Reality show mostra igrejas à beira da falência e oferece consultoria a pastores para saudar dívidas

7

A onda de reality shows sobre evangélicos chegou às finanças das igrejas através de um programa do canal NatGeo.

Recentemente, canais de TV por assinatura dos Estados Unidos lançaram programas que mostram a rotina de extravagâncias de pastores milionários pregadores da teologia da prosperidade ou a rotina das filhas adolescentes de pastores pentecostais.

Agora, a proposta do NatGeo é mostrar que igrejas evangélicas têm problema de caixa e que é preciso ajuda de especialistas para contornar a ameaça de falência. Apresentado por três pastores/consultores, o programa mostra semanalmente uma denominação que precisa por as contas em ordem.

“Para tocar uma igreja é preciso mais do que fé. Três ministros visitam organizações evangélicas e corrigem seus problemas financeiros para que possam continuar a espalhar a mensagem de Deus”, diz o site oficial do programa Church Rescue (“Resgate de Igrejas”, numa tradução livre para o português).


Os pastores/consultores em questão são Kevin “Rev Kev” Annas, Anthony “Gladamere” Lockhart e Jerry “Doc” Bentley, que tentam convencer os líderes das igrejas endividadas a corrigir os problemas. “Eu sei que os pastores acreditam no que estão pregando, mas às vezes é preciso uma perspectiva de fora como a nossa para mostrar outro ponto de vista. Eles acabam percebendo que estamos pelejando por eles”, disse Kevin ao site Examiner.

Desde a crise econômica de 2008, diversas denominações independentes fecharam as portas nos Estados Unidos. “Ser uma igreja menor é como ser um pequeno negócio: tem suas desvantagens [em comparação com as grandes organizações]. A única coisa que todos eles compartilham é a paixão pela palavra”, comentou o pastor Kevin, lembrando que os fiéis têm contribuído menos devido às dificuldades financeiras que toda a classe média norte-americana vem enfrentando.

Nos seis episódios que já foram ao ar, casos de igrejas que se endividaram por falta de organização administrativa ou por aumento do custo de obras em templos são os mais comuns. O pastor Kevin frisa que a proposta do programa não é interferir na questão doutrinária, e sim, auxiliar nas finanças.

“Acreditamos que a cada igreja tem um DNA único, uma proposta única. Acho que temos de nos concentrar mais no que nos torna únicos, naquilo que Deus nos deu e nos criou para ser dentro de nossa comunidade local”

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


7 COMENTÁRIOS

  1. na verdade qualquer instituição governamental ou religiosa que não souber controlar sua economia quebra é só ver o Brasil de fernando henrique lula e dilma conseguiram quebrar, endividando internamente o país por uma vaidade de dizer que tinham pago a externa, sendo que a interna os juros são o triplo da externa, sem falar em mensalões, em cala bocas, em felicianos para fazer cortina de fumaça, nas mais de 1300 ongs estrangeiras dentro da amazonia roubandp biotecnologia, mapeando nossas minas de minerios ouro e até matéria prima para bombas nucleares…uranio..realmente o pt está quebrando o país que fernando deixou zerado

  2. Cada igreja tem um DNA unico-esta declaraçao e infeliz e realista mostrando com esta igreja sao apenas comecio e na oestao ligadas a cabeça que e JESUS-a verdadeira igreja do SENHOR um so Corpo um so Espirito,se nao esta ligada ao cabeça tem que fechar mesmo.Abaixo a igreja empresa,almas nao sao produtos.Seja la nos EUA,Europa,Asia ou America do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA