Destaque

Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, morreu discursando em igreja no Haiti

Comments (61)
  1. Cristiano disse:

    Eu quero escutar os Assembleianos e os Batistas, dizerem aqui pra onde foi essa senhora católica, até agora ninguém falou nada.

  2. Diogo disse:

    1ª Coríntios 6:9 Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem IDÓLATRAS, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos e , 10 nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.

    Apocalipse 21:8 Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os IDÓLATRAS e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte”.

    Só as boas obras dela não a salvam.

  3. Presb. Norberto disse:

    meu caro Cristiano, nao sou assembleiano nem batista e ao mesmo tempo sou, pois as denominacoes apenas identifica a igreja. Sou na verdade um discipolo de Senhor Jesus. Para responder sua pergunta, (pois ela e capiciosa e deixa claro aonde voce quer chegar), se voce conhece a palavra de Deus a propria palavra no diz para onde iremos depois da morte. Se eu falar de mim mesmo vou cair no mesmo erro de muitos. Creio que nao lhe satisfiz, mas e a verdade. ” E conhecereis a verdade , e a verdade vos libertaras.” Joao 9.32. No amor de Cristo, Presb. Norberto – Florida USA

  4. Rubens disse:

    Prezado Cristiano

    Que Deus te abençoe grandemente. Você falou que quer ver Batistas e Assembleianos falarem para onde foi a Sra. Zilda Arns ? No ensino de Jesus o ser humano é respeitado. Se alguém já te causou alguma ofensa. Que haja perdão. Porem cabe lembrar que o reino do céus não pertence a nenhuma denominação. Como tambem nenhuma organização ou denominação responde pela salvação de qualquer que seja. É necessário manter respeito e consideração com toda e qualquer vítima neste momento principalmente familiares. Quanto a profissão de alguem seja sociólogo, assistente social, engenheiro, antropólogo, etc. Isto não difere. Até algum clérico, pastor será julgado. Não é assim o credo apostólico? Creio…que há de julgar vivos e mortos. Relativo a vida com Deus… que haja todo desprendimento e uma verdadeira vida com propósito servir a Deus não é peso. ‘e paz, gozo, justiça e alegria NO ESPIRITO SANTO.
    Um grande abraço.

  5. Hudson disse:

    Quem é esse Diogo que fica vomitando versículos da Bíblia e tem a ousadia de dizer no final de seu comentário: “Só as boas obras dela não a salvam”. No mínimo é alguém que não conhece 1/1000000000000 do trabalho que esta senhora realizou não só no Brasil, mas em mais de 20 paíse e morreu trablahando pelo Reino de Deus que ele tem a ousadia de se declara mais digno. ABRA A CABEÇA, meu irmão, não te conheço e nem sei de seu trabalho, mas esse seu comentário te coloca no mesmo patamar dos funamentalistas islâmicos. Alguém simplesmente que crê e isso, segundo a sua cabeça do tamanho de uma ervilha, é o mais importante. Ela creu e mudou meio mundo; isso pode não fazer nenhuma diferença para você, mas fez e faz para várias crianças no mundo, inclusive evangélicas e filhos de evangélicos.

  6. alex disse:

    as pessoas recebem a salvação ao aceitarem JESUS como UNICO e suficiente salvador.
    se esse foi o caso dela, ela se salvou, caso não ela não alcançou a salvação.

  7. mauro disse:

    cristiano,norberto,rubens,diogo,hudson!
    e voces sabem para onde vão?se voces forem batistas não sabem se forem assembleianos tão pouco e qualquer que forem suas denominações tambem não saberão . cristiano ta curioso contendeiro! se mata e vai atras dela. pois não fara diferença pelas tuas palavras já esta morto só falta enterrar .não pregamos teorias humanas mas biblicas que DEUS julgue os que estão de fora pois como analizaremos os de fora se a ipocresia a mentira o engano estão dentro . A zilda morreu fazendo o que acreditava e mais cristiano se tu achas que ela estava errada pergunto o que tu fizeste para abrir oa olhos dela ? creio que nada pois não abristes o teu ainda e isso serve parao norberto e o diogo tambem sugiro;começe a analizar a onde voces estão , seus lideres pela palavra de DEUS sua vida e crenças . e VIVA CRISTO EN NÓS
    PAZ DE CRISTO

  8. Último Cristão disse:

    Francamente,

    Diogo e Alex,

    A Zilda Arns era cristã e cátolica, se fosse da igreja universal o edir macedo já daria um jeito de ganhar dinheiro em cima da desgraça alheia.
    Em relação a salvação por obras, o apóstolo Tiago disse:

    Tiago 2:14-26 – “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus. Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé. E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho? Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.”

    Neste ponto é evidente que a senhora Arns demostrou sua fé em Cristo através de suas obras ajudando os pobres.
    Se fosse segundo a teologia do edir macedo , ela estaria condenada pois para ele a fé só pode ser demostrada pela doação de dinheiro e bens.

    “Então o Rei dirá aos que estão à direita: – Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo, porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes; nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.
    Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?
    Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?
    Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?
    Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes”. (Mt 25, 34 -40)

  9. Augusto, o Verdadeiro disse:

    Pelo que li por aí, Como são parecidos…Aí está a igualdade. Cada dia estão ficando mais intolerantes, mais donos da verdade e mais parecidos com os católicos de antigamente. Só falta agora adorarem imagens como eles.

    A diferença é que enquanto os católicos aqui no Brasil são um enorme bloco firme e indivisível, os evangélicos são uma caixinha com centenas de alfinetes de cabeça e cada um, virado para dar alfinetada nos outros. Nem um imã, (força de Deus) consegue uni-los e atraí-los para junto de si, porque cada um deles acredita que só ele é que pode.

    E a humanidade vai caminhando assim.

  10. Roney disse:

    Todo catolico segue as doutrinas de seu papa, que sao 70% de origem paga~, todos contrarios a palavra de DEUS, idolatram santos de todos os nomes, se ajoelham diante de pedacos de madeiras,gesso e toda sorte de idolos,fazem procissoes `a idolos, voces nao sabem q tudo isto e’ abominacao aos olhos de DEUS.Leiam o salmo 115, amados irmao catolicos, sei que voces ainda esta cegos espiritualmente e vao entender tudo isto como uma ofensa, mas eu era assim mesmo ou pior do que voces.Se a Irma Zilda passou todos estes anos realizando caridade a todos, e continuou na idolatria catolica, e nao buscou ao verdadeiro DEUS todo poderoso, eu so lamento mas e’ duro dizer que ela nao foi para o PAI.

  11. Diogo disse:

    Por favor Último Cristão francamente:Leia a Bíblia!!!

  12. Diogo disse:

    Por favor Hudson: Leia a Bíblia!!!

  13. JOELINE disse:

    As obras são válidas, desde que, a pessoa tenha tido um encontro Genuíno com o Senhor Jesus.Claro que o que as pessoas fazem em beneficio para a sociedade importa muito.Mas só isto, não é e, nunca, será uma garantia para salvação.Se eu colocar qualquer mediador no lugar do Senhor, adorar a outros que não o Senhor Jesus ( vale ressaltar, para muitos cristãos, que não é só imagens de escultura , mas tudo que toma o lugar de Deus como centro de nossas vidas)não sou eu quem falo ,mas a Bíblia, com já citou alguns irmãos a cima, o que cabe é a segunda morte.Deus não olha a aparência exterior e é, por isso, que muitos não entende e até criticam quando um homicidda diz ter aceitado a Jesus e mudado de vida.E não adimitem que uma pessoa , que aos olhos dos homens pareçam piedosos, sejam pecadores ou culpado de algo ou do inferno.Na realidade, a Bíblia diz em Rm 3:10 “Não há um justo sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; Todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há um sequer.” e ainda Rm 3:23 diz: pois todos pecaram e carecem da Glória de Deus, sendo justificados gratuitamente(não por obras), por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus. Deus nos abençoe , pois também somos carentes e não melhores que ninguém, por isso devemos valorizar e proclamar as boas novas aos quatro cantos do mundo e sair do nosso comodismo e tomarmos vergonha, pois ficamos sentados e não temos a ousadia que muitos que não conhecem a Jesus têm.

  14. Benedetto disse:

    Com estes comentários estupidos sobre a nobre senhora Zilda Arns, cada vez mais me conveço que boa parte dos evangélicos não conhecem a palavra de Deus, não conhecem o próprio Deus! Senhor, misericórdia!

  15. Marcia França disse:

    Só cabe a Deus julgar nossos feitos, e dizer se somos ou não merecedores do céu ou inferno.E lembrem-se “Deus é justo”.

  16. neno disse:

    Gente, porfavor, não é religião que salva, não é porque sou da batista ou da assembléia ou da católica que vou para o Céu,Jesus não criou nenhuma denominação. Deus enviou seu único filho para que todo aquele que nele Crer não perece mais tenha a vida eterna, nós não somos bons suficientes para alcançarmos a salvação sozinhos é só através de JESUS, Ele, Só Ele, é o caminho a verdade e a vida ninguém vai ao pai a não ser por Ele.a salvação não vem pelas obras para que ninguém se glorie, a Salvação é um dom gratuito de Deus.
    Ele sofreu por mim e por você creia Nele e o busque verdadeiramente e vai vê como sua vida vai mudar para Sempre.

  17. Cristã, somente disse:

    Por que uma pessoa que não usa citações da Bíblia, expõe com tanta clareza suas idéias e aqueles que preferem usar das palavras da Bíblia colocam um amontoado de frases e o contexto fica vazio como a um filme sem final? Já que querem mostrar a erudição bíblica, deveriam fazê-lo com coerência contextual e assunto. Como todos são uns intolerantes e donos da verdade, carregados de ódios enrustidos, acredito serem mais seguidores do velho testamento. Cuidado, entretanto, com o Olho por olho e dente por dente!
    Enquanto dizem que Deus sabe ler no fundo da alma de cada pessoa, e julgar seus atos, alguns pigmeus religiosos resolvem, entretanto, não deixar então que somente Ele julgue. Preferem bancar uns intrometidos ou deusinhos amorfos e tomam a frente dEle, fazendo julgamentos.

    Parabéns aos claros de idéias e sem disfarce.

  18. Alexandre Vaz disse:

    A Doutora Zilda Arns não praticou obras para ter sua alma salva, e sim, porque era autênticamente uma pessoa cristã. Ela estava no Haiti, um país pobre e miserável, onde muitos de nós cristãos de igrejas (eu me incluo)estamos no conforto de nossos lares e de nossas igrejas. Ser servo de Deus está além de doutrinas e de ser membro de igreja. É preciso humildade nessa hora tão trágica para toda a humanidade, creio que esse deve ser o nosso papel como cristãos. É hora de choro, pranto, solidariedade e oração.

  19. Evangelista Junior disse:

    “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, é dom de Deus, não vem das obras para que ninguém se glorie” Ef. 2:8-9.

    Com certeza, no contexto social, o mundo de hoje precisa muito de gente como a senhora ZILDA ARNS. Afinal de contas, o amor vem se esfriando a cada dia e sempre é “socialmente” louvável que todas as pessoas dispostas a ajudar ao próximo sejam parabenizadas mas, quando analisamos profundadmente a Palavra de Deus vemos que no contexto intimidade com Deus, requer mt mais q isso.

    Frequentemente, diversos grupos religiosos, ensinam aos seus adeptos a se JUSTIFICAREM A SI MESMOS através das obras, ou seja, pregam a malsinada crença de que quanto mais se faz, mas salvo se está. Entre estes grupos podemos citar: Espíritas, budistas, hare krishna, Católicos e até mesmo alguns protestantes sem itimidade com Deus através da sua Palavra.

    O fato de alguém se considerado bom e justo perante os homens, nada significa, pois se assim fosse, os fariseu da época de Cristo teriam sido o exemplo da época, mas não foi que o Mestre disse, mas os chamor de SERPENTES E RAÇA DE VÍBORAS. Ser indicada para ou ganhar um PREMIO NOBEL, realmente é algo notável, mas diante de Deus, nada significa, até porque Jesus disse que os seus sevos seriam odiados e perseguidos.

    Desejo profundamente que a Senhora ZILDA ARNS tenha caminhado na presença de Deus e tenha se eximido de participar das doutrinas pagãs do Catolicismo, para que neste momento, ela possa estar no paraíso, gozando daquilo que Deus tem preparado para os seus servos.

    ” E disse-lhes Jesus: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.” Lc 16:15.

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior.

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  20. Sarah disse:

    Apoio as opiniões do Último cristão e do Augusto – o verdadeiro!

  21. carla disse:

    Seus bandos de safados
    so o dinheiro q vcs roubam do seus fieis e que salvam do fogo ardente
    vao tratar de ajudar o proximo
    pq gritar o nome de jesus o dia todo
    nao salva ninguem
    parem de se enganar

    raça egoista

  22. Liberty disse:

    Quanta ignorância!… E o pior é que diante de tantas evidências essas criaturas crédulas insistem em crer na maior fraude da história… a tal bíblia!! O mundo está desabando justamente pela crença infundada nesse falso deus que tanto tem demonstrado sua inoperância. É lamentável!!

    Fazer o bem não é prerrogativa de nenhuma religião, muito menos de crer ou não nesse fake (deus), pois o bem e mal é da natureza humana, portanto, uma questão de escolha.

    Deixem essa senhora – Zilda Arns – descançar em paz, ela fez o que sua consciência (no seu estágio) ditou.

    ”A idéia de deus implica a abdicação da razão e
    da justiça humanas; ela é a negação mais decisiva da liberdade
    humana e resulta necessariamente na escravidão humana,
    tanto na teoria quanto na prática.”
    – Mikhail Bakunin

  23. Apóstolo Gaguigo disse:

    A INVÉJA É UMA M…

    ZILDA ARNS É UM EXEMPLO DE VIDA E DEVE SER HOMENAGEADA POR TODOS OS BRASILEIROS!!!!

    ELA FOI UM EXEMPLO PARA NÓS!!!!

    SOMENTE UMA PESSOA OBTUSA E FANÁTICA PODE NÃO DAR VALOR À ELA!!!

    ESSA MULHER NUNCA SAIU DO BRASIL COM DÓLARES ESCONDIDOS NA BÍBLIA, NEM POSSUIA AVIÃO PARTICULAR!!!

    ESSA MULHER NÃO ERA DONA DE UMA IGREJA, NEM ARRECADAVA DÍZIMOS MILIONÁRIOS!!!

    ESSA MULHER NÃO TINHA PROGRAMA DE TELEVISÃO!!!!

    ESSA MULHER SÓ QUERIA FAZER O BEM E AJUDAR OS NECESSITADOS!!!!

  24. Diogo disse:

    Não é correcto segundo a Bíblia, pensar que somente pessoas “boas” chegam ao céu e que as “más” vão para o inferno. Nem os “bons” nem os “maus” vão para o céu, MAS somente aqueles que enquanto vivos decidiram receber Jesus pela fé, e viver a cada dia, segundo os Seus ensinos. Existe uma única justificação dos pecados para o ser humano, obtida através de Jesus Cristo, o Justo. Muitas pessoas tentam compensar seus pecados fazendo “boas obras”, mas isso não as salva! Outras tentam salvar-se através das doutrinas de religiões, mas isso também não as salva, porque o espírito de todos os seres humanos vive eternamente, seja no céu, seja no inferno. Somente Jesus tem a autoridade para perdoar pecados. Só Jesus pode tirar a nossa culpa, porque só Ele tomou sobre Si os pecados de todos os seres humanos; só Ele é o Filho de Deus; só Ele é sem pecado; só Ele é O Justo; só Ele não nasceu da semente de Adão, pois foi gerado pelo Espírito Santo. Todas as pessoas nasceram em pecado por serem descendentes de Adão, mas todas as que crêem em Jesus, e praticam a cada dia a Sua Palavra, tornam-se justificadas de seus pecados diante de Deus.
    Romanos 5:1,2 “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso la fé a esta graça na qual agora estamos firmes.”

  25. Franco disse:

    Segundo alguns daqui o Silas Maracutaia vai pro céu com seu avião de 20 milhões e a Zilda que ajudou milhares, sem luxo e riqueza, queimará no inferno. Até onde chega a Ignorância dos evangélicos. Jesus disse que se alimentarmos o pobre, estaremos o alimentando.

  26. Evangelista Junior disse:

    Olha, meu amado APÓSTOLO GAGUIGO, da senhora Zilda Arns, apesar de considerar louváveis todas as saus obras, eu não tenho inveja não mas, na verdade, existem duas pessoas das quais eu morro de inveja. Se chamam: ENOQUE E ELIAS. Desses eu morro de inveja e de mais ninguém.

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior.

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  27. JOELINE disse:

    Concordo plenamente com você Evangelista Júnior. E acrescento , JOÃO BATISTA também.

  28. Paulo disse:

    Em amor:

    Acredito que se Paulo , ou até mesmo o próprio Cristo vivesse (forma humana) nos dias atuais seriam apredejados e crucificados pela maioria de vocês.

    Coitado será daquele que for reprovado naquilo que condena.

    Se fosse listar o número de idolatria que existe hoje nO meio das doutrinas evangèlicas, corre o risco dos católicos estarem bem mais próximos do que Deus espera de um filho dele.

  29. JOELINE disse:

    Não sei qual é pior: Sair com doláres escondido ou adorar imagens de escultura e propagar ensinos e doutrinas contrárias a Palavra de Deus.Na verdade , tanto um como o outro estão errados.Agora em se tratando de dar honras a quem merece ,neste caso, devemos honrar ,também, os espíritas como Chico Xavier, Mãe menininha etc…, pois, afinal eles faziam várias obras de caridade , não é mesmo? Se não é para discriminar religião alguma então que não sejamos hipócritas, pois o espirítismo faz muitas obras de caridade mais do que muitos cristãos…Acorda povo de DEUS!!!!CUIDADO COM O SINCRETISMO. SÓ A TERMOS DE INFORMAÇÃO, PARA QUEM QUEIRA:

    No sincretismo brasileiro,
    o catolicismo se mesclou
    a ritos indígenas, cultos
    afro-brasileiros e espiritismo kardecista

    C
    atólica fervorosa e organizadora de uma festa do Divino que dura 15 dias, Maria Celeste Santos, a dona Celeste, é figura de destaque em São Luís do Maranhão. Quando o papa João Paulo II visitou a cidade, em outubro de 1991, ela foi escolhida para lhe entregar uma bandeja de prata em nome da população. Na época, porém, circulou pela cidade o boato de que o presente havia sido oferecido à Sua Santidade pelo vodum Averequetê, que teria se incorporado em dona Celeste durante a solenidade. Embora não comente o episódio, ela sempre assumiu que é consagrada a Averequetê. Além de católica praticante, dona Celeste é também uma das líderes espirituais da Casa das Minas, um terreiro fundado em 1840 para cultuar os voduns, divindades africanas trazidas para o Brasil pelos escravos.

    A fusão de doutrinas aparentemente antagônicas não é uma exclusividade de dona Celeste. Por todo o País, o sincretismo prolifera em terreno fértil, em especial entre católicos e seguidores de cultos afro-brasileiros. Os últimos somam mais de dois milhões de praticantes. Segundo o escritor Reginaldo Prandi, especialista em sociologia das religiões, no Brasil o sincretismo se forma no século XIX, quando os escravos deixaram o confinamento das senzalas e passaram a viver nas cidades. “Eles já haviam experimentado uma assimilação intensa do catolicismo e começaram então a reconstituir suas religiões”, diz Prandi.

    Um fator fundamental na formação do sincretismo é que, de acordo com as tradições africanas, divindades conhecidas como orixás governavam determinadas partes do mundo. No catolicismo popular, os santos também tinham esse poder. “Iansã protege contra raios e relâmpagos e Santa Bárbara protege contra raios e tempestades. Como as duas trabalham com raios, houve o cruzamento”, explica Prandi. Cultuados nas duas mais populares religiões afro-brasileiros – a umbanda e o candomblé – cada orixá corresponde a um santo católico (leia quadro). Ocorrem variações regionais. Um exemplo é Oxóssi, que é sincretizado na Bahia com São Jorge mas no Rio de Janeiro representa São Sebastião.

    Além dos orixás, os escravos vindos da África reverenciavam os voduns e entidades conhecidas como inquices, entidades ancestrais. A adoração aos voduns, contudo, não proliferou no Brasil. Seus seguidores ficaram restritos ao Maranhão, enquanto os inquices sequer foram trazidos, pois seriam presos à terra e, aqui, acabaram substituídos pelos índios. “Os caboclos da umbanda são, na verdade, os antigos habitantes da terra que ocuparam o lugar dos inquises”, relata Prandi.

    O professor Antônio Flávio Pierucci, do departamento de sociologia da USP, afirma que a umbanda é a mais sincrética das religiões afro-brasileiras, tendo acentuado seu lado ocidentalizado com o kardecismo e continuando cada vez mais híbrida. “Sua tendência mais recente é a incorporação dos elementos mágicos da chamada Nova Era”, completa. Em alguns terreiros, portanto, o frequentador pode receber um indicação de Floral de Bach junto com o passe. São os reflexos de uma mescla que tem legitimidade social. Não é à toa que no maior país católico do mundo, a passagem do ano é uma festa profana, com brasileiros de todas as origens sociais vestidos de branco, fazendo suas oferendas para Iemanjá.

    Fonte: revista “Isto É”

  30. ANTI-CRENTE disse:

    Como vocês, evangélicos, dificilmente olham a vida sem a bíblia forjada e distorcida por séculos, pelo menos vejam o esforço da zilda arns em salvar vidas, mulher q nada se importou se o miserável moleque desnutrido era filho de islamico, crente, ateu ou espírita…simplesmente o ajudou a sobreviver.

    O mínimo que vcs devem fazer, é esquecer seus julgamentos egoistas, e fazer uma oração pela falecida, agradecendo pelas vidas salvas…

    CONSEGUEM FAZER ISSO???

  31. Pr.Anibal disse:

    Deus não constituiu nenhum de nós juizes sobre ninguém, pra estabelecermos um tribunal ridículo e implacável sobre quem quer que seja. Deus é o justo juiz e a misericórdia triunfa sobre o juízo.
    D.Zilda Arns era um exemplo de amor ao próximo e eu a amava.Espero encontrá-la no céu um dia…(Assim como vou encontrar o ladrào que morreu ao lado de Jesus na cruz)…
    Quanto farisaísmo, quanta falta de sensibilidade, falta de respeito, falta de amor, quanto legalismo… A Palavra de Deus fala por si. Quem lê, entenda.
    Jesus disse: Não julgueis. Não compete a ninguém decidir quem vai pro céu, quem vai pro inferno. Este assunto sequer deveria ter “bombado”por aqui. Quando um evangélico honrado morre, vira nome de praça, nome de rua, de escola…Quem anda pelos interiores do Brasil sabe bem o que estou dizendo… Quando um católico generoso morre, logo chegam os “cristãos verdadeiros” julgando, condenando, bradando as escrituras, decidindo quem vai, quem fica… Meu Deus, tem misericórdia de mim, pecador!!!

  32. Cristã, somente disse:

    Para Joeline, e todos que gostam tanto do radicalismo intolerante.

    Por que os evangélicos são tão intolerantes em relação às outras religiões?? São os novos Talibans, ou católicos que sofreram mutações?
    Evangélicos, principalmente os recém-convertidos, raramente têm conhecimento, se tem, não tem maturidade para se expressar. Evangélicos, via de regra (existem muitos que não são assim), são intolerantes, se agarram ao antigo testamento, se agarram aos critérios de tribos nômades de mais de cinco mil anos atrás, de certa forma não percebem a evolução humana, não querem que o ser humano tenha consciência, sabem que se essa consciência for estimulada, ela progride, e temem, temem tudo e todos, não crêem o suficiente em Deus para aceitá-lo em todas as suas expressões, e principalmente, não crêem na palavra de Jesus, principalmente quando este fala: ‘Atire a primeira pedra aquele que nunca pecou. ‘
    Evangélicos, nasceram quando Lutero foi excomungado, pois este protestava coberto de razão, contra os abusos da igreja católica e seu clero. Lutero, em suas cartas recheadas de ódio e intolerância, foi fundamental, mas deu um mau exemplo, acabou permitindo que a intolerância fosse um caminho válido, se igualou aos que aceitam ter que sacrificar uma vida para agradar a um deus, apenas por que a religião manda. Se aceita sacrificar uma vida, por que não algumas? Por que não centenas? Por que não milhares? Os EUA são o país com maior número de evangélicos no mundo, e é uma fábrica de malucos e repressores. Jogam com a vida humana e usam o marketing de boa gente solidária e defensora dos oprimidos e exploram e reprimem povos indefesos alem de destruírem aqueles que lhes são contrários. Treinaram Saddan Hussein para matar os iranianos e depois o mataram por desobediência, além de interesse maior no petróleo do Iraque. Por serem todos evangélicos e consequentemente os únicos filhos de Deus, segundo dão a entender, os EUA não poderiam desmoronar como um império de povos antigo e opressores. O Deus que acreditam representar não deveria permitir que seus filhos morressem em lutas inglórias como sua história mostra.
    xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx
    E falando em Xico Xavier, Zilda Arns, Madre Tereza e tantos outros não evangélicos que sempre trabalharam em prol dos sofrimentos dos necessitados, acredito eu que não terão suas obras reconhecidas por Deus, a não ser que os evangélicos, seus únicos filhos, permitam. Nem Deus pode com eles.

  33. Vicente disse:

    é lamentável ver, que “pessoas” de diferentes denominaçoes, e me envergonham, encontra em qualquer assunto, para degladiarem construindo suas arenas para apresentar espetaculos de insultos e agressoes. Religião não coloca ninguem no céu. O Paraiso de Deus com certeza é reservado à aqueles que copiam as atitudes de Jesus, como exemplo da Dra. Zilda Arns. Quando pensamos que nossa religião é melhor que a do irmão, construimos muralhas. Quando zelamos do irmão sem considerar sua crença, construimos pontes de relacionamentos, e assim entendermos melhor mutuamente.Voce pode fazer alguma coisa também nesse sentido. Primeiro seus familiares. Será que vc não tem alguem passando necessidade em sua familia? ou algum conhecido? não? que bom! se vc não tem ninguem pra ajudar proximo de vc. Então ajude pessoas carentes em seu bairro, ocupe-se num trabalho de promoção humana e com certeza, logo não haverá muralhas em sua vida. Zilda Arns, não era pobre, podia estar em outro lugar, com seus filhos e netos, mas escolheu melhorar a vida daqueles que sofrem. Hoje está morando eternamente no paraiso celestial. Todo seu trabalho não foi em vão.
    Faça alguma coisa tambem. Mãos a obra!

  34. Lourival disse:

    Paz e Bem, para quem conhece o trabalho da pastoral da criança. Pra você e fez comentários acima não elogiando nem homenageando a Dr Zilda Arns ,provavelmete não conheça nem 1,3 deste trabalho,de fato é a sua opinião. Assim disse ela, quem olha para uma criança e não ve Jesus em seu olhar não está bem dos olhos ou do coração.Parabéns à este trabalho maravilhoso que salvou e salva muitas crianças . Em Barão de Antonina será celebrada a Missa de sétimo dia de seu falecimento nesta quarta feira as 19:30.Para quem esteve em Aparecida no dia 20 de Setembro de 2008 ouviu e gritou junto; Dr Zilda nós ti amamos,.Ésta frase ficou gravada em meu coração e de quem esteve presente . Dr Zilda Arns semeou a Paz e o Amor .

  35. Apóstolo Gaguigo disse:

    Caro Evangelista Junior,

    Eu só louvo uma pessoa, JESUS!!

    Se você tem outras pessoas para louvar, eu lamento muito!!!!

    Como bom evangélico você deveria adorar apenas JESUS!!!!

    E como pessoa, eu admiro a D Zilda Arns!!!!

    PARABÉNS E OBRIGADO, ZILDA ARNS!!!

    PAZ DE CRISTO!!!!

  36. Apóstolo Gague disse:

    Amados,

    Essa senhora morreu fazendo caridade!!!!

    Enquanto certos bispos, missionários ou apóstolos estavam aqui no Brasil, bem tranquilos e comprando aviazinho particular, essa senhora estava se arriscando para ajudar o próximo!!!!

    Essa senhora é um exemplo a ser seguido por todos!!!!

    Aliás, por que nossos bispos, missinários ou apóstolos não vão para os locais das tragédias de Angra e de São Luiz de Paraitinga????

    Será que eles não querem sujar seus sapatos caros????

  37. Apóstolo Gague disse:

    Ou será que seus aviãozinhos particulares não pousam nessas localidades????

  38. Franco disse:

    Essa mulher foi um exemplo……tem que tomar cuidado com evangélico idólatra que aceita tudo que os pastores fazem inclusive a compra de aviões e vida no luxo…enquanto essa nobre senhora ajudava o próximo, quem alimenta o pobre está alimentando Jesus conforme a Sua Palavra.

  39. felipe amorim disse:

    eu sabia que julgamentos desse tipo viriam a tona, mais cedo ou mais tarde, se eu creio que ela foi para o inferno por ser católica? de forma alguma, essa mulher com certeza estará ao lado do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, ela viveu o evangelho na prática, enquanto muitos pregadores enchem o bolso de dinheiro e de prestígio, doutora zilda arns foi para o haiti implantar a pastoral da criança, ou seja, ela ia atrás dos mais pobres e necessitados, aprendemos com o exemplo dela, parabenizo a tve quando pôs na íntegra no domingo uma entrevista dela no programa conexão com roberto d,ávilla, onde ela fala inclusive que sempre recebeu ajuda da Assembléia de Deus e da Igreja Quadrangular. sem mais no momento….

  40. Apóstolo Gague disse:

    É isso mesmo, meu amado!!

    São igrejas sérias!!!

    Mas as outras, que seus pastores preferem comprar aviaõzinho particular ou dólares dentro da bíblia…

    Cada um que tire sua conclusão!!!!

  41. JOELINE disse:

    Se não aceitou o Senhor JESUS como único mediador, continuou crendo e acendendo vela para todos os santos, é com pesar, mas não omitirei a verdade: foi sim para o inferno.Não adianta boas obras.Se estes Pastores que estão fazendo do evangelho fonte de lucro não tiverem um encontro com Jesus e não se arrependerem do pecado, também irão para o inferno se morrerem desta forma. Se qualquer um de nós não tivermos um encontro real com Jesus, reconhecendo que somos pecadores e que, em nós mesmos, não há bem algum ,a não ser pelo seu próprio Espirito Santo em nós quando O aceitamos como Senhor de tudo em nossa vidas, achando que só por estarmos acostumado a frequentar uma igreja( católica ou evangelica) seremos salvos se morrermos na prática do pecado, iremos´para o inferno. Por isso é necessário vigilância, pedindo a Deus todo tempo misericórdia e revestimento.Por que não somos super-homens que consigamos vencer o pecado por nós mesmos.Mas pelo amor de Cristo que se entregou por nós.Se obras salvasse não haveria necessidade de Jesus vir a está terra e derramar seu sangue em favor de nós.Seria , então, ridículo cremos na morte de Jesus.Não tem como existir comunhão entre a Luz e as trevas.As obras ajudam , sim , a sociedade.Mas não adianta eu demonstrar amor ao próximo se nego amor a Deus pois infrijo o primeiro mandamento:

    Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam, e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos” (Deuteronômio,5: 7-10).

    Também não adianta ser líder religioso se minhas atitudes escandalizam o reino de Deus:

    1 ¶ Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do meu pasto, diz o SENHOR.
    2 Portanto assim diz o SENHOR Deus de Israel, contra os pastores que apascentam o meu povo: Vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes; eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o SENHOR.
    3 E eu mesmo recolherei o restante das minhas ovelhas, de todas as terras para onde as tiver afugentado, e as farei voltar aos seus apriscos; e frutificarão, e se multiplicarão.
    4 E levantarei sobre elas pastores que as apascentem, e nunca mais temerão, nem se assombrarão, e nem uma delas faltará, diz o SENHOR.
    5 Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e agirá sabiamente, e praticará o juízo e a justiça na terra.
    6 Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com o qual Deus o chamará: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA.

    Jeremias 23.

  42. Evangelista Junior disse:

    Amado irmão PASTOR ANIBAL, talvez o senhor ensine às suas ovelhas a salvação pelas obras, anulando assim o sacrifício vicário de Cristo. O fato de alguém pregar a Palavra não faz dele juiz.

    “Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.” Jo. 12:48

    Quando vemos sobre a vida da senhor Zilda, achamos algo impressionante oq ela fez, pois o amor esta acasso no meio cristão. Olhamos isso como se a senhora Zilda tivesse feito algo que não fosse a obrigação de todos nós cristão, mas pasmem, a maioria não sabe disso. É ISSO MESMO! a maioria dos que se dizem cristãos nao sabem que AS BOAS OBRAS, O PERDÃO, O AMOR, NÃO SÃO FAVORES, SÃO O-BRI-GA-ÇÃO DE TODO O CRISTÃO. E posso provar isso na Palavra de Deus.

    Oq nos salva, oq nos torna limpos e santos, não são as boas obras, é o SANGUE DE JESUS!!! Mas quem sabe, alguns pensam em entrar no casamento sem as vestes nupciais?

    “E qual de vós terá um servo a lavrar ou a apascentar gado, a quem, voltando ele do campo, diga: Chega-te, e assenta-te à mesa? E não lhe diga antes: Prepara-me a ceia, e cinge-te, e serve-me até que tenha comido e bebido, e depois comerás e beberás tu?Porventura dá graças ao tal servo, porque fez o que lhe foi mandado? Creio que não. Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer” Lc.17:7-10.

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior.

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  43. ADALTO disse:

    OLA CRISTIANO…
    SE SUA PERGUNTA ESTÁ RELACIONADO ÀS OBRAS DESTAS MULHER, SAIBA QUE OBRAS NAO DÃO GARANTIA DO CEU A NINGUEM … A PALAVRA DE DEUS DIZ QUE SOMOS SAVOS PELA GRAÇA E ISSO É DOM DE DEUS… ADEMAIS SOMENTE EM JESUS SE TEM SALVAÇÃO… POR QUE EM CIMA DO CEU E EM BAIXO NA TERRA NAO HA OUTRO NOME PELO QUAL DEVEMOS SER SALVOS – ATOS 4:12
    SOMENTE DEUS SABE ONDE ELA ESTA AGORA.
    AH! EU SOU ASSEMBLEIANO.

  44. Apóstolo Gague disse:

    Amados,

    Eu convoco à todos os verdadeiros evangélicos a se rebelarem contra a exploração da fé!!!!

    Em nome de JESUS, eu convoco os verdadeiros evangélicos a se libertarem da exploração e do comércio da fé!!!!

    Amados, como bons evangélicos devemos lutar para expurgar esses falsos pastores, missionários, bispos e apóstolos!!!!

    Como bons evangélicos, temos a obrigação de zelar por nossa igreja!!!

    Não devemos idolatrar homens, pastores, missionários, bispos ou apóstolos!!!

    O Senhor é meu pastor!!!

    Só Jesus salva!!!!

    Igreja verdadeira não tem dono!! É DE CRISTO!!!

    Igreja séria não é empresa e não dá lucro!!!

    Questionem e cobrem de seus pastores!!!

    Sejam Cristãos, sejam verdadeiros evangélicos, sejam criticos e questionem!!!

    Somos questionadores por natureza!!!

    Devemos zelar pela integridade de nossa igreja!!!!

  45. Apóstolo Gaguigo disse:

    Pelo menos a d. zilda arns não tentou entrar no haiti com dólares escondidos dentro da bíblia…

  46. JOELINE disse:

    Muito me admiro você APOSTOLO GAGUIDO !!!Você combate apenas uma parte do erro que é a hipocrisia de alguns líderes , mas apoia a propagação de idéias pagãs e doutrinas de demônios, iguais ou pior que aquelas. Não há como ser autêntico crendo em meias verdades.Ou você combate tudo o que a Bíblia condena, ou assume uma posição contrária a tudo que ela diz.Ou é sim sim, ou é não não.Lembre -se que aos mornos ele prefere vomitá-los.Deus o abençoe e ilumine.

  47. Sarah disse:

    APÓSTOLO GAGUINHO, as boas obras não salvam, viu essa?
    Por isso estou lhe chamando de GAGUINHO, só porque é engraçado, acho que sou mazinha, mas isso não importa, não é mesmo? Se eu bater no peito e sair gritando por aí que aceitei Jesus como meu Salvador, TÔ FEITA! Nem que pelo caminho eu pise no rabo do gato, atropele um velhinho, empurre uma criança, e despreze o negro e o homossexual que encontrar pelo caminho! AFINAL, PENSO EU, SE AS BOAS OBRAS NÃO SALVAM – AS MÁS OBRAS TAMBÉM NÃO TIRAM A SALVAÇÃO!
    Então, a Dra. Zilda, está o tempo todo, sendo colocada em dúvida pelos crentes neste site. Para eles as boas obras que ela fez, NÃO VALEM NADA, E AINDA COLOCAM EM DÚVIDA A SUA SALVAÇÃO! GENTE BOA ESSA, NÃO?
    Por isso que há essa inversão de valores em nosso meio! Será que Deus vai querer gente de má índole, egoista, soberba, convencida, etc, morando no céu, e vai deixar pessoas que são tocadas em seu coração por amor e respeito à Ele a amar o seu próximo e a doarem as suas vidas para minorar o sofrimento alheio? SEI, NÃO!
    ACHO QUE NO JUIZO FINAL VAMOS TER MUITAS SURPRESAS.

  48. JOELINE disse:

    CHICO XAVIER E MÃE MENININHA TAMBÉM FORAM PARA O CÉU!!!!!!!HIPÓCRITAS!!!!!ENTÃO ACEITEM ,TAMBÉM O INDUÍSMO, O KARDECISMO, A MACUMBA.POIS SE É POR OBRAS, ENTÃO, OS QUE FAZEM E PRATICAM TAIS OBRAS JÁ ESTÃO NO CÉU.EU PREFIRO FICAR COM A BÍBLIA.

  49. JOELINE disse:

    É ISSO QUE ESTE EVANGELHO BARATO E SEM CONSISTÊNCIA TEM PRODUZINDO. GENTE LEVADO PELA APARÊNCIA, POR TODO VENTO DE DOUTRINA. ESSAS IGREJAS QUE NÃO TÊM, SE QUER, ESCOLA BÍBLIA PARA INSTRUIR OS CRENTES, VISAM, SOMENTE O LUCRO, GERAM CRENTES FRACOS ESPIRITUALMENTE, QUE NECESSITAM A TODO TEMPO DE CORRER DE IGREJA EM IGREJA ATRÁS DE MILAGRES, DA NOVA MODA, DO NOVO PREGADOR. ELES NÃO SE PREOCUPAM EM PREGAR SOBRE A VOLTA DE JESUS, NECESSIDADE DE ARREPENDIMENTO, SOBRE AS APOSTASIAS DOS ÚLTIMOS DIAS. COLOQUEM UMA ESTÁTUA DE DEUS EM SUAS CASAS E COMEÇEM A ADORAR. MAS NÃO TEM NADA A VER. DEUS VAI PERDOAR. DESDE QUE VOCÊS COMEÇEM A AJUDAR O PRÓXIMO, POIS COMO BEM FALOU EVANGELISTA JÚNIOR, ISTO NÃO É ALGO QUE DEVA SER UM FAVOR, MAS OBRIGAÇÃO DE TODO CRISTÃO, COMO FRUTO DO ESPÍRITO SANTO. NÃO COMO MEIO DE ALCANÇAR A SALVAÇÃO COMO REGE AS DOUTRINAS DESTES GRUPOS. ARRANQUEM O NOVO TESTAMENTO DE SUAS BÍBLIAS E VIVAM A ÉPOCA DA LEI.

    GRAÇAS A TI JESUS PORQUE TEU SACRIFÍCIO NA CRUZ DO CALVÁRIO FOI PERFEITO E PELO TEU SANGUE, TUA ORTE E RESCURREIÇÃO EU FUI SALVA. PORQUE AMADO JESUS, SEM TI NÃO A BEM ALGUM EM MIM. COM AS MINHAS PRÓPRIAS FORÇAS E OBRAS NUNCA PODERIA OU PODEREI CHEGAR A LUGAR ALGUM. AGRADEÇO-TE PELA TUA MARAVILHOSA GRAÇA E AMOR. A TI, SOMENTE A TI, TODA HONRA, GLÓRIA, LOUVOR, DOMÍNIO PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS

  50. JOELINE disse:

    CORRIGINDO: RESSURREIÇAO

  51. JOELINE disse:

    Amada Cristã Somente, nem vou te dizer o que a contra- reforma proporcionou. Você vomitaria.Pegue qualquer livro bom de história que não seja parcial e descubra por si mesma.Só aqui no BRASIL o beatificado Padre de Anchieta puxou a corda da forca de protestantes e consentiu em suas mortes.Você talvez, também, não conheça a história da Santa Inquisição. Nem como foi introduzido os “santos” pagãos na Igreja cristã.Só para te deixar curiosa foi no tempo do imperador romano Theodosio 380d.C, quando para não confrontar a cultura pagã resolveu-se colocar os nomes Bíblicos nos deuses pagãos.Maria , por exemplo, assumiu o lugar da deusa Íris e Vênus.E assim por diante.Sem falar no tanto de Bíblias evangélicas que os mesmos queimaram em praça pública aqui no Brasil.Meu avô, mesmo, foi duramente perseguido com risco de perder a vida por evangelizar e ter o livro da capa preta que era chamado pelos católicos do livro do diabo.

  52. JOELINE disse:

    para quem gosta de evangelho genuíno:

    A primeira razão porque os crentes davam certo no Brasil, no passado, é que eles eram discriminados e perseguidos. Só entrava para as Igrejas evangélicas quem estava disposto a pagar o preço. O martírio integrava o protestantismo. Quem não agüentava o tranco, saía. Isso purificava a Igreja e lhe dava grande coesão interna. Todos eram “de mesmo”, naquele contexto adverso não havia lugar para “crentes festivos”.

    Durante a vigência da Constituição Imperial (1824) o documento de identidade era a certidão de Batismo na Igreja Católica Romana. Quem não fosse batizado, nem existia, nem era cidadão. Os protestantes, como os demais não-católicos, não podiam ser funcionários públicos, não podiam se candidatar a cargos eletivos, seus casamentos eram nulos (todo mundo, tecnicamente, “amasiado” por amor a Cristo), porque o único documento de casamento válido era o emitido pela Igreja Romana, e quando a pessoa protestante morria tinha que ser “plantado” em algum terreno, porque todos os cemitérios eram administrados pelas Paróquias católicas romanas, e nele só podiam se enterrar quem tivesse recebido o rito de extrema-unção de um sacerdote daquela confissão.

    Com a Constituição republicana de 1891 veio a separação Igreja-Estado, cessaram as discriminações legais, mas aumentaram as perseguições. As novas levas de padres e freiras missionários que foram importados pela Igreja de Romana na Primeira República (1889-1930) vinham com a missão de “combater os protestantes”. Crianças e jovens eram perseguidos nas escolas, profissionais nos empregos, proibia-se o aluguel de imóveis comerciais e residenciais para os “nova-seita”, também conhecidos como “bodes”, Igrejas eram apedrejadas, pessoas fisicamente agredidas, amizades e vínculos familiares eram rompidos. A imprensa incitava contra essa fé “estrangeira”. O hino de um Congresso Eucarístico cantava: “Quem não for bom católico, bom brasileiro não é”. Bíblias eram queimadas. Paredes de templos protestantes eram levantadas de dia, para serem derrubadas de noite. “Protestante é pobre, burro e feio”. Casar minha filha com um deles, nem pensar…

    Na cidade de minha família materna, em Alagoas, um padre holandês, se referindo à artéria onde residiam as melhores famílias da cidade, compusera a quadrinha de gozação:

    “Na Rua do Rosário, ninguém pode mais passar São bodes e cabrinhas, todos eles a berrar…”

    Com raras exceções localizadas, esse quadro não mudou muito até o início dos anos 1960, e a realização do Concílio Vaticano II.

    Mais de um século de dureza! Naquele contexto, que requeria autenticidade, a permanência e o crescimento do protestantismo foram marcados por atos de heroísmo e muito martírio. Naquele contexto, os crentes davam certo… “Foram desleais e infiéis com os seus antepassados….” (Sl 78.57)

    Os crentes davam certo porque eles eram crentes. Ou seja, chegavam à igreja no meio de todas as dificuldades, porque eram confrontados com uma clara mensagem evangelística, por meio da pregação, dos testemunhos e dos hinos. Não havia crentes por tradição, nem por adesão, mas apenas por conversão. Todos os evangélicos conheciam o “Plano de Salvação”, pois haviam sido expostos ao mesmo, e respondido ao mesmo. Agora, se esperava que passassem a compartilhá-lo com os outros. A tônica era a conversão, o novo nascimento, a mudança, a transformação, a certeza da vida eterna, o confessar a Jesus Cristo “como único Senhor e Salvador”, que culminava com o rito de “profissão de fé” ou “Confirmação”, de forma pública.

    No culto, eram comuns os apelos para que as pessoas “aceitassem a Cristo”, ou que “se entregassem a Cristo”, levantando a mão, ou vindo à frente. Igrejas organizavam semanas, cruzadas ou campanhas evangelísticas, geralmente com um orador convidado, e toda uma preparação e divulgação, com distribuição de convites e folhetos evangelísticos. Nos cultos, com freqüência, se incluía o testemunho de conversão de um irmão ou de uma irmã, sempre na tônica: “Eu era assim, Cristo me tornou assim”.

    Como todos os crentes conheciam o Plano de Salvação e se esperava que compartilhasse com os outros, toda a Igreja era uma Igreja de evangelistas. As famílias crentes eram estimuladas, ao final do dia, a celebrar em torno da mesa da última refeição, o seu “culto doméstico”, dirigido pelo pai da família. Convidavam-se parentes e vizinhos. Se alguém se mudava para outra cidade, o culto doméstico e cultos evangelísticos nos lares, de iniciativa dos próprios leigos (como expressão do sacerdócio universal de todos os crentes) era o início de muitas novas Igrejas, “o Senhor ia acrescentando aqueles que eram salvos”. Com todos passando pela experiência de conversão, conhecendo o Plano de Salvação e se considerando um evangelista, os crentes davam certo…

    Os crentes eram discriminados e perseguidos. Os crentes eram convertidos e conheciam o Plano de Salvação e… os crentes conheciam a Bíblia. Aliás, depois dos epítetos de “novas-seitas” e “bodes” eles eram conhecidos como “os Bíblias”. “Fulano é um Bíblia…”. Isso porque assim que alguém se convertia, a primeira coisa que fazia era comprar uma Bíblia.

    O Brasil era um país de uma imensa maioria de analfabetos, e raríssimos católico romanos possuíam uma Bíblia (que eram caras). As edições protestantes, que começaram a chegar regularmente ao Brasil há exatos duzentos anos, com a vinda da Família Real, era a da tradução de João Ferreira de Almeida, e de capa preta. Como ninguém tinha automóvel, lá iam heróicos e orgulhosos, os homens de paletó e as mulheres bem vestidas, com sua reluzente Bíblia de capa preta debaixo do braço, sob os olhares e os murmúrios de censura dos que os viam passar.

    Gente que não sabia ler levava a Bíblia, assim mesmo, como símbolo, e procuravam aprender a ler, para poder ler a Bíblia. Os novos convertidos eram submetidos, imediatamente, a um curso intensivo sobre as Sagradas Escrituras, aprendendo a distinguir Antigo de Novo Testamento, capítulo de versículo, e livro histórico de livro poético, além de memorizar versículos considerados importantes para o evangelismo e para a santidade. Nos cultos de estudos bíblicos, havia uma espécie de “gincana”, para ver quem achava determinado versículo primeiro.

    As edições protestantes da Bíblia eram queimadas em praça pública por beatos enfurecidos, estimulados por sacerdotes radicais. Tais Bíblias eram consideradas “falsas”, e muita gente se converteu por comprá-las por mera curiosidade. Houve casos de que os chamados “colportores” (vendedores itinerantes de Bíblias) que se adentravam no interior do país montados em mulas, deixavam uma Bíblia em um povoado, vila ou cidade, e, regressando um ou dois anos depois, encontravam uma Igreja funcionando, sem qualquer vínculo com organizações, fruto da mera leitura do texto sagrado.

    Quando se cantava “Minha Bíblia, meu prazer, meu tesouro quero ter” ou “Enquanto ó Salvador teu Livro eu ler, meus olhos vem abrir, pois quero ver”, os crentes davam certo…

    O que acontecia, então, quando uma pessoa se convertia? Pegava-se “no laço” e a fazia membro da Igreja no dia seguinte? Longe disso. Existiam as classes especiais de estudo, denominadas de “Classes de Novos Convertidos”, ou “Classes de Catecúmenos”, com uma duração mínima de seis meses, de presença obrigatória para os novos crentes. Ali eles estudavam o Plano de Salvação, as Sagradas Escrituras, as Doutrinas Básicas da Fé Cristã, Ética e Características da Denominação (inclusive o compromisso de contribuir com o dízimo), enquanto eram observadas em seu novo comportamento.

    Somente depois desse período eram examinados por conselhos, comissões ou assembléias (conforme a prática denominacional) e eram batizadas e/ou faziam a Pública Profissão de Fé/Confirmação, um rito de suma importância para a nova criatura, que se tornava membro pleno da nova comunidade de fé.

    Nada de pressa, nada de superficialidade, nada de preocupação com números. O resultado era a estabilidade, as pessoas ficavam na Igreja, não havia “rotatividade”.

    Depois de professo, o novo crente se tornava aluno regular de uma das classes da Escola Bíblica Dominical, onde estudaria as Escrituras pelo resto de sua vida. As “uniões de treinamento” (homens, mulheres, jovens) também tinham a sua literatura, e faziam a sua parte na educação continuada dos crentes. Estes eram estimulados à leitura devocional diária da Bíblia, e a lerem livros evangélicos, além de assinarem os jornais oficiais das suas denominações (“O Cristão”, dos congregacionais; “O Jornal Batista”, “O Brasil Presbiteriano”, “O Estandarte”, Episcopal etc.), para se manter informado sobre o que acontecia em seus arraiais.

    No campo da apologética, havia palestras e textos que ensinavam como diferenciar o Protestantismo do Catolicismo Romano, ou as diferenças entre os diversos ramos do Protestantismo. Isso não requeria alta escolaridade (algo muito raro na época), mas era usual para o crente mais simples.

    Com um lastro de conhecimento desses, os crentes davam certo… Naquele tempo o cenário religioso brasileiro era mais claro e menos “plural”: havia as diversas expressões do catolicismo romano (mais de 90% da população), o espiritismo kardecista e os cultos afro-brasileiros (chamados, em conjunto de “macumba”), além de um ou outro “livre-pensador” ou seguidor do Positivismo de Augusto Conte. Os protestantes de migração (luteranos alemães na zona rural, anglicanos britânicos nos centros urbanos) já estavam aqui desde a Regência, mas “não ofendiam ninguém”, pois não evangelizavam os brasileiros. Aí, na segunda metade do século XIX chegaram as Igrejas históricas de missão (congregacionais, presbiterianos, batistas, metodistas e anglicanos/episcopais), que foram os únicos entre 1855-1909.

    Diante de adversários em comum, e a partir de uma base de crenças em comum (todos eram evangélicos) se criou a consciência de se pertencer a um mesmo “povo”: todos eram evangélicos ou “crentes”, antes de serem batistas ou presbiterianos. Rivalidade sempre houve, mas em um nível menor. Todos se sentiam um. Depois do Congresso do Panamá, de 1916, se promoveu a produção conjunta de material para a Escola Bíblica Dominical, e, entre 1934-1964, a Confederação Evangélica Brasileira (CEB) aglutinava os protestantes, promovia eventos, imprimia textos, e, tanto o “Dia da Bíblia” (segundo domingo de dezembro) como o “Dia da Reforma” (31 de outubro) eram nossos “feriados protestantes”, comemorados por todos.

    Havia um respeito e uma ética nos relacionamentos, e não uma competição selvagem. Instituições unificadas como “cemitérios protestantes” ou “hospitais evangélicos” eram demonstrações do esforço de todos.

    O importante é que todos consideravam o outro como um “salvo”, um “evangélico”, um “crente”, um dos nossos. Havia um “orgulho santo”, meio judaico, de pertencermos todos ao Israel de Deus, ao Povo da Nova Aliança, além do fato de que todos eram igualmente discriminados e chamados de “bodes”. Quando os “bodes” eram unidos, os crentes davam certo…

    Robinson Cavalcanti

  53. Sarah disse:

    ESCLARECIMENTO

    Eu gostaria de colocar o meu posicionamento. Sou a favor do evangelho genuino – sempre digo isso aqui! Mas, sou contra a soberba e o julgamento PRECIPITADO – sempre fui!
    O momento da morte é um ato único, a pessoa está em coma, não abre os olhos e nem balbucia palavras, mas o seu espírito pode estar em conexão com Deus – assim como o ladrão na cruz – e nesse momento, ela pode RECEBER A SALVAÇÃO! Quem sou eu para constestar a soberania de Deus?
    Quando faço críticas, as vezes irônicas, não é para ofender ninguém – mas as faço para expor as nossas idiossincrasias!
    Fiquem na paz,
    Sarah

  54. Apóstolo Gague disse:

    APÓSTOLO FULANO DE TAL, BISPA CICLANINHA, MISSIONÁRIO VAVÁ, SISI E CIA… É TUDO A MESMA COISA!!!

    NÃO DEVEMOS ADORAR HOMENS, MAS APENAS DEUS!!!

    NINGUÉM É DIGNO DE ADORAÇÃO, A NÃO SER DEUS!!!

    NEM O APÓSTOLO QUE SUPOSTAMENTE REALIZA “MILAGRES”, OU O MISSINÁRIO QUE “MULTIPLICA” DINHEIRO PARA COMPRAR AVIÃO DE 20 MILHÕES!!!!!

    AMADOS E AMADAS, PAREM DE ADORAR APÓSTOLOS, MISSIONÁRIOS, BISPAS E CIA.

    SÓ JESUS SALVA!!!

    ADOREM O SENHOR!!!

    AMÉM!

  55. Evangelista Junior disse:

    Sem dúvida alguma, todos aqui, inclusive a irmã JOELINE desejam que a senhora Zilda Arns esteja neste momento gozando os prazeres do paraíso que são preparados para todos aqueles que vivem e morrem firmados na Palavra de Deus.

    Incluse, em nenhum momento, a irmã JOELINE, que fez todas as suas citações de forma clara e perfeitamente baseadas nos ensinamentos de Jesus, declarou desejar que a dita Senhora, promotora obras notáveis, tivesse ido para o inferno. Afinal de contas, se aceitarmos a doutrina anti-bíblica de que as boas obras possuem em si poder salvífico, além de estarmos admitindo que muitos famosos espíritas e adeptos de diversas práticas religiosas abomináveis a Deus teriam direito a entrar no céu, estaríamos fazendo algo muito pior que é considerar a possibilidade de o sacrifício de Jesus não ter sentido algum, pois se cada um for capaz de salvar-se a si mesmo, pra que Jesus?

    É do conhecimento de todos os que lêem e praticam a Palvra de Deus que todos os que PRATICAM A INIQUIDADE MEMBROS DE IGREJA OU NÃO, TAMBÉM NÃO TERÃO DIREITO À MORADA CELESTIAL, POR ISSO IRÃO PARA O INFERNO. Vide Mt. 7.

    Será que tem gente buscando a sua salvação através de uma operação matemática? Se cometeu dez pecados, mas fez quinze boas obras, então está com a saldo positivo. Já pode entrar no céu.

    No mais irmãos, conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor.

    “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” Jo. 14:6.

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  56. Sarah disse:

    Para o Júnior,

    Meu querido, você está certo em dizer que a salvação está em Cristo Jesus! Aqueles que ouviram e rejeitaram as boas novas, comprometeram sim a sua salvação, segundo a bíblia.
    Mas uma coisa eu aprendi em minha vida, nós não somos fiscais de Deus – não podemos andar por aí apontando quem foi, ou vai ser salvo! Quando você diz, se qquer que fizer boas obras for salvo, não precisaríamos de Jesus! Outros dizem: Se for assim o sacrifício de Jesus não foi válido! Essa preocupação exacerbada que muitos tem, que até, os faz reagir agressivamente, a meu ver, tem outra conotação – sentem-se injustiçados! É como se dissessem – e a minha dedicação e sacrifício pela obra de Deus, sendo fiel e me afastando do pecado?
    Leia esse texto que deixo como exemplo do que disse acima.

    Mateus 20: 1 ¶ Porque o reino dos céus é semelhante a um dono de casa que saiu de madrugada para assalariar trabalhadores para a sua vinha.
    2 E, tendo ajustado com os trabalhadores a um denário por dia, mandou-os para a vinha.
    3 Saindo pela terceira hora, viu, na praça, outros que estavam desocupados
    4 e disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e vos darei o que for justo. Eles foram.
    5 Tendo saído outra vez, perto da hora sexta e da nona, procedeu da mesma forma,
    6 e, saindo por volta da hora undécima, encontrou outros que estavam desocupados e perguntou-lhes: Por que estivestes aqui desocupados o dia todo?
    7 Responderam-lhe: Porque ninguém nos contratou. Então, lhes disse ele: Ide também vós para a vinha.
    8 Ao cair da tarde, disse o senhor da vinha ao seu administrador: Chama os trabalhadores e paga-lhes o salário, começando pelos últimos, indo até aos primeiros.
    9 Vindo os da hora undécima, recebeu cada um deles um denário.
    10 Ao chegarem os primeiros, pensaram que receberiam mais; porém também estes receberam um denário cada um.
    11 Mas, tendo-o recebido, murmuravam contra o dono da casa,
    12 dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia.
    13 Mas o proprietário, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço injustiça; não combinaste comigo um denário?
    14 Toma o que é teu e vai-te; pois quero dar a este último tanto quanto a ti.
    15 Porventura, não me é lícito fazer o que quero do que é meu? Ou são maus os teus olhos porque eu sou bom?
    16 Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos {porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos}.

    Que Deus o abençoe sempre,
    Sarah.

  57. Evangelista Junior disse:

    Amada irmã SARAH, não entendi porque vc citou desta forma. Tavez vc não tenha lido a minha ultima declaração, mas isso não importa, até porque falar a verdade não dá ibope e nem conquista amigos neste mundo.

    Quanto a ser FISCAL DE DEUS, não somos mesmo, já tem um que é: O Espírito Santo. Eu sou só um pregador da Palavra de Deus e, já que me foi confiado este ministério, vou honrá-lo até o fim. Doa a quem doer! “Quem é de Deus escuta as palavras de Deus, por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus”. Jo. 8:47. Portanto, se não é esse o seu ministério(se é que vc tem ocupa algum), não tente manchar o ministério dos outros, pra não ser pega lutando contra Deus. A única diferença que eu tenho de alguns outros pregadores, é que o meu compromisso e com a Palvra de Deus e não com com título que ostento ou com a denominação onde congrego.

    Quanto à passagem bíblica usada por vc, tabém acho que a irmã se equivocou ou não soube fazer a exegese do trecho, a mesmo não traduz o objetivo pelo qual vc me apontou. Muito pelo contrário, ela só reforça aquilo que eu venho pregando, pois não falo de mim mesmo. Vou explicar.

    O pai de família é Jesus
    Os trabalhadores somos nós;
    a vinha é o mundo a ser evangelizado;

    A mensagem significa que não importa o tempo, e nem o quanto vc tenha trabalhado pelo evangelho, o prêmio (a salvação) é igual para todos os que permaneceram fiéis ao Senhor da vinha. Até porque, a senhora Zilda, tinha muito mais tempo de CATOLICISMO ROMANO, do que qualquer um de nós de evangelho. Que Deus a tenha recebido na morada celestial.

    Inclusive, no critério obras, os católicos são muito mais expressivos do que os evangélicos. Se as obras substituissem a fé…

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior.

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  58. Sarah disse:

    Júnior!

    Você falou bem, o fiscal é o Espírito Santo, e quando ele trabalha, nós não vemos – só mais tarde, quando há tempo hábil para isso!
    A interpretação que faço do texto é a mesma que vc citou, portanto não há dúvidas nesse sentido.
    O que vc não entendeu, é que não estou criticando o seu ministério – seja abençoado cada vez mais nele! O que eu quero dizer, é que não podemos afirmar, como vc e a Joeline fazem, que pessoas que praticaram boas obras, mas não eram evangélicas, não podem ter sido salvas! O que eu quis dizer, citando o texto de Mateus, é que não importa a hora em que a pessoa se encontra com Deus, para ela ser salva – PODE SER ATÉ NO SEU ÚLTIMO MINUTO DE VIDA! AFINAL, DEUS NÃO É SOBERANO?
    Espero ter-me feito entender, e perdoe-me se eu o ofendi. Eu falo o que sinto, mas a intenção é + ára esclarecer, aprender…
    Deus abençoe vocês dois, cada vez mais…
    Adeus.

  59. Evangelista Junior disse:

    Irmã SARAH. Quero primeiramente que a irmã entenda que o meu posicionamento não é pessoal em relação a vc, a qualquer outro ou a srª Zilda, até porque esse direito não me foi dado pelo Senhor, pois não passaria de fofoca. Em hipótese alguma eu quis afirmar que as pessoas sejam elas de qualquer prática religiosa, por mais imunda que seja, não possam ser salvas tendo um encontro real com Cristo, mesmo no leito de morte. Nós sabemos que o episódio da cruz abriu um maravilhoso precedente para que esta excessão seja aceita por Deus. A única coisa que nós, cristão comprmetidos com o Evangelho temos que zelar é pela verdade de Cristo,pois dela depende a salvação de muitos. Para isso somos constituidos, chamados e capacitados. Você há de concordar comigo que a malsinada doutrina da salvação pelas obras e outras heresias vêm sendo pregadas pelo catolicismo romano não o seu princípio no século 4, e é isso que combatemos. Dá uma olhadinha nos demais comentários e vê se a maioria não está indo por esse caminho. Aí vem o espiritismo, candomblé, induísmo, budismo e etc.

    No mais irmã, fico feliz de ver que a irmã é uma pessoa que tem entendimento, só precisa(creio eu) de uma visão mais ampla e profunda de como estas heresias disseminadas pelo catolicismo durante séculos fizeram grandes estragos e afastaram milhões pessoas do ÚNICO CAMINHO PARA DEUS. Até porque, Jesus não ensinou o caminho, Ele é o caminho.

    “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.” Jd. 1:3-4.

    No amor de Cristo Jesus,
    Evangelista Junior.

    alvarojuniorbm@hotmail.com

  60. erialda disse:

    Eu sou católica pela graça de deus,sou praticante do evangelho por isso me considero evangélica e crente porque creio.Sou coordenadora paroquial da pastoral da criança e tenho orgulho de trabalhar ao lado de duas pessoas que não são da mesma religião e nem mesmo da minha. E o que eu tenho para falar é que é maravilhoso quando há respeito entre as pessoas, pois nos gostamos e nos respeitamos muito, levamos evangelização às pessoas que tem sede da palavra, por isso meus irmãos deixem ser feita a vontade do pai, no evangelho esta escrito: Ide por todo o mundo e proclamai a boa nova de jesus cristo.

    SÓ UM LEMBRETE:”AMEM-SE UNS AOS OUTROS, COMO O PAI VOS AMAM”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *