Templo de Salomão: Vizinho da nova sede da Igreja Universal quer negociar imóvel por R$ 50 milhões

43

Os números grandiosos em torno do Templo de Salomão da Igreja Universal não se limitam aos mais de 70 000 metros quadrados de área construída e ao custo de cerca de R$ 680 milhões para a construção. Um vizinho do templo está tentando vender uma propriedade para a igreja pelo valor de R$ 50 milhões.

Para abrir espaço para a construção, a igreja comprou cerca de quarenta imóveis e terrenos no quarteirão da Avenida Celso Garcia ao londo da execução da obra do Templo de Salomão. A compra dos imóveis pela igreja inflacionou o mercado imobiliário na região de forma que, no início desse ano, a igreja pagou 1,7 milhões de reais em um sobrado de 220 metros quadrados, avaliado em 400 mil reais.

Agora, segundo o jornalista Lauro Jardim, após a inauguração grandiosa do Templo de Salomão, um vizinho quer negociar a propriedade, que antes não queria vender para a igreja, por mais de R$ 50 milhões.

– O proprietário de um espaço vizinho não cedeu aos encantos financeiros propostos pelo pastor. Agora, então, vendo o tamanho da nova casa da Universal, não negocia sua propriedade de 14 metros de largura por 36 de profundidade a menos de 50 milhões de reais – afirma o jornalista.


43 COMENTÁRIOS

    • “O sonho do momento da Universal é pôr abaixo o Edifício Vidago, na Avenida Celso Garcia, que esconde boa parte da visão do templo para quem passa pela via. A igreja já conseguiu comprar trinta dos quarenta apartamentos do prédio. No começo, pagava 90 000 reais por unidade. Hoje, as negociações não começam por menos de 2 milhões, o milagre da valorização. Pastores ocupam esses imóveis adquiridos. Como estão em maioria, decidiram trocar o síndico e querem agora instalar um elevador novo (o último foi trocado há apenas cinco meses). “Eles planejam deixar o condomínio caro para tirar quem ainda restou”, acusa o comerciante Rivaldo Cunha de Moraes, dono do apartamento de número 65 há 31 anos. “Eu vivo sob terror psicológico.” Em março de 2011, segundo ele, cinco vizinhos que não haviam aceitado vender seu imóvel acordaram com um saco de pano vermelho na porta. Dentro de cada um havia uma galinha preta morta. Na ocasião, os moradores fizeram um boletim de ocorrência no 12º DP, no Pari. Como não conseguiu demolir o prédio, a Universal faz neste momento uma grande reforma para deixá-lo mais bonito para a inauguração da nova sede.”

      FONTE: vejasp

      • Como é fácil gastar dinheiro sem trabalho e que não é suado. Por outro lado, Isso que acontece com os moradores caracteriza ato de terrorismo e cabe uma ação contra o praticante. Quase certo, que houve truta nessa comercialização. Onde o próprio interessado compra e revende por um valor muito superior, por já saber das intenções futuras. Mas, não esqueçamos que Deus está no controle. Tudo terá um fim!

  1. QUE MARAVILHA G+ É BOM ESTAR AQUI …………PARA DESMASCARAR O STARDUST E O MACEDO É UM PIOR DO QUE O OUTRO, MAS REFERENTE A REPORTAGEM É CLARO QUE A LEI DA PROCURA E NECESSIDADE FAZ QUALQUER COISA SUBIR O PREÇO, VÃO VER COMO A FOGUEIRA SANTA VAI INFLACIONAR…….

  2. Vali 400.000,00 e pagou 1.700.000,00 isso e lavagem de dinheiro,ao inves deste MP ficar atras de terra despejada na usp, que afinal isso ja era nao vai dar em nada,devia investigar o fluxo de dinheiro da obra,quer saber a verdade siga o dinheiro,e simples e so ter vontade e ser honesto.Outra coisa “inflacionou o mercado” tem outro nome para isto “criou ganancia” um dos frutos da carne.

  3. A Universal paga qualquer valor que pedirem, afinal não trabalham para ganhar esse dinheiro que vem facinho…facinho e que não é deles. Sem contar que tem truta nessas negociações. Podem levantar. Onde se viu de R$ 400.000,00 pagar R$ 1.700.000,00. Isso é inexistente e inexplicável. Acreditem quem quiser e é otário. Agora, se pagar 50 milhões por 504 metros quadrado de terreno ou algo parecido, nunca mais falo algo sobre esse povo, pois aí o maluco sou eu em perder tanto tempo com algo irrecuperável. Bem que, já estou pensando isso há muito tempo. Estou jogando meu tempo no lixo para comentar algo que é impossível mudar. Ninguém muda ninguém, somente quando a própria pessoa, iluminado por Deus consegue enxergar que está agindo errado. Somente o tempo e a evolução do ser humano para corrigir o que pensa esse povo.

    • ACONTECE QUE PRA IGREJA NÃO INTERESSA O DINHEIRO, PARA ELES SE FOR PARA GANHAR UMA ALMA, GASTAM MILHÕES SE PRECISO FOR. O ÚNICO OBJETIVO DELES É EVANGELIZAR, DINHEIRO É O DE MENOS. PERGUNTARAM PARA ELES PQ GASTAM UM DINHEIRÃO EM PAÍSES POBRE QUE NEM CONHECEM O DINHEIRO, PESSOAS MISERÁVEIS, DOENTES, ONDE A MISÉRIA IMPERA. E COM ISSO ESSAS PESSOAS NÃO VÃO PODER DAR DINHEIRO PRA IGREJA, NEM DÍZIMO E NEM OFERTAS PQ ELES NÃO TEM!! ELES RESPONDERAM QUE SE ESSAS PESSOAS ACEITAREM JESUS E SE CONVERTEREM É A MAIOR OFERTA E O MAIOR DÍZIMO PAGO A DEUS. E É ISSO QUE IMPORTA PRA ELES.

      • Entao respone para voce mesmo.O que agradaria mais o coraçao do Pai e daria um testemunho verdadeiro sobre Jesus.Que estes 600 milhoes fossem usados para construir casas para os desabrigados das enchentes que perderam tudo,pelo Brasil?imagina quantas casas se construiriam com estes dinheiro,faça os calculos.Ou toda esta riqueza ter sido usada para uso e frutos somente de um grupo fechado?Onde este templo vai ser usado para explorar finaceiramnete todos que cairem em suas garras.Qual otestemunho real?

      • VAI QUE COLA EDNA! Você ainda acredita nesses bico doce. Pura malandragem. Se o dinheiro como você diz é o que menos importa. Então me explique os bilhões do Sr. Edir Macedo, como um dos mais bilionários do Brasil. Realmente não interessa, né? Para evangelizar e recuperar almas, precisamos apenas de Deus e boas intenções, bem ao contrário do que acontece nessas igrejas. Usam um pequeno percentual para fazer caridade e poder justificar perante os inocentes que fazem isso. Lamento, mas conheço muita gente lesada por esse povo. Deus é amor, não é luxo.

    • Entao respone para voce mesmo.O que agradaria mais o coraçao do Pai e daria um testemunho verdadeiro sobre Jesus.Que estes 600 milhoes fossem usados para construir casas para os desabrigados das enchentes que perderam tudo,pelo Brasil?imagina quantas casas se construiriam com estes dinheiro,faça os calculos.Ou toda esta riqueza ter sido usada para uso e frutos somente de um grupo fechado?Onde este templo vai ser usado para explorar finaceiramnete todos que cairem em suas garras.Qual otestemunho real?

      • PALAVRAS DE JESUS, AOS POBRES VÓS TEREIS SEMPRE, QUANTO A MIM, OU SEJA APLICAR NA CONSTRUÇÃO DE UM TEMPLO QUE VAI ATRAIR MILHÕES DE PESSOAS E TER A OPORTUNIDADE DE PREGAR A ELAS, OU MATAR A FOME…RESPONDA VOCE, E OLHA TENHO NOJO DO MACEDO SEI QUE ELE SE APROVEITA PARA FICAR RICO, SEI QUE DESVIA DINHEIRO SEI QUE SUA IGREJA É UMA MAFIA HEHEHEH POXA EU NÃO ESTAVA DEFENDENDO OPSS…PERDI O TEMPO DA PIADA

        • Voce e retardado???Por opçao ou nasceu assim?A biblia tambem diz:Tiago 1 27-A RELIGIAO PURA E IMACULADA PARA COM NOSSO DEUS E PAI E ESTA:VISITAR OS ORFAOS E AS VIUVAS NAS SUAS AFLIÇOES,E GUARDAR-SE INCIONTAMINADO DO MUNDO.
          TIAGO 2 15-SE O IRMAO OU A IRMA ESTIVEREM NUS,E TIVEREM FALTA DE MANTIMENTO CONTIDIANO,16 E ALGUEM DE VOS LHES DISSER:IDE EM PAZ;AQUENTAI-VOS E FARTAI-VOS,MAS NAO LHES DERDES AS COISAS NENCESSARIAS PARA O CORPO,QUE PROVEITO HA NISSO?

          sua resposta demonstra onde esta sua confiança.e o que no seu coraçao,Nao retiro uma letra do que escrevi.Seja Deus verdadeiro e o homem mentiroso.

          • VOZ RETARDADO É VOCE, TENTAR SOLAPAR A DIGNIDADE DE PREGAR O EVANGELHO COM CARIDADE, COM BOAS AÇÕES COM O IDE DE JESUS PARA PREGAR A TIODA CRIATURA NO MINIMO É SE FAZER DE IDIOTA, É QUERER FAZER DA OBRA DO EVANGELHO, ESPIRITISMO OBRA SOCIAL, FAÇA UMA E TAMBÉM A OUTRA, NÃO DESPEÇA O FAMINTO O DESABRIGADO SEM DAR UM AGASALHO SEM DAR DE COMER, MAS PRINCIPALMENTE , NÃO O DESPEÇA SEM JESUS, O RESTO É BOM , MAS COMO DIZ O SR. BUSCAI PRIMEIRO O REINO DE DEUS E SUA JUSTIÇA E AS DEMAIS COISAS VOS SERÃO ACRESCENTADAS

          • STARDUST
            Há muito tempo tem se criado múltiplos conflitos em relação ao dízimo, perguntando-se se hoje no Novo Testamento ele ainda deve ser cumprido, vou responder essa questão. Eu sempre cri no Dízimo, que deveríamos praticar isso e escrevi isso nesse blog. Bom, defendia essa prática e continuo defendendo, mas sobre outro aspecto. Espero que compreendam, pois sempre em meu coração houve uma ideologia firme sobre o PRINCÍPIO e BEM MAIOR disso e nunca mudará em meu coração. Fui muitissimamente agredido aqui, ofendido e em nenhum momento os tais “Cristãos”, defendendo suas verdades usaram de suaves ou educadas palavras, mesmo sabendo que aqui do outro lado existe um filho de Deus querendo expor com segurança e temor a Palavra de Deus. Lá em Malaquias 3! Deus começa um tratamento com o povo, uma conversa:

            (Ml 3.7-10) “Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. Deus explicita ao povo que desde antes já se desviavam dos Seus caminhos e principalmente o que Deus quis enfatizar, que não guardavam os Seus estatutos. Deus enfatiza ao povo que eles estavam lhe roubando, pois na Lei do culto do Antigo Testamento, o dízimo fazia parte integrante das obrigações do povo, não era uma opção, era uma das determinações do culto a Deus. O povo tinha que trazer 10% do rebanho, da colheita, da sua propriedade e isso era convertido para o sustendo da tribo dos levitas que se dedicavam exclusivamente as tarefas do templo e para ajuda as viúvas, órfãos, os sacrifícios e necessitados de Israel. Ora, como parte integrante e obrigatória do culto, Deus atribuía isso como roubo, assim como desviardes dos seus estatutos, assim como o povo levava para sacrifício animal imundo, sego e coxo, da mesma forma lhe omitiam o dízimo, traziam pouco, metade ou nada do dízimo.

            No versículo 9 mostra por que Israel estava sendo amaldiçoada, por que com maldição sois amaldiçoados, estavam roubando a Deus, não estavam cumprindo a aliança de Deus com Israel, os dízimos faziam parte das leis cerimoniais do culto, então não era em si o dízimo o motivo do desagrado de Deus, mas a DESOBEDIÊNCIA, indiferença, falta de fé do povo. Essa era a razão porque o povo não prosperava e murmurava contra Deus e se o povo cumprisse os mandamentos do Senhor, cumprindo fielmente e nisso o dízimo era parte integrante, receberiam benção sem medida, mas lembro, não era em si o dízimo, dinheiro, como se fosse uma negociata, eu te dou, você me abençoa, mas a OBEDIÊNCIA A DEUS, cumprir os termos da aliança. No Novo Testamento estudando com paciência, não vejo mais existir subsídios para sustentar ainda a questão do DÍZIMO. Mas claramente e em inúmeras passagens a Bíblia trata de ofertas e contribuições, o crente tem obrigação de contribuir com a igreja do Senhor. (2Co 8.11-15) “Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes. Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem. Mas, não digo isto para que os outros tenham alívio, e vós opressão, Mas para igualdade; neste tempo presente, a vossa abundância supra a falta dos outros, para que também a sua abundância supra a vossa falta, e haja igualdade; Como está escrito: O que muito colheu não teve de mais; e o que pouco, não teve de menos. Além da prontidão de vontade dos servos de Deus, isso deveria se manifestar nas suas obras, Paulo não exigia o que não tinham e quem tinha muito era para ajuda do próximo e para si mesmo e o que pouco tinha não deveria se entristecer, pois tinha sua medida.

            (2Co 9.5-12) “Portanto, tive por coisa necessária exortar estes irmãos, para que primeiro fossem ter convosco, e preparassem de antemão a vossa bênção, já antes anunciada, para que esteja pronta como bênção, e não como avareza. E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus. Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus. Paulo está aqui mostrando aos Coríntios de antemão que não deveriam ser AVARENTOS! Todos os cristãos tem obrigação de ajudar a igreja e devem fazer isso com alegria, com fé, de coração, não como o povo de Israel que levava ao templo por sua decadência espiritual animal coxo, sego e manco. Deveria ser feito com alegria e de coração e mostra ainda Paulo que o que semeia pouco, pouco recebe e o que muito semeia, muito recebe e como tratado no texto acima, não é uma negociata com Deus, mas demonstração de amor, fé e obediência e isso trará as bênçãos ao semeador. O povo tinha que contribuir conforme sua prosperidade, conforme aquilo que recebeu de Deus (2Co 16.2). Se temos que contribuir com frequência, com amor, conforme nossa prosperidade, logo estamos falando do dízimo. Podemos não chamar palavra DÍZIMO, mas se trata da mesma referência ao Antigo Testamento. Antes a Lei obrigava agora a Graça pede que se faça com generosidade, alegria e proporcionalidade! Quem ganha mais da mais e quem ganha menos dá menos, mas todos DEVEM contribuir segundo os três princípios ensinados por Paulo “Dar com amor, generosamente e segundo sua prosperidade”.

            Se quisermos um referencial temos o antigo testamento, que é 10%, mas ninguém será amaldiçoado se não der os 10%, mas será cobrado por Deus se for avarento, reter a semente que como a própria palavra diz que é Deus quem dá essa semente, e se a semente não é plantada na terra, logo não pode haver colheita. Não der conforme sua prosperidade, pois muitas pessoas que me atacaram aqui brutalmente, sendo cristãos insensíveis, mais parecidos com os fariseus que condenaram Jesus, recebem R$3.000,00, R$4.000,00 e ofertam na igreja R$ 50,00, R$ 100,00 e acham que muito fazem e chamam os dizimistas de burros, os pastores de ladrões e mercenários. Claro que existe isso e muitos se beneficiarão disso sobre a fé do povo, mas não é isso meu foco nesse estudo. Todo Pastor é digno de salário no trabalho Cristão (1Tm 5.8) “Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina”. Dupla honra ou dobrado honorários.

            Queridos, não chamem de dízimo, mas ele é um referencial nosso e com segurança digo que o Cristão deve contribuir muito mais do que 10%, pois no NT as referências mostram que os Cristãos davam muito mais que isso. Eu continuo contribuindo com todo amor os 10%, mas chamo de oferta, conforme nos ensina o Novo Testamento! Aqueles que muito condenaram o dízimo e ofertam migalhas a obra de Deus e acham que muito fazem, não dizimem, literalmente como está escrito na Lei e era atribuído aos Judeus e ficou pra trás na Velha aliança, mas agora Jesus prova os corações dos homens, pois demanda da sua vontade dar com Alegria, Generosidade e Proporcionalidade do que ganha. Como disse lá no princípio, eu defendia o dízimo e muito estudei para chegar nessa conclusão do estudo e no fim reconheço que errei em defender a LETRA do dízimo, mas termino com o mesmo coração limpo e alegre, pois essa liberdade de Cristo não mudou a intenção de meu coração, continuo contribuindo com os 10% como oferta e acho que deveria mais! Algumas pessoas jamais vão se desprender da Avareza, vão achar todas as formas e subterfúgios para burlar a lei de Deus, não podem compreender e nem vão abrir seus corações para isso! Mais do que qualquer dinheiro, existe os Princípios de Deus que não podem ser quebrados, o mesmo princípio antes e hoje se fundem, um pela Lei da obediência e a outra obediência pela Graça, uma vez corrompido e endurecido o coração, existirão milhares de formas de não cumprir as palavras do Senhor. Jesus abençoe a todos.

          • O CLAMANDO, DESESPERADO PELO POVO ESTAR CONHECENDO A FARSA QUE É O DÍZIMO ENSINADO E EXIGIDO PELA RELIGIÃO EVANGÉLICA, ESTÁ COM MEDO DE TER QUE TRABALHAR…

            AGORA, PARA TRISTEZA E REVOLTA DELE, VAMOS POR EM PERSPECTIVA OS PRINCIPAIS PONTOS DO SEU HERÉTICO TEXTO EM FAVOR DESSA PRÁTICA ABUSIVA QUE É O DÍZIMO:

            _________________________________________________________________________

            1 – clamando diz: “Se Jesus sabia que o Dízimo, por exemplo, seria alguns dias mais tarde abolido com sua obra, por que ele não deu diretrizes para seus discípulos? Pois se ele não exigiu o Dízimo de sua Igreja, e nem assim seus discípulos-apóstolos, ELES também não proibiram a sua prática. Portanto, não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

            resposta: Se Jesus não aboliu o dízimo alguns dias antes de Seu sacrifício, então porque Ele não aboliu a circuncisão alguns dias antes também??? Só por essa pergunta, o argumento do texto copiado do clamando já fica ineficaz. Jesus não falou contra o dízimo, pois enquanto Ele vivia fisicamente entre nós, estava debaixo da lei de moisés (gálatas 4:4) e tinha de cumpri-la, pois veio para cumpri-la. (mateus 5:17). O dízimo era mandamento da lei de moisés e Jesus não poderia ser contra o dízimo enquanto não fizesse o Sacrifício na Cruz… da mesma forma Jesus não aboliu a circuncisão, não aboliu o sábado enquanto o Seu sacrifício ainda não havia sido realizado na cruz para abolir toda a lei de moisés:

            ” tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu-o inteiramente, encravando-o na cruz;” (colossenses 2:14)

            “Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê.” (Romanos 10:4)

            E sobre a alegação de que “não se constrói uma Doutrina ( a abolição do Dízimo) no silêncio das Escrituras do Novo Testamento, ainda que por inferência.”

            Curioso que o apóstolo Paulo diz categoricamente que: “Vocês sabem que não deixei de pregar a vocês nada que fosse proveitoso, mas ensinei tudo publicamente e de casa em casa…Portanto, eu declaro hoje que estou inocente do sangue de todos. Pois não deixei de proclamar a vocês toda a vontade de Deus.” (atos 20:20 e 26-27)

            Se Paulo afirma que tudo que era proveitoso, e toda a vontade de Deus ele, Paulo havia ensinado, e que por isso estava inocente do sangue de todos, porque ele jamais menciona o dízimo em suas epístolas? claramente vemos que o dízimo portanto não tem nada a ver com o mandamento de Deus para os Cristãos.

            _________________________________________________________________________

            2 – clamando diz: “Quer dizer que há base Bíblica no Novo Testamento para a prática do Dízimo? Sim! E não só no NT, mas também no próprio AT, e melhor, fora dos ditames da Lei de Moisés! Vejamos:E os que dentre os filhos descendentes de Levi receberam o sacerdócio têm ORDEM, com base na Lei de Moisés, para tomar de seus irmãos, o povo de Israel, o Dízimo, ainda que eles tenham saído dos lombos de Abraão. Mas, Melquisedeque, cuja genealogia não foi contada entre os sacerdotes levitas, tomou o dízimo de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas… Neste mundo, pois, tomam dízimos homens que morrem; mas Melquisedeque, tomou o dízimo de Abraão, porém, não temos o relato de sua morte. Isto quer dizer que ele Vive! E assim, por meio de Abraão, até os descendentes de Levi, que recebe dízimos do povo, pagou também o dízimo a Melquisedeque! (Hebreus 7.4-9).”

            resposta: Em primeiro lugar, cabe uma observação que passa despercebido a imensa maioria dos leigos evangélicos… no novo testamento, realmente o unico lugar que há menção de dízimo é na epístolas aos hebreus… nenhum outro livro do novo testamento trata desse assunto, de atos até apocalipse, a não ser a epístola de hebreus…

            E porque somente a epístola de hebreus no novo testamento menciona o dízimo? porque somente os hebreus (judeus), tinham o mandamento de dizimar… o autor das demais epístolas jamais menciona o assunto dízimo porque os habitantes dessas localidades não eram judeus em sua maioria (romanos, tessalonissenses, efésios, coríntios, filipenses etc… ) e não tinham o hábito de dar o dízimo de suas colheitas e animais. Se o dízimo fosse mandamento cristão, porque nessas demais epístolas Paulo e demais apóstolos nunca mencionam sequer o dízimo? o que prova que dízimo não tem nada a ver com mandamento do cristianismo.

            Retornando agora especificamente ao livro de hebreus, que foi uma epístola endereçada diretamente aos judeus, há a menção de dízimo no capítulo 7, mas trata-se apenas de uma menção, e não ordenança de que se de dízimo. Infelizmente, os que querem fundamentar a heresia de dízimo no novo testamento pegam somente o versículo de hebreus 7:8, ou quando muito utilizam hebreus 7 do versículo 4 ao 9… (caso do clamando), mas porque os defensores de dízimo não convidam os incautos a lerem TODO O CAPITULO 7 DE HEBREUS? vamos agora reproduzir os textos omitidos, a partir do versículo 10:

            “Porque aquele ainda não tinha sido gerado por seu pai, quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.Se, portanto, a perfeição houvera sido mediante o sacerdócio levítico (pois nele baseado o povo recebeu a lei), que necessidade haveria ainda de que se levantasse outro sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque, e que não fosse contado segundo a ordem de Arão?Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei.Porque aquele de quem são ditas estas coisas pertence a outra tribo, da qual ninguém prestou serviço ao altar;pois é evidente que nosso Senhor procedeu de Judá, tribo à qual Moisés nunca atribuiu sacerdotes.E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote,constituído não conforme a lei de mandamento carnal, mas segundo o poder de vida indissolúvel.Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque.Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade” (hebreus 7:10-18)

            E porque os defensores de dízimo no NT só querem que vc leia até o versículo 9 de hebreus 7? porque quando continuamos a leitura vemos que o dízimo, assim como toda a lei de moisés foi abolida, pois o sacerdócio de Cristo é superior ao dos sacerdotes levitas, que sobreviviam dos dízimos, que sempre foram alimentos, e não dinheiro. Jesus não precisa de alimentos físicos, e o alimento dos levitas era o dízimo.

            _________________________________________________________________________

            3 – clamando diz: “Pois quando o cristão Abraão pagou o Dízimo ao sacerdote Melquisedeque (Gênesis 14.20), ele o fez quando ainda não havida sido instituído a Lei de Moisés, ou seja, antes do Dízimo se tornar uma prática obrigatória.”

            Resposta: Não há nenhuma referencia bíblica para afirmar que Abraão era Cristão, visto Jesus Cristo só ter sido revelado a humanidade centenas de anos mais tarde. Abraão não era seguidor de Cristo, para ser classificado como cristão como o clamando quer fazer parecer, distorcendo as escrituras. Essa é apenas mais uma de suas mentiras, da mesma forma quando disse que jacó deu dízimo a um anjo, mas até hoje não conseguiu mostrar isso na bíblia.

            outra coisa que é necessário deixar claro… abraão não era esse “dizimista fiel” que tentam fazer parecer… Abraão deu a décima parte apenas dos despojos que tomou na guerra contra os reis (genesis 14:20) e não de toda a sua riqueza anteriormente acumulada (genesis 13:2)

            “Considerai, pois, como era grande esse a quem Abraão, o patriarca, pagou o dízimo tirado dos melhores despojos.” (hebreus 7:4)

            portanto, biblicamente comprovado que Abraão não dizimou de sua riqueza pessoal como os que deturpam as escrituras com essa mentira do dízimo para cristãos, e sim somente do que tomou na guerra que venceu.

            E sobre dízimo ser anterior a lei por causa de abraão é necessário lembrar que a circuncisão também é anterior a lei de moisés, e ainda por cima, era obrigatória e foi praticada por abraão:

            “”De sua parte”, disse Deus a Abraão, “guarde a minha ali­ança, tanto você como os seus futuros descendentes.Es­ta é a minha alian­ça com você e com os seus descendentes, aliança que terá que ser guardada: Todos os do sexo masculino entre vocês serão circun­cidados na carne.” (genesis 17:9-10)

            Agora fica evidente mais uma contradição evangélica… Anteriormente a lei de moisés Abraão deu dízimo tirado dos despojos por livre vontade, e por isso a religião evangélica diz que o dízimo é obrigatório, mas a circuncisão que Abraão fez antes da lei de moisés e era obrigatória, ordenada por Deus, por outro lado, a religião evangélica diz que não precisa ser observada…

            Contradição… a gente vê na religião evangélica!

            _________________________________________________________________________

            4 – clamando diz: ” Jesus pagou voluntariamente o imposto do Templo de Jerusalém e apoio o imposto devido à César…”

            resposta: Gostaria de saber aonde na bíblia vc viu Jesus pagando imposto de templo de Jerusalém, pois não tenho conhecimento de tal fato. Jesus por outro lado, não ficou só no “apoio” ao imposto devido a césar como vc alega… Ele efetivamente pagou o imposto de césar, dando exemplo:

            “Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: Não paga o vosso Mestre as duas dracmas?Sim, respondeu ele. Ao entrar Pedro em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Simão, que te parece? De quem cobram os reis da terra impostos ou tributo: dos seus filhos ou dos estranhos?Respondendo Pedro: Dos estranhos, Jesus lhe disse: Logo, estão isentos os filhos.Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti.” (mateus 17:24-27)

            _________________________________________________________________________

            5 – clamando diz: “sabendo ainda que não há nenhum texto em toda a Bíblia que proíba a prática do Dízimo, porquê então você (ou eu) não DEVEMOS pagar o dízimo? Porque somos MELHORES do que eles? Pense nisso!”

            resposta: realmente não há texto na bíblia que se proiba o pagamento de dízimo, mas aonde o dízimo é pago em dinheiro, visto o dízimo sempre estar relacionado a alimentos, e não em dinheiro, que já existia naquela época? essa é uma questão que já põe a farsa do dízimo em dinheiro em contradição, a segunda é que se não há proibição, da mesma forma não há obrigação, e ninguém perderá a salvação por não se submeter a esse ensino distorcido acerca do dízimo da lei de moisés.

            E aonde somos melhores dos que os que estavam debaixo da lei de moisés, que tinham por ordenança o pagamento do dízimo das colheitas e animais? pois na nova aliança em Cristo, somos superiores:

            “Em verdade vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém apareceu maior do que João Batista; mas o menor no reino dos céus é maior do que ele.” (mateus 11:11)

            Ou seja, mesmo joão batista, homem exemplar, mas que estava debaixo da velha aliança, é considerado menor do que o menor que está debaixo da nova aliança em Cristo, ou seja, nós cristãos.

            A nova aliança (novo testamento), é superior a velha, que exigia guarda dos sábados, o não consumo de carne de porco e pagamento dos dízimos das colheitas e animais, mas em Cristo Jesus não temos que observar os mandamentos da lei de moisés.

            pensei nisso, e conclui que as suas alegações clamando, não resistem a um exame mais atento das escrituras, sinto muito, mas cada vez mais pessoas estão descobrindo a verdade sobre a farsa do dízimo evangélico, e portanto, sugiro que vc comece a procurar um emprego, pois é biblico:

            “Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma.” (2Tessalonicenses 3:10)

            biblicamente comprovado: “dízimo, a maior mentira da religião evangélica”

      • “felipe disse: 4 de agosto de 2014 ás 11:15 am
        Luciano, faz assim, pega a sua casa e doa pro Edir Macedo

        faça melhor, doe a casa e ainda pague um valor pra ele”

        Felipe, nisso o Luciano não é biruta,ele só manda os outros darem a casa.
        Nessa hora ele cai fora. kkkkkk

  4. Agora não dá pra ficar calado; se nós estamos irados imaginem o profeta Jeremias, que não pode fazer nada: “Sucederá que quando multiplicardes e vos tornar fecundos na terra, então, diz o Senhor, nunca mais se exclamará: A arca da aliança do SENHOR! Ela não lhes virá à mente, não se lembrarão dela nem dela sentirão falta; e não se fará outra (jr 3.16).
    “Inauguração do Templo de Salomaõ”, Não é uma evento político e nem religiosos; só pode ser satânico!

  5. REALMENTE. MESMO AQUELES QUE SÃO HOSTILIZADOS PELOS EVANGÉLICOS; POR QUESTÃO PESSOAL, OS HOMOSSEXUAS E QUE TÊM IMÓVEL NAS PROXIMIDADES DO TEMPLO DE SALOMÃO, FORAM RICAMENTE ABENÇOADOS POR DEUS. A IGREJA UNIVERSAL SÓ TRAZ BÊNÇÃOS MATERIAIS ÀS PESSOAS, JAMAIS ESPIRITUAIS.

  6. Do que adianta o povo ficar comentando aqui que a Universal isso, que a Universal aquilo, que Edir Macedo é isso ou aquilo… Do que adianta o povo vir aqui e dizer que esse dinheiro deveria ser usado para caridade ou algo similar, se esse mesmo povo não faz absolutamente nada a respeito? O que eu tenho a dizer é que esses “moralistas” são um bando de hipócritas e avarentos, sem exceção! O Evangelho se manifesta não na letra, mas nas atitudes.

    O que você tem feito para levar o Evangelho de Cristo para os que necessitam? E isso inclui do mais bilhonário até o mais miserável. Pense nisso…

DEIXE UMA RESPOSTA