Home » Brasil, Sociedade

Arcebispo católico planeja criar pastoral gay em cidade do Paraná

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Arcebispo católico planeja criar pastoral gay em cidade do Paraná

Depois da polêmica causada por um cartaz criado para promover a parada gay em Maringá (PR), que mostra a catedral da cidade sendo “explodida” por um arco-íris, símbolo do movimento homossexual, o arcebispo dom Anuar Battisti planeja a criação da Pastoral da Diversidade pela igreja paranaense.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A polêmica começou com um cartaz criado pela artista plástica Elisa Riemer, para divulgar a Parada LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) de Maringá, marcada para 20 de maio. Inspirada na capa do álbum “The Dark Side of the Moon”, da banda britânica Pink Floyd, o cartaz mostra a foto da Basílica Nossa Senhora da Glória refletindo a explosão de um facho de luz com as cores do arco-íris.

O cartaz desagradou os católicos da cidade e o arcebispo dom Anuar Battisti, que comentou sobre o uso da imagem da igreja. Em nota o líder católico lamentou “o uso dado ao cartaz, que confronta com o pensamento e a opinião religiosa da parcela maior da comunidade maringaense”.

Depois da polêmica envolvendo a imagem, Battisti se encontrou com o representante do movimento gay da cidade e responsável pelo Maringay, Luiz Modesto, para conversar. Em tom de aproximação o arcebispo afirmou: “Estamos abertos à discussão e dispostos a falar dos problemas enfrentados por eles”.

Após a conversa, Modesto afirmou ao portal UOL que o arcebispo entendeu que o cartaz foi para ampliar o diálogo sobre a homofobia, e afirmou ainda que o religioso planeja criar uma pastoral para tratar do assunto na cidade. “Dom Anuar nos disse que a preocupação maior deve ser contra a violência e não contra o movimento. Ele ficou comovido e nos deu um indicativo para a criação da Pastoral da Diversidade em Maringá”, contou o líder do movimento LGBT.

“Para as pessoas que entenderam o cartaz como provocação, eu peço desculpas sinceras. O objetivo maior era criar um diálogo sobre o assunto. E conseguimos”, concluiu Luiz Modesto, sobre a polêmica envolvendo o cartaz.



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

3 comentaram, comente você também!

  1. Ué não foi Jesus que mais pregou que devemos receber a todos… O padre abre as portas de suas igrejas aos "excluidos". Se nas igrejas só pudessem entrar pessoas perfeita, pra que serviria a igreja ? Fica a pergunta..

  2. O que Cristo faria???? Defenderia a Santidade…Estamos caminhando para a iniquidade.

    • Thiago Nogueira
      " Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina
      da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar
      novidades, ajustarão mestres para si.
      Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas"
      (Timoteo 4, 3)

  3. Homossexuais

    Acolher ou jogar aos leões ?

    O que Cristo faria ?

  4. existe uma grande diferença entre ser filho de Deus e criatura.
    Será que alguem sabe por qual motivo Jesus morreu por morte de cruz, foi espancado, humilhado? pois bem, para que nos pecadores tivéssemos a oprtunidade unica de nos aproximar de Deus, embora muitos digam que sao filhos de Deus, e preciso antes aceitar Jesus como heroi de sua vida, mas alem de aceitarmos e cremos nele, para quesejamos considerados filhos de Deus temos que viver de acordo com os ensinamentos de Jesus., Deus pai nos ama como somos, porem se magoa com nossos atos de prostituição, orgias, homicídio, adultério, etc…..
    tenho certeza de que Deus nos deseja enchertados em seu corpo, que ele nos deseja como filhos adotivos, e herdeiros de seu reino, mas como um pai pode desejar um filho que deseja a sua vergonha, humilhação, somos imagem e semelhança de Deus, porem para sermos considerados filhos temos que viver de acordo com a palavra de Jesus que correto aos olhos do pai. que Deus em sua infinita misericordia venha nos salvar de nossas fraquezas, em nome de jesus.

  5. Marco Antonio disse:

    Estão ma mídia, estão na berlinda, mas tudo isto passa, e ficarão sendo o que sempre foram, rebeldes heterofóbicos que não aceitam críticas e não tem respeito pela opinião dos outros. Como "muitos" parecem temê-los deitam e rolam. Quando mandarem-nos procurar sua turma a farra acaba.

  6. pelo amor de Deus e ainda tem isso…rapa Jesus ta voltando msm o

    • os gays e lésbicas são filhos de Deus, que não faz acepção de pessoas. Somente Ele poderá julgá-los.

      • Concordo. São filhos de Deus também, mas mesmo assim não podem ser imunes à críticas. Hoje a coisa está um absurdo, qualquer opinião que seja contrária a dos homosexuais é logo taxada de homophóbica. Que lutem pelos seus direitos, mas não podem ser considerados acima do bem e do mal.

  7. “Para as pessoas que entenderam o cartaz como provocação, eu peço desculpas sinceras. O objetivo maior era criar um diálogo sobre o assunto."
    Lamento discordar do Sr. Modesto, mas isso não tem nada a ver com criação de dialogo, desde a parada gay de 2011 a LGBT vem promovendo a ridicularização de símbolos católicos em tom de deboche apenas para mostrar oposição. Imagine se um Cristão seja ele católico ou evangélico fizesse qualquer cartaz com alguma cena onde a bandeira LGBT fosse destruída, os comentários alvoroçados estariam cheios de "vejam o ódio da igreja contra os homossesuxais" e "esses cristãos homofóbicos vivem na obscuridade e incitam claramente a violência contra a população LGBT", é hilário ver pessoas exigindo "respeito"(como se cristão maltratassem homossesuxais) quando a única coisa que sabem fazer é ser intolerantes e perseguir quem são contra eles. Tudo isso para defender esse fantasma criado por eles chamado homofobia, criaram uma tal de "nação homofóbica" com se vivessem num país muçulmano e não pudessem nem sair na rua de mãos dadas com seu parceiro, está faltando mais sensatez na cabecinha fechada desse povo cabeça dura.

    • Marco Antonio disse:

      Weberson Ramom – Não respeitam e querem respeito; discrimanam e não querem ser discriminados; incitam o odio e não desejam o ódio para si; avocam para si privilégios, para os outros nada; não toleram ser apontados mas açontam para todo mundo; são heterofóbicos e acusam os congtrários de homofóbicos; não admitem ser tocados mas tocdam em todo mundo. O que desejam afinal, uma planeta, um país, um estado, uma cidade só deles? Que então saiam do mundo!…

    • Filipe Gioielli Mais um blá-bla-bla marxista.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 430,909 comentários no Notícias Gospel.