“Cura Gay” – Pastor Marco Feliciano lembra eleições em 2014 e recomenda “juízo” ao governo: “está mexendo onde não devia”

22

A aprovação do projeto que visa regulamentar o tratamento de homossexuais por psicólogos, apelidado de “cura gay”, pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) na tarde de ontem, 18 de junho, gerou reações em desaprovação por parte de entidades como o Conselho Federal de Psicologia (CFP) e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O projeto de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO) é um decreto legislativo que prevê a anulação de uma resolução do CFP, que proíbe os psicólogos de atenderem a homossexuais que busquem ajuda para serem reorientados sexualmente.

O CFP publicou nota manifestando indignação pela aprovação do projeto na CDHM: “O que aconteceu na tarde desta terça-feira configura um episódio triste para a história brasileira, que enfraquece a luta pelos Direitos Humanos no Brasil e, consequentemente, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias”, dizia trecho da nota.

Cynthia Ciarello, conselheira do CFP, afirmou ao jornal Folha de S. Paulo que espera que o projeto não siga adiante: “Nossa expectativa é de que na CCJ isso caia, porque entendemos ser inconstitucional a Câmara legislar sobre o exercício de uma profissão”, afirmou. “Os conselhos são uma autarquia pública e a resolução visa proteger a sociedade dos serviços dos profissionais, evitando preconceito e discriminação”, complementou.


Cynthia afirmou que a resolução do CFP não impede que psicólogos atendam homossexuais, apenas que a homossexualidade seja tratada como doença: “Não há nenhum impedimento de atender pessoas. O profissional está impedido em compreender o caso como de patologia”.

A OAB afirmou em nota que a aprovação é “mais um dos absurdos cometidos pela chamada de Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados […] É lamentável uma proposição como essa justamente no momento em que o país assiste a uma mobilização social capaz de enfrentar práticas fundamentalistas e dar efetividade à defesa e garantia dos direitos humanos”.

Em discurso, após a aprovação do projeto na CDHM, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) criticou a postura da ministra Maria do Rosário, da secretaria de Direitos Humanos, que é contra o projeto. O presidente da CDHM lembrou das eleições em 2014 e recomendou “juízo para a dona ministra”, pois ela “mexe onde não devia”.

“O governo sempre tenta barrar [projetos]. Isso acontece com todos os projetos, não é somente com esse. É o jogo político. Queria aproveitar e mandar um recado: dona ministra Maria do Rosário, dizer que o governo vai interferir no Legislativo é muito perigoso. É perigoso, dona ministra, principalmente porque ela mexe com a bancada [evangélica] inteira”, afirmou Feliciano. “A ministra falar que vai colocar toda máquina do governo para impedir um projeto. Acho que ela está mexendo onde não devia, senhora ministra juízo, fale com a sua presidente porque o ano que vem é político”, completou.

Maria do Rosário, no entanto, voltou a condenar a aprovação da chamada “cura gay”: “O projeto significa um retrocesso na medida em que não reconhece a diversidade sexual como um direito humano. Quando se fala em cura, se fala na verdade que as pessoas estão doentes”, disse Rosário, esquecendo que o termo “cura” é uma alcunha forjada pela mídia. “Somos cientes da responsabilidade de dialogarmos mais para que o projeto não venha a ser aprovado”, disse.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


22 COMENTÁRIOS

  1. Lamentável a posição deste evanjegue retrógrado e fóssil. Não bastasse se revelar Homofóbico, Racista e Misógino (sim, as mulheres evanjegues devem ser submissas a estes monstros humanos). Porque sua mãe poupou-o de ser abortado????

    • Esta descriminando a pessoa por causa de sua religião, a PL 122 pode ser aplicada pra vc neste caso.
      Artigo 1º: Serão punidos na forma desta lei os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gêneros.

    • Jegue es tu. como uma mente vazia e podre, mas por um absurdo da vida você poderia ficar gravido, e nascer esta aberração pelo mesmo lugar que foi feito para defecar, e não para ser penetrado. Pobre mente vazia, tenho é dó do teus filhos que terão um futuro desastroso, influenciado por uma mente esclerosada.

  2. É um absurdo, tratar a homoafetividade como doença! Isto é uma prova de prática homofóbica,É homofobia psicológica! É uma perca de tempo e de dinheiro! O Brasil, precisa de projetos mais inteligentes, que visem o bem da sociedade de modo geral. Por exemplo, na educação e saúde!

    • Deprimente saber que a religião foi responsável pela escravidão, misoginia, elaboração dos métodos e máquinas de tortura, genocídios e tantas aberrações no decurso de sua humilhante e depravada história. Hoje quer bancar a humilde e perseguida! Quanta hipocrisia em nome de um deus que não interferiu em suas mazelas e crimes. Só podia ser coisa de crença em amiguinho imaginário!!!! E agora não se preocupam mais com o comunismo, o demônio que persegue esses evanjegues chamam de ditadura gay! Qual vai ser a próxima neura, além da vinda do pseudo messias ?????

      • Deprimente é ver você fazer confusão entre religião e evangelho. Religião é a tentaiva de fazer o homem chegar-se à Deus aparte da suficiência de Cristo. Evangelho é o que Deus fez para resgatar suas criaturas decaídas na escravidão do pecado.
        Deprimente é ver a exposição de sua família em pensamentos tão liberais e increus.
        Deprimente é pensar que você é um candidato a não-avô, pois se sua a influência sobre seus filhos passar um casará como outro homem e outra casará com uma mulher. Como vai ficar sua geração?

      • Não precisa mentir, não estamos em uma igreja, aqui o pessoal é crítico, vem vc dizer que um amigo gay seu quer ajuda psicológica mas não deixam?!?! quer enganar quem com esse papinho?

  3. Vai buscar a cura quem quiser ninguém é obrigado, tanta polêmica por pouca coisa, a rede globo é um cancer destruidor para a população assiste quem quer.

  4. O que está em jogo não é a proibição de atender gays, mas sim de tratar homossexualidade como DOENÇA! Nisto o Feliciano se mostra como um demente e imbecil que sempre foi (além de retrógrado, racista, misógino e homofóbico, conforme postagens que realizou nas redes sociais e vídeos de suas depravadas e idiotas pregações).

  5. A Homossexualidade é uma condição que possui dentro de sua gênese a inclinação mas não a obrigação, ou seja, os irmãos nessa condição podem fazer escolhas. O “condicionamento” nesse caso não é um IMPERATIVO BIOLÓGICO. Não O é nem mesmo na “inclinação” heterossexual, algo forte mas sempre possível de ser trabalhado à luz da fé, da razão e da liberdade autêntica.

    Existem milhares de pessoas heterossexuais que não vivenciam o sexo em sua dimensão genital, por opção pessoal, por valores, por enfermidades, por idade, por fé religiosa, etc, isso não os torna incapacitados para o amor. Identificar e entender o amor com o sexo e sua prática é limitá-lo aos condicionamentos físicos e biológicos que acompanham a vivência sexual que tende a diminuir na menopausa, por exemplo, e que sempre pode ser instrumentalizado na busca do prazer e no uso do outro como instrumento para a própria satisfação egoísta. Dentro do amor conjugal o sexo é um elemento constitutivo, mas parte de algo maior, no caso, o encontro e a união de duas PESSOAS e não apenas o encontro de Partes de seus corpos.

    A homossexualidade nesse caso não está sendo tratada como doença mas sim como comportamento, psicólogo não trata e nunca tratará doenças.

  6. Resposta para o Francisco Calheiros.

    Meu filho quem não faz sexo é padre ou pelo menos não deveria, mas abusa até de crianças inocentes. Portanto vai criticar os padres e a igreja católica. Crente pra sua informação pode fazer sexo e se casam, portanto o desempenho sexual pode ser muito bom sim e isto não ‘pecado desde que não seja homem com homem, com animal ,com ets, com árvores como vcs acham qie é normal.

  7. Dá pena ver tanta gente atrasada e ignorante cometando aqui, se achando super espertos e espirituosos. Só agora resolveram achar que quem procura psicólogo é porque ‘edoente. A vida inteira milhares de pessoas se consultam com psicólogos e nunca ninguém disse que eram doentes por causa disso. SE QUEM PROCURA PSICÓLOGO É DOENTE VCS ESTÃO OFENDENDO TODAS AS PESSOAS NO MUNDO QUE FAZEM TERAPIA OU ALGUM TIPO DE ACOMPANHAMENTO COM PSICÓLOGO. ESTÃO CHAMANDO A TODOS DE DOENTES. QUANDO ESSE POVO VAI DEIXAR DE SER TÃO IGNORANTE E FALAR SEM PENSAR , SÓ POR IMITAR. UM BANDO DE MARIA VAI COM AS OUTRAS. Muitos aqui inclusive podem estar fazendo isto agora.PELO QUE SEI PSICÓLOGO NÃO É MÉDICO E NÃO PODE NEM RECEITAR REMÉDIO.E quem interna em hospital é psiquatra. Aprenderam? E vocês tem mesmo a ilusão falsa disseminada pelo movimento LGBT e demais lideranças gays e a mídia farsante de que todos os homossexuais são muito bem resolvidos com esta questão. É MUITA DESONESTIDADE. NAÕ TEM NADA DE RELIGIOSO NISSO. Está apenas devolvendo a liberdade a um profissional de exercer sua profissão se for procurada e não ter que dizer que não pode porque está proibida POR LEI quando procurada.

  8. Triste é ver a que ponto chegou a ignorância de um povo totalmente doutrinado pela mídia e o governo gayzista . Não é a toa que o Brasil está como está . Pessoas que não sabem mais pensar, raciocinar e nem procuram se informar ou ler antes de emitir suas opiniões, pautadas apenas por preconceito,mas que vivem acusando os outros de preconceito e só repetem como papagaios o que escutam da mídia e dos políticos gayzistas. Falou em gay agora tudo é preconceito religioso, aprenderam isso com a mídia e governo gayzista e não sabem nem mais discernir as coisas. São um milhão de vezes mais preconceituosos em relação aos evangélicos, do que nos acusam em relação aos homossexuais. Os evangélicos são cidadãos brasileiros e pagam impostos como todos também e tem o mesmo direitos de cidadania. Se estão lá é porque foram colocados lá pelo povo, assim como os outros de outras religiões ou até ateus e os homossexuais. Evangélicos podem ser políticos sim, como tem político católico, espírita , ateu, e homossexual. Só não pode ter político evangélico? Que democracia é esta? Pode ter político homossexual, lá dentro claramente defendendo a bandeira e os interesses dos homossexuais e estão la apenas representando isto, e os que estão lá o fazem quase como querendo implantar uma nova religião e cultura no país. Com seus fiéis e adéptos e militantes e a mídia, doutrinando a sociedade e não pode ter político evangélico? Que palhaçada é essa?Se colocaram o Jean WIllis lá, porque não podemos colocar o Feliciano? Deviam estar se preocupando em querer tirar os mensaleiros corrúptos que estão novamente no poder rindo da cara de todo mundo. Esses é que eu quero ver peitar? Engolem um elefante, mas engasgam com um mosquito. Cadê que os gays, estão preocupados com isto ou na frente do congresso do mesmo jeito com faixas , cartazes, gritos e xingamentos. Mas mexeu no deles né???

  9. Falam tanto contra preconceito, mas são altamente preconceituosos, são mais preconceituosos com evangélicos doque os evangélicos com homossexuais. Só estão fazendo este estardalhaço porque veio de um político evangélico. Se fosse qualquer outro, não estariam criticando e em recriminando, por uma coisa que não está prejudicando ninguém. Que a pessoa tem a liberdade de ir ou não ir . Não tem nada obrigando. E quem vai saber quem vai procurar psicólogo ou não? Nem o Feliciano vai saber, é uma opção pessoal da pessoa. Aúnica diferença é que não há proibição.

  10. Falam tanto contra preconceito, mas são altamente preconceituosos, são mais preconceituosos com evangélicos doque os evangélicos com homossexuais. Só estão fazendo este estardalhaço porque veio de um político evangélico. Se fosse qualquer outro, não estariam criticando e em recriminando, por uma coisa que não está prejudicando ninguém. Que a pessoa tem a liberdade de ir ou não ir . Não tem nada obrigando. E quem vai saber quem vai procurar psicólogo ou não? Nem o Feliciano vai saber, é uma opção pessoal da pessoa. A única diferença é que não há proibição.

  11. Falam tanto contra preconceito, mas são altamente preconceituosos, são mais preconceituosos com evangélicos doque os evangélicos com homossexuais. Só estão fazendo este estardalhaço porque veio de um político evangélico. Se fosse qualquer outro, não estariam criticando e em recriminando, por uma coisa que não está prejudicando ninguém. Que a pessoa tem a liberdade de ir ou não ir .

  12. Não tem nada obrigando. E quem vai saber quem vai procurar psicólogo ou não? Nem o Feliciano vai saber, é uma opção pessoal da pessoa. A única diferença é que não há proibição.

  13. RO–meus parabéns você superou seu comentário–OTIMO–OTIMO–OTIMO–mais uma vez meus parabéns –bom ter pessoas inteligentes e temente A DEUS como você JESUS TE ABENÇOE—agora este tal de –Elias como mesmo eu poderia descreve-lo –oh elias sua ignorância de saber e tao insignificante que fica -ate complicado descrever –digamos assim você e um chaves revestido de um Kiko–pois suas afirmações acima e tao fora do contesto que da —náuseas uma vez que quem perseguiu –foi em todos os tempos e os registros históricos testemunhais –e falta pouco ate os os loucos como você saber quem assim senpre fez foi a chamada igreja católica –que porsinal com certeza deve ser a sua –para de querer achar que os evangélicos são analfabetos seu cretino-você e um Idiota de marca maior –você precisa e de um psiquiatra pois psicólogo e pouco –quando você fala -fala do que e de você do que reina dentro de você —você precisa e muito DE DEUS—-nesta toada o seu caminho e triste e horrendo —

  14. gêneses c:1 v:27 e 28:
    criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou;homem e mulher os criou.
    e Deus os abençoou e lhes disse: sede fecundos,multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.

    gêneses c:2 v:18:
    Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.

    com todo respeito não quero discriminar,criticar ninguém só estou expressando o que eu penso sobre esse assunto. Não tem preconceito contra os gays somente não concordo pois Deus fez uma mulher para Adão, se Deus permiti-se que homem ficasse com homem ele teria feito outro homem, e não uma mulher. Como somos evangelhos a bíblia e a nossa espada o nosso manual para usarmos em nossas vidas e tudo que esta escrito e verdade vamos viver a bíblia não vamos a penas escutar vamos falar do amor de Deus para todos pois jesus morreu na cruz por nossos pecados devemos a ele a nossa adoração, o reconhecimento e a nossa vida.

    espero que entenda e passam a servir esse Deus maravilhoso pois somente ele pode te ajudar!!!!

  15. Vamos lembra q Deus criou,homem e a mulher,para se multiplicar,e nao homem com homem!va ou mulher com mulher! Q Deus venha cura essas pessos desse demonio o famoso pompa girvaoa

  16. ESTOU COM O DEPUTADO FELICIANO
    NÃO SE TRATA DE “CURA GAY”
    A questão é a seguinte:
    Homossexualismo não é genético, caso fosse, todo o gêmeo Mz teria que também ser homossexual,se o irmão fosse, já que fisicamente, um é cópia genética do outro, e não é o que acontece. Também não é doença. Trata-se de comportamento, que pode ter como razão, uma variedade de causas. Um indivíduo que por algum motivo, decide pela REORIENTAÇÃO do seu comportamento sexual, tem o direito de buscar ajuda de um profissional competente, no caso um psicólogo, e o Conselho Federal de Psicologia, não tem o direito de proibir isso, QUEM QUIZER CONTINUAR SENDO GAY, QUE CONTINUE, QUAL É O PROBLEMA? Não entendo o porque de tanto stress.

  17. Eu só te digo uma coisa vc vai se arrempender muinto do que vc falo. Para quem que vc acha que esta falando essas palavras de ordem?-reflita muinto sobre isto.

DEIXE UMA RESPOSTA