Cristão é condenado à prisão no Egito por insultar Maomé no Facebook

4

Recentemente um cristão copta foi condenado a seis anos de prisão no Egito por ter, supostamente, ofendido o profeta Maomé. A ofensa que o homem, de 29 anos, teria cometido teria sido feita em um post em sua conta do Facebook.

O Islã proíbe qualquer representação de Maomé, o é considerada uma blasfêmia. De acordo com a agência AFP, o cristão condenado publicou uma imagem na rede social com o que seria uma imagem do profeta, além disso, ele ainda teria feito uma observação ofensiva contra o profeta fundador da religião,

A publicação feita pelo cristão egípcio motivou uma revolta entre a população islâmica do sul do país, e seis pessoas chegaram a se reunir para atirar pedras em sua residência como forma de vingança pelo suposto insulto.

A polícia teve que intervir para evitar uma tragédia, e prendeu os seis agressores, que foram libertados mais tarde. O cristão também foi preso, mas não foi liberado. Com a decisão do tribunal contra o suposto insulto a Maomé feito pelo cristão, ele deve permanecer na cadeia.


O Egito tem 86 milhões de habitantes, dos quais apenas 10% são cristãos. Eles enfrentam uma grande discriminação no país, e são alvos de ataques contra suas igrejas e suas casas.

4 COMENTÁRIOS

  1. Não se calar sobre o amor de deus é louvável, mas mexer com quem está pronto para matar por nada é burrice, já diz a palavra os filhos das trevas são mais prudentes que os filhos da luz.
    Manso como a pomba mas prudente como a serpente.

  2. E a mais pura das verdades a Santa Palavra de Deus não mente, como pode um Cristão sabendo que colocar a mão no ninho de serpentes esta caçando pra cabeça, nos Paises muçulmanos não se deve falar mal do Abulgasim Mohammad ibin Abdullah ibin Abd al-Muttalib ibin Hashin–vulgo Maome, com acento no e,pois os muçulmanos o tem como um profeta supremo, falar mal do Abulgasim e cavar a propria cova, falta prudencia nestes povos muita prudencia

  3. Não acredito em perseguição porque se as leis daquele país não permite coisas do tipo, porque desobedecer. Todo cristão, assim como qualquer cidadão estão sujeitos às leis do país onde vive ou onde está. Nós que somos cristãos devemos obedecer as leis para não passarmos por esse tipo de constrangimento. Exista a necessidade desse moço insultar o “deus” daquele povo? acredito que não, então ele foi preso por não vigiar.

DEIXE UMA RESPOSTA