Renato Pimentel diz perdoar Bianca e Felipe, e revela alívio por poder reencontrar o filho

47

O empresário Renato Pimentel publicou uma mensagem em sua página no Facebook agradecendo a Deus pela oportunidade que surgiu em meio a uma crise, e que permitiu sua reaproximação com seu filho, José Vittorio.

O menino, filho de Bianca Toledo, esteve no centro de um escândalo que envolveu a cantora e seu ex-marido, pastor Felipe Heiderich.

“O ‘perdão’ quebra todas as barreiras e isso eu faço […] Tenho pouco a declarar sobre o acontecimento, pois prefiro pensar que o tempo irá cuidar de todas as coisas… o que for justo que seja justificado”, afirmou.

Mantendo a postura de cautela adotada desde que o caso veio à tona através do vídeo publicado por Bianca, Renato lamenta que foi imposto a ele “um tempo onde minha voz não alcançou o entendimento de muitos”, provavelmente fazendo referência às acusações que sofreu da ex-mulher quando da separação de ambos.


A consequência disso foi o inevitável afastamento entre ele e seu filho, mas Renato pontua que jamais deixou de sonhar com uma reaproximação: “Foram quase 3 anos em que vi o crescimento do meu filho pelas redes sociais, confesso que isso me ajudou a suportar a saudade e me deu forças para aguardar o tempo que não estava em minhas mãos… mesmo diante de algo tão ‘assustador’, vejo a mão do nosso Pai estendida para nos dizer, ‘volte ao primeiro amor’”.

Felipe se refere a Bianca, dizendo que teve oportunidade de “esclarecer pontos importantes sobre tudo” e estabelecer “cordialidade” e “flexibilidade na conciliação de tudo para o bem do nosso filho”, mas também dirige a palavra ao pastor Felipe Heiderich, a quem deseja “um tempo de reflexão”.

Confira a íntegra da nota de Renato Pimentel:

De quem é a vitória?

Na minha opinião e sensatez, essa é uma grande oportunidade de revermos nossos valores, independente de religião, valores são bons para serem respeitados e para mim o maior de todos é o amor…

Por um breve período me foi imposto um tempo onde minha voz não alcançou o entendimento de muitos, até mesmo dos que próximos estavam… mas nunca desisti de acreditar que um bom futuro aguardava um tempo de alegria e de paz…

Hoje consigo dizer que vale a pena sonhar o sonho bom, que vale a pena acreditar no bom futuro, que vale a pena renovar nossas esperanças e crer que o “tempo” é o Senhor dos senhores…

Foram quase 3 anos em que vi o crescimento do meu filho pelas redes sociais, confesso que isso me ajudou a suportar a saudade e me deu forças para aguardar o tempo que não estava em minhas mãos… mesmo diante de algo tão “assustador”, vejo a mão do nosso Pai estendida para nos dizer, “volte ao primeiro amor”

Tive uma breve e importante conversa com a mãe do meu filho e podemos esclarecer pontos importantes sobre tudo, inclusive sobre a nossa cordialidade e a importância da flexibilidade na conciliação de tudo para o bem do nosso filho… ela esteve pronta para ouvir e atender o que hoje se faz necessário… tudo esclarecido…

Sobre o fato que nos levou a viver esse momento delicado só posso dizer que o “perdão” quebra todas as barreiras e isso eu faço, independente dos resultados e julgamentos…

Ao pastor FH desejo um tempo de reflexão e que todos os esforços e interesses estejam voltados para o bem da inocência da criança… não me cabe mais nada a não ser amar o próximo como me ensina os mandamentos… sem hipocrisia ou religião… bem simples.

De quem é a vitória?

A vitória é de quem for leal, sincero, honesto, verdadeiro, de quem planta o bem, de quem não se ira, não tem ciúmes, de quem tem bons olhos e de quem pela fé pode confiar em quem não se vê…

Esses dias pude ter lindos momentos com meu filho e sentir novamente seu calor, sentir seu cheiro, receber seu abraço, ouvir de perto sua voz… acho que isso é relevante e prefiro ficar com essa parte…

Tenho pouco a declarar sobre o acontecimento, pois prefiro pensar que o tempo irá cuidar de todas as coisas… o que for justo que seja justificado… sementes plantadas dão frutos e isso não se pode mudar… só nos resta continuar a caminhada cuidando do bem maior que é a nossa família…

Meu pedido foi atendido… valeu aguardar na fé e viver o sacrifício do tempo… e o tempo chegou… para sempre… Ele é fiel!

O fim desse evento passageiro não está em minhas mãos, não cabe a mim julgar, não teria faculdades para isso, também gostaria de pedir a todos que a partir desse momento possam sessar os pré-julgamentos que acabam sendo feitos nesse canal…

Vamos focar no bem e cuidar de nossas famílias para que possamos ser verdadeiramente referências das coisas boas que aprendemos através da palavra e da verdade…

Mais amor por favor, pela inocência da criança…

Deus abençoe a família de todos vocês,

Muito obrigado pela consideração, respeito e carinho…

Em nome de toda minha família agradecemos…

Vamos em frente…

No amor do Pai, paz!

Jesus é lindo, Ele venceu!

47 COMENTÁRIOS

  1. Pastor é preso após tentativa de assalto e estupro no interior de MG – notícia do dia 19/07/16
    Fábio Martins Rocha, conhecido como Bin, abordou a vítima quando ela deixava o seu local de trabalho.
    Um homem de 30 anos foi preso na noite desta terça-feira (18) após tentar assaltar e estuprar uma jovem em Patos de Minas, interior de Minas Gerais. Fábio Martins Rocha, conhecido como Bin, abordou a vítima quando ela deixava o seu local de trabalho.
    De acordo com informações da Polícia Militar, o acusado se aproximou da vítima usando um blusão e de cabeça baixa anunciando o assalto: “Passa o dinheiro e fica calada que é melhor pra você”, teria dito o acusado. A jovem disse que não havia dinheiro local, e foi neste momento que ele empurrou a vítima para dentro do vestuário da loja e passou a mão nos seios dela.

    Ao perceber que seria estuprada, a jovem disse ao criminoso para levar tudo da loja, mas de nada adiantou. Ele continuou com as mãos nos seios dela e começou a abaixar a calça. Foi neste momento que a vítima conseguiu se livrar das mãos dele, após começar a gritar. Clientes de um bar ao lado ouviu os gritos e correram até o local e conseguiram imobilizar o criminoso que já se preparava para fugir de moto.
    O autor já possui diversas passagens pela polícia, mas nos últimos meses não havia se envolvido em nenhum crime. Segundo relatos, ele estaria atuando como pastor evangélico, fazendo até trabalhos de evangelização no presídio da cidade. Ele disse aos policiais que precisava do dinheiro para fazer uso de drogas.

    Fonte: 1news.com.br

  2. O QUE POSSO DIZER E QUE HOJE NOS TEMOS UM ADVOGADO PARA ADVOGAR AS NOSSAS CAUSAS E FUTURAMENTE TEREMOS UM JUIZ PARA NOS ABSOLVER OU NOS CONDENAR E QUE FACAMOS FORCA PRA NOS RECAIR A ABSOLVICAO E ISSO E DEUS QUE VAI DAR A SOLUCAO

  3. Mulher denuncia pastores por tortura

    Pastores são acusados de agredir fiéis e de ameaçá-las se denunciassem o caso, que já está sendo investigado pela Polícia Civil

    Notícia de 19/07/16
    Uma mulher identificada como Lucélia Martins de Souza, na companhia de sua filha L.L.C., 17 anos, denunciou à Polícia Judiciária Civil agressões e tortura psicológica supostamente cometidas por três membros da igreja neopentecostal Ministério Pescador Sal da Terra desde o início de maio, desde que uma delas foi a um culto da congregação em Primavera do Leste (230 km ao Norte de Cuiabá) até ser obrigada a participar de um “ritual” sombrio em uma área de mata na capital, no dia nove passado.

    O tal ritual seria comandado pelos pastores Viviane Machado Pacheco Araújo, Herly Borges de Araújo e Andersen Navarro, este também jornalista. Mãe e filha representaram criminalmente contra os três pastores por crimes como cárcere privado e tortura.

    As duas também resolveram repetir o que relataram no boletim de ocorrência registrado e na Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), em uma entrevista ao programa policial Cadeia Neles, da afiliada local da TV Record.

    Na matéria, falam que as supostas constantes ameaças via mensagem e carta as obrigou a voltar para Cuiabá e que estas teriam evoluído para uma “visita” (mediante dopagem e sequestro) a um local isolado no dia nove deste mês. O objetivo seria fazer a garota e mais uma amiga calarem-se mediante coação psicológica e cárcere por mais de 24 horas.

    Em cópias de mensagens recheadas de erros de português mostrados no mesmo programa, estão frases como “vocês acham que vamos acreditar que vocês fizeram denúncia? Estão mal faladas(…), como você é de maior, ninguém vai acreditar”.

    A um repórter do Cadeia Neles, a adolescente — de maneira um tanto desconexa, falando sobre ver “alguma coisa atrás do pastor” — diz ter ido à igreja neopentecostal atrás de “apoio e ajuda”, mas em troca teria recebido somente rejeição dos líderes religiosos por divergir, principalmente da pastora, da maneira como tratavam suas queixas de natureza espiritual, nomeando-a “louca”.

    Daí em diante, essa divergência teria virado brigas em grupos da congregação e, finalmente, agressão física, com um empurrão de cima de um palco durante um culto.

    “Ele [um pastor] me empurrou para cima do palco, depois ele me empurrou para baixo do palco, foi a hora que abriu minha cabeça, fiquei cheia de sangue e eles disseram que se eu não ficasse quieta, iria ficar pior para o meu lado”, disse L.L.C., enquanto a imagem mostra o ferimento no lugar referido. Na suposta tortura no tal retiro do mal, “davam tapas na minha cara, diziam que iriam me degolar. Fui levada para casa desacordada”, continuou a adolescente.

    A mãe aparece logo em seguida: “Depois disso registramos o B.O. e representamos na delegacia e resolvemos abrir um processo então. Assim que iniciamos esse processo, passamos a receber ameaças. Sempre vinha carta com o nome do pastor Herly Borges Araújo e da pastora Viviane. Falavam que era para minha filha ligar urgente, mas em nenhuma das vezes a gente ligou. Mandaram uma última carta, dizendo que se minha filha quisesse ver as amiguinhas dela bem, que ela corresse para ligar, porque a contagem dela era regressiva”, continuou a mãe, Lucélia Martins, afirmando nem mesmo saber se Andersen Navarro era qualquer outra coisa além de pastor da Sal da Terra.
    Fonte: diário de Cuiabá

  4. Na minha opinião, não achei sensata a atitude da Bianca. Expor o filho dessa forma… Não sei. No mundo em que estamos hoje, tudo se torna motivo de promoção. As coisas de Deus são lindas e Ele sempre trabalhou no oculto. Não gostaria de passar por essa dor, mas trabalharia por justiça em silêncio aqui na Terra e buscaria a do céu de joelhos. A mídia não ajuda em nada, só querem vender notícia e ver o circo pegar fogo. Para nós cristãos sobra a porta aberta de críticas do evangelho.
    Gostei da atitude desse pai, que ficou aguardando em Deus a sua oportunidade.

  5. Inevitável afastamento? Os pais têm que aprender a separar os filhos do casal conjugal. Espero que ela reavalie a postura pelo bem do filho. Só quem perde com o afastamento é o filho.

  6. CONCORDO SIMONE A ATITUDE DESSA MÃE FOI NO MOMENTO DE IRA, E A DO PAI DE SENSATEZ, DA A ENTENDER QUE ELE É EQUILIBRADO, RECENTEMENTE PERDI MEU FILHO FOI ASSASSINADO E ATÉ ENTENDO ELA NAQUELE MOMENTO TODAS AS REAÇÕES QUE TOMAMOS COM CERTEZA SÃO REGIDAS PELO CORAÇÃO E NÃO PELA RAZÃO AI O TEMPO PASSA E BATE O ARREPENDIMENTO DAS NOSSAS REAÇÕES, A MINHA VONTADE NO MOMENTO DA NOTÍCIA ERA DE BOTAR UMA ARMA NA CINTURA E SAIR CAÇANDO OS ASSASSINOS DE MEU FILHO MAS AO MESMO TEMPO VERSÍCULOS BÍBLICOS VINHAM EM MINHA CABEÇA, E O TEMPO FOI O MELHOR REMÉDIO, QUEM ASSASSINOU MEU FILHO MORREU NÃO POR MINHAS MÃOS E SIM NUMA TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA POIS FOI ASSALTAR UM POLICIAL E FOI MORTO, NESSAS HORAS É MELHOR NÃO TOMAR REAÇÕES QUE MAIS TARDE VENHAM NOS PREJUDICAR.

    • Homem e mulher de Deus divorciados? Onde já se viu uma coisa dessas. Só tenho pena da criança que não pediu para nascer e vai carregar esse trauma pro resto da vida.

  7. Deus ilumine esse pai que enfim obteve justiça, não a dos homens e sim a de Deus. No Brasil os pais são execrados pela Justiça, que sempre acredita nas mães. Mesmo eu tendo vencido um processo de guarda, posto que a mãe também era desorientada, foi uma batalha cruel e difícil. É dessa sensatez e equilíbrio que esse pequeno precisava.

    • Deus tem seus caminhos na tormenta!!! Ele é soberano. Nunca sabemos o tamanho da ferida que está a nos livrar, mas que acredita no amor de Deus percebe que mesmo em meio a nossos erros a vontade do Pai é transformar nossas maldições em bênçãos.

  8. O verdadeiro Amor dos pais, é aquele Amor que faz o casal renunciar a tudo inclusive a si próprios, em favor dos filhos; o resto é conversa mole, para quando numa separação, cada um dos "pais", busquem suas melhores conveniências particulares, sem se importarem qual o verdadeiro desejo dos filhos.

  9. O verdadeiro Amor dos pais, é aquele Amor que faz o casal renunciar a tudo inclusive a si próprios, em favor dos filhos; o resto é conversa mole, para quando numa separação, cada um dos "pais", buscarem suas melhores conveniências particulares, sem se importarem qual o verdadeiro desejo dos filhos.

  10. Meu Deus que lindo,este é o nosso Deus ele venceu mais uma vez, toda honra e glória ao nosso Deus, não conhecendo a sua vidas mais ele trabalha por nós em sofrimento, angústia, perseguição e tentação, isto é um lindo testemunho, para aqueles que entende o que é um sofrimento, que as vezes não é levado com tanta relevância, ele é fiel para sempre amém.

  11. Ela não deveria ter se divorciado do pai do garoto. Deus teria dado sustento e renovo ao casal. Acho que ela se casou com outro fora da vontade de Deus. Quem estava com ela nos momentos de sufoco era o primeiro marido.

  12. Parabéns ao pai dessa criança que independente da veracidade dos fatos, se mostrou imparcial e no momento toda a sua preocupação está voltada para o filho. Quão sensatas foram suas palavras. Quanta saudades deve ter sentido esse pai por todo esse tempo… Mas a oração de um justo pode muito em seus efeitos, e enfim chegou o momento de viver momentos incríveis ao lado do filho.

  13. Não houve decisão judicial, a mãe proibiu oficiosamente e o pai não recorreu ao judiciário, talvez temendo outra enxurrada de acusações e esposição nas redes sociais, mas Deus é fiel e devolveu o direito cassado pela mãe; porque a justiça divina é maior e melhor que a humana.

  14. Maria Alice Almeida Não houve decisão judicial, a mãe proibiu oficiosamente e o pai não recorreu ao judiciário, talvez temendo outra enxurrada de acusações e exposição nas redes sociais, mas Deus é fiel e devolveu o direito cassado pela mãe; porque a justiça divina é maior e melhor que a humana.

  15. Sonha!!

    Ele seria pior canalha pra reatar com uma prostituta dessa que tanto o difamou e com certeza uma idiota escrota igual vc acreditou em todas as mentiras ditas por essa aberração monstruosa.

    Ela devia dar o cu enquanto pode dar pra alguém comer, porque depois que ela ficar mais estragada do que já tá só fudido drogado vai quere ela, ou alguém cheio de pinga no kengo.

DEIXE UMA RESPOSTA