Feliciano é ameaçado de morte por criticar tentativa de atribuir a cristãos a tragédia de Orlando

8

O atentado terrorista que matou 50 pessoas em uma boate gay de Orlando, Flórida (EUA), virou motivo de hostilização ao pastor Marco Feliciano (PSC-SP) após a publicação de Jean Wyllys (PSOL-RJ), que tentou atribuir a responsabilidade pela tragédia aos evangélicos brasileiros.

Feliciano comentou o atentado terrorista e lamentou a postura de representantes do ativismo gay brasileiro de atribuir a cristãos a morte dos jovens homossexuais.

“Triste a tentativa de grupos LGBTT de usar esta tragédia para se promover. Como se a razão deste ataque fosse apenas homofobia. Mas calaram-se em relação aos outros atentados. Sem contar o suporte dado pela esquerda (PT, PCDOB e Psol) para a Palestina governada pelo Hamas, um grupo terrorista, com quem Dilma disse que era preciso dialogar, e a quem o Brasil concedeu 30 milhões para a construção da 1ª embaixada da Palestina no mundo. Com direito a um terreno em área nobre em Brasília, contrariando a ONU e os EUA. Estes terroristas com quem a esquerda quer dialogar assassinam inocentes, tripudiam sobre seus cadáveres numa luta política insana”, pontuou o pastor.

Personalidades como o humorista Rafinha Bastos, o ator José de Abreu e o youtuber Felipe Neto seguiram a linha adotada por Jean Wyllys e atacaram Feliciano, motivando milhares de internautas a se posicionarem de forma agressiva, promovendo ameaças de morte (foto) ao pastor e estupro às suas filhas.


“Deputado: 50 gays mortos. Não é o senhor que está aproveitando essa oportunidade pra promover o seu pensamento retrógrado?”, questionou Rafinha Bastos.

O ator José de Abreu, petista e protagonista de um episódio recente de agressão com cusparada a uma divergente política, usou a rede social para xingar o pastor: “Você @marcofeliciano é um ANIMAL!”.

O youtuber Felipe Neto afirmou que no “dia em que mais de 50 gays são assassinados, esse ser desprezível, verme, do Marco Feliciano discursa contra a comunidade LGBT. Animal”.

Em resposta, Feliciano compartilhou o link de uma notícia sobre a ação do terrorista Omar Mateen, que teria planejado atacar a Disney, mas desistiu da ação por causa do forte esquema de segurança, de acordo com as investigações em curso pelas autoridades norte-americana.

Posteriormente, gravou um vídeo dirigindo-se aos três e também ao deputado Jean Wyllys, lembrando que a morte de 150 mil cristãos em todo o mundo, vítimas da perseguição religiosa do Estado Islâmico nos últimos anos, vem sendo ignorada pela mídia. Assista:

Assine o Canal

8 COMENTÁRIOS

  1. o que eu quero diser sobre estes treis cidadaos que se chama Jean willys jose de Abreu Rafinha e youtuber felipe estes treis agitadores mau educados ums cospe na cara das pessoas ou denigre a imagem de homem de bem como marcos feliciano e perseguem cristaos quero diser que voceis estao no pais errado voceis deve ir enbora la para libia vai viver com seus amigos terroristas voceis e um esterco no meio da nossa sociedade estamos com muinto nojo de voceis os brasileiros nao querem mais voceis aqui ja chega de bandidagem picaretas ladrois some desaparese ninguem vai sentir suas faltas

  2. É lamentável que pessoas que são colocadas no poder para representar a população brasileira,como é o caso do Sr.Jean Willys e Marcos Feliciano,vivam se degladiando por se divergirem em questões pessoais,penso que no momento difícil que o Brasil está vivendo temos coisas muito mais importantes para defendermos.Sr.Marcos Feliciano,as suas atitudes muita das vezes agressivas acabará tendo como resposta um possível ataque as pessoas que de livre e espontânea vontade decidiram servir a Deus,da mesma forma Sr.Jean Willys,a sua escolha pessoal em defender os homossexuais,(os quais tenho grande respeito por eles)não lhes da o direito de sair ofendendo as religiões seja ela qual for.Tá na cara que os senhores estão procurando destaque para serem “bem vistos” pelos grupos que aparentemente vocês defendem,mais que na verdade só tem importância para vocês na época das eleições.Chega de usar o povo como massa de manobra para se promoverem.respeitem ao menos a dor das famílias enlutadas nesta terrivel tragédia nos EUA.

  3. É LAMENTÁVEL QUE PESSOAS QUE FORAM ELEITAS PARA DEFENDER OS DIREITOS DO POVO ESTEJAM SE DEGLADIANDO ENTRE SI POR CAUSA DE QUESTÕES PESSOAIS.
    DE UM LADO ESTÁ O Sr.JEAN WYLLYS E DO OUTRO LADO Sr.MARCOS FELICIANO.ENTENDO QUE AMBOS DEFENDEM GRUPOS ESPECÍFICOS QUE SE DIVERGEM EM SUAS FILOSOFIAS,INFELIZMENTES NÓS BRASILEIRO É QUE SOFREMOS COM ISSO,POIS O QUE PARECIA SER UMA LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS,TORNOU-SE UMA GUERRA ENTRE EVANGELICOS E HOMOSSEXUAIS.ISSO É UM ABSURDO!
    VEJO QUE OS DOIS PARLAMENTARES EM QUESTÃO,FAZEM DE TUDO PARA SE MOSTRAREM “FORTES E PODEROSOS”,COM CERTEZA PARA QUE EM ELEIÇÕES FUTURAS ELES POSSAM CONTAR COM SEUS RESPECTIVOS GRUPOS PARA OS REELEGEREM.

  4. lamentavel isso acontecendo comos seres humanos e mts idiotas querendo subir na midia, expondo seus odios sem saber o que esta em riscos sao vidas, Jean willians,Rafinha,jose abreu e outros parem com isso, isso nao leva ninguem a nada,desculpe leva sim,leva ao odio

DEIXE UMA RESPOSTA