Recebi um chamado espiritual para atuar em “Deus Não Está Morto 2”, diz protagonista do filme

2

A atriz protagonista do filme “Deus Não Está Morto 2”, Melissa Joan Hart, contou que a decisão de atuar no longa-metragem atendeu a um chamado divino, mas teve um alto preço a ser pago, por causa de perseguições sofridas.

“Eu tive um momento difícil na minha vida pessoal, quando resolvi dar espaço a este filme. Eu me senti muito perseguida dentro do meu próprio círculo interior… Mas eu também me senti muito chamada para fazer este filme”, afirmou a atriz.

Segundo informações do Christian Post, Melissa evitou assistir o primeiro filme enquanto não tivesse acesso ao roteiro da sequência. Quando conseguiu cumprir seu objetivo, assistiu “Deus Não Está Morto” e sentiu-se confiante para aceitar o papel: “Foi uma história muito importante que pude contar. Fazer este filme tornou-se uma das grandes bênçãos da minha carreira”, testemunhou.

O primeiro filme arrecadou mais de US$ 100 milhões em bilheteria ao redor do mundo, em 2014, e o mesmo sucesso é esperado para o novo longa, que mostra a jornada de uma professora que se torna o centro de um episódio de perseguição religiosa e cerceamento da liberdade de crença e expressão.


Além de Melissa Joan Hart, que ficou conhecida nos anos 1990 como a protagonista da série de TV Sabrina – Aprendiz de Feiticeira, o filme traz no elenco os atores Jesse Metcalfe, da série Desperate Housewives; David A. R. White, Pat Boone, Hayley Orrantia, Benjamin Oyango, Paul Kwo, Ray Wise, Sadie Robertson e Robin Givens.

Comoção

Pesquisas conduzidas pelo instituto LifeWay Research nos Estados Unidos apontou que 60% das pessoas enxergam que há uma redução em sua liberdade religiosa, enquanto 63% dos cristãos acreditam que a fé cristã está sob ataque de intolerância.

Ygor Siqueira, diretor da 360WayUp – distribuidora do filme no Brasil, revelou ao portal Guia-me que o público tem ficado comovido com o enredo da continuação do filme: “Foi bem melhor do que eu esperava. Eu sempre fico com medo, porque na verdade é o público que manda. Desde a primeira estreia foi fantástico, a liderança gostou muito. Muitos estão falando que o segundo é melhor do que o primeiro. Superou qualquer expectativa”, comemorou.

A cantora Brenda dos Santos, que assistiu ao filme na estreia, observou que o crescimento de filmes com temática cristã nos cinemas é uma forma de cumprir o “Ide”: “O pessoal que faz parte da igreja tem uma aceitação boa, mas o objetivo mesmo é alcançar aqueles que não conhecem a Palavra”, comentou.

Assine o Canal

2 COMENTÁRIOS

  1. Como as pessoas falam as coisas mais absurdas pra tentarem estribar suas ideias reprovadas.

    Oportunismo comercial e promoção pessoal é disto do que se trata.

    De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Romanos 10:17

DEIXE UMA RESPOSTA