Discussão por causa de som alto termina em assassinato de pastor e filha adolescente; Suspeito foi preso

0

Um pastor evangélico e sua filha adolescente foram assassinados após uma confusão iniciada por causa de som alto. No entanto, ao contrário do que normalmente acontece, o volume que gerou incômodo não era de um culto, mas de um vizinho do pastor.

O crime foi registrado na cidade de Itajaí (SC), no bairro Cidade Nova, no dia 30 de outubro, quando o pastor se queixou com o vizinho por causa do alto volume das músicas em hora avançada da noite. Ele estava retornando de um culto e pediu que o som fosse abaixado, o que gerou discussão.

Segundo informações do portal G1, minutos depois da discussão o vizinho do pastor, chamado Jeferson Sacramento Dallabona, 20 anos, foi à casa da família evangélica armado e abriu fogo contra toda a família. Pai e filha, de apenas 15 anos, morreram no local.

Após efetuar os disparos, Jeferson Dallabona fugiu. Na última terça-feira, 08 de novembro, ele foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (foto) foi preso em Barra do Turvo, cidade localizada no Vale do Ribeira, interior de São Paulo. Ele já respondia a outros processos, como desacato e roubo.


Além de Jeferson, os policiais também prenderam seu pai, Antônio Dallabona Filho, 37 anos, que já possuía 23 passagens policiais por desacato, receptação, dano simples, furto de veículo e ameaça.

Pai e filha assassinados pelo vizinho por causa de som alto
Pai e filha assassinados pelo vizinho por causa de som alto

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA