Profissional bem-sucedido troca cargo de destaque na ESPN para se dedicar ao ministério

0

Abandonar a carreira de sucesso em uma das maiores empresas de mídia do planeta para seguir o desafio de se dedicar a um ministério e viver disso é algo raro. E Jason Romano fez isso ao acertar sua saída da ESPN, gigante dos esportes pertencente à Disney.

“Deus me incomodou a dar um passo de fé”, afirmou Jason, um produtor de conteúdo e especialista de mídias sociais da emissora de esportes. Na entrevista em que falou sobre sua decisão, ele afirmou que “durante cerca de dois anos, senti que Deus me chamou para segui-lo mais intensamente”, e sua decisão é uma forma de “atender a esse chamado”.

“Estar atento ao momento certo é muito importante, é claro, e em dezembro uma grande oportunidade surgiu em meu caminho”, afirmou Jason, que trabalhou na ESPN por 16 anos. Quando sentiu que a oportunidade era imperdível, conversou com a esposa e orou para ter certeza de “era a hora”.

Dizendo-se realizado por ter alcançado sucesso profissional em uma das maiores emissoras de televisão dos Estados Unidos – com filiais em diversos países -, Jason Romano afirmou ao site Faith Wire que a experiência acumulada no trabalho o ajudará a tocar sua nova empreitada.


“Era o meu sonho trabalhar na ESPN por tantos anos, mas confesso que estava muito além dos meus sonhos de criança ver até onde minha carreira me trouxe […] A parte mais gratificante é a equipe. Trabalhando com o melhor dos melhores. Estar com eles dia após dia foi uma honra e um privilégio”, acrescentou.

Segundo Jason, seu novo desafio será uma forma de ajudar igrejas a levar a mensagem do Evangelho mais longe: “Estou começando meu próprio negócio de consultoria de mídia para ajudar igrejas, atletas e outras empresas com suas mídias sociais e digitais […] Eu também serei apresentador de um novo podcast sobre fé e esportes que deve estrear em algum momento nos próximos meses”.

A troca de uma carreira sólida por um desafio em uma área que ainda engatinha foi, segundo Jason, feita por confiança no agir divino: “Dois anos atrás, comecei a ver Deus abrindo as portas em minha vida para fazer mais por Ele. Ele começou a fazer um trabalho em meu coração e eu não podia ignorar isso. Eu tentei fingir que não estava lá, mas não posso ignorar isso por mais tempo”.

“Agora quero contar uma história diferente. Uma história de redenção, uma história de esperança e de fé. Chegou a hora de começar um novo capítulo”, frisou. “Eu não quero olhar para trás em minha vida e me entristecer porque poderia ter feito mais por Deus. Eu não quero olhar para trás e ter o arrependimento de não sair da minha zona de conforto […] Agora é que o tempo para dizer ‘sim’ ao meu chamado e assumir esse risco. Agora é a hora de voar”, concluiu, pouco depois de terminar seu último dia de trabalho na ESPN, há uma semana, 10 de fevereiro.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA