Brasil

“Meu Pequeno Evangelho”: Turma da Mônica vai contar histórias de apologia ao espiritismo

Comments (1)
  1. Paulo disse:

    não me surpreende,
    as histórias do Penadinho sempre existiram…

  2. josé carvalho disse:

    Esperar o que de um brasileiro, daqui a pouco eles vão encorporar dar passes, qualquer coisa, e logo chega o paulo coelho para escrever também, é a cebolinha faz chorar.

  3. celso disse:

    Ehhh realmente nao me surpreende como o dinheiro compra o carater de pessoas hoje em dia,como um desenho infantil e inocente pode ser usado de forma a propagar informaçoes as nossas crianças sem ao menos dar a chance de esperar o amadurecimento para que elas possam escolher sua crença,e uma forma de manipular a mente delas e ganhar novos adeptos para essa religiao,isso me preocupa,porque nos pais podemos ter crenças que vao contra ao que se cre nesta religiao,sera que o SR. MAURICIO DE SOUZA PENSOU NISSO, quero dizer que nos pais e familiares temos NOS o direito de passar a nossa crença aos nossos filhos,acho que ele deve estar passando pior problemas financeiros,estou muito triste de ver algo de minha infancia se tornar uma ferramenta de manipulaçao de mentes INFANTIS,QUE FEIO NE MAURICIO!

  4. patricia disse:

    Que os pais tenham cautela pra que seus filhos nao seja enganados desde a mais tenra idade, e saibam, existe muitos livros realmente biblicos que e diverte as crianças e acima de tudo, ensinam o caminho que elas devem andar, ou seja, o caminho da vida.

  5. macio disse:

    Tenhamos cuidado com o que estamos ensinando aos nossos filhos.

  6. brasilvergonhoso disse:

    Mais uma porkaria! Ô povo nojento!

  7. alexander disse:

    Uma pergunta quanto de dinheiro vocês pagam? Eu nunca paguei com dinheiro somente com ajuda humanitaria e com o bem que eu posso oferecer..Maurício de Souza e uma pessoa boa nao iria prejudicar ninguém.

  8. Anderson disse:

    Meus irmãos em Cristo, há mais de 16 anos sou espírita. Sou sargento da polícia militar lotado no batalhão de choque do estado do RJ e sempre trabalhei nas ruas vindo a sofrer quatro tentativas de homicídio e hoje não atuo mais por ter sofrido um acidente em um curso onde fui vítima de ferimento por estilhaços de granada que lesionaram meus nervos periféricos, causando uma atrofia de meu braço direito e principalmente da mão. Digo a todos se não fosse o espiritismo trazendo luz ao evangelho de Jesus Cristo ao meu espírito questionador talvez eu tivesse me entregado a depressão. Mas meus irmãos, esta doutrina de amor me ensinou a lutar contra as minhas más tendências, a perdoar, a seguir caminhando com o Divino Mestre, mesmo com os tropeços oriundos das minhas imperfeições morais que ainda são gritantes e nesse sentido percebo o quanto me é necessário várias reencarnações para viver plenamente o caminho que Jesus nos trouxe. Independentemente das opiniões de todos aqui digo-vos do fundo de meu coração, é nessa doutrina de amor que aprenderei a amar ao próximo e se alguns dizem que serei penalizado por um Deus Mosaico terrível eu vos digo: Se Deus é amor Ele quer que eu ame e amando passarei o resto dos meus dias aqui na Terra.

  9. Cláudia disse:

    Desde de quando só o Espiritismo propaga os ensinamentos de Jesus….Pelo que sei o “Meu Pequeno Evangelho” vem falando sobre o amor, a caridade, o perdão, assuntos que estão nos Ensinamentos de Jesus e que todas as religiões pregam, cada um a sua visão e seu entendimento…o importante é nossas crianças aprenderão com personagens que identificam-se com elas, Independente de religião toda criança adora a Turma da Mônica. Nenhuma religião é melhor que a outra…Jesus não veio ao mundo para propagar religião alguma…Ele era AMOR, ele conviveu com as pessoas sem precisar saber o nome, a profissão ou” religião”. “Amar a Deus sobre todas as Coisas e ao Próximo como a Si mesmo”..Respeitemo-nos como irmãos e não com disputas infantis, estaremos assim bem longe do Ele tentou nos ensinar.

  10. Marcia disse:

    os pais espíritas assim como os evangélicos e católicos ensinam aos filhos o que acreditam.Quem não acredita não vai comprar a revista e ponto, mas respeitar as opiniões é cristão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *