Ateu que tinha 1% de chance de sobreviver a cirurgia cardíaca testemunha milagre e conversão

66

O fiel Ivan de Oliveira Almeida, 66 anos, testemunhou que sua vida é um milagre, após ser submetido a uma cirurgia cardíaca em que os médicos o deram 1% de chance de sobrevivência e ele resistiu.

Almeida teve “aneurisma de aorta, lesão obstrutiva, insuficiência de valva aórtica, disfunção de ventrículo esquerdo e ventrículo direito, e derrame pleural”, o que levou a artéria aorta a ter doze centímetros de diâmetro, quando o normal é de 2 a 2,5 centímetros. Em muitos casos, quando ela se expande até 4 cm, se rompe e leva o paciente à morte.

“Os médicos avisaram a minha família que eu não ia voltar, pois o aneurisma era o maior que eles já tinham visto lá no hospital. Durante a cirurgia, que demorou 12 horas, dentre outros procedimentos os médicos trocaram válvula e fizeram enxerto. Com isso o meu coração ficou por muito tempo fora do meu corpo. Quando o colocaram de volta, colocaram também um aparelho chamado marca-passo, para que fizesse o coração voltar a bater, e então viram surpresos que não precisava de marca-passo, pois o milagre já estava acontecendo. Na hora em que acordei da cirurgia, com dez médicos à minha volta, eu entendi que cada um deles ali era testemunha do milagre do Senhor”, testemunha o fiel.

Membro da Igreja Mundial do Poder de Deus, Almeida diz que até o dia da cirurgia era ateu, mas a iminência de sua morte o fez aceitar Jesus e crer que ele poderia salvá-lo.


“Eu era ateu e achava que quem pregava o Evangelho só queria explorar o povo. Hoje sou um milagre de Jesus! Acredita em Jesus, gente! Entrega sua vida a Ele! Ele ergue da sepultura o que está morto! Eu era ateu e Ele me ressuscitou! Até o último segundo da minha vida eu vou falar desse milagre! Eu era maratonista e parei de correr em dezembro de 2012 por causa dos problemas no coração. Em fevereiro de 2013 fui para o CTI do Instituto Nacional de Cardiologia e no dia 20 de março fui operado. Jesus pôs a mão sobre mim e disse: ‘Você viverá para levar a Minha Palavra ao mundo’. Jesus vive, gente! Antes da cirurgia, este meu amigo aqui ao meu lado me disse para orar, e eu respondi que passei 66 anos sem crer em Jesus e que seria hipocrisia orar naquele momento. Então, na hora da anestesia, já dentro do centro cirúrgico, pedi um minuto ao médico e em voz alta, quase gritando mesmo, eu disse: ‘Senhor Jesus Cristo, a Ti entrego o meu corpo, a minha alma e a minha vida. Fazei de mim o que quiseres’. E me entreguei à morte, porque eu sabia que ia morrer. Mas Ele disse que não era a hora!”, declarou ao site da denominação.

O Instituto Nacional de Cardiologia, no Rio de Janeiro, é tido como um centro de excelência nacional pelo Ministério da Saúde, e oferece atendimento em cardiologia e cirurgia cardíaca, sendo a única unidade pública do estado que realiza cirurgias cardíacas neonatais.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

66 COMENTÁRIOS

  1. AI que sirva de exemplo para estes ateus ateus gnósticos e companhia ltda deste site, tais como o pai da hipotenusa o doutor Pitágoras e outros mais por ai, agorinha eles vem com suas desculpas esfarrapadas sem argumentos sólidos pois os mesmos não tem, ai vao falar pelas beiradas como e de seus costumes não e mesmo Senhor Pitágoras, fica ai nesta besteira de querer justificar o injustificável, venham logo para os pes Jesus tao esperando o que mesmo, esperando a morte chegar e não ter mais tempo? ANDA LOGO

  2. Glória a Deus. Uma história muito bela de conversão. O tal ateu era tão justo e humilde, que não se sentiu digno de orar a Deus depois de 66 anos sem crer nele.

  3. Não creio que houve um milagre só, aqui. Vários “milagres” vistos: nas vidas dos profissionais presentes, que foram capacitados para estudar, com toda dificuldade, com pressões, foram testados, formaram-se e atuam com amor à profissão; milagre nos profissionais que pesquisaram técnicas desenvolveram aparelhos, metodologias para diagnosticar doenças e interferir buscando a cura; milagre de um centro hospitalar preparado, com equipamentos funcionando à disposição de técnicos altamente capacitados. E o milagre de Deus, em usar estas pessoas que Ele deu inteligência, disposição, motivação para estudar, pesquisar e interferir naquilo que o homem pode e deve fazer. E o milagre da fé, em transformar 1% em vida novamente! Deus opera através da sua criação, isto é real! E o impossível aos homens, ela fará dentro de Sua vontade e para Sua glória!

    • L,V,Bragança
      O seu comentário é de um típico evangélico incrédulo.
      O que esta ênfase aí?
      Os médicos,os técnicos,os aparelhos ou a manifestação do poder de Deus e a cura do ateu e logo em seguida a conversão do ateu?
      Vigia pois você desprezou um milagre de Deus tentou tirar a Glória dEle antes de me rebater observe seu comentário.

      • Meu amigo Ex, eu não tirei a glória de Deus em nenhum momento aqui! Se você leu atentamente o comentário, percebeu que eu vi vários milagres!Glorificar a Deus é reconhecer sua majestade, sua santidade, soberania, suas obras ( “os céus proclamam a gloria de Deus, e o firmamento anuncia as obras de suas mãos” Sl. 19:1) Deus é glorificado quando um homem, criado à Sua semelhança, dotado de inteligência, capacitado e com talentos, se prepara e realiza obras grandiosas (como esta cirurgia), ou desenvolve máquinas e técnicas úteis à vida. Deus é glorificado em usar pessoas que Ele criou e capacitou, para fazer operações fantásticas ao longo da vida! Quanta coisa o ser Humano, apesar de totalmente depravado, tem feito de forma humanitária e benevolente? Isto é resultado da imagem de Deus no Homem, apesar de nada destas obras levá-lo à salvação. Mas isto glorifica o criador! Sua visão limita a glória de Deus a um ato de cura e salvação de um possível ateu, que é uma obra maravilhosa, eu creio sim que é um milagre, mas a glória de Deus está muito além desta visão míope imposta por um misticismo exarcebado, excessivo, que reduz o Senhor da Glória a um mero realizador das vontades compulsivas de seus supostos servos. Deus é glorificado em usar pessoas para fazer sua vontade, como foi com Ciro, o persa, usado para cuidar de Israel e ser juiz das nações (embora não fosse temente a Deus. Is. 45:1ss.) Deus usa remédios feitos por homens para curar,( 2º Rs. 20:7); o leite de cabra e o mel, entre outros, eram tidos como remédios pelo povo (Pv. 16:24); Paulo recomendou a Timóteo tomar um pouco de vinho por causa do estomago e das frequentes enfermidades (1ª Tm. 5:23). Trófimo ficou doente e foi deixado em Mileto (2ªTm. 4:20), Epafrodito também esteve doente, (Fil. 2:27). Em que estas situações diminuíram a glória de Deus? Em que o reconhecimento de homens capacitados e suas técnicas vai diminuir a gloria de Deus? Meu amigo Ex, eu de fato não me identifico como evangélico. Sou um servo de Deus, fundamentado na Bíblia, membro de uma igreja local séria, que não compactua com a infame teologia da prosperidade, com o neo-pentecostalismo que barateia a graça de Deus, e o misticismo que vulgariza a fé. Creio no sobrenatural operado por Deus, e já vi Milagres de fato, inclusive em minha família.

  4. É pior de tudo, em verdade, que não foi convertido apenas o enfermo, trouxe com ele e seus problemas, no mínimo a metade desse dez médicos, ou seja, a entrega de Deus desse ateu nas mãos dos médicos teve dois propósitos, um o referente ao enfermo, o outro quanto aos médicos, que insistem em dizer que não há Deus, sendo comum eles olharem para os casos sem solução e dizer entreguem nas mãos de sua fé, pois não podemos fazer nada, embora tenhamos a obrigação de tentar.

  5. Milagre seria se o pastor tivesse operado o homem na igreja sem a ajuda de médicos e medicamentos. Se um médico salva uma vida agora é milagre? E a mediciana, onde fica? Desvalorizada? O homem possivelmente teve febre e consequentemente delir! Porém acho perfeitamente normal que pessoas se agarrem a fé em momemtos dificeis!

    • Diogo, se o milagre fosse operado na igreja e sem a ajuda de médicos e medicamentos, como acontece em algumas igrejas, ainda assim você o negaria.

      Por maior que seja o milagre, o ateu sempre vai negá-lo, pois é no coração que está resolvida a incredulidade.

      • Bereano, como sabe se o ateu iria negar se nunca aconteceu de haver um milagre em canto algum? Se um dia ocorrer algo milagroso, por exemplo, uma igreja surgir do chão cheio de raios e terremotos com um monte de anjo em volta anunciando o domínio de deus na Terra, ou mesmo Ayrton Senna sair da tumba dele e pregar sua ressurreição, aí pode ter certeza que o ateu vira crente. Qualquer outro evento em que as leis da natureza sçao obedecidas, sem chances. Continua sendo apenas fantasia.

    • Diogo,

      O modo como você acha que é o correto, ou seja, sem a presença de médicos seria charlatanismo, curandeirismo, exploração da fé alheia.

      Deus quer provar que Ele é o cara, aí leva o enfermo para o meio do médicos para salvar esses profissionais também.

      Agora existe um detalhe que você não percebeu ainda ou então se faz de desentendido, qual seja, as informações do organismo todas inversas a um ser vivente, tanto que os próprios médicos devam ter se reunido em torno dele apenas para vê como reage em o corpo em situações tão adversas, em verdade, devam ter ido acompanhar a morte do enfermo, mas saíram boquiabertos.

      Quanto ao pastor da lipo, os médicos fazem essa cirurgia em prol de quem pode pagar, os que não podem, a fé ou coisa que o valha.

    • Essa do ateu no avião caindo é patética. Por acaso os cristãos estarão comemorando emocionados o fato de que vão se encontrar com Deus? Ou estarão tão histéricos e apavorados como qualquer outro descrente? Que falta de fé!

      Responda uma coisa: quem o crente procura quando está severamente enfermo? O pastor ou o médico?

      • Sua resposta é tão confusa quanto sua cabeça! A pessoa cristã é tão humana quanto um descrente. Um cristão trabalha, come, dorme, tem temores, tem problemas, fica doente(e precisa ir em médicos), ou você acha que basta um estalar de dedos, e VUPT! ESTOU CURADO!!! Só mesmo idiotas acham isso, não estou dizendo que é o seu caso, mas se a carapuça servir…
        O que diferencia alguém que tem fé(falo uma fé verdadeira, não alguém que diz ter fé.), é a força que ele(a) encontra na palavra de Deus para enfrentar os problemas e as angústias da vida. Ter fé não é garantia de escapar da morte. Se nem Cristo escapou dela, por que algum outro ser humano iria escapar? Com exceção claro, os que estiverem vivos no arrebatamento!

        • E tua resposta é tão insuficiente quanto a fé. Se o servo do deus cristão é tão normal quanto qualquer outro, então, por que viver uma vida cheia de restrições, preconceitos e uma moral tão ultrapassada? Não me venha com a conversa da promessa de estar bem ninguém sabe quando. Prometer é fácil demais. E ainda sem data, piorou. O mundo real é bem diferente disso. Se o avião tá pra cair, as pessoas dentro dele escapam se o piloto for bom o suficiente. Se você tá com doença séria, só escapa se o médico for bom o suficiente. Quanto ao texto acima, eu ficaria surpreso se a chande de escapar do carinha fosse 0% e ele voltasse dos mortos.

      • Vai la na igreja mundial que você vera não uma mas milhares de seres humanos em sua maioria absoluta são de católicos e de crentes também procurando libertação e curas dos males que os afligem e de que eu saiba la ate tem médicos também mas estão la para Glorificar ao Senhor, agora se você não acredita tira suas próprias provas e vai la entra la dentro e comprove com seus próprios olhos, mas se você quiser ir em minha igreja também sera bem vindo e comprovaras com os teus próprios olhos, e bem verdade que a ora em que começar a oração com certeza você caira, mas não se preocupe quem estará ti jogando por terra sera a sua incredulidade, colocada em você por espíritos opressores que você não sabe pois eles vive te enganando, mas pode ficar tranquilo que la você sera liberto destes destes espíritos malignos e você não caira no chão por que nos somos misericordiosos não que não mereças, mas tu te veras caindo mas veras também os filhos de DEUS te aparando para que não cais de todo com seu rosto em terra, mas com certeza tu veras a Gloria de DEUS se manifestando, va não fiques a escutar a outrem tire as provas você mesmo, ou vai na Deus e Amor ou na mundial ou na minha Ministério missões, se um pastor dos nossos orar e se você não cair eu deixo de ser crente, a não ser que você seja um crente consagrado,´por que se você não for pode ter certeza que você vera a AGIR DE DEUSSSSSSSS, ALELUIAS

  6. “Os médicos avisaram a minha família que eu não ia voltar, pois o aneurisma era o maior que eles já tinham visto lá no hospital. Durante a cirurgia, que demorou 12 horas, dentre outros procedimentos os médicos trocaram válvula e fizeram enxerto.”
    Usaram a melhor tecnologia já desenvolvida, e o crédito ficou para Jesus!

  7. Aos interessados sobre o desenrolar dos fatos sobre o comentário citado pela Lorena que, supostamente, eu teria feito, ofendendo o pastor Clamando. É só entrar no tópico do Caio Fábio e lá terão todo o histórico dos meus contatos com o Renato Cavallera.

  8. Eta historinha mal contada ! O cara se diz ateu, mas participa de uma igreja… Ele acorda, vê 10 médicos à sua volta, e atribui o sucesso da operação, a um ser ausente, invisível e que só cristãos acreditam existir ? Com tanto médico em redor, num hospital bem equipado, qualquer jesus ignoto faz qualquer milagre. Eta “ateu” mais crente do mundo.

    • Pitágoras,

      Já que não foi Deus que criou o mundo, então quem foi? Você ou foi do nada? Se foi do nada, será que Deus também não poderia ter vindo do nada também não?

      Estou querendo que você me convença, se convencer, passarei a ser ateu,

    • Ora Varela, não querendo “convencer ninguém a ser ateu, isso é uma questão pessoal, oriunda de RLL (raciocínio lógico e livre). Vc. mudou de tema mas lá vai: A questão não é “quem criou” e sim, como surgiu o mundo. Se o universo não for eterno, então surgiu do nada. Como? Sinceramente não sei, e penso que ninguém sabe, e o que temos são apenas hipóteses.

  9. Se Deus é tão insignificante assim,e se ele não existe para alguns…porque tanta discussão por alguém que não existe? Tanto cristãos como ateus se equivocam na interpretação errada de que somos intocáveis e superiores. Somos tão falhos e pecadores como qualquer um. Somos humanos,com uma natureza carnal sujeitos a qualquer provação dessa vida. A fé é opcional. Uns creem puramente na ciência,outros creem somente em Deus. O cristão que se preza,crê que Deus usa as pessoas para o bem comum. Se não fosse os médicos,ele não teria se curado sozinho. Mas sabemos que se a história confere,teve a mão de Deus sim! Todas as coisas cooperam para o bem,não só daqueles que o amam,mas daqueles que ele quer alcançar. Acho que nós seres humanos,deviamos reconhecer o lado bom de todas as coisas! E nos respeitar e tolerar o máximo! Liberdade de expressão,desde que haja respeito.

DEIXE UMA RESPOSTA