Brasil

Primeiro transexual a usar nome social em escolas públicas é filho de pastor evangélico

Comentários (47)
  1. Studebaker disse:

    E uai e dai, por ventura isto afetaria a fé dos verdadeiros?

    1. Ta Serto disse:

      Isso aí!!!

      1. clamando disse:

        VISITA A MALDADE DOS PAIS NOS FILHOS ATÉ A TERCEIRA E QUARTA GERAÇÃO DAQUELES QUE ME ABORRECEM, PR SERÁ?

        1. Pois é,falso pastor clamando analfabeto e dono de barco de luxo às custas
          da exploração dos fanáticos incautos.A visita servirá para você e sua laia.Os
          seus seguidores enganados por você e seus asseclas,mas de boa-fé,não.

  2. luciano disse:

    Ez 18

    Responsabilidade individual – 1Foi-me dirigida a palavra do Senhor nestes termos: 2«Porque proferis este provérbio à casa de Israel: ‘Os pais comeram uvas verdes e os dentes dos filhos é que ficaram embotados’?

    3Pela minha vida, diz o Senhor Deus, não deveis repetir este provérbio em Israel. 4Todas as vidas me pertencem; tanto a vida do pai como a do filho, todas me pertencem. O que pecou é que morrerá.»

    O justo viverá – 5«Se alguém é justo, observa o direito e a justiça, 6não come nos lugares altos, não levanta os olhos para os ídolos da casa de Israel, não desonra a mulher do seu próximo, não se aproxima de uma mulher durante o tempo da sua impureza; 7não oprime ninguém, restitui o que recebeu em fiança, não comete furtos, distribui pão aos famintos, cobre o nu; 8não empresta com usura e não recebe juros, afasta a mão do mal e julga entre os homens segundo a verdade; 9se segue as minhas leis e observa os meus preceitos, tal homem é verdadeiramente justo e viverá» – oráculo do Senhor Deus.

    A justiça do pai não salva o mau filho – 10«Mas, se ele gera um filho violento e sanguinário e que faz alguma destas coisas que o pai não fazia; 11se come nos lugares altos, desonra a mulher do próximo, 12oprime o indigente e o pobre, comete furtos, não restitui a fiança, ergue os olhos para os ídolos, pratica coisas abomináveis, 13empresta com usura e recebe juros, este, seguramente, não viverá. Depois de ter cometido todos estes crimes abomináveis, deverá morrer e o seu sangue cairá sobre ele.»

    A malícia do pai não perderá o filho justo – 14«Mas se ele gera um filho que vê todos os pecados que cometeu seu pai, que os vê sem os imitar, 15que não come nos lugares altos, não ergue os olhos para os ídolos da casa de Israel, não desonra a mulher do próximo; 16não oprime ninguém, restitui o penhor, não comete furtos, dá o pão ao faminto e cobre o nu, 17afasta a mão da injustiça, não empresta com usura e não recebe juros, observa as minhas leis e segue os meus preceitos, este não deverá morrer por causa do pecado de seu pai, ele viverá certamente.

    18Mas, se o seu pai cometeu actos de violência, praticou furtos e não fez o bem no meio do seu povo – pela minha vida: este deverá morrer por causa dos seus pecados.

    19E vós dizeis: ‘Porque não carrega o filho com as faltas de seu pai?’ Mas o filho praticou o direito e a justiça, observou todas as minhas leis e seguiu-as; ele deve viver. 20Aquele que pecou é que morrerá; o filho não carregará com a falta de seu pai, nem o pai com a falta de seu filho: ao justo será imputada a justiça e ao pecador a sua maldade.»

    Responsabilidade sobre o presente e não sobre o passado (33-10-12) – 21«Mas se o pecador renuncia a todos os pecados que cometeu, se observa todas as minhas leis e pratica o direito e a justiça, ele deve viver, não morrerá. 22Não serão lembradas as faltas que cometeu, viverá por causa da justiça que praticou.

    23Porventura me hei-de comprazer com a morte do pecador – oráculo do Senhor Deus – e não com o facto de ele se converter e viver?

    24Mas se o justo se desvia da sua justiça e pratica o mal, imitando os crimes abomináveis a que se entrega o pecador, porventura viverá? A justiça que praticou não será recordada; por causa da infidelidade a que se entregou e do pecado que cometeu, morrerá.

    25Porém, vós dizeis: ‘O modo de proceder do Senhor não é justo.’ Escutai, pois, casa de Israel: Então é o meu modo de agir que não é justo? Ou é o vosso que o não é? 26Se o justo se afasta da sua justiça para praticar o mal e morre por causa disto, é por causa do mal que praticou que ele morrerá. 27Se o pecador se afasta do pecado que cometeu para praticar o direito e a justiça, ele merece viver. 28Se ele se afasta dos pecados que cometeu, viverá certamente, não morrerá. 29Mas a casa de Israel diz: ‘O modo de agir do Senhor não é justo.’ Então é o meu modo de agir que não é justo, casa de Israel? Não será antes o vosso modo de agir que não é justo?»

    Convite à conversão (33-10-20) – 30«Por isso, Eu vos julgarei a cada um segundo a sua maneira de agir, casa de Israel – oráculo do Senhor Deus. Convertei-vos e afastai-vos dos vossos pecados; que não haja mais entre vós ocasião de pecado. 31Rejeitai todos os pecados que cometestes contra mim e criai um coração novo e um espírito novo. Porque quereis morrer, casa de Israel? 32Pois Eu não me comprazo com a morte de quem quer que seja – oráculo do Senhor Deus. Convertei-vos e vivei.»

  3. luciano disse:

    18 Então recebi novamente a palavra de Jeová: 2  “O que significa este provérbio que vocês citam na terra de Israel: ‘Os pais comeram uvas azedas, mas foram os filhos que ficaram com o gosto azedo na boca’?*+3  “‘Tão certo como eu vivo’, diz o Soberano Senhor Jeová, ‘vocês não citarão mais esse provérbio em Israel.4  Pois todas as almas* pertencem a mim. Tanto a alma do pai como a alma do filho pertencem a mim. A alma* que pecar é a que morrerá.5  “‘Suponhamos que um homem seja justo e faça o que é justo e certo.6  Ele não come sacrifícios idólatras nos montes;+ não ergue os olhos para os ídolos repugnantes* da casa de Israel; não comete adultério com* a esposa do próximo+ nem tem relações com uma mulher menstruada;+ 7  não maltrata a ninguém;+ em vez disso, devolve o que toma dos seus devedores como garantia;+ não rouba a ninguém;+ em vez disso, dá seu próprio alimento aos famintos+ e veste os que não têm roupa;+ 8  não empresta cobrando juros nem visando lucro;+ em vez disso, recusa-se a agir com injustiça;+ julga com justiça as questões entre um homem e outro;+9  sempre anda nos meus decretos e obedece às minhas decisões judiciais, para agir com fidelidade. Tal homem é justo e com certeza continuará vivo’,+ diz o Soberano Senhor Jeová.10  “‘Mas suponhamos que ele tenha um filho que é ladrão,+ assassino,*+ou faz alguma dessas outras coisas11  (apesar de o pai nunca ter feito nada disso). Ele come sacrifícios idólatras nos montes, comete adultério com* a esposa do próximo, 12  maltrata o necessitado e o pobre,+ rouba, não devolve o que toma dos seus devedores como garantia, ergue os olhos para os ídolos repugnantes,+ pratica coisas detestáveis+ 13  e empresta cobrando juros e visando lucro.+ Esse filho não continuará vivo. Por causa de todas essas coisas detestáveis que fez, ele com certeza será morto. Seu sangue recairá sobre si próprio.14  “‘Por outro lado, suponhamos que um pai tenha um filho que vê todos os pecados que seu pai comete e, apesar de vê-los, não faz essas coisas. 15  Ele não come sacrifícios idólatras nos montes, não ergue os olhos para os ídolos repugnantes da casa de Israel, não comete adultério com* a esposa do próximo, 16  não maltrata a ninguém, não se apodera do que toma dos seus devedores como garantia, não rouba, dá seu próprio alimento aos famintos e veste os que não têm roupa, 17  não oprime os pobres e não empresta cobrando juros nem visando lucro, cumpre as minhas decisões judiciais e anda nos meus decretos. Tal homem não morrerá por causa do erro do seu pai. Ele com certeza continuará vivo.18  Mas, visto que seu pai praticou fraude, roubou seu irmão e fez o que é errado no meio do seu povo, ele morrerá por causa do seu erro.19  “‘Mas vocês perguntarão: “Por que o filho não leva a culpa pelo erro do pai?” Visto que o filho fez o que é justo e certo, guardou todos os meus decretos e obedeceu a eles, ele com certeza continuará vivo.+ 20  A alma* que pecar é a que morrerá.+ O filho não levará a culpa pelo erro do pai, e o pai não levará a culpa pelo erro do filho. A justiça daquele que é justo será contada somente a favor dele mesmo, e a maldade daquele que é mau será contada somente contra ele mesmo.+21  “‘Agora, se aquele que é mau abandonar todos os pecados que cometeu, guardar todos os meus decretos e fizer o que é justo e certo, ele com certeza continuará vivo. Não morrerá.+ 22  Ele não terá de responder por nenhuma das transgressões que cometeu.*+ Ele continuará vivo por fazer o que é justo.’+23  “‘Por acaso eu tenho algum prazer na morte de uma pessoa má?’+diz o Soberano Senhor Jeová. ‘Não prefiro que ele abandone os seus caminhos e continue vivo?’+24  “‘Por outro lado, se um justo abandonar a sua justiça e fizer o que é errado,* fazendo todas as coisas detestáveis que os maus fazem, será que vai continuar vivo? Nenhum dos seus atos justos será lembrado.+ Por causa da sua infidelidade e do seu pecado, ele morrerá.+25  “‘Mas vocês dirão: “O caminho de Jeová é injusto.”+ Escutem, por favor, ó casa de Israel! Será que é o meu caminho que é injusto?+ Não são os seus caminhos que são injustos?+26  “‘Se um justo abandonar a sua justiça, fizer o que é errado e morrer, será por causa do seu próprio erro que ele morrerá.27  “‘E, se aquele que é mau abandonar a maldade que praticou e passar a fazer o que é justo e certo, ele preservará a sua própria vida.*+28  Se ele se der conta de todas as transgressões que cometeu e as abandonar, ele com certeza continuará vivo. Não morrerá.29  “‘Mas a casa de Israel dirá: “O caminho de Jeová é injusto.” São realmente os meus caminhos que são injustos, ó casa de Israel?+ Não são os seus caminhos que são injustos?’30  “‘Portanto, julgarei a cada um de vocês conforme os seus caminhos,+ ó casa de Israel’, diz o Soberano Senhor Jeová. ‘Abandonem, sim, abandonem completamente todas as suas transgressões, para que elas não sejam uma pedra de tropeço, trazendo culpa sobre vocês. 31  Livrem-se de todas as transgressões que vocês cometeram,+ e desenvolvam* um novo coração e um novo espírito.+ Afinal, por que vocês deveriam morrer,+ ó casa de Israel?’32  “‘Eu não tenho prazer na morte de ninguém’,+ diz o Soberano Senhor Jeová. ‘Portanto, deem meia-volta e vivam.’”+

    1. O próximo a cortar o bilau e virar uma mulherzinha é o filho do lucianta.Só assim pagará a
      sua maldita língua podre do satanás.O lucianta mesmo já padece de transtornos sexuais
      sérios.Língua falou,o fiofó pagou.Evanjegue,lixo irreciclável.

    2. lucianta e seu texto de lixo,copiado dos outros,mal escrito e ainda sem citar a fonte.É muita
      burrice para um evanjegue só.Esse que o batismo nas águas foi apenas um banho,já que
      foi vomitado por JESUS,fica difícil se converter mais uma vez.Coisa feia,coisa ruim,coisa do mal.Mesqinho e miserável…. ,nada tem a ver com JESUS,isso só numa mente fanática,doente….

      1. luciano disse:

        Nossa esse gay iraniano tem uma cara de janio danado.rs

        1. lucianta,não fuja da raia fariseu de lixo,crente do rabo quente.Os seus
          problemas sexuais a ciência chama de transtornos sexuais,já vocês,evanjegues,dizem que são os exús chamados pombas giras.Então,é
          essa legião de espíritos depravados e imorais que sujam e perturbam a sua
          mente poluída e doente,a mente esgotos do clamando,da zezé,do tá serto,do
          dell aberração,dias e outros lunáticos da lavagem cerebral.

        2. Tem a sua cara,velho ridículo da mente poodre e prostituída que só pensa
          naquilo,e com homens gays,demônio.

          1. Lucianta,porca lavada e burra;Transsexual não tem nada a ver com
            gays.Gays são mais homens do que você,pois gays são potentes
            sexualmente e funcionam entre homens muito bem.Pior é ser hétero
            e ser impotente sexualmente.Gays são homens que pensam
            como homens,tem jeito de homens,agem como homens e a diferença é que sentem desejos sexuais por homens.Não vejo nada de errado
            em ser gay.Mais errado é vender a alma como você e outros fariseus fanáticos fazem.

  4. selma de souza disse:

    Pastor Deus é contigo continue firme na obra. seu filho é do Senhor. Deus é o EU SOU O CONTROLE É DELE jamais esteve em nossas mãos. Graça e Paz.

  5. PAULO AGNOSTICO disse:

    Como sempre religioes Abraamicas e suas idéias malucas. de algo que acontece até entre os animais, e na humanindade, desde que o mundo é mundo. No irã um gay pode ser morto se descoberto praticando sexo. Mas transsexuais podem operar o governo paga a operação. o problem é que muitos não querem operarar, mas são forçados.

    Agora num pais tão fechado como vcs explicam isto, meninos que vivem em aldeias isoladas sendo assim??
    https://www.youtube.com/watch?v=GB1OYGl3mxc

    1. Histórias triste pela falta de amor ao próximo.Vale a pena assistir.Valeu.

      1. O lucianta,seco,oco e vazio,ainda fica debochando desses coitados que,após a
        cirurgia são rejeitados e abandonador pela família.Uns lixo humano,bem a cara
        do lucianta.

  6. Elder Lima disse:

    Pastor, a única coisa que lhe resta, é amar o seu FILHO e orar por ele. O resto, entregue aos cuidados de Deus.

    1. Mauro disse:

      Mas tudo não acontece de acordo com a vontade de deus? Portanto, deus quis que essa criança nascesse assim. Mas os tais cristãos não aceitam.

      .

      1. Elder Lima disse:

        Mauo

        Essa criança não nasceu assim, homossexualismo mesmo que berre e contradiga, é uma escolha, não existe um “cromossomo” gay.

        Se quiser aceitar isso, bem, se não quiser, problema seu…

        1. Elder Lima disse:

          Desclpe, MAURO

          1. clamando disse:

            eu tenho cromossomos gay, mas é lésbica só gosta de mulher kkkk

        2. Mauro disse:

          O que uma pessoa tapada e ignorante como você entende de genética?

          .

          1. Elder Lima disse:

            Mauro

            Garanto que não menos que um homossexual analfabeto e acéfalo igual a você!

        3. Andre disse:

          Realmente não existe cromossomo gay, mas o menino ou menina em sua formação pode sim ter alterações cromossomicas ocasionadas por epimarcas de estrogeno ou testosterona, criando assim meninos e meninas homoafetivos no seu desenvoilvimento embrionário.
          A ciência através da epignética já provou que a homossexualidade é de nascimento e não pode ser altarada, é como alguem que nasce de olho azul e não castanho.
          Vai estudar Elder.

          1. Marcelo disse:

            André, aí você jogou pesado com o Elder. Esse povo só estuda um livro: a bíblia. Muitos nem dão conta de estudar a própria bíblia e pedem auxílio a algum pastor. Por isso é tão alienado, manipulável e ignorante.

            .

          2. Elder Lima disse:

            Andre

            Imbecilidade tem limites, A CIÊNCIA AINDA NÃO CONSEGUIU DAR UMA RESPOSTA CLARA PARA ESSE ASSUNTO, TUDO O QUE IDIOTAS COMO VOCÊ TEM, SÃO ESPECULAÇÕES E TEORIAS COMPLETAMENTE ABSURDAS!

            Agora, você junto com essa ameba chamada MARCELO poderíam de mãos dadas pegarem esse seu comentário idiota, e apresentarem como tese em alguma universidade!

            Não ganharíam o NOBEL em genética, mas com certeza ganharíam o prêmio máximo em IDIOTICE!

      2. Roseli disse:

        Deus nos dá livre arbítrio para decidirmos o que queremos para nós: o bem ou mal.

    2. Studebaker disse:

      Muitas coisas acontece, e no campo Espiritual as coisas funciona de modo que aqueles que não tem conhecimento falam bobagem, uma fala uma palavra que seja o Pai ou a Mãe fala para seu filho ou sua filha, da lugar ao diabo para agir na vida daquele ou daquela filha, e porque será, ora os Pais tem autoridade sobre os filhos, uma Mãe por exemplo diz esse meu filho e um capeta, para minino fio duma egua para minino ta parecendo viado, hó minino burro, e vai por ai afora, quando uma Mãe ou um Pai chama seu ou sua filha de burro ou de idiota ou fresco ou de qualquer coisa anormal esta dando lugar ao diabo, Não deis lugar ao diabo e ele o diabo fugirá de vós, assim diz a Santa e Gloriosa Palavra de Deus, um Pai e Mãe sabios chamam deve sempre chamar seus filhos com palavras de grandeza com palavras positivas como palavras que edificam como palavras que Admoestam, com palavras do campo Espiritual, e não com palavras negativas, mas eu disse mas enfelismente o que mais os proprios Pais chamam seus filhos são justamente palavras no campo carnal no campo do maligno e ai já viu deu lugar ao diabo para agir na vida daquele ou daquela filha e assim por diante, Quem tem conhecimento verdadeiro no campo Espiritual sabe e sabe muito bem do que estou falando aqui atraves da escrita, Aprendem a chamar seus filhos com palavras de Edificação Admoestação palavras positivas inteligente, NÃO DEIS LUGAR AO DIABO, muitos são os seres humanos que tem a Santa e Gloriosa Palavra de Deus, como lenda como folclore como ficticia como apenas o livro para ensinar boas maneiras, O MEU DEUS O DEUS DE ABRAÃO DE ISQUE E DE JACÓ JAMAIS DESEJARIA QUE UM SER HUMANO VIESSE AO MUNDO DIFERENTE DO QUE E NATURAL, quem são os verdadeiros culpados são os Pais e não DEUS, se não tem entendimento Espiritual o bastante para discernir as coisas que acontecem no fisico no carnal então não escreva bobagens, em que lugar da Santa e Gloriosa Palavra de DEUS, SE VE DEUS firmando uma asneira como esta que vejo aqui abaixo, Não deis lugar ao diabo, e ele fugirá de vós, pois se deres com certeza ele o diabo vai agir porque escancaraste a porteira, e cada uma que vejo escrito aqui neste sitio que e de fazer ate o bigode flamejante de satanas tremer de achar bom tanta asneira do jeitinho que ele gosta e atenta para conseguir, Há ia me esquecendo TENHO DITO

  7. Andre disse:

    Elder não é necessário cromossomo gay, isto não existe, mas sim epimarcas nos cromossomos de meninos e meninas para que os mesmos já e sua formação embrionária sejam homoafetivos.
    CIÊNCIA

    Homossexualidade pode ser influenciada pela epigenética
    Pesquisa afirma que a orientação sexual pode estar ligada a marcadores epigenéticos que regulam a sensibilidade à testosterona e são transmitidos de pais para filhas e de mães para filhos

    Por: Ricardo Carvalho
    12/12/2012 às 15:31 – Atualizado em 12/12/2012 às 19:00
    homossexualidade genética epigenética
    Estudo tenta entender qual o componente biológico na definição da orientação sexual das pessoas(iStockphotoItem/VEJA)
    Do ponto de vista evolutivo, o fato de a homossexualidade ser algo bastante comum na sociedade humana, ocorrendo em cerca de 5% da população mundial, é intrigante. Como homossexuais produzem menos prole do que heterossexuais, uma possível variação genética relacionada à homossexualidade dificilmente seria mantida ao longo das gerações. “Isso é muito enigmático a partir de uma perspectiva evolucionária: como a homossexualidade pode existir em uma frequência tão alta a despeito do processo de seleção natural?”, diz em entrevista ao site de VEJA Urban Friberg, do departamento de Biologia Evolutiva da Universidade de Uppsala, na Suécia. Friberg, ao lado de William Rice, da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, e Sergey Gavrilets, da Universidade do Tennessee, ambas nos Estados Unidos, pode ter encontrado uma resposta: o fator biológico ligado à homossexualidade não estaria na genética propriamente dita, e sim em um conceito conhecido por epigenética. Os resultados foram publicados nesta terça-feira no periódico científico The Quarterly Review of Biology.

    A epigenética trata de modificações no DNA que sinalizam aos genes se eles devem se expressar ou não. Esses marcadores não chegam a alterar nossa genética, mas deixam uma marca permanente ao ditar o destino do gene: se um gene não se expressa, é como se ele não existisse.

    CONHEÇA A PESQUISA
    Título original: Homosexuality as a Consequence of Epigenetically Canalized Sexual Development.

    Onde foi divulgada: The Quarterly Review of Biology

    Quem fez: William Rice, Urban Friberg e Sergey Gavrilets

    Instituição: Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, Universidade de Uppsala e Universidade do Tennessee.

    Resultado: O artigo estudou um possível componente hereditário para, a partir de um ponto de vista evolutivo, explicar a homossexualidade. Os três autores montaram um modelo segundo o qual uma marca epigenética (epimarca), que regula a sensibilidade à testosterona em fetos, pode ser transmitida de mãe para filho e de pai para filha e influenciar na orientação sexual.

    Essa nova teoria vai ao encontro de outra tese mais antiga, a de que a homossexualidade é definida, ao menos em parte, por um componente hereditário. Pelo menos quatro grandes estudos, publicados em 2000, 2010 e 2011, nos periódicos Behavior Genetics, Archives of Sexual Behavior e PLoS ONE, apontam para esse fator na origem da orientação sexual, a partir de estudos com gêmeos monozigóticos (também chamados de idênticos ou univitelinos, produtos da fertilização de um único óvulo) e dizigóticos (também chamados de fraternos ou bivitelinos, produtos da fertilização de dois óvulos diferentes).

    Epigenética – Imagine o material genético humano como um manual de instruções. Os genes formariam o conteúdo do livro, enquanto as epimarcas ditariam como esse texto deveria ser lido. “A epigenética altera e regula a forma como os genes se expressam”, explica a geneticista Mayana Zatz, do departamento de Genética e Biologia Evolutiva da Universidade de São Paulo (USP). É por meio dos comandos epigenéticos, por exemplo, que o pâncreas fabrica apenas insulina, apesar de as células nesse órgão terem genes para a produção de muitos outros hormônios.

    Acreditava-se que os traços da epigenética não eram hereditários, sendo apagados e recriados a cada passagem de geração. Como pesquisas nas últimas décadas mostraram que uma fração de epimarcas é, sim, passada de pais para filhos, Friberg, Rice e Gavrilets julgaram ter encontrado a peça que faltava para montar o quebra-cabeça.

    Sensibilidade – Os três criaram um modelo segundo o qual uma dessas epimarcas transmitidas hereditariamente é o marcador responsável por regular a sensibilidade à testosterona de fetos no útero materno. Ao longo da gestação, tanto fetos masculinos quanto femininos são expostos a quantidades variadas do hormônio, sendo que o fator epigenético estudado no artigo torna o cérebro dos meninos mais sensíveis à testosterona quando os níveis estão abaixo do normal. Isso acontece para preservar características masculinas, podendo inclusive influir na orientação sexual. O mesmo ocorre, mas inversamente, com as meninas. Quando a testosterona está acima do normal, a epimarca funciona como uma barreira, diminuindo sua sensibilidade ao hormônio.

    A partir desse modelo, a homossexualidade poderia ser explicada pela transmissão de epimarcas sexualmente antagônicas. Ou seja: quando o pai transmite seus marcadores, que tiveram a função de torná-lo mais sensível à testosterona, para uma filha. De igual maneira, esse material hereditário pode ser passado de uma mãe para um filho, tornando-o menos sensível à testosterona.

    “Quando os efeitos desse mecanismos (que regulam a sensibilidade à testosterona) não são apagados entre as gerações, eles se expressam na prole do sexo oposto. Isso pode resultar em indivíduos que desenvolvem preferências sexuais pelo mesmo sexo”, explica Friberg, da Universidade de Uppsala. “O que fizemos foi colocar pela primeira vez o conceito da transmissibilidade epigenética no contexto de desenvolvimento sexual.”

    O pesquisador faz questão de ressaltar que ainda não se pode provar que a epimarca específica da sensibilidade à testosterona é hereditária. Para tanto, testes específicos precisarão ser realizados. “Uma grande solidez do nosso estudo é que o modelo epigenético para a homossexualidade faz predições que são testáveis com tecnologia já existente. Se o nosso modelo estiver errado, pode ser rapidamente descartado”, escrevem os autores no artigo do The Quarterly Review of Biology.

    Outro pesquisador envolvido, Sergey Gavrilets, da Universidade do Tennessee, afirma que mesmo que a teoria da hereditariedade seja respaldada por futuros estudos, o debate está longe de acabar. “A hereditariedade explica apenas parte da variação na preferência sexual. As razões, que podem ser sociais, culturais e do ambiente, permanecerão como um tópico de intensa discussão.”

    “Estudo positivo” – Carmita Abdo é coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Ela destaca que a nova pesquisa é positiva, uma vez que contribui para a melhor compreensão dos fatores biológicos envolvidos na ocorrência da homossexualidade. “O trabalho é importante porque reforça uma ideia cada vez mais prevalente: a de que a genética – no caso a epigenética – tem influência sobre a orientação sexual.”

    Essa compreensão científica tem sido importante, segundo Carmita, no combate a mitos que envolveram o tema e que alimentaram interpretações preconceituosas. “Até pouco tempo atrás, achava-se que a orientação sexual era proveniente de uma escolha, como se deliberadamente o indivíduo optasse por ser homossexual. Muito do preconceito contra os homossexuais advém daí”, afirma, lembrando que até o início dos anos 90 a homossexualidade era tratada como um transtorno de preferência, e não como uma característica. “Observar um fenômeno pelas lentes da ciência muda a compreensão e ajuda a deixar de lado certas discriminações. Nesse caso em particular, você remove da equação a ideia de que o homossexual é responsável por uma opção que muitos veem como negativa, pejorativa.”

    Ela ressalva, entretanto, que ainda existe muita incerteza no campo e que a orientação sexual precisa ser encarada como produto de vários fatores. “O estudo reforça a ideia segundo a qual existe uma predisposição que vai ser confirmada ou não a partir de uma serie de influências que vão ocorrer ao longo da vida, algumas delas de ordem cultural, educacional e social. Ele não consagra uma interpretação determinista, nem diz que tudo depende dos genes”

    “Nosso objetivo é entender como as preferências sexuais se desenvolvem e evoluem”

    Urban Friberg

    Professor do Departamento de Biologia Evolutiva da Universidade de Uppsala, na Suécia

    Qual o principal objetivo da pesquisa?

    Assume-se que indivíduos homossexuais produzem menos prole do que heterossexuais. Qualquer codificação genética para homossexuais deveria, portanto, ser rapidamente removida no processo de seleção natural. Apesar disso, a homossexualidade é relativamente comum entre humanos (cerca de 5%). Além do mais, os melhores estudos disponíveis mostram que há um componente hereditário na homossexualidade. Isso tudo é muito intrigante de uma perspectiva evolucionária: como a homossexualidade pode existir em frequências tão significativas apesar da seleção contra ela? O objetivo da nossa pesquisa foi simplesmente tentar resolver esse enigma, o que nos ajuda a entender como as preferências sexuais se desenvolvem e evoluem.

    Como a mudança de foco de genética para a epigenética pode ser explicada?

    Nossa principal contribuição é trazer uma explicação lógica para o porquê de a homossexualidade ser algo tão frequente – e para tanto nós mudamos o foco, como causa da homossexualidade, de genes para epimarcas. Nossa teoria sugere que a homossexualidade é resultado de um mecanismo que ajuda as pessoas a desenvolver a preferência por indivíduos do sexo oposto. Quando os efeitos desses mecanismos (epimarcas) não são apagados entre as gerações, eles se expressam na prole do sexo oposto. Isso pode resultar em indivíduos que desenvolvem preferências sexuais pelo mesmo sexo.

    Como a comunidade científica lida com genética e homossexualidade?

    Houve diversos estudos nos quais os pesquisadores tentaram encontrar genes associados com a homossexualidade. Tais estudos falharam e nenhum gene foi identificado. O resultado disso tudo é intrigante, uma vez que a homossexualidade tem um componente hereditário. Nossa teoria, porém, é capaz de explicar por que a homossexualidade é tão comum e tem um componente hereditário, sem nenhuma codificação genética para esse traço.

    Encontrar uma possível explicação biológica ajuda a combater o preconceito?

    Atualmente, algumas pessoas acreditam que a homossexualidade é uma escolha pessoal e que indivíduos homossexuais podem ser ensinados a escolher de forma diferente a sua orientação sexual. Eu acredito que encontrar as raízes da preferência sexual mina tais mitos e ajuda as pessoas a melhor entender e aceitar a homossexualidade.

  8. Andre disse:

    Estude povo.
    A HOMOSSEXUALIDADE PODE SER DESENVOLVIDA NO ÚTERO DEVIDO ÀS MUDANÇAS EPIGENÉTICAS
    10 de março de 2014Saúde, Sociedadeadmin_cms

    A HOMOSSEXUALIDADE PODE SER DESENVOLVIDA NO ÚTERO DEVIDO ÀS MUDANÇAS EPIGENÉTICAS

    Rodrigo R Resende

    Laboratório de Sinalização Celular e Nanobiotecnologia/Departamento de Bioquímica e Imunologia/ICB/UFMG

    Vol. 1, N. 8, 11 de Março de 2014
    DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2014.03.10.005

    De acordo com uma hipótese recém-lançada, a homossexualidade pode não estar no próprio DNA, isto é, pode não ser uma herança genética. Em vez disso, com o desenvolvimento do embrião, genes relacionados ao sexo são ligados e desligados em resposta à flutuação dos níveis hormonais no útero, produzidos pela mãe e pela futura criança. Isso beneficia o feto, no entanto, se essas mudanças epigenéticas persistirem uma vez a criança nascida, e este tiver seus próprios filhos, alguns destes descendentes, a terceira geração ou os netos, poderão ser homossexuais.

    Os cientistas publicaram suas descobertas na revista The Quarterly Review of Biology. Os geneticistas evolucionistas propõem que esta é a razão pela qual a homossexualidade não desapareceu devido à pressão evolutiva. A pesquisa atual estima que 8% da população seja gay, e é sabido que a homossexualidade pode ocorrer em mais de um filho do mesmo casal ou, mesmo, pular uma descendência. Se um de um par de gêmeos idênticos é gay, há uma chance de 20% de que o outro também o seja. Veja bem, não estou dizendo que se um casal que tenha gêmeos, e um seja gay, o outro necessariamente também o será. Há uma chance em cinco de que ele possa vir a ser, mas isto tudo é influência direta do meio em que vive e não uma resposta única e exclusiva do DNA dos pais, avós ou bisavós, a forma como os pais instruem, cuidam, alimentam, a própria alimentação da mãe durante a gestação, o que assistem, isso tudo pode influenciar seu filho. O termo epigenética (veja também http://sbsc.org.br/nanocell/cegueira-e-o-agucar-da-audicao-o-senso-comum-e-a-observacao-cientifica/) existe há mais de cem anos, mas somente C. H. Waddington em 1942 deu uma definição mais precisa a ele.

    Epigenética é um campo da biologia que estuda as interações causais entre genes e seus produtos que são responsáveis pela produção do fenótipo, ou as características físicas que são apresentadas pelo indivíduo.

    A epigenética investiga a informação contida no DNA, a qual é transmitida na divisão celular, mas que não constitui parte da sequência do DNA, ou que sua sequência seja modificada. Sabemos que é a sequência do DNA que leva a informação para a produção de RNAs mensageiros e depois para a produção de proteínas e outros tipos diferentes de RNAs, se a sequência do DNA é modificada pode não produzir uma proteína ou produzir uma proteína defeituosa, o que chamamos de mutação genética, ou mesmo, uma versão melhorada.

    Na epigenética, os mecanismos que levam a fenótipos ou características diferentes envolvem modificações químicas do próprio DNA, ou modificações das proteínas que estão associadas a ele, sem, contudo, modificar sua sequência de bases. Por exemplo, nas histonas que se ligam e compactam a cadeia do DNA formando a cromatina, o material básico dos cromossomos, ou nas proteínas nucleares e nos fatores de transcrição, moléculas que interagem e regulam a função do DNA (Figura 1).

    homossexualidade

    Figura 1: Esquema da estrutura do cromossoma e como a epigenética atua. Os cromossomas são as fitas de DNA (ácido desoxiribonucleico) espiraladas ao máximo. As histonas são proteínas que mantêm o DNA enrolado ou espiralado. Se um grupo metil é ligado a uma base do DNA, ele pode tanto ativar a expressão ou produção de um gene ou causar sua repressão ou inibição. Se a metilação ocorrer em uma histona, ela pode não se desligar do DNA, não permitindo que o gene fica acessível e possível de ser transcrito, ou ativado para a produção de proteínas.

    As modificações epigenéticas envolvem a ligação de um grupo metil (-CH3) a base citosina do DNA, particularmente aquela que vem antes da guanina; ligação de grupo acetil (CH3CO-) ao aminoácido lisina no final de duas histonas; remodelagem de outras proteínas associadas à cromatina; e transposição de certas sequências da fita de DNA causando mudanças súbitas na maneira que a informação genética é processada na célula.Essas modificações podem ser causadas pela alimentação, bebida, medicamentos, pelo meio ambiente, como o ar que respiramos e o que nele tiver (incluindo a poluição). E essas modificações podem ser passadas até a quarta geração.

    A homossexualidade não é apenas ligada à espécie humana. Há muitas espécies que exibem traços homossexuais, incluindo peixes e aves, e os geneticistas não têm sido capazes de encontrar um gene que seja responsável pela orientação sexual. Por exemplo, entre gaivotas da Califórnia, cerca de 14% dos pares são fêmea-fêmea. Em cisnes negros australianos, cerca de 6% de pares são macho-macho, e 8% dos ovinos machos são atraídos exclusivamente para parceiros do sexo masculino.

    De acordo com a sabedoria convencional, o embrião se torna um menino quando um gene no cromossomo Y aciona o desenvolvimento dos testículos, que, em seguida, começam a produzir hormônios sexuais masculinos, incluindo a testosterona, por volta da oitava semana de gestação. Com nenhum cromossomo Y e, portanto, sem a testosterona, o embrião se torna uma garota.

    A testosterona não explica tudo. Fetos do sexo feminino são expostos a pequenas quantidades de testosterona de suas glândulas suprarrenais (glândulas que ficam sobre os rins e são principalmente responsáveis pela liberação de hormônios em resposta ao estresse através da síntese e liberação de hormônios corticosteroides, como o cortisol, e de catecolaminas, como a adrenalina (ou epinefrina). Estimulam a conversão de proteínas e gorduras em glicose, ao mesmo tempo que diminuem a captação de glicose pelas células, aumentando, assim, a utilização de gorduras.), também são expostos à testosterona pela placenta e pelo sistema endócrino da mãe. Em muitos pontos-chaves da gestação, os fetos masculinos e femininos estão expostos a quantidades semelhantes de testosterona. Os níveis de hormônio podem ser maiores do que o normal em mulheres e menores do que o esperado em homens, sem quaisquer efeitos sobre as estruturas genitais ou no cérebro (1).

    Os autores liderados por William Rice da University of California, Santa Barbara, EUA, propuseram que as diferenças na sensibilidade aos hormônios sexuais resultam de alterações epigenéticas, que não afetam a estrutura de um gene, mas pode ser ativada pela alteração química na região do promotor de um gene. As mudanças epigenéticas poderiam aumentar ou atenuar a atividade da testosterona, conforme necessário.

    As mudanças epigenéticas envolvem alterações nas proteínas que se ligam às longas cadeias de DNA e podem ser transmitidas aos descendentes. Os autores propuseram que a homossexualidade pode ser uma redundância (carry-over) dos genes pré-natais dos próprios pais para resistir ao excesso de testosterona, e isso pode alterar a ativação gênica em áreas do cérebro da criança envolvidas com a atração e preferência sexual. Essas mudanças epigenéticas protegem a mãe e o pai durante seu próprio desenvolvimento enquanto eram fetos. A vantagem inicial aos pais pode explicar por que o traço de homossexualidade persiste ao longo da evolução (1).

    Os autores têm feito um ótimo trabalho fornecendo um mecanismo para a variação genética, especialmente uma variação que não se poderia esperar persistir porque é tão fortemente ligada à reprodução. Porém para ir de mudanças na expressão gênica do por que alguém está atraído por uma pessoa do mesmo sexo é uma questão para a qual a ciência nunca poderá preencher todos os espaços em branco.

    Referência

    1. Rice WR, Friberg U, Gavrilets S. Homosexuality as a consequence of epigenetically canalized sexual development. Q Rev Biol. 2012 Dec;87(4):343-68. PubMed PMID: 23397798. Epub 2013/02/13.

  9. sebastiao disse:

    Não entendo como pessoa querem comentar os motivos do surgimento a aumento nos casos de homossexuais no Mundo ora é muito claro e Bíblia tem o entendimento: A Bíblia fala do primeiro caso homossexual que foi o ato praticado pelo filho de Noé Cão contra o próprio pai e quem levou a maldição foi o neto filho Cão, Canaã. Ora sabemos que Canaã veio a ser destruida e dado aos filhos de Israel mais antes ficaram partes desse povo que hoje continua a tormentar Israel conforme profecia antes que são os Filisteus hoje denominados Palestinos e que Palestinos e Filisteus são Filistain e Palestain são a mesma coisa e são os povos da Faxa de Gaza 5.000km2 ao norte de Israel e que tem se espalhados com o surgimentos da Seita dos Muçulmanos por Maome em 570 DC, esse Maome é descendente de Abraão pelo Filho Impuro ou filho de Adultério Ismael. Que Isaías fala que os filhos da prostituta e da Adultera são os descendentes dos que praticam a homossexualidade juntamente com os que prataticam o espiritismo ou cultos aos mortos denominados agoreiros. Isaías 57:03, dessa forma vemos que o homossexualismo tém suas ramificação na concepção das pessoas, do ambiente social, de fruto de alguma violação sexual quando crianças e das praticas homossexuais quando adultos vez que hoje os homossexuais que praticam a prostituição em pontos das Cidade também praticam o homossexualismo com seus clientes entre quatro paredes e que esses cliente apos tais praticas também desenvolve o homossexualismo porque é pratica Bíblica de que se um homem se deita com uma prostituta tudo o que está na prostituta passa para o homem e vice versa, assim também acontece com os homossexuais e seus clientes, ou seja os Demônios que são anjos decaídos a milhares de anos que eram amigos de Lúcifer e foram expulsos do Céu juntamente com Lúcifer e trabalham hoje para fazer com que as pessoas cometam pecados mais fácil ao entrarem nas pessoas elas ficam mais corajosas e praticam os piores pecados que são o roubo, furto, homicídios etc. Porque está escrito na palavra O ladrão não vem se não a matar, roubar e destruir. João 10:10. é por isso que os Governos não tem armas para combater os mal feitores que só podem serem combatidos a altura com as praticas Cristã inclusive a pena de morte. É a assim que as coisas acontecem infelizmente.

    1. Mauro disse:

      Aumento dos casos de homossexuais? De onde você tirou esta estatística?
      “A Bíblia fala do primeiro caso homossexual que foi o ato praticado pelo filho de Noé Cão contra o próprio pai e quem levou a maldição foi o neto filho Cão, Canaã”. De onde você tirou essa estória? Confesso que é a primeira vez que ouço tamanha asneira. Segundo o pastor Marco Feliciano, a maldição deu origem aos negros, mas eu não sabia que tinha homossexualidade envolvida na estória.
      Quanto a Canaã, a “terra prometida”, já era habitada quando seu deus resolveu destiná-la aos seus escolhidos.
      Filho Impuro ou filho de Adultério Ismael? E os adúlteros que compõem o atual segmento evangélico? Magno Malta é um deles.
      Resumindo, você perdeu uma ótima oportunidade de ficar quieto e não escrever besteiras.

  10. Sandro disse:

    Isso deveria servir como uma alerta a certos crentes fanáticos que, sendo ainda jovens e não tendo filhos, falam mal dos gays esquecidos de que um dia serão pais inclusive de gays, pois os homoafetivos, constutuindo algo em torno de 10% da população, nascem em qualquer família, inclusive em famílias de crentes idiotizados pela religião.

    1. Marcelo disse:

      Boa, Sandro. Particularmente, eu não conheço nenhuma família que não tenha um gay. Muitos se camuflam, mas um dia a verdade vem a tona, principalmente por parte daqueles que não gostam de mulher e se divorciam.

      .

      1. Sandro disse:

        Marcelo, estive alguns anos no gueto evangélico, e sei que há muitos gays enrustidos entre eles. Dá até pena de ver o quanto sofrem.

  11. Andre disse:

    A HOMOSSEXUALIDADE PODE SER DESENVOLVIDA NO ÚTERO DEVIDO ÀS MUDANÇAS EPI GENÉ TICAS

    Os cientistas publicaram suas descobertas na revista The Quarterly Review of Biology. Os geneticistas evolucionistas propõem que esta é a razão pela qual a homossexualidade não desapareceu devido à pressão evolutiva. A pesquisa atual estima que 8% da população seja gay, e é sabido que a homossexualidade pode ocorrer em mais de um filho do mesmo casal ou, mesmo, pular uma descendência. Se um de um par de gêmeos idênticos é gay, há uma chance de 20% de que o outro também o seja. Veja bem, não estou dizendo que se um casal que tenha gêmeos, e um seja gay, o outro necessariamente também o será. Há uma chance em cinco de que ele possa vir a ser, mas isto tudo é influência direta do meio em que vive e não uma resposta única e exclusiva do DNA dos pais, avós ou bisavós, a forma como os pais instruem, cuidam, alimentam, a própria alimentação da mãe durante a gestação, o que assistem, isso tudo pode influenciar seu filho. O termo epi ge nética (veja também http://sbsc.org.br/nanocell/cegueira-e-o-agucar-da-audicao-o-senso-comum-e-a-observacao-cientifica/) existe há mais de cem anos, mas somente C. H. Waddington em 1942 deu uma definição mais precisa a ele.

  12. Andre disse:

    A ciência através da epigenética já provou que a homossexualidade ocorre na formação do embrião entratanto os fanáticos continuam, destruindo a vida dos homoafetivos e os levando a angustia e morte.

    1. Marcelo disse:

      André, eles só entendem o que está escrito na bíblia. No tempo em que a bíblia foi escrita, sexo só valia para a procriação, fosse com pai e filha, mãe com filho, irmão com irmão, não interessava, desde que gerasse filhos e povoasse a Terra com o povo de deus.

      .

  13. delldellphone disse:

    transsexual isso é o que macho ou femea? homem ou mulher. não achei definição pra isso nem na Biblia,nem em dicionario nem na constituição. então essa desgraça é aberração gay, sem direitos legais pelas leis dos homens nem pelas leis de Deus.tinha que arrumar era uma jaula pra esses disseminadores de dsts.

    1. Marcelo disse:

      Não sei a sua idade, mas garanto que se tem mais de 60, com certeza já contraiu gonorreia, herpes, piolho chato e até cancro. Eu nunca tive nenhum tipo de doença venérea.

      .

      1. Mauro disse:

        Eu conheci um caminhoneiro que pensava como esse tal delldellphone. Ele declarava que Aids é doença de gay e se relacionava com as prostitutas da estrada sem preservativos. Resultado: o cara corpulento contraiu o vírus HIV morreu com 50 kg. Vai, cavalo. Deus castiga!

        .

        1. delldellphone disse:

          marcelo e mauro nao adianta. vocês são aberrações gays. e isso é tão vergonhoso e desgraçado que vocês não aprenderam até hoje que ku foi feito pra expelir e não receber linguiça kkkkkkkkkkkkkkkkk morram bem doentes seus doentes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          1. Mauro disse:

            Se você for macho de verdade, duvido que nunca tenha sentido vontade de manter ralações anais com a “véia”. Duvido. Mas esta vontade só serve se o cara for macho mesmo.

            .

  14. Alex disse:

    Fui ensinado em casa e na IGREJA a cuidar da minha vida e deixar a dos outros quieta.

  15. Mauro disse:

    Elder Lima, queria poder ver que desculpas vocês dariam quando a ciência provar por A + B que a homossexualidade pode ser hereditária. Enquanto vocês continuam com a mentalidade medieval de vocês, a ciência sempre avança. E pensar que na Idade Média a Terra era o centro do Universo e o Sol girava em torno dela. A bíblia mesmo deixa claro que a Terra é plana, e as autoridades religiosas acreditavam piamente nisso. Mas bastou a Ciência provar o contrário que logo foram buscar uma passagem bíblica que fala da circunferência da Terra. Ah, e os unicórnios também estavam na bíblia, mas hoje já se fala em bois selvagens. Sem contar os morcegos que eram considerados aves porque voavam. Muitos encontraram no corpo humano elementos presentes no barro. Isso foi bastante para provar que o homem veio de Adão, mas se esquecem de que o mesmo elemento químico presente no barro está presente em todos os outros animais. Ai do mundo se não fosse a Ciência!

    .
    .

    1. Elder Lima disse:

      Mauro

      Quando a ciência provar por A + B(e eu duvido que eles consigam provar isso, por que simplesmente não é assim), terei a consciência de que assim é, mas enquanto essa prova não aparece, vou continuar achando você um mero MANÉ!

      1. Mauro disse:

        E você é uma abominação intelectual. Vigilanteco…

        .

        .

        1. Elder Lima disse:

          Mauro

          “Abominação intelectual” kkkkkk!!!!! Devo dizer que achei bem divertida essa expressão!

          Vocês como sempre, são bem engraçados… Uma piada pra falar a verdade!

      2. Marcelo disse:

        Por que você não cuida da sua vida sem graça e esquece os gays, seu mané?

        .

        1. Elder Lima disse:

          Marcelo

          Por que você não vai se preocupar em não pegar AIDS por aí, e esquece os evangélicos?

          Seu trouxa!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO