Conselheira de casais diz que a “pornografia é a isca de satanás” para destruir casamentos

63

A pornografia é a “isca de satanás” para acabar com os casamentos, e por isso, a Igreja precisa lutar contra ela. Essa é a opinião de uma conselheira matrimonial que dedica seu ministério a cuidar de casais em crise.

Recentemente, uma pesquisa mostrou que a incidência de vício em pornografia no meio cristão é acima da média da população em geral. Nesse contexto, Trena Mewborn, responsável pelo ministério de aconselhamento matrimonial da Igreja Batista em Lakeland, no estado da Flórida (EUA), afirmou que aproximadamente 50% dos casais que buscam ajuda mencionam a pornografia como a fonte de seus problemas.

Em entrevista à emissora Christian Broadcasting Network (CBN), Trena afirmou que essa “praga sexual destrutiva” que vem atingindo as famílias cristãs não é simples, por ter sua detecção dificultada pela vergonha que causa em quem consome esse tipo de conteúdo.

A conselheira afirmou que, no geral, a percepção é que “cristãos não acessam pornografia” e “cristãos não lutam contra pecados sexuais”, o que é um erro, pois, pessoalmente, ela tem ajudado centenas de viciados em sexo.

Em um alerta, Trena destacou que a Igreja tem um papel importante a assumir, porque um viciado não consegue se livrar da dependência sozinho, e precisa ser estimulado a buscar ajuda. Ou seja: o tema precisa ser abordado francamente, livre de julgamentos, para que as pessoas sintam-se encorajadas a procurar os conselheiros. “Eu, pessoalmente, não conheço ninguém que tenha lutado sozinho contra um vício muito ruim e tenha obtido sucesso”, disse ela.

“Pensar que você pode ter sucesso em luta assim sozinho é loucura”, afirmou Matt Russell, um dos que receberam aconselhamento com Trena. “É o isolamento que satanás quer que você use nesta situação, porque ele pode te derrubar com mais facilidade”, acrescentou.

Ele afirmou que o vício em pornografia surgiu aos 18 anos, e isso se arrastou por muito tempo, fazendo com que seu casamento ficasse à beira da destruição. Nesse ponto, ele se deu conta de que precisava corrigir seu erro e buscar ajuda para salvar seu matrimônio.

Na Igreja Batista de Lakeland, onde o pastor Jay Dennis promove o combate à pornografia e vício sexual como uma prioridade, ele recebeu ajuda.

O pastor Dennis, que publicou um livro sobre o tema, intitulado “Our Hardcore Battle Plan” (“Nosso Plano para a Dura Batalha”, em tradução livre), afirma que satanás continua enganando, fazendo as pessoas pensarem que elas podem manter a “aparência cristã, enquanto desfrutam do sexo ilícito”, o que pode levar a consequências terríveis, e que portanto, vale a pena procurar ajuda.

“Eu posso dizer isso, porque lidei com muitos homens que se libertaram. A alegria retorna, a paz retorna. Eles não estão mais preocupados em serem flagrados. A culpa se foi, a vergonha se foi”, disse, em tom encorajador.