Thalles Roberto responde as críticas por não ter falado sobre Jesus na entrevista a Jô Soares: “Estratégia era abrir portas”

53

O cantor Thalles Roberto comentou em sua fanpage no Facebook a entrevista concedida por ele ao apresentador Jô Soares, veiculada pela TV Globo no último dia 30 de outubro, e respondeu as críticas de não ter falado sobre Jesus no programa.

De acordo com o cantor, a opção por falar sobre sua história de vida, cotidiano e manias foi uma estratégia para que ele fosse identificado como um artista e assim, mantivesse as portas abertas na emissora para então, falar mais sobre sua fé.

“O meu objetivo estratégico no Programa do Jô foi abrir as portas! Precisamos muito ter oportunidades em programas como esses, que alcançam um público diferenciado, que gosta da noite e aprecia conhecer histórias de pessoas e aprender com as experiências. Como evangelista que somos, temos que ser extremamente estratégicos, se quisermos alcançar corações que não têm acesso ao Evangelho. Esse programa foi o primeiro passo para que esse público específico soubesse o meu passado de drogas, álcool, noitadas, etc”, justificou-se.

Thalles ainda argumentou que da forma como fez, sem agressividade, há chance de atrair o público pela admiração: “As perguntas que ficam na cabeça daqueles que assistem a um programa como esse são: ‘Esse cara não foi apresentado pelo Jô no início como cantor gospel? Mas ele fazia xixi nas pessoas no passado? Nossa! Ele mudou hein?’. A semente foi plantada e, a partir daí, é só uma questão de tempo, pois Deus está trabalhando!”.


Assista a entrevista completa de Thalles Roberto no Programa do Jô Soares.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

53 COMENTÁRIOS

  1. O mais engraçado é que não é mais Deus que abre as portas para seus filhos, e sim a estratégia humana. Faça-me o favor né Thalles, a oportunidade que vc tiver de falar das coisas de Deus, faça de forma como se nunca mais as tivesse.

  2. Quem somos para julgar?? Pedro, antes que o galo cantasse (3 x) negou a Jesus e, muitos que diziam e dizem obedecer, dizimar etc não deixaram, deixam ou deixarão suas riquezas para seguir a Jesus.

  3. Sò se pode falar e testemunhar daquilo que está cheio o coração, pra mim ele é cantor gospel, e não crente, a palavra de Deus diz que devemos pregar no tempo e fora de tempo, que se dane as portas abertas da Globo, eu quero é passar para as pessoas que elas podem ter portas abertas no céu. A oportunidade que ele teve de falar de Jesus, e não falar pra manter as portas abertas.

    Aquele que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante do pai, aquele pois que me nega perante os homens eu tambem o negarei diante do pai.

    Bem ele não confessou e nem negou, ele ficou em cima do muro.
    É uma pena poruue o diabo é dono do muro.

    O Thales é o que chamamos de crente profissional. Que Deus tenha misericórdia.

  4. A vida dele já é um testemunho vivo do que Jesus fez e pode fazer,muitos vão com cede de mais no poço.Creio eu que ele já ganhou mais almas que todos nós levando a mensagem de Jesus nas musicas que canta..ele apenas mostrou o antes o depois ele estava ao vivo e a cores pro mundo ver ,o que Deus é capas de fazer…..se nós julgássemos a nos mesmos não seriamos julgados.não precisaríamos de juízo no céu..

  5. ABRIR PORTAS ???? COMO ABRIR PORTAS SE AS PORTAS JA FORAM ABERTAS PARA ELE , SE ELE JA ESTAVA DENTRO EM REDE NACIONAL ?!?!?!?! PREGADOR LU JA AMARELOU NO CALDEIRAO DO HULK , ALINE BARROS JA FEZ MUSICA PARA SUA RAINHA XUXA , AGORA ESSE CARA !!!! NAO SAO LEVITAS COSA NENHUMA MESMO….ESSE PESSOAL TA GANHANDO DINHEIRO EM NOME DO EVANGELHO

  6. Evangelizar no programa do Jô? Lá o entrevistado tem que responder aquilo que não fere os planos da Globo, nem mexe nas feridas da sociedade. Os cantores gospel precisam voltar a louvar dentro das Igrejas (pela fé), estarem em comunhão com os irmãos e depois pregar Palavra de maneira imparcial e sem restrição a toda criatura. O problema é que se deixam influenciar pela midia e depois saem dizendo que estão sofrendo perseguição até dos evangélicos.

  7. Ninguem gosta de ser enganado, quem engana os outros e filho do cao!

    Pv 26:18,19

    Como o louco que solta faíscas, flechas, e mortandades,
    Assim é o homem que engana o seu próximo, e diz: Fiz isso por brincadeira.

  8. A estratégia para pregar o evangelho é essa: “Que pregues a palavra, instes a TEMPO E FORA DE TEMPO, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.” (II Timóteo 4 : 2).
    Essa história de que ainda não é tempo de falar de Jesus não tem nada de bíblico. Só demonstra medo, covardia e interesse financeiro que é o caso dele.
    depois que assina contrato com a Som Livre, só poderão fazer o que a Globo quer. Afinal de contas, eles estão pagando… Vai ser obrigado a participar de cultos ecumênicos no Esquenta (nome bem sugerido para aqueles que estão andando no caminho largo); no Caldeirão do Hulk; no Faustão… Menos falar do Evangelho do Reino (Mt 24.14).

    • Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais.
      E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele.1 Coríntios 9:19-23

      • Analisando essas palavras que você citou do apóstolo Paulo, você quer dizer que o Talles segui direitinho o que Paulo recomendou? Será que Paulo, homem inspirado pelo espírito santo para escrever as cartas doutrinárias, se contradiria tão fácil?

        Sinto muito, mas, essas palavras que você citou não se aplica nem um pouco com a atitude de Talles Roberto no programa do Jô. Lembre-se que não devemos pegar textos isolados para se fazer uma boa interpretação. Ou será que você não leu todo o capítulo 9? Por que você não citou o versículo 16 quando Paulo diz: “Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!” (1Co 9.16). Dois pesos e uma medida?

        • Realmente não devo estar atento para a leitura, porque não sei em que o versículo 16 desfaz ou desmente, neste contexto, o versículo por mim utilizado. Para mim, vejo a situação do Thalles como a de Jesus na festa na casa de Zaqueu ou salvando a prostituta adúltera, foi julgado porque queria salvar os pobres e necessitado. Quanto ao fato do Thalles ter seguído ou não o que Paulo escreveu, quem sou eu para dizê-lo, por ventura eu posso dizer tão seguramente que não ou que sim? Estava na mente dele? Mas uma coisa eu posso assegurar, eu não sou Deus, não sou perfeito, tenho que ser tolerante com os meus irmão, tenho que ser amável e não crucificador; Eu sirvo e conheço um Deus de amor, que resgata, que tolera, que se arrepende para fazer o bem àqueles que erram ou que o traem, afim de salvar as almas dos homens. Fico impressionado do lugar de megasantos que vocês falam, tenho certeza que muitos aqui fariam pior que o Thalles; perdoai para que possam ser perdoados, disse um certo Galileu!

          • Tu tá de brincadeira comigo!!! Ver a situação do Talles como a de Jesus? Realmente, Jesus foi julgado porque queria salvar; diferente do Talles que não disse uma palavra de salvação para o tanto de ímpios estava ali. E se alguém disse alguma coisa aqui contra a chamada “estratégia” de Talles, é porque já não existe a muito tempo crentes bobos como acontecia num passado bem distantes. Graças a deus que boa parte do povo evangélico está mais atento com a Palavra de Deus e está fazendo o que diz a Palavra em Mateus 7.15-22.

            E outra coisa, ninguém está julgando a perfeição ou imperfeição do Talles. O que as pessoas está analisando aqui é a desculpa esfarrapada dele. Isso não se trata de imperfeição; se trata de personalidade. Todos sabem que quem vai na Globo do diabo é orientado a não falar de salvação, conversão, etc. Basta ver que todos os artistas gospel que vão lá agem da mesma maneira que o Talles. Por que ele não admite isso? Mas é mais cômodo dizer que é estratégia. Afinal, falar a verdade pode custar caro no bolso.

            Só mais uma coisa. Pra quem diz como você que não julga, é muito contraditório da sua parte dizer que tem certeza que muitos aqui fariam pior que o Talles. Aí eu te pergunto: isso é ou não é julgar?

  9. na minha o pinião quem abre as porta é jesus cristo e pra chegar ao céu não tem arrumadinho querendo agradadar a ea b
    talles tem vergonha na cara e prega o evangelho de jesus cristo adoração não é colocar os outro pra dança e nem tão pouco pular me perdoe mas o teu show é uma bagunça teus porquer a palavra de Deus
    diz que o pai procura os verdadeiro adoradores que adore o pai em espirito e em verdade jesus não esta presente a onde existe este tipo de adoração cante pra jesus e não pra o mundo

  10. O pior é que esse cara pensa que é artista, ele não passa de mais um ridículo que envergonha o evangelho. No programa do Jô esse Thales, foi simplesmente ele mesmo, se comportou e mostrou o que ele realmente é, ou seja, um falso cristão, um enganador, adorador de Mamon, que tem fãs que o defendem, mas o fazem por puro desconhecimento de Bíblia e por serem como ele, não convertidos, aí dá nisso, um fiasco global. O pior disso tudo é que esse sujeito foi agraciado com o título de pastor, rsrsrs….se bem que isso hoje em dia não é motivo de honra, mas sim de vergonha, é só observar o que temos por aí, um grande número de pastores de Mamon, tipos como Macedo, Valdemiro, RR, os Ferreira da madureira, a poucos dias tive o desprazer de ver na TV mais um picareta, um tal de Apóstolo Agenor Duque, ( uma piada) rsrrs…infelizmente esses estelionatários da finfestam o meio cristão.

  11. O pior é que esse cara pensa que é artista, ele não passa de mais um ridículo que envergonha o evangelho. No programa do Jô esse Thales, foi simplesmente ele mesmo, se comportou e mostrou o que ele realmente é, ou seja, um falso cristão, um enganador, adorador de Mamon, que tem fãs que o defendem, mas o fazem por puro desconhecimento de Bíblia e por serem como ele, não convertidos, aí dá nisso, um fiasco global. O pior disso tudo é que esse sujeito foi agraciado com o título de pastor, rsrsrs….se bem que isso hoje em dia não é motivo de honra, mas sim de vergonha, é só observar o que temos por aí, um grande número de pastores de Mamon, tipos como Macedo, Valdemiro, RR, os Ferreira da madureira, a poucos dias tive o desprazer de ver na TV mais um picareta, um tal de Apóstolo Agenor Duque, ( uma piada) rsrrs…infelizmente esses estelionatários da finfestam o meio cristão.

    • Jesus respondeu-lhe: Meu amigo, quem me constituiu juiz ou árbitro entre vós? Lucas 12:14. Se o homem que não conheceu o pecado disse isso, quem sou eu para apontar o dedo para esses homens? Quem sou eu pra dizer quem é de Deus ou não? “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” Pv 4

      • Vejo que você ao citar essa passagem de Lc.12-14, não soube observar o contexto, pois o assunto era meramente a divisão de uma herança, e para isso existia a justiça da época para decidir. Cristo simplesmente respondeu que não estava ali para agir na condição de um Juiz terreno. Mas quero deixar aqui um texto de Mário Persona, que assim respondeu sobre o assunto de julgar ou não a outro cristão.
        “Talvez sua principal dúvida seja esta: Com que autoridade um cristão pode julgar as práticas de outro cristão que age com boas intenções? A resposta direta é com a autoridade que Deus nos dá por Sua Palavra, mas é bom lembrar que não podemos misturar duas coisas que são diferentes”:
        1. Julgar as pessoas, seu coração, intenções etc. (o que cabe a Deus)
        2. Julgar as ações e práticas, pecados, erros etc.

        Para o primeiro caso temos passagens como Mt 7:1 “Não julgueis, para que não sejais julgados”.

        Para o segundo caso temos “JULGUEIS” em várias situações que envolvem ações:

        Jo 7:24 “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”.

        1 Co 6:2-5 “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois, porventura, indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? Para vos envergonhar o digo: Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos?”

        1 Co 5:12-13 “Porque que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo”.

        1 Co 14:29 “E falem dois ou três profetas, e os outros julguem” (o que foi falado).

        • O amigo me permita dizer que todos os contextos selecionados pelo senhor utilizam-se do verbo jugar, mas não no sentido do apontar e condenar, mas sim no sentido de provar (um dos possíveis sentidos para a palavra julgar, e o que mais condiz com o caráter de Deus) não no de difamar. Paulo quando diz que Deus nos dá o Espírito de Juízo, nos fala do julgamento quanto a absorvição do conteúdo ministrado, o provar, trocando em miúdos, é o mesmo que ele fala em Gálatas 1:8. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” em outras palavras, deletais, não absorbei, e não apedrejai, difamai ou xinguem, como é claramente possível ver nos comentários dos amigos. Devo admitir que Paulo, em Cor 5 pede que além de pedir que nós provemos, arraigemos os maus exemplos do meio dos santos, mas somente quando esses levam as pessoas a perdição! Por fim, outra coisa, seu profundo conhecimento bíblico não me impressiona, “porque a letra mata e o espírito vivifica. 2 Coríntios 3:6”

          • Sabe Luís, percebi em seus comentários, que você realmente não conhece ou conhece muito pouco de Bíblia, pois vc cita versículos que condenam justamente o que faz o seu ídolo Thales. Em sua tentativa de defender o indefensável, citou Gl 1-8, e nessa passagem o que Paulo fez foi justamente nos alertar sobre pessoas que pregariam outro evangelho, e, é o que vemos por aí, pseudos pregadores, (pastores, cantores) que dizem pregar o evangelho, mas o que fazem é corromper o verdadeiro evangelho, vemos a teologia da prosperidade como carro chefe de seus discursos, também uma ideia equivocada do que significa o “tudo posso naquele que me fortalece”, anunciam um evangelho de autoajuda, passando uma imagem não do Deus verdadeiro, mas sim, de um deus com características do lendário gênio da lâmpada, que esta a disposição de crentes, tipo; Thales, Malafaia, Macedo, Valdemiro, RR, Terra Nova, Feliciano, Ana Paula Valadão, Damaris, Agenor Duque, Samuel Ferreira, é são muitos os enganadores que proliferam no meio evangélico, citei apenas os que aparecem mais na mídia.
            Luís, você para questionar o meu conhecimento bíblico citou, II cor. 3-6 “O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica”.
            Você simplesmente confirmou o que disse a seu respeito, sobre conhecimento bíblico, pois o texto em questão, quando se refere a letra que mata esta fazendo alusão a lei mosaica, que se opõe ao ministério do Espírito que vivifica. E você infelizmente é daqueles que acham que o texto citado é para contradizer àqueles que se dedicam ao estudo, que pena Luís, sinto muito por você.

      • Para quem detem o conhecimento bíblico da muito bem para saber a verdade pelos frutos se conhece o espirito, se a arvore esta dando fruto ruim seria por ventura honesto dizer que estão bons? seres humanos que se dizem crentes e não passou pela Santa Doutrina de que modo poderia estar doutrinado?

        • De facto, acho que quem possui o conhecimento bíblico ou da tal santa doutrina (que muitas vezes é carnal e demoníaca e não passam de mandamento de homens, é só ler Colossenses 2: 22) conhece o poderoso exemplo da mulher pega em adultério: “Aquele que nunca pecou, que jogue a primeira pedra. Onde estão teu acusadores? Eu tao pouco te condeno, vai e não peques mais!.”. Com relação aos frutos, é com eles que devemos julgar (provar) aqueles que não são de Deus e são eles que me permitem diagnosticar uma visão podre e carnal no meio daqueles que se dizem de Deus, dos sacerdotes (num mal sentido) da atualidade, julgam como se possuíssem uma santidade intocável, inviolável, mas que na verdade, tem um coração podre, cheio de maldade e treva, não possuem a compaixão do altíssimo; posso ter certeza, esses são aqueles a quem Jesus dirá, em sua vinda: “eu não vos conheço!”. Devemos (nós todos) avaliar nossa posição diante de Deus e dos homens, porque não adianta nada dizer que ama a Deus na igreja e olhar para o pobre e pecador com despeso, nojo, quem assim o faz é mentiroso e está em pecado!

  12. É triste ver que o povo que clama pelo nome de Deus está dominado pelos maus olhos, pelo espírito do juízo. Como se quisessem proteger a ética cristão, que é falsa! Um grupo que pensa que é o dono da igreja e que julga quem é evangélico ou não, quem é de Deus ou não, como aqueles sacerdotes que no tempo do Senhor Jesus, pensavam que decidiam quem é de Deus e quem não era.lamento muito mesmo por essas pessoas pensarem que são cristãs. Uma coisa deve ser dita: Deus não precisa que vocês protejam o reino dele, Deus é poderoso o bastante para isso, ele não precisa que vocês difamem as pessoas que vocês pensam que não são dele, Ele é poderoso o bastante para isso. Uma coisa digo: devemos vigiar nosso coração, porque se ele tem luz, nossos olhos são de luz, ou seja, são benígnos; se nossos corações estiverem em trevas, o nossos olhos serão de trevas, com olhos malignos para os nossos semelhantes. .

    • não vi um querendo salvar a alma do Thalles, que no julgamento de vocês, já está perdida. Sejamos, então, como o pastor que ama suas ovelhas, que resgata com alegria aquela que está ferida e desgarrada!!

      • Empresário do Thalles no site.
        Tem que cuidar melhor da imagem desse cantozinho senão ele não vende nem fita cassete.kkkkk

        Ainda dizem que foi ungido a pastor, não tem coragem de falar de Jesus.

        Se liga Luis!

        • Rapaz, não é que esse Edson é um detetive mesmo.

          Estevão, João e Pedro também poderiam ter omitido o nome de Jesus, para ir pegando a confiança dos fariseus devagarinho, e ganhar muitas almas no Sinédrio. Mas eles não tiveram a sabedoria do Thalles, Pedro e João foram surrados, e Estevão apedrejado até a morte.

  13. Gosto do Thalles pela historia de vida dele e de suas canções que realmente me inspiram.Porém
    ele está mesmo pisando na bola faz tempo!Eu nunca entrarei em um lugar a onde Jesus nao possa
    entrar comigo.Em nenhum momento eu aceitaria entrar em um programa que me proibem de falar de Jesus.Cade aquela que morra eu para que Jesus viva em mim?Falar mais de mim é o mesmo
    que me colocar á frente de Deus!Poxa,se não vai falar de Jesus então nem abra a boca!
    Jesus diz,vós sois as minhas testemunhas!Voce acha que o povo do mundo não percebeu que ele só queria se divulgar?O mundo conhece mais nossas atitudes e comportamento do que
    nós mesmos do nosso proprio meio ”gospel”!Só tem religioso na mídia?Cade os servos de Deus?!

  14. Porque sempre tem um IDIOTA GOSPEL com esse clichê, “não julgueis para que não sejais julgados” vai estudar a bíblia idiotados….não é questão de JULGAR, a verdade esta ai……

  15. Me perdoe, irmão , mas quando leio sua resposta, leio um blá-blá bíblico cheio de palavras difíceis que não fazem algum sentido. Você escreve, escreve, usa termos difíceis, mas quando se busca o Espírito de Deus, só vejo o espírito do conhecimento humano, aquele conhecimento que de Deus, não tem nada. E o tom de Juiz? Esse é o que é mais grave, esse é o mais forte e não cessa por nada. Posso até não ter curso de teologia ou hermenêutica ou qualquer outro curso, mas eu não me permito encher-me de razão e dizer que o outro está errado, por mais que esteja; isso, no meu ver, salva, curso bíblico não! Tô chocado com a afirmação: “crentes, tipo; Thales, Malafaia, Macedo, Valdemiro, RR, Terra Nova, Feliciano, Ana Paula Valadão, Damaris, Agenor Duque, Samuel Ferreira”, em outras palavras, todo mundo vai pro inferno, eu, mas meus companheiros iremos para o céu! O porteiro do céu não demonstra em seu comentário nenhuma tolerância. O que vocês fazem quando leem exemplo do mais célebre homem a pisar na terra, o Senhor Jesus, quando ele perdoa Maria Madalena, O ladrão da Cruz, Pedro, a mulher curvada, o homem paralítico? A teologia não ajuda a ver que perdão, tolerância são características de um novo nascimento? Ah, caso responda esta afirmação, seja mais direto, poupe-me de seu conhecimento teológico, que para mim, não valem em nada, quero saber de sua experiência com Deus e com o próximo, o que é o pecador para você? O que devemos fazer com os que erram, com os que se desviam? Se você fosse Deus (se é que você conhece Deus) o que faria com a vida do Thalles? Deus tenha misericórdia de todos nós. Isso só mostra quanto trabalho ainda teremos para resgatar almas para o Senhor Jesus!!

    • É Luís, já foi comprovado em pesquisas oficiais (IBGE) que o índice de analfabetismo funcional no Brasil é alarmante, pessoas que não conseguem interpretar um simples texto e por isso fazem uma salada herética quando tentam explicar a Bíblia, aí como são limitados culturalmente, preferem dizer que um texto devidamente abalizado biblicamente, é um blá, blá… Pois é mais fácil fazer chacota do que responder com base bíblica. Mas fazer isso como, não é Luís?
      Você ainda diz que o meu tom é de Juiz, apesar de eu não estar julgando ninguém, quanto a ser ou não ser salvo, embora biblicamente exista base para isso, pois é pelos frutos que se conhece a árvore. E você sem me conhecer já me julgou dizendo que de Deus não tenho nada, isso só porque citei o nome de seus ídolos terrenos, veja o que você escreveu… “eu não me permito encher-me de razão e dizer que o outro está errado, por mais que esteja;” Luís isso é omissão, você certamente é daqueles que apoiam o que disse o Malafaia, quanto ao não toqueis nos ungidos, rsrsrrs… ele orientou seus seguidores a trocar de igreja se descobrissem que seu pastor era um ladrão, mas que não fizessem nada contra o ungido, sou obrigado a rir, rsrsrsrrs,…. Lembre-se Luís não podemos compactuar com o erro, e o que esses que citei anteriormente fazem, é justamente isso, propagam o erro, o outro evangelho , aquele que Paulo alertou em Gl. 1: 8 e 9.
      Ah! E você não precisa ter curso de Teologia, ser habilidoso em hermenêutica, exegese, para saber discernir entre o correto e o incorreto, basta usar a simples semântica, e isso você aprende na escola normal.
      Quanto a minha experiência com Deus penso que não é dá sua conta, mas mesmo assim, vou dizer-te, sim sou um pecador, e ultimamente não ando muito preocupado com o próximo, mas não é por isso que vou compactuar com os estelionatários da fé que citei e compõe essa corja de mercenários que infestam o país.
      Quanto a sua pergunta, se a teologia não ajuda a ver que perdão, tolerância são características de um novo nascimento. Quero apenas te lembrar do que diz a Bíblia sobre o que nasceu de novo, esta em II Cor. 5:17 – “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. Essa é a característica, nova vida e sem tolerância com o pecado.
      Ainda sobre o que devemos fazer com os que erram, com os que se desviam, é simples devemos alerta-los para que se arrependam, que peçam perdão ao que pagou o preço na cruz, e como ele disse a mulher pecadora, vá e não peques mais, e, é esse o conselho para todos nós, arrependimento e mudança de vida, mas isso não é o que vemos nos mercenários já nominados, esses são adeptos da teologia da prosperidade, do positivismo, da autoajuda, da ”boacumba gospel”, com seus patuás.
      Evangélicos estão pior que os católicos com seus santos, pois agora estão inventando, fronha dos sonhos, travesseiros, lenços, martelos, cajados, fogueira santa, corredor disso e daquilo, arcas, rosas ungidas, culto da vitória, culto do desencapetamento…. vixeeee, a lista de penduricalhos extra bíblicos é extensa e continua crescendo.
      E como eu não sou Deus, conforme gracejou você, então os seus ídolos estão fora de perigo, pois se eu tivesse algum poder de decisão, confesso a você, eles estariam em maus lençóis, mas apesar de sentir-me envergonhado como cristão, em razão da ganância desses enganadores, não os lançaria no inferno de imediato, mas os colocaria num presídio de segurança máxima, quem sabe lá eles chegassem ao verdadeiro arrependimento e quiçá naquele dia não ouvissem a sentença registrada em Mateus 7: 21 a 23, pois se continuarem nesse falso evangelho é o que a bíblia diz que sucederá com eles, e Paulo ainda registrou em I Cor. 6: 9 e 10 – Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?
      Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.
      Só nesse texto já vejo dois tipos que de gente que não vai herdar o reino, os ladrões, os roubadores, hummmm… será que isso não lembra alguém da matilha de mercenários que está por aí com títulos de pastor, bispo, e agora tem até apóstolos, que não passam é de apócrifos.

      • É, já vi que meu amigo te uma visão extrema conservadora e é intolerante, ainda confessou (o que é mais grave) que não tem pensado no próximo. Bem, amigo, uma coisa deve-se levar em conta: quem é salvo, quer salvar. É muito difícil alguém que conhece ao Senhor Jesus e que não queira que as outras pessoas conheçam também, porque a luz de Deus resplandece e estilhaça a escuridão, quando não se tem isso dentro de sí, não se pensa no próximo (só uma dica mesmo!), outra coisa, o tom de juiz dos pecadores (típico de Saulo) não passa, mesmo eu fazendo indicações explicitas dele, é algo como um medalhão, um orgulho! Sugiro que você lute conta isso, Deus exalta os humildes e não os orgulhosos, porque “O Senhor eleva os humildes, e abate os ímpios até à terra Sl 147:6. Por outro lado, devo rir sim de um cara que protegi tanto a tal da moral cristã, mas não segue, não compactua com ela, não acredita nela, isso sim é motivo pra rir. Porém, o que é para chorar é quando você afirma: “confesso a você, eles estariam em maus lençóis, mas apesar de sentir-me envergonhado como cristão, em razão da ganância desses enganadores, não os lançaria no inferno de imediato, mas os colocaria num presídio de segurança máxima, quem sabe lá eles chegassem ao verdadeiro arrependimentos” (Só lembro que quem convence uma pessoa do pecado não somos nós, mas sim, o Espírito de Deus!). Tenho certeza que quando o Senhor Jesus disse: “vá e não peques mais” ele estava dizendo : “vá e não peques tão facilmente, da próxima vez,lute mais e vença ao pecado!” porque ele sabe que somos humanos e que pecamos cotidianamente, o ser humano tem a sua natureza pecaminosa, mesmo quando somos salvos pelo sangue do cordeiro, por isso Paulo afirma que somos salvos pela graça e não por obras, porque se fosse por obras, com certeza estaríamos perdidos. Desse modo chego a conclusão de que de maneira alguma deixamos de pecar, lutamos contra um pecado, mas sempre estamos cometendo outros, mas a misericórdia de Deus, que se renova todos os dias, nos mantem salvos (isso é que é gracioso e maravilhoso, aleluias!!) e é nessa fé que eu caminho em direção do trono, já fui convencido (e creio que pelo Espírito do Criador) de que por mais que eu lute, não deixarei de pecar, mas conto cotidianamente com a misericórdia do altíssimo. Desse modo, sugiro a meu amigo hermeneuta, que encare a vida com Deus desse modo, perdoando para ser perdoado, amando (os aflitos, os que erram, os que estão na escuridão) para ser amado, dando para receber, vivendo da fé, porque um certo Criador de todas as coisas já alertou: “o meu justo viverá pela fé.”. Deus nos abençoe e tenha misericórdia de todos nós.

        P.S: Não sou fã do Thalles Roberto (não tenho músicas dele em meu celular, Iphone ou computador!), gosto do estilo dele, mas ainda que eu não gostasse, não lançaria pedra nele, porque o Espírito Santo me ensinou que não devo ser assim!

        • Não tinha alguém melhor pra convidar? Esse cara é um lixo. Ele conhece a verdade, mas preferiu servir o capeta. Coitado de quem acredita nele kkkk. Jesus disse que nos últimos dias surgiriam muitos falsos profetas e enganariam a muitos.

  16. Que nada, ele não falou porque está apenas atrás da fama a todo custo. Ele deveria falar sim de Jesus porque essa poderia a última oportunidade que teria pra falar, ou até mesmo o último momento de alguém que tivesse assistindo.Devemos pregar o evangelho como esse fosse o último dia… Glória a Deus

  17. “Thalles ainda argumentou que da forma como fez, sem agressividade, há chance de atrair o público pela admiração”….

    ATRAIR O PÚBLICO PELA ADMIRAÇÃO…de sua história de vida???

    Qual é mesmo a HISTÓRIA DE VIDA e MOTIVO DE MORTE DE JESUS MESMO???

    Lamentável!!!

  18. Só existe uma estratégia, a esta Deus deu nome chama-se JESUS, ou EMANUEL, como queiram. Não há outro nome (Ef. 1:21; At. 4:12; Fp. 2:9). A estratégia, teve um plano que está em João 3:16, igualmente tem um planejamento estratégico bem definido, está em Mt. 28:19, assim como, o princípio adotado por Ele mesmo, Jesus em Jo. 14:6. Mudar isso, ou imaginar que as Portas são abertas sem Ele, é de uma presunção sem limites. Uma pequena leitura em 1Samuel 2:1-8, tira a dúvida do mais incauto dos mortais. O problema reside na cauterização provocada por luzes, holofotes, algo a que damos o nome de FAMA, uma tal de exaltação pessoal, que cega, invariavelmente qualquer um que nunca teve seu foco no Eterno. E pra quem duvida, aconselho ler a história do primeiro rei de Israel, seu nome não era Jesus, nem Thalles, porém arvorou-se em sua auto-projeção. Então amigos, já dizia minha avó: cautela e canja de galinha de galinha nunca fizeram mal a alguém, de modo que, sugiro a todos nós a reflexão em 1Co. 10:12. Forte abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA