Terrorista abandona o islamismo e se converte ao Evangelho após ver a mão de Jesus salvar vítima

1

Um plano de assassinato frustrado levou um extremista islâmico a se converter ao Evangelho e reconhecer que suas crenças e motivações estavam equivocadas.

O terrorista, identificado como Al-Rashid, liderava um grupo muçulmano extremista que se dedicava à caça de cristãos e missionários. Em uma das ofensivas, ele viu uma mão descer do céu para socorrer a filha de um sacerdote cristão. E isso o fez mudar de postura.

Em entrevista ao Assist News Service, ele contou que sua motivação era a ira que sentia quando ficava sabendo das conversões de muçulmanos ao Evangelho. Ao longo dos anos, isso se consolidou em seu coração, o que o levou a formar um grupo terrorista dedicado a “caçar líderes cristãos que estavam convertendo muçulmanos e os afastando do islamismo”.

Al-Rashid ouviu falar de um pastor, chamado Paul, que um dia havia sido muçulmano, se convertido ao cristianismo e agora liderava um ministério missionário que distribuía exemplares da Bíblia Sagrada para muçulmanos, formando igrejas domésticas secretas na Ásia e no Oriente Médio.


Com essas informações, o terrorista colocou o pastor como um alvo primário, e traçou um plano para matar sua família e obrigá-lo a se converter ao islamismo novamente, para transformá-lo em uma espécie de garoto-propaganda contra o Evangelho.

No entanto, diversas tentativas contra Paul e sua família deram errado. Então, Al-Rashid mudou sua estratégia. Sabendo que o pastor estava passando necessidades, como falta de alimento, o terrorista enviou uma mulher à casa de Paul para entregar alimentos envenenados. No caminho, a enviada foi mordida por um cachorro e não conseguiu fazer a entrega, frustrando os planos do perseguidor.

Numa segunda tentativa de entregar a comida envenenada, os terroristas foram bem-sucedidos. O pastor e seus filhos comeram chocolates que haviam sido envenenados, e a filha do pastor adoeceu, ficando inconsciente. “Eu estava acompanhando tudo com outros dois comparsas de uma ambulância perto do hospital, para ver a morte de sua filha. Nosso plano era sequestrar o corpo morto junto com sua família em nossa ambulância”, contou.

Entretanto, Al-Rashid foi surpreendido por uma ação sobrenatural: “Eu vi uma bola de luz descer do céu e repousar sobre o quarto onde a filha do pastor estava internada, inconsciente”, explicou, lembrando que viu uma mão sair dessa esfera e tocar a menina, que imediatamente acordou e se levantou. Na mão, Al-Rashid viu um furo no meio, por onde escorria sangue.

“Eu tremia de medo. Eu fiquei tonto e caí. Meus amigos me levaram de lá assim que isso aconteceu”, relatou o então terrorista. Com dificuldades para dormir depois do que havia visto, ele apenas cochilou, e um homem apareceu a ele em sonho, com a mesma mão que havia visto no hospital, e perguntou porque ele o estava “caçando”.

Ao acordar, confuso, Al-Rashid pegou a Bíblia que ele usava para pesquisar formas de criticar o cristianismo, e leu os versículos 9 e 10 do Evangelho de João. ”Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu”, recitou. “Eu entendi que aqueles eram sinais sobre Jesus”, acrescentou.

Atordoado, procurou o pastor para falar sobre sua cruzada particular, mesmo que não soubesse como ele reagiria. E, para sua surpresa, foi recebido de braços abertos por Paul, que disse que o perdoava: “Eu era um inimigo de Jesus Cristo, mas Ele me amou. Ele foi crucificado – deu a vida por mim – então Ele ressuscitou dos mortos. Por causa do Seu amor eu posso te amar, porque Cristo te ama. Eu acredito que Jesus Cristo te trouxe aqui para compartilhar esse amor e encontrar a salvação”, disse o pastor a Al-Rashid. “Jesus é o Príncipe da Paz, e Ele vai lhe dar paz. Reconheça-O como seu salvador”, acrescentou.

O terrorista, então, aceitou a Jesus e posteriormente foi batizado. Agora, ele é um missionário e participa do ministério Bible4MidEast. “Milhares de muçulmanos estão secretamente crendo em Jesus Cristo como seu Salvador. Eles não têm Bíblias e os governantes não lhes permitem obter Bíblias. A Bíblia é totalmente proibida em alguns países. Mas as pessoas estão sedentas da Palavra de Deus. Muitos de nossos membros da equipe são convertidos do islamismo para o cristianismo com os dons do Espírito Santo e têm boas experiências com evangelismo pessoal, realização de cruzadas e pastoreando igrejas domésticas”, concluiu.


1 COMENTÁRIO

  1. que maravilha!!!!!!!! o Senhor continua trabalhando!!! gloria ao Senhor Jesus!!! que todos venham conhecer que Ele é Senhor!!!! Aleluia!!! :D que noticia maravilhosa!!! :D

DEIXE UMA RESPOSTA