Filme cristão nacional Amoravesso aborda a homossexualidade a partir dos princípios bíblicos

5

Um filme cristão sobre a questão da homossexualidade foi lançado recentemente pelo grupo Artefé, ligado à Igreja Assembleia de Deus O Exército, da cidade do Guarujá, litoral paulista.

O filme Amoravesso – A Luta por um Ideal e a Descoberta do Amor Verdadeiro foi produzido pelo Artefé para falar sobre a questão da homossexualidade à luz da Bíblia e trazer à tona temas delicados que são inerentes ao assunto. O Artefé se apresenta como um movimento cultural cristão que atua desde 2010, sob a liderança do pastor Roberto Lopes, e que visa difundir valores e princípios cristãos através da arte.

No longametragem, uma ativista gay que adotou uma criança com sua companheira se vê perante a necessidade de refletir sobre sua vida, escolhas e a sociedade em que vive, quando a ex prostituta que é a mãe biológica da criança adotada reaparece para tentar reaver a guarda de sua filha.

A produção de Amoravesso levou dois anos para ser concluída, e o financiamento do filme foi feito com a ajuda de comerciantes locais, da Secretaria de Cultura do Guarujá e da Film Commission.


Com um elenco de 35 atores, todos da baixada santista, o filme estreou no dia 12 de novembro de 2012, no auditório da Unaerp, no Guarujá. Entretanto, Amoravesso não percorreu o circuito comercial e está sendo divulgado diretamente em DVD, segundo informações da assessoria de imprensa do Artefé. Para saber mais sobre o projeto, acesse o blog amoraoavesso.blogspot.com.br.

Confira o trailer do filme no vídeo abaixo:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

5 COMENTÁRIOS

  1. A bíblia representa um perigo para a saúde mental das pessoas. Ela suspende os pressupostos do raciocínio lógico, fazendo com que o paciente alimente pensamentos absurdos, vazios e sem o menor sentido.

    Estabelece o divisionismo, a segregação, a pretensão arrogante , atrevida e petulante de postular o absolutismo da virtuosidade, o que é um tremendo equívoco. Enfim, um sonífero de 2000 páginas causador de todo quanto é tipo de desgraça entre os humanos.

    NDSIMAS@YAHOO.COM.BR

  2. Quando falam do assunto “à luz da palavra de Deus” (estão se referindo à Bíblia, não é isso?) eu me pergunto de onde tiraram essa luz já que a Bíblia fala pouquíssimo, até onde eu saiba, sobre o assunto. Espero que não tenha se baseado em Levítico, hihihi

    Acho que o “à luz da palavra de Deus” desse filme deve ser assim = é pecado, mas ninguém sabe ao certo o que dizer para alguém que vive isso pq não compreende a situação e não tem na verdade respostas prontas para as perguntas mais complexas que emanam desta questão.

    Acho que ainda é preciso muito mais paciência e estudo sobre isso para antes sair por aí lançando qualquer filme sobre o assunto, qualquer. Me perdoem se estou enganado. ;)

DEIXE UMA RESPOSTA