Dilma Rousseff prepara panfletos para atrair voto dos evangélicos pedindo oração

53

A candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) estaria preparando uma estratégia agressiva para conquistar o voto dos evangélicos no segundo turno e assim, conquistar mais um mandato à frente do Palácio do Planalto.

O movimento é uma tentativa de evitar que os votos desse setor da sociedade depositados em Marina Silva (PSB) no primeiro turno, migrem integralmente para Aécio Neves (PSDB), de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com informações da Agência Estado, um dos principais defensores da estratégia de aproximação com os evangélicos é Gilberto Carvalho (PT), ministro da Secretaria-Geral da Presidência e coordenador da campanha de Dilma.

A ideia de Carvalho é “reforçar a interlocução com o segmento”, indo além das alianças políticas com os líderes evangélicos, como nos casos dos bispos Edir Macedo e Manoel Ferreira, principais apoiadores do PT no meio.


Parte da ofensiva envolve a impressão de 2 milhões de panfletos com o título “Evangélicos com Dilma – Por que votamos em Dilma!”. O texto, acompanhado de uma foto da candidata à reeleição, pede oração pela presidente: “O Estado brasileiro é um Estado laico, mas o Brasil é uma nação que tem Deus como Senhor. Acredito naqueles que creem. Acredito no poder da oração. Não se esqueçam de orar por mim. Todos os dirigentes deste País dependem do voto do povo e da graça de Deus. Eu também”.

Ovelha ou lobo?

Carvalho é conhecido no meio evangélico por defender a ideia de que o governo deveria “calar” as igrejas evangélicas. Em 2012, durante o Fórum Social Mundial, em Porto Alegre (RS), o ministro disse que era “preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes […] especialmente nas questões relativas a costumes”.

A declaração foi interpretada pelos líderes evangélicos como uma tentativa do Partido dos Trabalhadores de causar descrédito às doutrinas das igrejas sobre aborto e homossexualidade, além de tentar calar os pastores em assuntos ligados à política e sociedade.

O episódio causou um grande mal-estar no governo e levou Carvalho a se reunir com a bancada evangélica no Congresso Nacional para se desculpar pelas declarações.

53 COMENTÁRIOS

  1. QUEau ela faz em pedir oraçaõ irmaõ,o outro e´´maçonico vodu igual seu chefe FHC.que quer a liberaçaõ da maconha,vigie mais irmaõ,temos que seguir a jesus e naõ ao homem.

  2. Dilma dizendo que irá fazer reforma política… Estado Comunista lá vamos nós! Se ela for eleita…

    Lembremos que o comunismo matou em torno de 100 milhões de pessoas só no século XX ao redor do mundo. Afinal de contas, para um Estado utópico onde não há diferenças sociais nem econômicas (apesar disso tem gente no poder governando você!), exige também que Deus seja extinto em todas as margens da sociedade, pois segundo Karl Marx, idealizador do comunismo via a experimentação do socialismo, “A religião é o ópio do povo.”

    Um Estado Comunista não é laico, é LAICISTA!

    • Que “Estado Comunista”, promovido por Dilma, é esse Rubem? Por favor, não seja tão ignorante, pos o comunismo acabou até na China – que nada mais é que um capitalismo totalitário – e onde ainda existe (Cuba e Coréia do Norte) constitui exemplo de tudo o que o PT não quer. Afinal, como o PT poderia ser comunista se seu governo é de apoio aos lucros extraordinários de banqueiros, ruralistas, investidores em bolsas de valores, grandes empresários? O PT, meu caro, é só um partido que trabalha pelo bem-estar social, ou seja, o PT é, na realidade, apenas o que o PSDB deveria ser, ou seja, um partido social democrata.

      Outra coisa, falar dos mortos pelo comunismo, que hoje não existe mais, é fácil; quero ver é você falar dos bilhões de mortos que o capitalismo, com suas vis políticas de concentração e péssima distribição de renda, tem causado ao longo da história. Nessa contagem das vítimas do comunismo e do capitalismo, meu amigo, nenhum dos dois sistemas é santo ou inocente, meu caro.

      Quanto a “A religião é o ópio do povo”, Marx só fez por falar a verdade em um tempo em que a religião não estava – como ainda não esta – a serviço dos mais pobres, dos oprimidos e marginalizados da sociedade, aqueles a respeito dos quais Jesus disse “eu sou um deles” – São Mateus capítulo 25.

      Quanto ao socialismo, há, hoje, um socialismo libertário, em defesa das liberdades civis, individuais, de culto e expressão e que pede passagem para acabar com as barbáreis do capitalismo que vitima milhões de pessoas todos os anos.

          • É o mal que a mídia autoritária faz à inteligência das pessoas. As pessoas repetem inconscientemente o que a mídia tradicional canalha vem martelando há muito tempo. Não adianta querer comparar o ganho social que houve no governo do PT. Até lá no exterior a imagem do Brasil mudou para melhor. Não que o PT seja santo, porque não há nenhum partido santo. Mas o que se vê é a nefasta covardia de uma imprensa golpista, de parte de uma elite preconceituosa e conservadora contra, não um partido político, mas contra os brasileiros.

    • DILMA e AÉCIO na juventude:

      Dos 17 aos 21 anos, Aécio Neves vivia no Rio com a família. Seu pai chegou a ser deputado federal da Arena, partido sustentáculo da ditadura. Segundo o site da Câmara dos Deputados, neste período, ele teve um cargo de secretário de gabinete parlamentar na Câmara Federal, localizada em Brasília, embora morasse no Rio.

      Durante esses anos, conforme relatos publicados na imprensa brasileira, Aécio foi um “menino do Rio”, que gostava de surfar, de festas e estudava em escolas de elite. Entre 1977 e 1981, período em que o Brasil vivia sob ditadura civil-militar, o jovem de família ligada à Arena, partido de sustentação da ditadura, gozou a vida enquanto o Brasil vivia sob o tacão de um regime ilegítimo.

      Como todo regime autoritário, a ditadura brasileira tinha na oligarquia do país o seu sustentáculo da manutenção do poder via a censura e controle da imprensa (que só podia existir como cúmplice) e a força bruta: a tortura, a perseguição e o desaparecimento de dissidentes.

      Dos 17 aos 21 anos, Dilma Rousseff resistia à ditadura civil-militar. Segundo ela mesma e os documentos da época, engajou-se na resistência armada que reagiu ao Ato Institucional n. 5 e foi, entre os 18 e 21 anos, barbaramente torturada, pelo governo que tinha, entre outros sustentáculos, a família do candidato Aécio.

      Entre 1977 e 1981, Dilma Rousseff morava em Porto Alegre. Estudou, casou, teve uma filha, reerguendo a própria vida e tomando parte na resistência democrática e na luta pela reabertura do país, pelas eleições diretas, pela anistia, pelo fim da ditadura, pela democracia.

  3. SE O BRASIL É UMA NAÇÃO QUE TEM “DEUS COMO O SENHOR” PORQUE ESTA SENHORA RETIRA DO SEU GABINETE A BIBLIA SAGRADA, QUE É A PALAVRA DE DEUS?
    EU ESPERO QUE NENHUM NEÓFITO ACREDITE NA ESTRATEGIA DESTA MULHER QUE ESTÁ CONTEMPLANDO SUA DERROTA.
    PELO AMOR DE DEUS, POVO DE DEUS VIGIE; ORE, E VOTE PARA MUDAR O DESTINO DESTA NAÇÃO, NÃO VAMOS COMPACTUAR COM GAYS, LÉSBICAS, FARCS, ISIS, CORRUPÇÕES DE NORTE A SUL, E DE LESTE A OESTE, E TANTAS COISAS HORRIVEIS QUE ESTAMOS VENDO.

  4. Os evangélicos que votarem em Dilma, não são diferentes dos judeus que clamaram pela liberdade de Barrabás. É claro que não estou comparando Aécio ao Senhor JESUS. Estou apenas pontuando o mesmo nível de cegueira. Aécio é um homem de DEUS? Não. Assim como quase a totalidade dos políticos desse país e de todos os outros, ele é maçom. E nutro um desprezo profundo pela maçonaria, pois essa doutrina satânica está acabando com as denominações brasileiras. No entanto, eu vejo Aécio, como o “benefício da dúvida”. Já em Dilma, tenho a “certeza da desgraça”. Ora, nesse caso, a dúvida é melhor, de que a certeza! Maranata!

  5. Nessas horas o abraço de crocodilo acontece. O interesse nos votos do povo de Deus, é SOMENTE os votos. As leis contrárias ao cristianismo e a igreja de Cristo, estão aí a todo vapor para serem votadas em breve. Se o PT GANHAR, esse processo de perseguição vai continuar e chegando 2018 eles se tornam novamente amigos dos crentes. Se podemos participar quanto a possibilidade de uma mudança, esse é o momento. Mesmo na dúvida de alguns, VOTEMOS NO AÉCIO.

  6. Não precisa de panfleto pedindo oração não Dilma.

    Já estamos orando à Deus para que Ele mova e tire do poder o PT e a corrupção que vocês implantaram no país.

  7. Nossa que desespero,ela tambem e ignorante,assim como o seu pessoal de propaganda,as “igrejas” hoje nem oram mais, So cantam musicas mortas de batidaS e letraS sugestivas e pedem cada vez mais pedem e pedem so isso,um verdadeiro bando de parasitas,dos tais”pastores e companhia” ate os frequentadores dos “cultos”, que sao mais shows e performances de horror,nem vou comentar das profetadas,atos profetedicos,palestras motivacionais e por ai vai.IGREJA BRASILEIRA UM VERDADEIRO EXEMPLO DE EGOISMO E CORRUPÇAO.SE NAO ACREDTIAM E SO OBSERVAR O COPORTAMENTO DESTAS DENOMINAÇOES EMPRESARIAS AGORA NAS ELEIÇOES.

    • Meu nobre, não se esqueça de que em toda a regra há exceção, evite generalizar pois você pode cometer injustiças e creio, pelo seu texto que você gostaria de ver as coisas serem diferentes do que se nos tem apresentado. abraço.

      • Gostaria nao.Vou ver,grandes provaçoes e tempestades se aproximam mais rapido do que as pessoas pensam ou possam imaginar com a finalidade de acordar os que dormem e separar trigo de joio.E sim generalizo sim,estao todos dormentes,vendados,drogados por palavras mortas e promessas vazias,poucos muitos poucos,que nem se conhecem,ainda,estao preocupados em manter seus candeeiros cheios.Edificai na rocha pois os tempos sao maus.Acordem para a realidade.A verdadeira igreja esta sendo forjada e moldada por pedras queimadas,provadas e aprovadas no fogo,eles nao se importam com titulos,riquezas,posiçao social e muitos menos com opnioes humanas.

  8. Meus Deus, Dilma, me doi dizer isto a você, mas, por favor, para com essas abordagens aos evangélicos. Os evangélicos, os resultados eleitorais já o demonstraram, não votam como uma manada. Eles também têm senso crítico e dividem-se entre Aécio e você.

    Outra coisa, que história é essa de pedir “orações”? Você quer mesmo é o voto deles!

    Falo tudo isso mesmo sendo seu eleitor e não esquecendo o fato de que você ignorou as pautas homoafetivas em seu governo apenas para atender a bancada evangélica. E não se iluda: muita, muita gente de seu eleitorado diria o mesmo que estou dizendo!

    • Este apelo é dirigido também aos marketeiros e líderes de campanha, pois estes, muitas vezes, tomam decisões que pensam ser estratégicas, mas que se revelam, em um e outro caso, pífias ou de resultado oposto aos que se buscava alcançar.

      A abordagem eleitoral que deve ser feita aos evangélicos é a mesma que aos demais cidadãos, pois nestes estão incluidos aqueles e todos querem saber de mais saúde, educação, segurança e continuidade dos programas sociais. Nenhum evangélico vota no PT pensando em religião, mas sim nos indicadores sociais, economicos, etc.

  9. Quero dar meus parabéns aos evangélicos por haverem, nestas eleições, contribuido para diminuir o número dos integrantes da bancada evangélica. É assim que se faz, povo evangélico, mostrando que vocês têm senso crítico, não votam como uma manada e sabem dar a resposta devida a esses que usam o nome de Cristo e a influência da igreja para pedir votos e construir rendosas carreiras política$.

    Eu também já fui evangélico, mas nunca pedi votos para evangélicos, mas para os melhores candidatos, e via que, na igreja que fui batizado, frequentava e da qual participava como pregador credenciado pelo órgão de direção estadual da denominação, credencial esta que me foi dada estando eu com 18 anos, além de ser um missionário voluntário entusiasta das pregações da volta de Cristo, da observância do sábado como necessária ao povo de Deus na nova dispensação (eu deixei a igreja porque, em face de passar muita luta para deixar de ser gay e não conseguir, cheguei à conclusão de que nada me transformaria em um heterossexual, e, desta forma, como a igreja não aceita os gays, outra alternativa não tiver senão, com muita dor, deixar a mesma), sim, eu via que grande parte da membresia também não concordava com a vergonhosa e farisáica instrumentalização da fé para fins politiqueiros.

  10. Essa insistência do PT em fazer acordos políticos com evangélicos, acordos que, todos sabemos, geram compromissos que redundam em prejuízos a minorias oprimidas (gays, e membros de religiões “pagãs”, por exemplo), constitui um desrespeito a princípio da laicidade do Estado. Em seu governo, acordos politiqueiros com evangélicos que não respeitam os direitos CIVIS da minoria homoafetiva, levaram Dilma a sacrificar o programa “Escola sem homofobia” (importantíssimo para proteger crianças homoafetivas do bullying e outras manifestações de preconceito e discriminação, além de contribuir com a formação de pessoas que respeitem direitos civis igualitários), bem como a lei que, a exemplo da Lei Maria da Penha, da Lei Afonso Arinos, do Estatuto da Criança e do Adolescente – exemplo no sentido de serem leis especiais para atender segmentos minoritários da população – viria dar combate aos crimes de ódio provocados pela homofobia, sim, essa insistência causa um grande mal estar em muitos eleitores do PT e nos leva até a considerar mudança na intenção de votos, infelizmente.

    • Quando eu disse “acordos políticos com evangélicos”, eu me referi a esses políticos que, intitulando-se evangélicos, instrumentalizam a fé e a igreja para politicagens.

  11. Olá Alexandre. Desde quando votamos na história deste país num Presidente evangélico? Pelo que me consta, dos que já foram eleitos, todos eram católicos ou espíritas e os evangélicos votaram neles sendo maçons ou não, não é agora que vão deixar de votar no Aécio por ser maçom. Ademais, o PT teve a oportunidade durante 12 anos de mostrar seus serviços à nação. Creio que está na hora de mudar. Entre o que vimos nestes 12 anos e o que esperamos ver por parte do Aécio, acho que é de bom tamanho dar oportunidade a ele. Se não corresponder em 04 anos tiramos e colocamos outro. “Dos males o menor”.

  12. Não é possível que, tendo ciência dos fatos, e sinceridade, alguém possa negar que o PT é muito melhor que o PSDB. Uma simples comparação de números, dados que não mentem jamais, é suficiente para comprovar a superioridade do PT sobre o PSDB.

  13. Não precisa preparar panfleto nenhum, bastaria ela defender a família e ser contra a legalização do aborto e das drogas, e ser contra o privilégio dos homossexuais em relação a outras pessoas…, mas será que ainda dá pra acreditar em uma senhora em que um prefeito do partido dela chegou a lanças o kit-gay nas escolas ensinando os alunos a serem homossexuais?

  14. “O Estado brasileiro é um Estado laico, mas o Brasil é uma nação que tem Deus como Senhor”

    A MULHER ESTÁ ATIRANDO PRA TUDO QUANTO É LADO

    O cristão tem que ser muito trouxa pra votar nela….

  15. Vamos orar sim Dilma, para vc sair do governo no dia 31/12/2014, seu ultimo dia. Oraremos com fervor, aliás já estamos orando há muito tempo por isso! pois esse é o nosso dever como cristão, a favor ou contra, devemos orar! Nesse caos é contra, FORA DILMA!

  16. DILMA e AÉCIO na juventude:

    Dos 17 aos 21 anos, Aécio Neves vivia no Rio com a família. Seu pai chegou a ser deputado federal da Arena, partido sustentáculo da ditadura. Segundo o site da Câmara dos Deputados, neste período, ele teve um cargo de secretário de gabinete parlamentar na Câmara Federal, localizada em Brasília, embora morasse no Rio.

    Durante esses anos, conforme relatos publicados na imprensa brasileira, Aécio foi um “menino do Rio”, que gostava de surfar, de festas e estudava em escolas de elite. Entre 1977 e 1981, período em que o Brasil vivia sob ditadura civil-militar, o jovem de família ligada à Arena, partido de sustentação da ditadura, gozou a vida enquanto o Brasil vivia sob o tacão de um regime ilegítimo.

    Como todo regime autoritário, a ditadura brasileira tinha na oligarquia do país o seu sustentáculo da manutenção do poder via a censura e controle da imprensa (que só podia existir como cúmplice) e a força bruta: a tortura, a perseguição e o desaparecimento de dissidentes.

    Dos 17 aos 21 anos, Dilma Rousseff resistia à ditadura civil-militar. Segundo ela mesma e os documentos da época, engajou-se na resistência armada que reagiu ao Ato Institucional n. 5 e foi, entre os 18 e 21 anos, barbaramente torturada, pelo governo que tinha, entre outros sustentáculos, a família do candidato Aécio.

    Entre 1977 e 1981, Dilma Rousseff morava em Porto Alegre. Estudou, casou, teve uma filha, reerguendo a própria vida e tomando parte na resistência democrática e na luta pela reabertura do país, pelas eleições diretas, pela anistia, pelo fim da ditadura, pela democracia.

DEIXE UMA RESPOSTA