Adolescente é condenado a 2 anos de prisão por publicar foto em que simulava receber sexo oral de Jesus

3

Após o desafio da blasfêmia contra Deus ter se popularizado no Facebook por iniciativa de ativistas ateus, um caso de desrespeito à fé cristã na rede social levou a uma condenação por profanação.

Um jovem do estado da Pensilvânia (EUA) publicou uma foto em que ele simula receber sexo oral de uma estátua que representava Jesus. A imagem foi feita próximo à sede da organização cristã Name of Christ (“nome de Cristo”, em tradução do inglês), na cidade de Everett.

Nos comentários da foto as manifestações dos usuários foram as mais diversas. “Você é incrível” e “Este é o céu” estavam entre as respostas mais comuns dos que aprovavam a atitude do rapaz.

“Isso é repugnante, mesmo se você não acredita, você deve ter um pouco de respeito para com aqueles que vão para o céu’”, escreveu um dos internautas que discordaram da atitude.


A condenação do adolescente a dois anos de internação numa instalação para menores de idade que cometem crimes se deu através de uma lei de 1972 e que raramente é usada. O texto da legislação pune a profanação de objetos venerados, segundo informações do Huffington Post.

Se não fosse condenado por profanação de objetos venerados, o jovem poderia ser enquadrado em vandalismo, que tem pena máxima prevista de um ano de prisão.

Um caso semelhante ocorreu em janeiro de 2012, quando uma universitária foi processada sob a mesma lei após ter urinado em um presépio, segundo informações do site Noticia Cristiana.


3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA