Caso Feliciano: polícia descarta hipótese de sequestro denunciada por Patrícia Lélis

85

A Polícia de São Paulo descartou a hipótese de sequestro e cárcere privado no caso que envolve a estudante Patrícia Lélis, 22 anos, e Talma Bauer, chefe de gabinete do deputado Marco Feliciano (PSC-SP).

O delegado Luiz Roberto Hellmeister, que comanda a investigação sobre a denúncia de Patrícia contra Talma Buer, afirmou que após analisar as imagens do hotel San Rafael, no Largo do Arouche, em São Paulo (SP), descartou a acusação feita pela estudante.

As gravações mostram Patrícia Lelis no saguão do estabelecimento, abraçando Talma Bauer e recebendo o namorado. “Com as imagens que temos aqui está descartada a hipótese de sequestro e cárcere privado. A ameaça ainda estamos avaliando”, afirmou Hellmeister, segundo informações do G1.

A acusação de Patrícia contra Bauer foi feita na última sexta-feira, 05 de agosto, após a veiculação de acusações de agressão e estupro feitas pela estudante contra o pastor Marco Feliciano.


Patrícia foi à Polícia para registrar ameaças que teria sofrido no hotel, e Bauer foi levado a depor no 3º DP. De acordo com a estudante, o assessor parlamentar a teria mantido em cárcere privado para ocultar a denúncia contra Feliciano.

Na saída da delegacia, após prestar depoimento, Bauer afirmou que tinha prestado esclarecimentos “sobre uma menina que veio fazer uma falsa comunicação de fatos”.

“Isso me parece que é uma perseguição política. As esquerdas estão aí, querendo derrubar todo mundo, mas nós estamos firmes, com Jesus venceremos”, acrescentou Bauer. O delegado chegou a afirmar que pediria a prisão preventiva do assessor, mas recuou.

O gerente do hotel afirmou que a estudante chegou ao estabelecimento no dia 30 de julho e pediu para não ser identificada. No dia 04 de agosto, quinta-feira, a conta de Patrícia foi paga por Talma Bauer, com confirmação dela de que ele pagaria os valores.

Os investigadores da Polícia Civil checaram as imagens e viram um clima de descontração entre Patrícia e Bauer, com trocas de abraços e longas conversas. No vídeo, foi possível notar inclusive que o chefe de gabinete de Feliciano entregou seu cartão na recepção do hotel.

Novas alegações

Em uma entrevista concedida no saguão do Senado na tarde da última segunda-feira, 08 de agosto, Patrícia manteve sua versão.

Questionada sobre como foi possível estar em cárcere privado e ter saído para buscar a mãe no aeroporto, Patrícia afirmou: “Aí é que está. A gente está procurando as coisas. Porque eu fui no aeroporto buscar a minha mãe, com o Emerson [Biazon]. E aí a minha mãe foi para o mesmo hotel que eu, a gente dormiu no mesmo quarto, e aí foi quando o jornalista falou ‘amanhã eu vou estar aí no hotel, tal horas’. E quando ele chegou, o Bauer já estava ligando, falando ‘olha, eu to chegando aí, você vai conversar com ele, eu to chegando aí’. E ele gravou essa ligação, o próprio jornalista gravou falando que ele estava chegando no hotel. E aí, antes dele chegar no hotel, eu falei ‘a gente precisa sair daqui agora’, e foi quando ele tirou a gente do hotel antes do Bauer chegar”.

Os jornalistas presentes na coletiva a questionaram sobre seu relacionamento com Emerson Biazon, e a estudante disse que ele trabalhava para pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus: “Eu conheci o Emerson através de um outro rapaz, que se chama Marcelo, mas eles não são meus amigos. Eles apareceram nisso, contando outra história. O Emerson falou que trabalhava para o ministro Marcos Pereira [PRB-SP, do Desenvolvimento, bispo licenciado da IURD], que era diretor da Record de Campinas [cidade no interior de São Paulo]. O Marcelo, até então, ele é produtor de eventos gospel, esse tipo de coisa”, disse.

Assine o Canal

Dúvida

O descarte da hipótese de sequestro não esclarece alguns fatos, como o que o colega de Patrícia, Emerson Biazon, que também estava hospedado no hotel e portando R$ 20 mil em dinheiro. Ele entregou a quantia à Polícia durante seu depoimento, alegando que o valor havia sido entregue por Bauer à estudante.


85 COMENTÁRIOS

  1. “”O descarte da hipótese de sequestro não esclarece alguns fatos, como o que o colega de Patrícia, Emerson Biazon, que também estava hospedado no hotel e portando R$ 20 mil em dinheiro. Ele entregou a quantia à Polícia durante seu depoimento, alegando que o valor havia sido entregue por Bauer à estudante “””

  2. Este caso esta muito enrolado , ja pensei que o feliciano era culpado, depois pensei que a tal patricia que e muito espertinha e culpada , e agora penso que ela tinha é uma combinacao com esse tal bauer pra ferrar o feliciano , gravarao um audio e depois eles desistiram e gravaram um video desmentindo so que ela ta querendo continuar com isso ,maisbo bauer vai se ferrar , to muito confuso

  3. E tudo mentira e armação vai cair por terra e só pra tentar parar o excelente trabalho do nobre deputado o melhor de São Paulo e não adianta este mídia gay tentar tendenciar noticias os cristãos trabalhão e creem na verdade e acredita que a verdade irá prevalecer

  4. A Esquerda e Capaz De Tudo Para Tirar Do Caminho Quem e Contra Eles Ja Vi As Conversas Dela Com o Feliciano Em outra Reportagem e ela Mandou Fotos Pelada Para Ele Quando Ele Falou Que Nao Era Para Enviar Fotos Pra Ele Que Ela Estava Confudido As Coisas Ela Ameaçou Dizendo Que Faria De Tudo contra Ele Ate Confesou Que Ele Teria Vizinhos Dos PT e do PCdoB Que Moravam No Mesmo Predio Que Ele Ou Seja Este Dinheiro Pode Ser Muito Bem Plantado Ela pode Ter Ficado Em Um Dos AP DOs Comparsas Esquerdistas Dela e Segunda a Atual Reportagem As Filmagens Sao Somente Do Saguão Do Hotel Nao Filmaram Em Que Ap Ela Estava e Todos Sabem Que a Maior Parte Da Midia Brasileira e Comprada Pra Mim Isto Nao Passa De Uma Fraude Para Tentar Incriminar Um Inocente Mentira Tem Perna Curta. ((Isaias: 17 Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás; esta é a herança dos servos do Senhor, e a sua justiça que de mim procede, diz o Senhor.))

    • Jefferson vc mistura conspiração de esquerda, pt com passagem bíblica na mesma frase? A menina e militante do partido da direita.. tenha dó… e cobrir o céu com peneira… outra coisa se fosse mesmo essa teoria toda da conspiração porque fazer isso logo na época das olimpíadas? Onde não tem cobertura alguma da mídia?Alem disso o fato de ser “ungido do senhor” não da santidade para a pessoa… e mortal como qualquer um de nós… Existem inúmeros padres e pastores pedófilos encrostados na igrejas, isso todo mundo sabe, melhor encarar os fatos que os lobos não estão nas montanhas esperando as ovelhas desgarradas e sim eles estão em nosso meio transvestidos de pastores…

  5. ” Toda ferramenta forjada contra ti não prosperará; e toda língua que se levantar contra ti em juízo, tu a condenarás” – se essa moça e o jornalista armaram…. certeza é que estão ferrados! Ver Isaías 54 – 17

  6. Gostaria de fazer aqui algumas ressalvas, percebi o nervosismo dessa moça ao dar esse depoimento cercado de gestos estranhos peculiar de quem gosta de criar historias, PONTO 01 ela não consegue fixar os olhos em quem está a sua frente coça a mão olha para baixo. PONTO 02 sempre que vai criar uma frase que não aconteceu, alguns gestos a denunciam tapar a região frontal (Nariz e boca) morde os lábios para não rir, quando ela diz que o Pr ofereceu-lhe um salario de 15 mil poe a mão na orelha , coça o olho aos 0:45 segundos do vídeo quando diz que o Pr agarrou-a e dai por diante suas mãos não colaboram com as mentiras, ela coça o rosto mais uma vez, quando vai falar do assessor. PONTO 03 quando percebe que está oscilando coloca as mãos por dentro das mangas da blusa para tentar disfarçar suas mãos que não conseguem combinar com as palavras que saem da boca; pasmem caros leitores ela passa a mão no rosto quando vai falar do Pr Everaldo, suas mãos continuam denunciando quando passa a mão na orelha para dizer que o Pr Everaldo entregou o “dinheiro”, rachem de rir quando ela vai falar do jornalista poe a mão mais uma vez nas vias aéreas evitando assim um sorriso, enlouqueçam! agora poe a mão no nariz mais uma vez quando descaradamente diz que o assessor de Feliciano estava armado e a forçou gravar um vídeo. Desculpem mas, essa jovem não sabe mentir.

  7. Se não HOUVE (assédio sexual) porquê o encontro em UM HOTEL????? Que HOUVE NEGOCIAÇÃO($$) para SILENCIAR a menina ESTÁ CLARÍSSIMO!!!! No sábado o biazon disse a uma emissora de rádio que a menina(vítima) estava “CHANTAGEANDO” e “EXIGIA” 20 mil reais do feliciano, para não denunciar!!!

  8. Só acredito no UOL e na Folha de São Paulo! Infelizmente muito sites cristão são a favor do Feliciano e distorcem a verdade. Mas mesmo assim está muito confuso este caso ainda! Marco Feliciano até agora não mostrou nenhuma prova provando sua inocência, por isso que acho que a menina ainda está com a razão, algumas provas dela batem com a verdade!

DEIXE UMA RESPOSTA