Templo de Salomão foi construído de forma irregular, em terreno dedicado a moradias populares, diz vereador

454

A construção do Templo de Salomão da Igreja Universal do Reino de Deus foi executada de forma irregular, desobedecendo ao atual Plano Diretor da cidade de São Paulo. A prefeitura – que autorizou o início das obras sabendo da situação – encaminhou projeto para votação na Câmara Municipal para regularizar a situação.

O terreno onde o megatemplo da Universal foi construído fica numa área considerada com boa infra-estrutura urbana, pertence à Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), que o Plano Diretor vigente dedica à construção de novas moradias populares. Isso se dá especialmente pelo fato de a cidade de São Paulo registrar déficit habitacional, como muitas outras capitais brasileiras.

Agora, os vereadores discutem a aprovação de um novo Plano Diretor para a cidade, e que altera a classificação onde o megatemplo foi construído. A inauguração está prevista para o próximo dia 31 de julho, com a presença de diversas autoridades e da presidente Dilma Rousseff (PT). No entanto, apenas o bispo Edir Macedo discursará na ocasião.

O relator do novo Plano Diretor, vereador Nabil Bonduki (PT), admite que foi feita uma adaptação do projeto original para regularizar o megatemplo da Igreja Universal do Reino de Deus: “A Comissão de Habitação da Prefeitura desclassificou essa ZEIS e aprovou uma reforma no imóvel, que acabou gerando o Templo de Salomão. Não teria sentido mantê-la como ZEIS no Plano Diretor, se, obviamente, não se vai mais construir habitação social ali. Seria enganar as pessoas. O que deve ser investigado agora é porque foi aprovada a reforma no imóvel antigo que tinha ali e que acabou gerando o Templo de Salomão”, explicou.


A obra foi iniciada em 2011, na gestão do antigo prefeito Gilberto Kassab (PSD) e a mudança no Plano Diretor altera apenas a classificação do quarteirão onde a Universal ergueu sua nova sede. O Templo de Salomão possui 74 mil M² e tem lugar para 10 mil pessoas, de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo.


454 COMENTÁRIOS

  1. MARCOS OLIVEIRA

    Se você não vê ataques pessoais, você é mais cego do que pensei, tsc, tsc…

    O que me surpreende é ver as “”heresias da UNIVERSAL””, ganhando MAIS almas pra JESUS do que vocês SANTARRÕES de igrejas perfeitas…hehehe

    Pelo o que li dos seus ataques contra nós e contra o LEVI VARELA que nem da UNIVERSAL é, é que seus argumentos “”bíblicos””, que você usa pra nos julgar e condenar é tão pobre quanto daqueles que aqui já nos atacam…hehe

    Eu só preciso de um versículo pra invalidar seus e os ataques dos outros…

    “”Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro…””

    (Apocalipse 22:18)

    A quase 40 anos, crentes infelizes como você vivem espraguejando nosso ministério e etc…

    Mas cadê as PRAGAS que a Bíblia diz que que iriam nos sobrevir, se estivéssemos fazendo tal coisa de que vocês fariseus nos acusam ???Veja que não é uma promessa para o dia do julgamento, mas é uma promessa de que virá nesse tempo em que vivemos, ou seja AGORA !!! Ou seja, vocês ladram, ladram, ladram, mas a CARAVANA UNIVERSAL continua…hehe

    Jesus abençoe

  2. Que desculpa mais esfarrapada, vcs não tem vergonha ?, vcs pensam que todo mundo são imbecis como vcs ?, defender o indefensável é difícil, no mínimo vcs fazem parte desta corja.

DEIXE UMA RESPOSTA