Incomodados, pastores lançam campanha divulgando origem do Natal: “Tudo se refere a Jesus”

13

A origem das festas natalinas é a celebração do nascimento de Jesus. Essa é a mensagem que um grupo de pastores, liderados por Jimmy Terry, quer propagar ao longo desse mês.

Usando diversos cartazes, impressos em vermelho e branco, o pastor da Tabernacle Baptist Church quer alcançar os 95 condados do estado norte-americano do Tennessee com a campanha “Christmas is All About Jesus” (“tudo no Natal se refere a Jesus”, em tradução livre).

A iniciativa tem como objetivo minar a ideia de que a origem das comemorações natalinas se refere apenas à mitologia do Papai Noel e/ou à cultura de troca de presentes, incentivada pela publicidade.

“Este ano estamos pedindo aos cristãos em todo o estado de Tennessee para nos ajudar a espalhar a nossa mensagem. No próximo ano, nós esperamos que este movimento no Tennessee possa influenciar o resto da nação”, afirmou o pastor, segundo informações do USA Today.


Jimmy Terry expressou seu incômodo com a forma como as celebrações do Natal e da Páscoa foram distorcidas ao longo dos anos, tornando-se apenas datas comerciais: “Os dois dias mais sagrados da história humana foram profanados. No Natal, nós mostramos aos nossos filhos um homem vestido de vermelho, e na Páscoa, um coelho e alguns ovos”, queixou-se.

O fato de o foco do Natal já não ser voltado ao nascimento de Jesus é como se os cristãos aceitassem passivamente que “satanás destronasse Jesus Cristo”.

Um colaborador da campanha, Dwight Dickson, diácono da First Baptist Church in Clarksville, criticou o uso comercial que as empresas fazem em cima do Natal: “Nós deixamos que esses dias santos se tornassem feriados comerciais. Ele acabou se transformando em uma maneira de os comerciantes lucrarem. Perdemos o significado do Natal”, lamentou.

Os organizadores da campanha ainda não divulgaram números relativos à quantidade de cartazes distribuídos, mas a meta é espalhar 100 deles em cada um dos condados do estado, totalizando 9.500.


13 COMENTÁRIOS

  1. Esposa aceita e pastor de 60 anos se casa com namorada de 19 nos EUA
    Thom Miller, um pastor norte-americano de 60 anos, está dando o que falar nos Estados Unidos. É que o ex-mafioso, que se converteu numa prisão do país, acaba de se casar com a namorada, de 19 anos, com a aprovação de sua primeira esposa.
    A nova esposa, Reba Kerfoot, está grávida. Em entrevista ao Daily Mail, ele afirmou estar construindo uma casa com duas alas, uma para cada esposa. Ainda segundo Miller, ele passará três noites como cada esposa e usará um dia para descansar de suas obrigações conjugais.
    Fundador de uma igreja própria, Miller é o único que tem permissão para ter mais de uma esposa. Ele e sua primeira mulher afirmam ter visto a nova membro da família crescer, já que a conhecem desde a infância.
    “No começo, a minha família pensava que o que eu estava fazendo não era direito. Eles achavam que não era apropriado que eu ficasse com um homem já casado”, explicou a Reba ao Daily Mail. “Mas eles começaram a mudar de ideia e agora estão felizes, assim como eu estou”, comemorou.
    Ela também revelou que precisa controlar o ciúme: “Uma amiga disse que é estranho que eu me casasse com ele quando ele já tem uma mulher, mas afirmou que me apoiaria. Ter que dividi-lo com outra mulher pode ser meio chato às vezes”, ponderou. “Mas vou tentar não ter ciúme. Quando Thom não estiver comigo, vou ocupar meu tempo com amigos”, planejou a jovem.
    De acordo com o pastor, ele leva um estilo de vida bastante cristão e afirma não ter preferências sexuais por qualquer uma das duas.
    Correio 24 horas

  2. Na verdade Jesus foi atrelado ao solsticio.
    Nao se sabe uma data do suposto nascimento de Jesus, tendo sido o dia 25 de dezembro definido pela igreja catolica como a data para tal comemoracao.
    Portanto, natal realmente nao tem muita relacao com Jesus.
    Natal eh uma data inventada.

    • concordo é uma inventada, acho que o inventor estava falido, É só comercio e nada mais, para começar Jesus não nasceu nesta data. o Homem só se importa com o outra neste dia. Quanta falsidade se revela o natal!

  3. Será que li uma piada? Pastor casado se casa com namorada, com apoio da primeira esposa? Tenho até receio de comentar. É verdade? Não é uma pegadinha? Ou talvez agora os cristãos estejam criando piadas com o que seria apostasia, iniquidade, cauterização da consciência…?

    • …unipensar…o tripé da questão…1- tudo tem início e fim ,a terra (planeta ) de eras em eras se recicla ,então muitas coisas se transforma ,algumas espécie desaparece outras surgem ,etc…

      2- a degradação e depuração ,vem desde lá do “paraíso” / início ,dá uma depurada ,depois vem a degradação e nova depurada…

      3-quando o mundo entrou na igreja , Deus saiu…a própria igreja conduziu o inimigo/materialismo para dentro ,quando começou com a idéia de grandeza & cultura da riqueza !!!

    • unipensar…sabe daquela festa ,que fecham o portão com o aniversariante do lado de fora…é o caso …
      se preocupam com a beleza dos enfeites ,comidas & bebidas fartas…presentes para os presentes e ausentes ,mas da presença do aniversariante nem se lembram !!!

      E a falsidade que reina (nada de jesus) ,o chefe te cumprimenta & abraça ,o vizinho que sempre te evitou e virou a cara ,te cumprimenta & abraça ,então você pensa mudaram ?!! nada , depois tudo como dantes .

  4. visão clara da verdade, ninguém pode apagar o brilho da pascoa e do natal, pois são representados por aquele que entregou-se a si mesmo por amor do Pai.
    agora se satanás tenta tirar o brilho destas grandes festas cristãs, não quer dizer que a festa é pagã é isto que satanás quer, que vc. não glorifique , que perca o foco da única verdade.
    JESUS o salvador

      • VERDADE

        Sim, o natal como conhecemos hoje é a adaptação da antiga festa do sol invictus, que ocorria em 25 de dezembro, o 10º mês do calendário romano, por isso dezembro começa com DEZ.
        Há na verdade muito mistério e dúvidas sobre isso.
        Lendo a Bíblia, vemos que quando Jesus nasceu, estavam os pastores no campo com seus rebanhos, quando apareceram anjos que anunciaram o nascimento do Salvador.
        Porém em dezembro é inverno em Israel, faz muito frio e cai neve, então os pastores não estariam lá no campo, os animais não aguentariam o frio.
        Outra pista se encontra no próprio calendário romano, que mostra aquele ano como o 15º ano do reinado do imperador Tibério e que naquele ano houve um recenseamento, a Bíblia mostra José e Maria indo a Belém, onde os dois nasceram, inclusive Maria estava grávida e por isso Jesus nasceu num estábulo.
        Porém ainda, ninguém convocaria um recenseamento no inverno e ainda mais: naquele ano os registros romanos não indicam nenhum recenseamento.
        Mas temos de concordar: o natal em abril ficaria estranho.
        Então, realmente Jesus não nasceu em dezembro, mas comemora-se seu nascimento no fim do ano.
        Ora, festividades tão importantes como o natal devem ser no fim do ano.
        Agora, o que não concordo é o que o Natal se tornou: uma época de gastança descontrolada, as lojas vendem como nunca, ainda mais com o mito do Papai Noel.
        Os presentes das crianças são tradição…
        É como se uma festa de aniversário fosse organizada, mas o aniversariante ficasse do lado de fora, ninguém se lembra dele.
        Às vezes sinto-me mal com aquele clima natalino, sabendo que muitas pessoas não tem nem o que comer, e nós dentro de casa com aquela comilança tradicional.

        OMNIA LUX VERITATIS

DEIXE UMA RESPOSTA