Convenção das Assembleias de Deus elege hoje novo presidente, que comandará denominação pelos próximos 4 anos; Entenda

7

A eleição para a próxima diretoria da Convenção Geral das Assembleias de Deus (CGADB) acontece hoje, com a presença de mais de 24 mil pastores inscritos para a 41ª Assembleia Geral Ordinária (AGO), realizada em Brasília, DF.

O resultado da votação, que é manual, tem esta sexta-feira, 12 de abril, como prazo máximo para sua divulgação.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o pastor José Wellington Bezerra da Costa, atual presidente e candidato à reeleição, é favorito na disputa com Samuel Câmara, que disputa a eleição pela terceira vez.

Para tentar reverter o favoritismo de José Wellington, Samuel Câmara fez propostas ousadas, como aumentar a presença das Assembleias de Deus no rádio e na TV, com a fundação de uma rede própria. Câmara também propõe o fim da reeleição, a fim de estimular a rotatividade e o surgimento de novos líderes na denominação.


O vencedor da disputa comandará pelos próximos quatro anos, um patrimônio expressivo, que inclui uma editora e uma fundação voltada à educação, além dos investimentos que a CGADB fará nos próximos quatro anos e os rumos que a Assembleia de Deus e seus 12 milhões de fiéis poderão tomar.

Marco Feliciano

A Folha de S. Paulo destacou que o pastor “é considerado ‘peixe pequeno’ na complexa política interna da entidade”, e o G1, apenas relatou que Feliciano permaneceu por pouco tempo no local, apesar de o pastor ter visitado o estande da CPAD e ter tirado fotos com os presentes. A grande mídia deu destaque à presença de Marco Feliciano entre os inscritos para votar, após os convencionais aprovarem uma moção em seu apoio.

O pastor José Wellington aproveitou o momento para afirmar que não criticou o deputado em uma entrevista para o jornal O Globo, “eu jamais disse a ele o que ele [jornalista] publicou”, disse o pastor que afirmou ser apoiador de Feliciano. O jornalista do O Globo afirmou que publicou a verdade do que foi dito pelo atual presidente da CGADB.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

7 COMENTÁRIOS

  1. Igual Política,tudo a mesma coisa,vence o que mais agradar ou pagar,ou que mais convencer,é fato! depois dizem a frase como sempre “Irmãos Deus escolheu,e patatipatatá…”a verdadeira essência de Evangelho se foi ao vento,tudo tem que ser misturado a podridão da Política cotidiana,se assim não fizerem a coisa não anda.Não vai,não desenvolve.Estaguina- se os Logotipos,as Denominações.Dividiram-se os Deuses.Deus para denominação tal,que pode fazer ou usar isso,Deus para uma outra que nada pode,e Deus,e Deus e Deuses…

  2. esta na hora de mudar, a igreja virou empresa familiar se o presidente tem filho, passa para ele, se não tem filho mais tem filha paas para o genro , e porque para continuar a receber seu gordo salario, mude assembléia referencia do evangélhoi no Brasil

    • Como membro, é lamentável que o voto seja apenas de amigos de ministério, pois se fosse do povo da igreja em torno de 12.000,000 milhões o resultado seria diferente.
      Isso nos faz lembrar a ditadura onde o voto era indireto.
      O fato é: quem paga e sustenta não pode votar, só os que recebem.
      Lamentável…….
      queria Saber oque é que Jesus Cristo Acha Disso….

  3. Quem defende sc geralmente não possui motivação salvífica, tenho 45 anos mais tive oportunidade de aprender a ser assembleiano com pastores abnegados e espirituais, que respiravam amor á sua profissão de fé; e mais que isso tiveram tudo para enriquecer, mas viveram simples… sem usura. Cara Ana, voce demonstra falar do que não conheceu.Hoje os assembleianos de Belém, não tem púlpitos santo, são palcos, há desfile de modas no tal centenário, centenas de pessoas foram ungidas a pastor para a eleição deste senhor executivo. Há congregação que tem 08 “pastores”. cheios de gelo para congelar crentes.

  4. Não sou racista, e nem homofobica, sou cristã, e penso o seguinte – vai pro inferno quem quer, Deus é misericordioso, mas não ama o pecado, o homem tem livre arbitrio (escolha) a salvação e de graça. Com tanta informação e a alta promulgação do evangelho só vai para o inferno quem quizer, e aqueles que não aceitam o sacrificio de Jesus Cristo. A igreja não deveria se preocupar com esta questão, e sim em apregoar a palavra que salva e liberta. Pois DEUS é quem vai fazer justiça e dizer “VINDE BENDITOS DE MEU PAI RECEBER POR HERANÇA O QUE ESTA PREPARADO……”

    • Marinalva Soares Tavares,
      Ai que está o “X” da questão, se continuar como esse grupo quer, você e ninguém poderá pregar a Bíblia pois ela sempre, sempre vai de encontro com suas más condutas, li momentos atrás uma informação onde uma irmã foi parar na Delegacia, só porque ela diz “Jesus quer salvar sua alma…”, você vai se atrever dizer a um homossexual “Jesus te ama”, assim que essas leis, que eles querem ser aprovadas?
      A Bíblia diz que os filhos das trevas são mais sabias do que os filhos da luz, vamos lá, devemos pregar o Evangelho, é mandamento. Mas também devemos exercer a nossa cidadania, caso contrário, você, eu, e todos Evangélicos seremos atropelados, por exercer a nossa fé e obedecer a Palavra de Deus.

      AMAR o ser humano sempre,
      ACEITAR suas práticas, jamais…

DEIXE UMA RESPOSTA