

      Mesmo não concordando em muitas coisas, devo te reconhecer um dos melhores comentaristas do G+.
      É por eu ser espiritualista (não espírita), por acreditar na sobrevivência da alma e na vida além da vida.
      Tem umas pessoas tipo o Manoel, o cara é evangélico ultra-rigoroso, vive citando a Bíblia, isso é resultado da educação que ele recebeu.
      Essas pessoas não compreendem a Vida Maior, por isso aceitam o que a Bíblia fala, que os mortos não têm consciência de nada, realmente, o corpo físico não tem consciência de nada, ele sozinho é só um pedaço de matéria.

      Você já parou pra pensar por que uma pessoa é hétero e outra é homo?
      Isso só faz sentido se considerarmos uma multiplicidade de existências terrenas.
      Eu tenho a teoria de que o gay de hoje já viveu neste mundo como mulher e fez mau uso disso, tipo uma mulher hétero que busca subir na vida a qualquer custo, ela seduz um homem casado e isso leva à destruição de uma família.
      Como agora não tem um corpo de mulher, não pode mais fazer o que fez.

      Hoje o casal gay está assim: os dois na mesma cama, porém separados por um abismo.
      Você continua vendo no seu “namorado” (ou melhor, sua visão espiritual vê) o seu homem do passado, quando você era mulher.
      Isso é resultado de erros do passado, assim como…
      O homem rico de hoje, avarento e egoísta, amanhã estará na miséria.
      Aquele que oprime hoje, amanhã será escravo.
      O homem machão opressor e agressor de mulheres, amanhã será mulher.

      Usou mal seu corpo feminino hétero?
      Por isso agora está sem ele.
      Uma coisa pra lá de estranha foi aquele cantor Ricky Martin (ex-Menudo) dizer que estava assumindo a homossexualidade e que agradecia a Deus por esse “presente”!!!
      Olha, das duas uma: ou isso não é presente ou Deus não existe.
      Presente é ser mulher hétero 100% cromossomos XX real verdadeira e pura, com todos os equipamentos originais de fábrica, testados e aprovados…rsrsrsrsrs

      • Mariana,

        “Mesmo não concordando em muitas coisas, devo te reconhecer um dos melhores comentaristas do G+.”

        Puxa, muito obrigado pelo carinho. Saiba que você articula muito bem as palavras, emite suas opiniões de forma clara e é uma das melhores comentarista aqui do Gospelmais.

        “Eu tenho a teoria de que o gay de hoje já viveu neste mundo como mulher e fez mau uso disso”

        Por outro lado, já pensou que um casal gay de hoje poderia ter sido o casal hétero de ontem? Lembro-me do relato de uma hipnóloga que fez a regressão de um gay a uma vida anterior, e através da regressão ele descobriu que sempre reencarnava e se unia à sua alma gêmea, ora sendo homem, ora sendo mulher. Ocorre, porém, que nesta última encarnação vieram os dois como homens, e, assim, resolveram que seriam gays para poderem viver novamente seu grande amor. Esse relato, verdadeiro ou não, nos oferece a certeza de que outras possibilidades poderiam haver para justificar a homoafetividade que não apenas essa que você menciona, ou seja, a do mau uso.

        “Hoje o casal gay está assim: os dois na mesma cama, porém separados por um abismo.”

        A única coisa que me separa do meu namorado na cama é que às vezes, sem querer, puxo o cobertor só para mim e ele fica bravo. No mais, é muito amor e carinho. rsrsrs

        Que legal, Mariana (chamo você assim, porque seu nome é muito bonito, e as pessoas merecem serem chamadas pelo nome, pois é pelo nome que o Senhor nos chama), a gente debater aqui sem ofensas e, mesmo esforçando-se na defesa argumentativa de nossas teses, não ficar irritado e sair xingando o outro que não concorda com a gente.

        Cada um dá seu recado, contribui com sua visão e assimila da visão do outro o que pode.

  15. gente não fique perdendo tempo com o witinere holt e o sandro ,não lancem perolas para os porcos e as coisas santas aos cães,esses caras,não tem o que fazer e ficam entrando no site de comentários cristães, eles não gostam da verdade, deixa eles de lado eles estão possuido pelo demo,a setença deles está decretada e a morada deles e dos que não aceitam a correção da palavra de Deus já está finalizada que é o inferno e eles não me digam nos comentarios deles que o inferno é aqui,continuaremos com nossa fé no senhor quem não quiser, ficará fora da arca e morrer no diluvio de fogo.e tem mais quero ver eles criticarem os mulçumanos e maomé já seriam ameaçados de morte e até sairiam do site,como somos nós e somos mais pacificos e não falamos nada com suas ofensas o tempo dirá viu verá.

  16. O pastor, pela sua conversa, não teve tendência(natural ou não) à prática homossexual.

    Daqui a pouco uma mulher que for acaso vítima de estupros da parte de vários homens ao mesmo tempo, é que daí em diante ela deva ser considerada uma prostituta ante a quantidade de parceiros?

    Do que vi é isso que estão fazendo, a generalização.

  17. O senhor Joide Miranda tem todo o direito de viver vendo-se e acreditando-se como hétero, tendo esposa e filho(s), sendo pastor de uma comunidade cristã. Mas penso – e não estou me colocando como sua consciência ou juiz, mas apenas emitindo uma opinião – que ele não deveria, por exemplo:

    a) imaginar e propagar que sua experiência de vida – incluindo sua vida como um travesti muito infeliz, como ele afirma ter sido -, constitua em qualquer dimensão ou semelhança a experiência de vida de outros homoafetivos, incluindo outras travestis. Cada um de nós é uma alma singular e que percebe e absorve a vida, suas manifestações, alegrias e tristezas, dores e prazeres de forma diferente, única;

    b) supor e sustentar que tão somente porque se convenceu de que se tornou heterossexual depois de ter sido travesti e passar por conversão religiosa, que essa será a mesma experiência e conclusão de dos homoafetivos que passarem a pensar como ele e ter da sexualidade, da identidade sexual, de Deus e da religião as mesmas visões que ele tem, ou seja, que é possível se tonar heterossexual, sendo gay, desde que se observe seus conselhos, orientações, argumentos e sermões;

    c) fazer de sua ex-vida como travesti – que ele diz sempre ter sido algo de miserável -, uma forma de de proselitismo religioso apelativo, além de ser muito feio ficar falando, ad nauseam, de tudo o que de horrível praticou em sua vida como travesti. Ninguém precisa, após converter-se a uma religião, ficar eternamente narrando as coisas horrorosas que praticou. Imagine, a título de exemplo, uma ex-atriz porno que ficasse narrando todas as modalidades sexuais bizarras que praticou, ou o latrocida ficar contando a forma como assassinou suas vítimas, ou o torturador sádico agora ficar narrando, como um locutor de contos de terror, as torturas e sofrimentos que infligiu em suas vítimas. Isso não é cristianismo, isso não é religião – ficar revivendo coisas ruins que praticou como num jogo de sexo hardcore sadomasoquista. A Bíblia diz que os conversos apresentam novidade de vida, esquecem as coisas que para trás ficam e passam a falar apenas o que é bom, útil, elevado, santo, nobre e justo;

    d) usar relatos de suas experiência de vida miserável no submundo da prostituição como meio de ganhar dinheiro com vendas de livros, vídeos e palestras. Um cristão verdadeiro não de coloca como animador de uma plateia lasciva que se locupleta em ouvir relatos do submundo da prostituição;

    e) difundir a ideia de que tem a resposta para as angústias de jovens evangélicos gays, que tem a solução para seus problemas afetivo-sexuais, e a receita para a “reversão” da homossexualidade.

    Seja hétero, senhor Joide Miranda, como o senhor crê que é, mas não faça de sua experiência de vida exemplo para os jovens gays que estão sofrendo nas igrejas; não se coloque como consciência para eles, não passe voluntariamente a ilusão de que a homossexualidade se “resolve” da mesma forma que o senhor pensa ter se resolvido em sua vida, e, sobretudo, não levante sua voz para obstaculizar a luta pelos direitos civis e constitucionais dos homoafetivos, pois se o senhor de fato sofreu tudo o que narra no submundo gay, então o senhor sabe como poucas pessoas o quanto os gays precisam de proteção como minoria social historicamente oprimida, exposta, julgada e condenada. Se quer falar de Cristo, fale das belezas insondáveis do Evangelho, e faça de Cristo, e não de sua vida pregressa, a inspiração de suas palavras, sermões, conselhos e orientações. Que Deus abençoe imensamente o senhor e seus entes queridos.

  18. Sandro me parece que vc nao conhece verdadeiros servos de Deus e esta generalizando a todos.Eu conheco varias igrejas onde independentemente da condicao de cada pessoa elas sao tratadas em suas falhas.

    • Lima,

      conheço, sim, evangélicos sinceros (você, o Zezé, o Levi, etc.), e não estou generalizando, mas é um fato, sim, que a imensa maioria das igrejas excluem os gays, eu sei disso pois sou uma prova viva de como as igrejas tratam os homossexuais que há em seu meio excluindo-os.

  19. Sandro vc faz um miscelania de doutrinas que vao contra a palavra de Deus,alem de nao mostrar arrependimento em relacao a sua condicao que esta claramente relatada na biblia,bem como outros pecados tambem.Portanto quais sao os frutos e a coerencia da sua fe?Pelos frutos se conhecem a arvore.

    • Lima,

      sua visão de doutrinas e pecados não é a mesma minha, obviamente, por isso você, fundamentalista exclusivista que é (o termo fundamentalista não é um xingamento), não pode aceitar que uma pessoa siga outra religião, como o hinduísmo, budismo, jainismo, etc, e mesmo assim seja aceita por Deus. Deus não é monopólio de religião alguma, Lima; Deus esta acima de religiões. Frutos? A minha busca, devoção; o meu amor a Deus. Você não pode me julgar.

      • SANDRO mostre onde Jesus se mostrou ecumenico na biblia.Mostre onde ele admitiu outros caminhos e mediadores para Deus.Esclareca-me se ele mesmo disse que era o caminho, onde e que podemos nos apoiar na biblia,para nao sermos fundamentalistas,pois o proprio Jesus o era.Eu gostaria de que argumentasse biblicamente.Veja bem,como e limitado seu conhecimento,os proprios judeus,povo inicialmente escolhido por Deus ,sao descartados por Jesus,por quererem insistir na lei de Moises,quando ele ja era o cumpridor e doador do Espirito Santo.Sandro, Deus hoje nao aceita nem os judeus com sua lei, e mandamentos, pois se basearmos nela seria dizer que Jesus nao e suficiente para cumprila por nos. A biblia relata a cegueira dos judeus,a biblia relata que so os da descendencia de Isaque e que alcancariam a promessa de salvacao por Cristo.De Ismael,arabes e outros nao seriam aceitos com suas praticas religiosas.E olha eu estou usando nacoes que vieram de Abraao, o pai da fe,imagina,os que tem costumes estranhos ao Deus criador.Sabe o povo de Canaa,vc conhece as praticas que possuiram, e por isto foram subjugados?Vc sabe porque o Egito foi amaldicoado?Assiria,Siria,Filistia,Babilonia e outros povos?E porque tinham costumes estranhos e cultos a divindades,eram politeistas,faziam sacrificios,eram ascetas, e procuravam agradar aos seus deuses atraves de suas obras.No entanto em Jesus surge a oportunidade de salvacao a todos os povos mediante arrependimento e fe nele.Se Jesus para muitos, e apenas um mestre e nao o Filho de Deus,um exemplo e nao o doador do Espirito Santo,nao divino mas apenas uma criatura de Deus,apenas admirado ,porem nao obedecido, como e que todos os caminhos nos levariam a Deus?Vc citou atos de maneira parcial onde Cornelio fazia obras, e era temente,tendo testemunho de todos,porem ao ler o texto percebera que ele nao conhecia a Deus, e que suas obras,fizeram com que Deus pelo seu Espirito, ,enviasse Pedro para esclarece-lo a respeito do caminho,e da salvacao em Cristo Jesus.O fato de procuramos fazer boas obras, e ate sermos respeitados nao significa conhecimento de Deus,porem pode fazer, que nossa sinceridade o leve a se manisfestar e nos salve.Porque pela graca sois salvos e isto nao vem de vos e dom de Deus,nao de obras para que ninguem se glorie diante dele. efesios 2/8e9.Reflita em efesios cap 2.O|BOM CORNELIO SO FOI SALVO, QUANDO CONHECEU O CAMINHO DA VERDADE.

        • Lima,

          você cita a Bíblia para defender o cristianismo e isso esta correto, mas entenda que a Bíblia não é o único livro que contém a Palavra de Deus, e esse livro, inclusive, é usado também para a defesa do judaísmo, o mesmo judaísmo que nega que Jesus tenha sido o messias prometido. Quanto ao politeísmo, a história antiga mostra que os próprios hebreus foram politeístas até que aceitaram apenas um deus nacional. Se quer confirmar isso, leia o livro “A Origem de Deus”, de Laurence Gardner (digite no Google: a origem de deus laurence gardner pdf minhateca). Os hinduístas creem na existência de um deus que esta acima de todos os deuses, como, também criam os hebreus – Salmo 82:1:

          “É Deus quem preside à assembleia divina; no meio dos deuses, ele é o juiz”

          O homem inteligente é aquele que examina um tema a partir de várias perspectivas ou visões, não apenas de uma. Assim, você deveria procurar conhecer melhor, por exemplo, o budismo e o hinduísmo, e não ficar bitolado em uma só visão, pois isso impede que você analise melhor o tema e faça a defesa de suas teses com mais propriedade. Fracassado seria o advogado que não procurasse estudar as possíveis teses da acusação, fiando-se apenas nas suas.

          • Sandro vc acha que um homem viajado com eu,inclusive tendo feito missoes,transculturais pelo mundo poderia ir a outras culturas so conhecendo o cristianismo?Que preparo eu teria mediantes varias civilacoes?Lembre-se de Paulo que quando anunciava, o evangelho dizia na linguagem dos povos locais.De uma olhada.

          • Sobre o Salmo 82:1 o original para a palavra Deus ou deuses é Elohin, que não necessariamente designa divindade, mas pode ser traduzida por governo, autoridades.

            “Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses. Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?” – Gálatas 4:8,9

            É Sandro, segundo o Apóstolo Paulo o politeísmo é um rudimento fraco e pobre, afirmação esta na qual eu faço coro. Para quem se diz evoluído, crer em coisas tão rudimentares é complicado.

            Deus (o único) também se apropriou de rudimentos para revelar-se ao homem, pois é o que era possível ao homem neste período conceber acerca dele, mas avançou na sua revelação, vide as epístolas que possuem uma profundidade e riqueza de conhecimento imensuráveis, infelizmente alguns retrocedem e continuam nos rudimentos.

  20. Sandro hoje a maior prova de que vc nao se converteu nao e nem o seu lado gay,mas sim apologia que vc faz a doutrinas totalmente em discordancia com o Cristianismo e a biblia.Quer prova maior do que esta?Vc nao permaneceu fiel a palavra de Deus, e isto e ainda mais serio do que a sua condicao.Aquele que me ama guarda os meus mandamentos,disse Jesus,e vc nao tem feito isto.Haveria duvida maior do que esta para sua conversao se vc nao honra a biblia?

    • Lima,

      eu me converti ao cristianismo fundamentalista aos 13 anos. Hoje, evidentemente, não sou mais um converso dessa religião, mas continuo converso no sentido de continuar crendo, amando e buscando a Deus. O fato de eu discordar de certas visões mantidas no cristianismo não prova que não sou convertido, pois a conversão não é um mero professar de crenças, mas uma relação com Deus, relação essa que só a alma e Deus são dela conhecedores, permanecendo os observadores externo apenas olhando e julgando conforme suas percepções.

      Os mandamentos de Cristo são os mesmos de Krishna e Buda e podem ser resumidos nesta frase: “amar a Deus e ao próximo como a si mesmo”. Lima, conversão não é profissão de fé.

      • CLARO QUE SIM OU APOIAR CRENCAS FRONTAIS AO CRISTIANISMO PODE?Agua e oleo nao se misturam.Como eu disse leia sobre as bases cristas e as bases de outras religioes espiritualistas.Sao crencas e caminhos completamente diferentes.

        • Lima,

          já li, e pude ver que, se há discordância entre as religiões – sim, elas existem e até entre igrejas evangélicas -, há também convergências fundamentais. Ademais, o fato do caminho ser diferente não o torna falso; eu posso ir para a praça central de Curitiba por muitas ruas, por muitos caminhos. A diferença entre eu e você é que, enquanto você é exclusivista, eu sou universalista, eu creio que se chega a Deus por muitos outros caminhos que não apenas o cristianismo.

          • Sandro estude as tres propostas para a perda do foco da salvacao e estrategia forte do inimigo de nossas almas nestes dias.1LIBERALISMO,infelizmente presente em varias denominacoes ditas evangelicas,relativismo associado,2 UNIVERSALISMO,um primo,familiar do mesmo,onde tudo no final das contas vai ser objeto do amor independente da forma como se ama.Cancer em varias igrejas americanas,ex Rod Bell.3ecumenismo,o paizao deles,onde ttudo leva a Deus,mas ninguem sabe o caminho.E uma grande estrategia satanica deixando um cardapio farto para os perdidos.E como olhar para o ceu e dizer;qual das estrelas e o caminho?A resposta esta so mente na brilhante estrela da manha,a estrela de BELEM.

  21. A ordem da criacao humana demonstra a prioridade do governo ao macho,cabendo a mulher a condicao de adjutora,com o devido respeito aos seus papeis.Quanto a indefinicao, eu a desconheco como figura de autoridade,constituida por Deus,pois inicialmente nao se cita a possibilidade.O pecado trouxe mutacoes espirituais,a humanidade, com consequencias ate para aparentes inocentes, que passam a expressa-lo a medida que o expressam,pois ele atinge-nos sem que possamos dete-lo,como consequencia da desobediencia ao Pai,a falta de submissao ao Filho,e a vontade de Deus mediante o seu Espirito.

    • Lima,

      como você mesmo disse, as condições do Éden (presumindo-se que o mítico lugar realmente tenha existido) não são as condições do mundo pós pecado (falando aqui dentro da visão cristã fundamentalista). Em nosso mundo, as condições edênicas foram alteradas e a mulher já não é uma simples “adjutora” do homem, mas tem direitos e deveres iguais, pois em Cristo, como disse Paulo, não homem, não há mulher. Outro fato importante é que não houve mudança no aspecto biológico, sendo que ainda temos macho e fêmea. Eu, por exemplo, sou gay, mas sou macho, evidentemente. A obediência é importante, mas o que nos salva, mesmo, é a devoção pela qual alcançamos o favor, a graça de Deus em nos acolher de volta em seu Reino, em sua morada.

      • Sandro como vs e relativista,portanto sem conceito definido.As vezes usa a palavra que vc nao cre,e nao obedece para se defender, e as vezes a chama de mitica.E muita incoerencia defina-se.

        • Lima,

          o relativismo é fato, meu caro, não há como negar, e o meu conceito da Bíblia é este: ela não é a Palavra de Deus – ela CONTÉM a Palavra de Deus. E por que não é Palavra de Deus em sentido absoluto? Porque contém a palavra do homem (dos fiéis e dos infiéis), e até mesmo a palavra do diabo (nos relatos em que ele fala). Além do que, contém interpolações, exclusões de textos, muitos erros em ciência, como história, geografia, arqueologia, psicologia, etc. Se a Bíblia toda fosse inspirada, então teríamos de crer que são inspiradas também as falas dos inimigos de Deus e até mesmo as palavras do diabo, o que seria um absurdo.

          • Conter a palavra nao e que oque as escrituras dizem.ELA E A PALAVRA COMO MESMO SE AFIRMA POIS A PALAVRA,E O PROPRIO VERBO JESUS,,ENCARNADO E FOI DADA PELO ESPIRITO A HOMENS EM LINGUAGEM ACESSIVEL.SO ISTO.SE PRECISAR DE CITACOES SOBRE SER A PALAVRA EU PASSO.

          • Sandro o seu conceito acerca da Bíblia está correto, porém tenho algumas ressalvas.

            Jesus mesmo estabeleceu uma relação clara entre Ele e as Escrituras:

            “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida.” – João 5:39-40

            A Biblia no sentido bibliográfico é um conjunto de livros, escrita por vários autores, em épocas e contextos diferentes, ela não tem o papel de ser a Verdade pelos motivos que você já explicou de modo claro, ora, se ela não é verdade então ela é uma mentira? Em absoluto. Ela não foi inspirada? Em absoluto também.

            Alguns pontos:

            1 – A Verdade é Cristo, Ele é a PALAVRA, o VERBO, o LOGOS eterno. E quem pode dar vida é só ele, e não um livro, ou conjunto deles.
            2 – Então qual a função da Bíblia? Testificar acerca de Cristo. Por mais incrível que possa parecer, Cristo é o tema central de Gênesis à Apocalipse, muitos não compreendem isto, por terem a visão somente do Jesus histórico e não do verbo que é eterno.
            3 – O problema mais GRAVE na cristandade é prender-se nas histórias biblicas (histórias de personagens). Quem aqui estiver lendo faça um exame de consciência e analise sua própria experiência em suas congregações e responda a esta pergunta: Nas igrejas pregam-se na esmagadora maioria, Antigo testamento (historias), Evangelhos (histórias), Atos (histórias). E epístolas? Só versículos isolados do seu contexto com pseudo promessas que na verdade nem são. Sim ou não?
            4 – Todas as histórias bíblicas não estão alí porque Deus quis contá-las ou de forma narcissita, mostrar como ele é poderoso para abrir mares, etc. Todas as histórias possuem uma revelação espiritual nelas, na esmagadora maioria convergindo ao Filho. Infelizmente a cristandade fica na letra, nas histórias e não conseguem enxergar a revelação que elas contém. Mas por que?

            “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” 1 Coríntios 2:14

            Ora Marcos, está dizendo que eu que sou crente a décadas sou um homem natural e não sei discernir as Escrituras espiritualmente? infelizmente é o que mais tem por aí.

            PORÉM, nada disto que eu coloquei relativiza a Escritura, o problema é que ela não é um livro científico, um livro de histórias ou um livro de usos e costumes, mas nela há uma história única de Genesis (no principio criou Deus os céus e a terra) à Apocalipse (então vi novos céus e nova terra). O que está neste meio é Deus se revelando ao homem de forma progressiva, de acordo com a sua maturidade.

            Infelizmente 99,9% dos cristão acreditam que Deus (que é espírito) agachou-se na beira de um rio e fez um boneco de barro ao qual chamou Adão. Ou que há cavalos e livros no céu.

            Mas Marcos, a Biblia diz isso, é verdade, ela diz, mas ela se utiliza de uma linguagem antropomórfica afim de que possamos entender de maneira humana o que é espiritual.

            Quando aprendermos a não ficarmos presos aos símbolos, às sombras e figuras (Hb 10:1) da Escritura, querendo saber se Adão tinha umbigo, o tamanho da arca de noé e coisas do gênero nos importássemos em entender o que Deus quis transmitir de mensagem em cada um destes relatos a cristandade avançaria à passos largos para a verdadeira vontade de Deus.

          • Prezado Marcos Oliveira,

            seu comentário demonstra ser você uma pessoa que busca mais o sentido espiritual (“A letra mata, mas o espírito vivifica”) do que o sentido literal da Bíblia, e isso é muito louvável. Ainda assim, sua intenção é defender uma visão salvacionista exclusivista de Deus.

            O sentido espiritualizado que você quer dar à Bíblia dizendo que ela fala de Cristo do Gênesis ao Apocalipse, obviamente não agradaria a outros religiosos abraâmicos (judeus e muçulmanos), pois na verdade trata-se de uma visão, uma interpretação dos textos que atendem às suas necessidades de crença e devoção.

            A Bíblia é um livro que certamente contém a Palavra de Deus, mas contém também a Palavra do homem, como esta repleta de erros, de falhas de tradução, de alterações, exclusões e interpolações. Basta ver que nem um dos originais se preservou, e tudo o que temos hoje são cópias das cópias das cópias das cópias dos originais, e por isso dá para ver que há muitas diferenças de tradução e que praticamente inviabiliza saber o que de fato diziam os originais, já que uma palavra vertida com um significado diferente – mesmo ligeiramente diferente – pode mudar tudo.

            Quando você fala de Cristo como o verbo, a palavra, minha atenção é dirigida para João 1:1, onde consta: “No princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus”

            Ocorre, entretanto, que este verso é um plágio da seguinte passagem do Rig Veda, escrito centenas de anos antes do Evangelho de João:

            “No começo era Brahman; com ele estava Vâk, a Palavra; e a Palavra é Brahman”

            Cristo foi um Mestre Espiritual, não foi Deus, e não é o único Mestre.

            Sobre isso ele disse, em resposta ao interlocutor que o chamou de bom:

            “Replicou-lhe Jesus: “Por que me chamas bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus!” (Marcos 10:18)

            Observe que quando ele disse aos que o ouviam, àqueles a quem ele havia sido enviado como Mestre, “Ninguém vai ao Pai senão por mim”, ele falava justamente de sua missão como Mestre Espiritual daquele povo, dos que o seguiam, seguem e ainda seguirão, pois é o guru, o Mestre Espiritual dos Cristãos, como Buda foi e é dos budistas.

            Jesus sintetiza a natureza de sua missão desta forma:

            “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (João 17:3)

            Só há um Deus – o Ser Supremo, e Jesus foi, assim como muitos outros Mestres Espirituais, enviado por esse Deus. Jesus é um “enviado”, não é Deus, pois não pode ser o próprio enviado aquele que o enviou.

          • Sandro,

            Já houve estudos acerca dos erros de tradução, adições e etc nos textos bíblicos e chegaram à conclusão de que compreendem menos de 5% do todo.

            Estes erros que existem ou más traduções trazem prejuízo enorme á maioria dos cristãos que infelizmente baseiam a sua teologia em versículos, mas aqueles que examinam as Escrituras de forma ampla não tem como se confundir a despeito de qualquer erro, pois, a Bíblia tem uma mensagem una do inicio ao fim e se há algum texto ou versículo que está em desarmonia com o todo, ou nossa compreensão dele está falha ou devemos investigar mais a fundo afim de verificarmos se há ou não algum problema na tradução, é uma questão de hermenêutica e exegese, logo, este argumento para desqualificar os registros bíblicos é infundado.

            Me questiono se as demais literaturas religiosas estão em seus originais ou também são cópias, principalmente as de religiões orientais que são milenares, a regra também não se aplica a estes? Pode haver erros ou não também nestes escritos? Claro que a Bíblia foi muito mais manuseada e traduzida e as chances são maiores, mas repito, para os que tem uma visão olística da Escritura isso não prejudica em absolutamente em nada.

            Quanto ao que você chama de plágio eu chamo de analogia, não duvido que haja este texto de João 1:1 no Rig Veda, até porque isto não é exclusividade do hinduísmo, se você pesquisar com atenção o termo grego para VERBO é LOGOS, e muito antes de Cristo vir ao mundo os gregos já falavam acerca do LOGOS (veja o que dizia Heráclito) como uma força criadora e sustentadora de todas as coisas.

            João se apropria disto e é como se disse: “Sabe o Logos do qual vocês falam como sendo uma força criadora e sustentadora de todas as coisas? Então, Este Logos encarnou na pessoa de Jesus de Nazaré.

            Quanto à questão da divindade Cristo, negar este fato deriva novamente de uma interpretação errônea da Escritura, pois, fazem confusão da triúnidade de Deus quanto à sua Obra (Economia) e sua Ontologia (Ser em essência).

            Só há um único Deus e ponto final, esta é uma verdade do inicio ao fim da Biblia Sagrada, porém, ela também nos fala do Pai, do Filho e do Espírito Santos como sendo um único Deus e isto não é politeísmo, não são três, eles são um.

            O Verbo (Logos), é Deus, Eterno, SENHOR DOS SENHORES e REI DOS REIS – Isto está no âmbito da Ontologia do ser divino.

            Jesus de Nazaré, o Cristo, O Filho de Deus é o Servo, que veio para servir ao Pai – Isto está no âmbito da Economia (Obra que Deus na sua triunidade estabeleceu desde antes da fundação do mundo.

            O próprio Pai dá testemunho da divindade do Filho:

            “Mas, do Filho, diz: Ó DEUS, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.” – Hb 1:8

            A partir do momento que você nega a divindade do Filho e o transforma em um homem comum (ainda que com atributos superiores) é colocá-lo como pecador, pois, TODOS PECARAM (Rm 3:23) e se ele era participante deste pecado original Não Serviria para ser o redentor do universo. Logo, seu sacrifício é nulo e ineficaz, mas como ele ainda que na sua humanidade como servo não nasceu debaixo do pecado, pois é Deus e portanto perfeito, sem defeito, o único que poderia redimir a humanidade.

            Então, com todo respeito, dizer que todos os caminhos levam a Deus é temeroso se partirmos do princípio de que a Escritura nos revela o plano de Deus para o homem e este plano passa pelo Cristo que é Deus redimindo a humanidade, e a todo aquele que nele crê é salvo.

            Se a Biblia tiver razão você com certeza não está no caminho da verdade, até porque a Verdade é Cristo, que é Deus, mas isto é uma questão de fé e esta fé é dada por Deus e não por mim (Ef 2:8-9), por isso não tenho a pretenção de convencê-lo de nada, se Deus não o iluminá-lo posso ficar aqui até eu morrer que não adiantará de nada.

            Apenas sigo o exemplo de Paulo:

            “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura DEUS LHES DARÁ O ARREPENDIMENTO para conhecerem a verdade, E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos.” – 2 Timóteo 2:24-26

            Minha resposta também tem o intuito de dissipar possíveis duvidas que néscios que leem seus comentários possam ter em relação às Escrituras em função de não terem um conhecimento mais aprofundado acerca de alguns temas. A estes eu digo, fiquem firmes na fé em Cristo, o DEUS CONOSCO.

  22. Sandro dentro do que vc aprendeu,quantos caminhos levam a Deus?Joao 14/6,mt/11/27,Lc10/22.Ecumenismo e uma forma de ir a Deus por atalhos e nunca pelo caminho unico e principal,sendo forma poderosa e diabolica para desfocar o homem de Deus,confundindo e nao trazendo paz e comunhao perfeita para com ele.

    • Caro Lima,

      “Em cada nação, o homem que o teme e que faz a justiça lhe é aceitável.” (Atos 10:35)

      “Aquele que vem a mim [Jesus aqui falando de si mesmo e, por representação, de Deus, seu Pai] de maneira alguma o lançarei fora” (João 3:35)

      “… para que todos sejam um, Pai, como Tu estás em mim e Eu em Ti. Que eles também [os que buscam a Deus] estejam em nós, para que o mundo creia que Tu me enviaste.” (João 17:21)

      Não se vai a Deus apenas pela via ou caminho do cristianismo, mas de toda religião fidedigna.

        • Compare as doutrinas para nao fazer afirmacoes infelizes.Falar de Deus qualquer um pode.Dizer que o conhece tambem.Porem estar alinhado paa com sua palavra e totalmente diferente.

          • Já comparei, e continuo comparando. Mas acho que você não comparou nada, a não ser de forma muito superficial. Você provavelmente não leu nada de budismo e hinduísmo consultando as fontes deles, e, se leu alguma coisa, provavelmente foi de sites de apologistas e proselitistas pentecostais. Além disso, a Palavra de Deus não esta contida apenas na Bíblia. Deus jamais limitaria suas palavras a uma coleção de livros cujo cânon não foi estabelecido antes do século IV por Roma Papal.

  23. Pastor Joide Miranda,

    desejo que saiba que sou sinceramente solidário ao senhor em face da ameaça que sofreu, não importando a fonte. Eu também fui ameaçado, sendo uma vez por um evangélico fanático e outra vez por um militante político direitista ultra radical. A violência jamais se justifica e jamais pode ser aceita, seja a violência física, a psíquica, a verbal, etc. Toda forma de violência deve ser veementemente repudiada e combatida. Deus o abençoe ricamente, bem como a seus familiares, irmãos e amigos.

    • Sandro disse: 27 de janeiro de 2016 ás 5:09 pm
      Clamando,

      você é o que senão um ativista evangélico fundamentalista e cheio de ódio?

      Caramba, você só sabe é criticar, xingar, mentir, brigar, falar coisas ruins.

      Cara, você deve ser muito, mas muito infeliz para extravasar tanto ódio.
      Responder Comentar
      Vanessa disse: 27 de janeiro de 2016 ás 6:10 pm
      Concordo Clamando, os ativistas agem dessa forma, aprenderam direitinho com o mestre do cinismo Jean demente Wyllys.
      Eles fazem dessa forma, provocam, provocam, provocam, até a pessoa sair do sério, aí quando recebem uma resposta à altura, ficam logo se fazendo de vítima de coitadinhos, sofredores, perseguidos. …………….Pode reparar amigo!
      Responder Comentar
      clamando disse: 27 de janeiro de 2016 ás 8:36 pm
      NESSA
      IMAGINE AMEAÇAM DE MORTE E DIZ ELE QUE NÓS SOMOS CHEIOS DE ÓDIO E FUNDAMENTALISTAS KKKKKK

      • Clamando,

        você é, sim, um ativista evangélico fundamentalista cheio de ódio, e não sou eu quem esta dizendo isso – são suas próprias palavras. Ás vezes não sei se devo atribuir sua grosseria à falta de cultura ou ao ódio, mesmo; então penso: deve ser as duas coisas.

        • SANDRO

          Teve uma época em que eu xingava todo gay aqui no G+.
          E acho que o maior motivo era o que eu tinha lido sobre um projeto de lei absurdo segundo o qual os LGBT, em vez de lutar por seus direitos, tentavam avançar sobre os direitos dos não-LGBT.

          Não li o projeto, só soube dele aqui no G+ e o esforço do pastor Malafaia e outros para derrubá-lo, vale lembrar que não concordo com o que diz o mesmo ou qualquer da bancada evangélica.
          Já apresentei essa questão aqui, mas a única resposta (quando havia) eram xingamentos de “homofóbica” e outros piores.

          Retirar as palavras “pai” e “mãe” dos documentos oficiais.
          Proibir as comemorações do Dia dos Pais e do Dia das Mães.
          Banir todos os contos infantis, tipo Branca de Neve e substituí-los por versões gays.
          Queriam até censurar a Bíblia, retirando as partes “homofóbicas”.
          Houve proposta até de obrigar igrejas católicas e evangélicas a celebrar casamentos “homo”.

          Não estou contra você (um cara bem legal), mas apenas contra esses ativistas reivindicando coisas abusivas, tipo o Jean ex-BBB (título que não o ajuda em nada) que eu odeio, não posso ver nem a foto dele, não por ser gay, mas por ser um idiota que só fala m…
          Isso era verdade (esse projeto de lei) ou não?

          • Mariana,

            conheço pessoalmente um dos maiores ativistas gays do Brasil, e posso assegurar a você que não há, de forma alguma, nele e em outros dos muitos que lutam pelo direitos civis e constitucionais dos homoafetivos, qualquer intenção de avançar, como você diz, sobre direitos alheios.

            Malafaia, e outros como ele, deturpam fatos e intenções dos que lutam pelos direitos de nossa comunidade, pois assim ficam sempre na mídia e desviam a atenção da fortuna que vão acumulando dia após dia.

            Distinguir entre fatos e teorias da conspiração é essencial para entender o modus operandi, as estratégias de ativistas fundamentalistas contra os agentes sociais homoafetivos em luta por direitos civis e constitucionais.

            Observe, ainda, que os homoafetivos não nos movemos como uma seita ou como um exército comandados por líderes que dizem o que devemos fazer e que falam e agem em nosso nome, como os que são comandados por líderes religiosos dominionistas; não, não! Somos, isto sim, parte da grande população e estamos em todas as classes, em todos os estratos sociais, em todas as representações ou movimentos políticos, econômicos, religiosos, etc.

          • Sandro,

            Por favor, menos, bem menos, todos sabem que o movimento LGBT é truculento.
            Um dos líderes falou até em pegar em armas para defenderem seus ideais.
            Semana passada uma ativista jogou purpurina no Jair Bolsonaro.
            Alguns introduzem símbolos sagrados em seu órgão excretor.
            São intolerantes com opiniões contrárias, líderes excluem de suas redes sociais quem tem opiniões educadas, porém, contrárias.

            Poderia passar o dia aqui discorrendo sobre isto. O intuito do movimento nunca foi a luta por “direitos”, mas de fomentar sua ideologia na sociedade civil, se assim não fosse, qual seria o ituito de distribuir material escolar com conteúdo sexual que causa constrangimento até em adultos para crianças a partir de 6 anos de idade?

            Tudo isso é parte do que os mentores chamam de engenharia social, visam destruir os fundamentos civilizacionais do ocidente, e isto passa pela destruição da cultura Judaico-cristã e da família tradicional. Pois, sem ambos a manipulação de uma maça perdida e sem rumo é muito mais fácil.

            Eu não tenho nada contra homossexuais, tenho tudo contra o ativismo LGBT, não tenho nada contra os cristãos, mas tenho tudo contra áqueles que vestem uma capa de moralidade no combate aos homossexuais para esconderem o que fazem nos bastidores.

            Os seguidores de ambos não passam de uma manada de gados marcados que não fazem ideia do jogo político por detrás de ambos os movimentos, só seguem o rebanho, agredindo-se mutuamente de forma desnecessária. Isso só aumenta o preconceito e é um verdadeiro tiro no pé.

            Quanto aos direitos à constituição é clara – “Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza.”

            No parágrafo I encontramos:

            “I – homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;”

            Você mesmo vive alardeando que mesmo sendo homossexual você é homem (macho).

            Então pronto, submetam-se as leis do país e pronto.

            Não há por que buscarem privilégios em função de orientação sexual, cor, religião ou qualquer outro tipo de diferenciação.

            Antes que me questione sou contrário à igrejas serem isentas de pagamento de impostos, porém, àquelas que comprovadamente realizarem obras sociais que deveriam ser feitas pelo estado arrecadador e não repassa o que arrecada, devem sim ser isentadas.

          • Em tempo: sou ativista no mesmo sentido em que evangélicos que aqui comentam também o são, ou seja, luto pelo reconhecimento dos direitos das pessoas homoafetivas, assim como os ativistas evangélicos lutam pela defesa de suas igrejas e crenças. Mas, diferentemente de muitos ativistas evangélicos e ativistas gays, não pertenço a nenhuma entidade. Minha luta seria solitária a não ser pelo fato de que Deus me apoia.

    • Ainda que eles – supondo que você fala dos ativistas por direitos homoafetivos – de fato oprimissem, ainda assim deveriam ser tratados conforme a regra áurea de Cristo Jesus:

      “Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem.”

  24. SANDRO

    Quando eu era criança, me ensinaram: há somente um Deus e somente um salvador, Cristo.
    Mas considerando isso mais detidamente, vemos que somente no cristianismo há salvação, visto que Deus é um só, e a Bíblia afirma que só Jesus veio ao mundo para salvar a humanidade.
    Porém, a humanidade não se limita aos cristãos.
    Os muçulmanos têm o seu “enviado”, que é Maomé, bem diferente de Jesus.
    E os caras ficam bravos quando são chamados de “maometanos”, alegando que não adoram Maomé e sim Alá, que é Deus, sendo Maomé apenas seu “profeta”.
    Se bem que não se sabe de algo que ele tenha profetizado.
    Bem como os adeptos do espiritismo reclamam quando são chamados de “kardecistas”, pois Kardec foi apenas o que apresentou ao mundo a Doutrina Espírita, que não é centrada em ninguém em particular.
    Então os budistas, muçulmanos, judeus, hinduístas estão excluídos da salvação?
    Usando a lógica, chegamos à conclusão óbvia que não.

      • SANDRO

        Obrigada pelo “querida”…rs
        Meu gato tem aqui um Playstation 3 e até eu arrisco jogar de vez em quando.
        Uai, quem disse que mulher não pode gostar de jogos?
        Mas não são os jogos de guerra e violência, que os homens adoram…
        Tem um que é interessante, não pelo jogo em si, mas pela temática religiosa.

        DANTE´S INFERNO

        Antes de começar eu dei uma busca na Wikipedia.
        O herói se chama Dante, mas não é o poeta autor da Divina Comédia, esse Dante é um guerreiro cruzado que tem de passar pelos 9 círculos do Inferno (daí o nome) e no final enfrentar o próprio Diabo.
        O primeiro círculo não é bem o inferno, é tipo uma ante-sala, chama-se LIMBO.
        E olha só…

        Estão aqui todos os que morreram sem o batismo CATÓLICO e todos os que viveram antes de Jesus, pois supostamente foi a morte de Jesus que abriu as portas do céu e antes dele, ninguém havia se salvado.
        É um lugar que não tem a alegria do céu, nem os sofrimentos do inferno.
        Olha, a igreja católica se apossou da porta do céu…
        Morreu sem batismo, já era…não entra no céu, fica a eternidade fazendo não sei o que…
        O que teve já de recém nascido sendo batizado às pressas porque estava doente e se morresse sem ele…

        E os evangélicos (também cristãos!), budistas, hindus, muçulmanos, judeus, shintoístas…?
        E as pessoas nobres, boas, caridosas e virtuosas que viveram antes de Jesus?
        Por esse critério, Abraão, Isaac, Jacó, Moisés, Davi e todos do AT ficaram excluídos do céu.
        Achei isso injusto, não pelo jogo, mas isso é verdade, a igreja católica faz isso mesmo, ameaça excluir da salvação ETERNAMENTE os não católicos!!!!!!!!!!
        Coisa feia lá dos “santos” papas…

        Passando essa parte vem o segundo círculo…
        LUXÚRIA

        Os habitantes aqui cometeram pecados ligados à sexualidade, sensualidade.
        Por incrível que pareça, os homossexuais não estão aqui…
        Tem umas estruturas que parecem colunas altas com a ponta arredondada, muito suspeitas…
        Já viu algo comprido e que tem a ponta arrendondada?
        Com certeza já…vê todo dia, né não?

        No centro do círculo tem um gigantesco furacão, arrastando pessoas, que durante a vida se deixaram arrastar pela sensualidade e agora ficam uma eternidade sem poderem se tocar, você sente um arrepio vendo milhares de pessoas passarem voando…

        E aí vai…
        Chegando ao círculo da VIOLÊNCIA, logo no início temos a Floresta do Suicídio (violência contra si mesmo) e depois o Deserto da Sodomia (violência contra a natureza, pois é homem com homem…)
        Lembra que eu falei que os homossexuais não estavam no círculo da Luxúria?
        Segundo essa teologia canhestra (princesa também é cultura…), o homossexualismo é muito pior que a luxúria, por isso está num círculo bem lá embaixo…
        Não tem medo de quando morrer ir parar lá?
        Hein hein hein?
        HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA
        brincadeira…
        ó devoto de Krishna…

  25. Caro Lima,

    você ainda é uma criança na fé, e talvez não entenda se eu lhe disser que não tenho uma igreja pois me basta ter Deus – Ele já me ocupa todo o ser, toda a alma, todo o coração. Não tenho porque sair em busca de um Deus imponderável, feito à imagem e semelhança do homem e adorado por corações gélidos nos templos das frias pedras da indiferença, do desamor. Deus esta no templo de minha alma, no altar de meu coração, e é ali que vou buscá-lo, encontrá-lo, louvá-lo, adorá-lo, e se estudo as religiões – e as visito, e nelas congrego -, é porque, assim como a abelha visita diferentes flores para produzir o doce mel, minh’alma visita diferentes religiões para delas extrair o bom néctar que vai produzir inspiração para minha vida e doçura espiritual para minha alma sedenta de Deus.

    O vídeo abaixo é de inspiração Rosacruz – a qual não sou filiado -, mas revela algo dos meus íntimos sentimentos. O vídeo é muito lindo. Por favor, ouça-o sem preconceito e sem temor.



    Assine o Canal
  26. SANDRO

    Continuando.
    Eu nunca gostei da Globo e menos ainda aquele lixo do BBB.
    E de lá veio aquele ativista Jean, do qual tb não gosto e não é pelo homossexualismo, mas por ter o hábito de dizer besteira.
    Até queda de avião é homofobia!
    Caiu um avião lá na Malaysia e ele já disparou que o avião na verdade foi derrubado porque havia ativistas gays lá dentro, pode até haver, mas falar que destruiram o avião por isso…
    Essa eu tenho certeza que foi de má fé, para chamar a atenção, para ficar em evidência…
    O cara gosta dos holofotes nele…
    E que as torres gêmeas do WTC foram atacadas para matar gays que estavam lá dentro.
    E teve o caso de um jovem gay que apareceu morto e o Jean lá foi gritando que tinha sido assassinado…óbvio, por ser gay…
    Mas na verdade era um caso de suicídio…
    Você mesmo apresentou aqui um caso de um homem de classe média-alta que não conseguia assumir que gostava de homem, até tentou namorar mulheres, mas…
    Como você disse, a praia do cara era outra, e o sujeito levava uma vida super-infeliz…
    E teve uma coisa muito feia que li sobre esse Jean, ele teria dito achar “normal” que um menino tenha sua iniciação sexual com um homem adulto…
    Normal aonde?
    Isso é pedofilia e é crime!
    Acho que nem ele seria besta a ponto de dizer uma coisa dessas…
    Mas também não ficarei surpresa se for verdade…
    Outra dele: cotas para gays em concursos e vestibulares…
    Mas me explica como o candidato ia provar que é gay?
    A palavra dele já bastaria?
    Garanto que ia ter muito hétero se dizendo gay para entrar mais fácil na facul…
    Até eu ia lá me fazendo de lésbica…
    Não sou, mas quem ia provar?
    Além disso, aqui no G+ tem sempre gente citando o nível de inteligência dos gays, então iam dar cotas para gente que teoricamente não precisaria delas…

DEIXE UMA RESPOSTA