Cresce o número de pastores que veem islamismo e cristianismo como religiões semelhantes

40

O surgimento de uma vertente apelidada de “crislamismo”, que enxerga o cristianismo e o islamismo como religiões “semelhantes” levou o instituto LifeWay Research a fazer uma pesquisa com pastores e descobrir quantos deles são simpáticos a essa interpretação.

O resultado surpreendente mostrou que 17% dos pastores protestantes dos Estados Unidos são propensos a relacionar as duas crenças. O relatório do LifeWay Research considera o “segmento pequeno, mas crescente”, e chama atenção para o fato de que há cinco anos, o número de líderes evangélicos com essa visão era de 9%.

“Para entender os dados, você tem que entender que os pastores protestantes não são de uma mente. E mentes estão mudando em mais de uma direção”, afirmou Ed Stetzer, diretor executivo da LifeWay Research, lembrando da heterogeneidade teológica existente no meio protestante.

“Além disso, é importante notar que, enquanto pastores parecem estar cada vez mais familiarizado com o islamismo, a mesma grande maioria reconhece diferenças inconfundíveis entre a religião muçulmana e o cristianismo”, pontuou Stetzer, segundo informações do Gospel Herald.


A pesquisa, realizada com um grupo de 1.000 pastores, também descobriu que 50% dos entrevistados entendem que o islamismo “promove a caridade”. Na pesquisa de cinco anos atrás, esse número era de 33%.

32% dos pastores descreveram o islamismo como “espiritualmente bom”, número bem acima dos 19% registrados no levantamento anterior; enquanto 24% descrevem a religião como “tolerante”, contra 16% que manifestaram essa opinião na outra pesquisa.

No entanto, quando perguntados qual das descrições mais populares está mais perto de suas crenças, 59% dos pastores evangélicos apontaram a descrição do pastor Franklin Graham, que a define como “uma religião muito má”.

A pesquisa engloba o contexto do crescente número de norte-americanos que adotam o islamismo como religião, e a consequente popularização de discursos que se diferem daqueles adotados pelos extremistas do Oriente Médio e da África.


40 COMENTÁRIOS

  1. Quem compara o Cristianismo com Islamismo não conhece profundamente nem uma nem outra religião. Ser Islâmico é negar a divindade do Filho de Deus, consideraram Jesus somente um homem normal, “um profeta” que disse boas palavras. Negam a crucificação de Cristo, e muito menos aceitam a ressurreição. O Islamismo é muito semelhante aos testemunhas de jeova, mórmons, congregação cristã entre outras seitas que falam de um jesus que não é o da bíblia e se acham no direito de dizer que são cristãos, muito provavelmente esta é a razão pela qual parte dos llíderes americanos de seitas ou denominação perdidas, comparam o Cristianismo com o Islamismo.

  2. Gostaria de saber de que denominação seriam esses Pastores que dizem as duas religiões tem semelhança isso porque a palavra Religião vem do Latim que quer dizer Religare ou religação o Cristianismo Conservador é a única doutrina que usado em sua integra pode religar os homens com DEus em virtude de que todos pecaram por herança hereditária do pecado de Eva e Adão, já o Islã é uma falsa Religião que não religa em virtude de suas doutrinas que tem mais Fermento que Trigo e um “pouquinho de Fermento leveda toda a Massa”. é um Seita Terrível que tem como principal base tomar a posição da herança Divina que Religa os Homens com Deus que é a morte e ressurreição de Cristo é formada por 5 Falsas Religiões incluindo o Cristianismo e Judaísmo mais não tem qualquer semelhança com os Cristãos principalmente os Evangélicos e tem sua princípio no Adultério de ABrão e o nascimento de Ismael portanto são filhos impuros que se multiplicaram e formaram sob a batuta de Lúcifer essa Seita paracompetir com o Cristianismo.

  3. O Cristianismo e Islamismo têm sim coisas identicas.

    Os dois tem origem espiritual e direção.

    O Cristianismo tem sua origem espiritual em Deus.

    O Islamismo tem sua origem espirutual em Satanás.

    Quem dirige (guia) a verdadeiro Cristianismo é o Espírito Santo.

    Quem dirige (guia) o Islamismo é Satanás.

    Essa é a pequena diferença.

    • Não sei se você sabe, mas tudo o que os extremistas islâmicos fazem hoje os cristãos já fizeram na Idade Media, época em que religião e Estado se confundiam, como acontece ainda hoje em muitos países muçulmanos. A não ser que naquele periodo negro do cristianismo, os cristãos eram dirigidos pelo capeta. Mas as autoridades religiosas diziam que eram inspiradas pelo espírito santo. Faz um desenho aí que confesso que não entendo nada dessa loucura que se chama religião.

  4. Os 20 Mandamentos mortais do “diabólico” (“satânico”) Maomé, o fundador do Islão

    1. Tu deves estuprar, casar e divorciar meninas na pré-puberdade. Alcorão 65:4, 4:3

    2. Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas. Alcorão 4: 3,
    4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30

    3. Tu deves bater nas escravas sexuais, nos trabalhadores escravos, e nas esposas. Alcorão 04:34

    4. Tu deves ter quatro testemunhas masculinas muçulmanas para comprovar um estupro. Alcorão 24:13

    5. Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57

    6. Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4

    7. Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111

    8. Tu deves matar quem deixar o Islã. Alcorão 2: 217, 4:89

    9. Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4

    10. Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5

    11. Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60

    12. Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)

    13. Tu deves mentir para fortalecer o Islã. Alcorão 3:28, 16: 106

    14. Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216

    15. Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51

    16. Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106

    17. Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6

    18. Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101

    19. Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29

    20. Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.

    Fonte: Infiel Atento.

    ——————————————–> ☪ = ☠ <—————————————-

  5. Quem não é contra é a favor.

    Crer em Cristo até satanás, mas fazer a vontade de Deus, eis que estes serão bem vindos.

    Engraçado o mundo.

    Os evangélicos criticam o culto católico face o culto a santos e a Maria;

    Os dois acima criticam os muçulmanos pelo culto a Maomé;

    Os judeus e muçulmanos criticam os cristãos por conta do culto a Cristo;

    Os ateus criticam os judeus, os muçulmanos, os cristãos por causa do culto a Deus, ou a divindades por outros seguimentos;

    Mundo torto esse.

    Mas mais que torto, tem-se ainda um outro aspecto.

    Sim, os que adoram Deus(Alá, Jafé…) todos eles pregam quase a mesma coisa, mesma essência, posto que visam o amor ao próximo, mas o diabo é tão tinhoso que não permite a eles enxergarem essa sublimidade, entregando-os às briga constantes entre si por conta dos detalhes, das entrelinhas.

    Cristo deixou bem claro: quem não for do diabo é a favor do reino de Deus. Nenhuma que citei acima prega e exalta o diabo e o desamor ao próximo, quando muito nesse último item que citei é que fazem distinção de uma religião para outra, de um praticante de uma para outra, questão de vaidade, de concorrência entre si, nunca da essência.

    Findando.

    Cristo deixou bem claro em sua mensagem que por serem mais presentes as coisas que nos une do que a que nos separam, então somos todos a favor. A que ponto e em que nível o diabo opera, vejam só. A cegueira dominando. O engolir um camelo, mas coar um mosquito, como seja, o matar por conta de pequenas diferenças.

    • Errado. Os ateus não criticam os judeus, os cristãos e os muçulmanos por causa do culto a deus. Os ateus se manifestam quando são atacados pelos crentes. Eu estou pouco me lixando se as pessoas acreditam em seres imaginados, mitos e lendas. Acho até bonita a fé das pessoas, desde que essa fé não atinja minha dignidade como ser humano.

      • Marcelo,

        Fale por si, pois o grupo dos ateus hoje não apenas criticam, como também vão ao poder judiciário para fazer vez o que vocês pensam.

        Você vive no planeta terra mesmo ou acabou de terraplanar no seu disquinho voador a ponto de não saber de nada?

        • Vai ver esse grupo se cansou de se sentir atacado pelos crentes. Em termos de ataques diretos, estão no mesmo grupo ateus e homossexuais, sendo que a maioria dos homossexuais que eu conheço é cristã e vai à igreja. Os canalhas evangélicos tentam passar a imagem de cristofóbico para os ditos ativistas gays. Evangelicofobia existe, mas cristofobia não.

          • Marcelo.

            Devo dizer que você é um excelente observador.

            Isso mesmo, meu caro.

            Os evangélicos mataram ateus e gays, sempre fizeram isso.

            De igual modo os evangélicos sempre levaram vocês e os gays às barras da justiça;

            Rapaz. todo mundo tem gente na família gay ou ateu.

            Não faça tempestade de um copo d’água, não esquecendo que há limites pra tudo, coisa que vocês não estão sabendo usar.

  6. sao duas religioes de mesma origem.
    mas profundamente diferentes, devido as culturas em que acabaram inseridas.
    o cristianismo tem um vies mais democratico e o islamismo um vies totalmente autoritario.
    o cristianismo nao pregou a violencia como coercao, o islamismo prega.
    mas precisamos lembrar que religioes sao manifestacoes culturais que nao podem ser dissociadas da sociedade em que estao inseridas.
    por isso existem muitos muculmanos moderados e tranquilos.
    a cidade em que vivo, Curitiba, eh um exemplo disso.
    aqui existem muculmanos totalmente inseridos na sociedade, sem nenhum tipo de animosidade.
    fora isso, a comida arabe eh muito boa.
    viva a diversidade cultural.

    • Muitos cristãos não admitem, mas o deus dos judeus, dos muçulmanos e dos cristão é o mesmo. É por isso que esse povo é louco. Não deve ser fácil administrar tantos conflitos.
      .

      • MARCELO

        AS IDEIAS COSTUMES E O SALVADOR DE CADA SAO DIFERENTES SIM!

        VOCE QUE E LOUCO OU SE FAZ DE BESTA, PQ ISSO EU JA TE DISSE E BEM OBVIO!

        MAS VC GOSTA DE FAZER PAPEL DE PALHACO, FAZER O QUE?

        • o deus eh o mesmo.
          mas cada cultura o interpreta de maneira diferente.
          se cristaos fossem realmente seguir a biblia, jesus nao poderia ser o salvador pois nao cumpre toda a profecia para sua vinda.
          no velho testamento nunca foi citado, por exemplo, uma segunda vinda do messias.
          ele viria apenas uma unica vez, e salvaria a tribo de Israel.

    • Torreal,

      O islamismo é o catolicismo de ontem.

      Foi com o catolicismo que eles aprenderam a conversão obrigatória, mulheres com roupas mostrando apenas os olhos(as freiras), a vontade e as ações de domínio dos outros povos mediante a religião, o preconceito contra os demais da mesma fé, o radicalismo.

      É como descrito em apocalipse, a besta que deu poder a outra, ou seja, a mesma coisa que os católicos fizeram, hoje os do islamismo fazem.

      • LEVI

        Agora que vc falou, faz sentido…
        No filme 1492 – A Conquista do Paraíso, quando Colombo está na Espanha, esperando pelo financiamento $$$ de sua amiga a rainha Isabel, vemos umas pessoas sendo queimadas, acusadas de “heresia” e “bruxaria”.
        Isso significa que a igreja católica praticava sacrifícios humanos, iguais aos que vemos em filmes sobre povos primitivos.
        As execuções de “hereges” e “bruxas” são verdadeiros sacrifícios humanos disfarçados, pois eram feitos “pela glória de Deus” e acompanhados de cerimônias religiosas presididas por altas figuras do clero.

        O Vaticano, quando ainda não era um país, era dono de metade da Itália, aí pelo Tratado de Ladrão, digo de Latrão, recebeu gorda recompen$a pela perda de seus territórios.
        Tem coisas lá dentro que nem se pode cogitar o valor, porque não tem, não há como saber o preço que teriam, manuscritos e projetos de Leonardo da Vinci, pinturas (inclusive aquela da Santa Ceia), esculturas de Michelangelo, trabalhos de Rafael…
        Faltou só o Donatello para completar os Ninja Turtles…

        Só tem um problema.
        Se eu relatasse a qualquer padre minhas idéias e opiniões sobre santos, milagres, absurdos da Bíblia, seria excomungada com certeza.
        E eu sou católica…
        Help!

        • Deus procura fé nas pessoas,sem fé é impossível agradar a Deus.
          Não vamos se preocupar com os pontos de interrogações que são muitos mais vamos deixar Deus julgar a historia e temos um grande advogado no céu que se chama jesus cristo único intermediador emtre Deus e os homens.
          Como se diz na tua igreja ”oremos”vamos lutar pela nossa salvação independentemente de ser catolico ou protestante.

      • Leviano mais com quem os evamjegues aprenderam a roubar os dízimos do povao., e veNdeR o nome de Deus ., vender também uma tal de Uncao por até 10.000
        Vender lencinhos cagado., vender tijolinhos etc., badulaques gospel ., etc

        Aprenderam com o cachaceiro lutero e com o macedao do Brás.,

  7. Cristianismo Evangélico e Islã, são igual água e óleo… Não se misturam! O Islã é a força religiosa mais perigosa do mundo. Aliás não se trata só de uma religião, mais de todo um sistema de crenças e valores, que não aceita de forma alguma outros credos. Só estão “quietos” nos EUA, devido serem uma minoria, é só ver o que acontece hoje na França e outros países da Europa e terá uma visão um pouco mais clara do que pretende o Islã… Submeter o mundo inteiro a Sharia!

    • Não se esqueça de a força religiosa mais perigosa do mundo já foi mérito do cristianismo. E o deus é o mesmo. Só para lembrar.
      Quanto ao “não aceitar de forma alguma outros credos, desculpe, mas pelo menos no Brasil este comportamento se observa nos evangélicos. Os umbandistas e os “idólatras” que o digam.

      • MARCELO

        Concordo em parte.

        Não foi o cristianismo em si, sim um usurpador do cristianismo, o catolicismo.

        Por Deus, não ponha e nem misture catolicismo com os evangélicos. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

        Evangélicos,os verdadeiros cristãos, nunca colocaram enquanto seguimento religisioso, à sua vontade sobre os demais, nunca exigiu que os demais se convertessem.

        Os homens sabem viver tolerantemente, bastando vê a paz que reinava na parte sul da Europa conhecido por domínio dos mouros, onde cristãos, muçulmanos e judeus viviam em paz, algo assemelhado com o Brasil.

        O Islã copia infelizmente a grossura e o destempero do catolicismo no passado.

        • Caro marcelo será que Deus esperou o nascimento do líder supremo dos evanjegues o tal do cachaceiro lutero para criar uma nova seita ?

          O que vemos no Brasil hoje é um bando de evanjegues surrupiando o salário do povao em nome de Deus .. Entre eles o macedao , o valdosandiablo., e o malandrofaia .,

          Diante destas aberrações os islâmicos são pessoas bem melhores pelo menos não são ladroes de fé alheia.,

          Paz e bem

          • Lopes,

            Clara que Deus não esperou tanto tempo. Convocou matador Constantino que criou isso que vocês chamam de igreja cristã, mas que não tem nada com a teologia de Cristo, apenas a do dinheiro, tendo enricado a ponto de ser a instituição mais rica do mundo, e de longe.

          • E esperou 2000 anos para o macedao e o valdosandiablo entrarem em atritos pelos dízimos dos otarios .,

            E todo este tempo para a raça de espertalhões entrarem na política e desviar verbas .,e o caso do líder da evanjecaiada o ku., cunha ., será providência divina.,?

            Ah claro que é obra de satanás e seus anjos., só não vê quem é bode lutero.,

  8. Os muçulmanos de hoje lembram muito bem os israelitas nos primeiros livros da Bíblia, tendo ocorrido esses fatos há mais de 3000 anos.

    muçulmanos: Allah é um deus tribal, de um só povo.
    israelitas : Iaveh é um deus tribal, de um só povo.

    muçulmanos: Allah manda subjugar ou matar os “infiéis”
    israelitas : Iaveh manda subjugar ou matar os “adoradores de deuses”

    muçulmanos: Allah permite violentar mulheres dos “infiéis”
    israelitas : Iaveh permite violentar mulheres dos “adoradores de deuses”

    muçulmanos: Por ordem de Allah, os homens consideram as mulheres inferiores
    israelitas : Por ordem de Iaveh, os homens consideram as mulheres inferiores

    muçulmanos: Allah é um senhor da guerra
    israelitas: Iaveh é um senhor da guerra

    muçulmanos: Tem um livro sagrado, o Alcorão, cuja origem é Allah
    israelitas : Tem um livro sagrado, a Torah, cuja origem é Iaveh.

    muçulmanos: Quem matar “infiéis”, ganha recompensas terrenas
    israelitas : Quem matar “adoradores de deuses”, ganha recompensas terrenas

    muçulmanos: Allah não permite adoração a outros deuses, sob pena de morte
    israelitas : Iaveh não permite adoração a outros deuses, sob pena de morte

    muçulmanos: Allah manda matar todos os “infiéis”, até mulheres e crianças
    israelitas : Iaveh manda matar todos os “pagãos”, até mulheres e crianças

    muçulmanos: Allah manda fazer peregrinação anual à cidade “sagrada” de Meca
    israelitas : Iaveh manda fazer peregrinação anual à cidade “sagrada” de Jerusalém

    Moral da história: NADA MUDOU…

    • Arendalle,

      Sim, muitas coisas mudaram.

      Os homens de um mínimo de inteligência não aceitam Deus matando. Os judeus é que justificaram as mortes de seus inimigos a Deus.

      Deus sempre se disse pai da humanidade, nada de tribos. Basta vê o exemplo de Adão e Eva, o dilúvio, abraão em Ur na Caldéia.

      Deus se recusa a ser o soberano de quem não o obedece, coisa que passou a ser uma constante entre os povos, do que se conclui que foram os diversos povos que se afastaram dEle não Ele dos povos.

      Deus mandou por fim à toda humanidade Jesus tentando explicar a sua natureza, mas mesmo assim até hoje não conseguiram boa parte entender. São tolos, são bobos, continuam perversos. fato que se repete com os que se dizem adoradores do Deus Jeová, quanto os que se dizem de Ala, só que esses mais irracionais ainda, pois sem um Cristo pra humanizar suas leis, as do alcorão.

      • LEVI

        ______________________________________________________
        “Sim, muitas coisas mudaram.”

        Para os homens com cérebro de camelo, nada mudou e eles dizem que do livrinho “sagrado” deles nem uma letra pode ser mudada, é o mesmo desde que foi apresentado aos otários pelo falso profeta Maomé.
        Há relatos de brigas sangrentas entre os próprios muçulmanos, por um indivíduo recitar as palavras do Alcorão de maneira diferente do obrigatório.
        ——————————————————————————————
        Os homens de um mínimo de inteligência não aceitam Deus matando. Os judeus é que justificaram as mortes de seus inimigos a Deus.

        Verdade.
        Nos primeiros livros da Bíblia vemos homens como Moisés, Josué, Davi, Salomão e outros realizarem atrocidades sangrentas, verdadeiros genocídios, simplesmente porque os habitantes de uma cidade adoram a outros deuses e o deus tribal Jeová mandou que fossem todos “passados a fio de espada”.

        Em vários trechos vemos a ordem de Deus (!) para não deixar ninguém vivo na cidade A, B ou C, mesmo civis como velhos, mulheres e crianças, até os animais são mortos.
        E todos são malditos, em nome de “Deus”.
        A verdade é que os líderes judeus diziam ser a ordem de “Deus” o que eles faziam a outros povos, usavam o nome de Deus para atos criminosos.

        Por ordem de “Deus” um pai podia matar um filho rebelde, um marido podia matar a esposa se ela não era mais virgem, um judeu podia ter escravos, podia até matar o escravo se depois da surra ele(a) vivesse mais um ou dois dias…
        Como vemos lá em Levítico, “pois é seu dinheiro”.
        Em nome de “Deus” faziam sacrifícios de animais que enlameavam o chão de sangue e emitiam “cheiro suavíssimo”…de carne queimada.

        No relato da tomada de Jericó, um judeu pegou para si uma capa e umas moedas de ouro e as escondeu.
        Como consequência, “Deus” retirou seu apoio e os judeus eram derrotados em todas as batalhas, só voltaria a ajudar se o “infrator” fosse morto.
        Eles acharam o culpado “tirando a sorte” (!!) e apedrejaram-no, pena que a família inteira morreu junto.
        Temos vários casos assim na Bíblia.

        Essa ordem não pode ter partido de Deus, jamais, porque Ele é infinitamente justo, portanto não pratica injustiças, e nem os homens de hoje matam toda a família pelo crime de um só indivíduo.
        E há ainda uma contradição, pois a própria Bíblia estabelece que “o pai não morrerá pelo crime do filho, nem o filho pelo crime do pai”.
        ——————————————————————————————
        “Deus sempre se disse pai da humanidade, nada de tribos. Basta vê o exemplo de Adão e Eva, o dilúvio, abraão em Ur na Caldéia.”

        Diversas partes da Bíblia são lendas, inclusive Adão e Eva e o dilúvio.
        ——————————————————————————————
        “Deus mandou por fim à toda humanidade Jesus tentando explicar a sua natureza, mas mesmo assim até hoje não conseguiram boa parte entender. São tolos, são bobos, continuam perversos. fato que se repete com os que se dizem adoradores do Deus Jeová, quanto os que se dizem de Ala, só que esses mais irracionais ainda, pois sem um Cristo pra humanizar suas leis, as do alcorão.”

        Nem dá para comparar Jesus com Maomé, apesar de os muçulmanos reconhecerem Jesus como um profeta.
        Enquanto o santo Jesus foi a personificação do homem perfeito, o dito Maomé foi um falso profeta, psicopata, assassino, genocida, pedófil0, hipócrita e mentiroso.
        Trouxe aos homens uma coisa inventada por ele mesmo, o livrinho que eles dizem que é sagrado, dizendo que foi recebido diretamente de Allah.

        Hoje se diz que Allah é Deus em árabe, mas a verdade é que Allah já existia antes de Maomé e do islamismo, era um dos deuses de Meca, o deus da lua.
        Detalhe: a lua crescente é um dos símbolos islâmicos…coincidência?

        É a religião do ódio, da intolerância, do crime…
        E um dos enganados é o próprio muçulmano, acreditando que Deus (o verdadeiro) se alegra com destruição e morte, que Deus quer impor a crença nele e que abomina outros deuses e que reserva aos “verdadeiros crentes”, que seriam eles, recompensas materiais além da morte: riquezas, comida, bebida e mulheres.
        Só nisso já dá pra ver o tamanho do embuste, um “céu” apenas com prazeres físicos, nada de melhoramento moral ou salvação da alma.

        É tão falso esse livrinho que já reservou um lugar no “inferno” para judeus e cristãos e outros “infiéis”.
        Considerando que os homens nos países muçulmanos são geralmente pobres e miseráveis, pode-se imaginar por que muitos trocam uma vida de fome e privação por uma eternidade vivendo como um rei.

        E mais, os líderes desses idiotas mandam seus comandados para fuzilar “infiéis” ou amarrar bombas no corpo e explodir num lugar cheio deles.
        Por que o líder não vai?
        Simples: nem ele acredita nessa lorota de “paraíso” com 72 virgens eternas.
        Uai, mas não vai pro paraíso quem morre pelo falso profeta e pelo falso deus?
        E a vida lá não é muito, mas muito melhor que aqui na Terra?

        Peregrinação a Meca só serve para morrer gente aos milhares todo ano, em um certo período do ano vai gente do mundo inteiro pra lá, querem colocar milhões onde só cabem milhares, e tome asfixia e pisoteio.
        E são idólatras também, adoram uma pedra que teria vindo do céu, e realmente veio do céu, aquilo é um meteorito.

        Nesse lugar, chamado de Caaba (“cubo” em árabe) vai gente a tal ponto que não cabe mais ninguém e os irresponsáveis continuam permitindo a entrada de gente.
        Tem um sistema de ventilação e de refrigeração lá dentro, só que um dia os dois falharam ao mesmo tempo, deixando um saldo de milhares de mortos, pois quando falta oxigênio o ser humano entra em pânico, literalmente o cara pisa em cima da mãe no desespero para sair.

        E ainda o calor insuportável de um lugar com milhares de homens.
        E todo mundo quer entrar antes dos outros…só pode dar m… e sempre dá.
        É tão importante essa babaquice que o homem que já fez a obrigatória peregrinação recebe o título de “hadj” acrescentado ao seu nome, costume parecido com o dos britânicos e seu título de “sir”, concedido pelo rei/rainha.

        • Arendale,

          Veja o exemplo de tua igreja também. Matou e aprontou em nome de uma fé, da tomada de poder, tomada de estados…ou minha irmã, o que nós fizemos? E como somos desumanos, com sacrifícios de crianças,de donzelas, de guerreiros,,,somos filhos do diabo enquanto procedimentos e ações, uma vergonha total.

DEIXE UMA RESPOSTA