Disney se abre ao ativismo LGBT e exibe beijo gay em desenho infantil pela primeira vez

0

O ativismo LGBT na Disney vem tomando proporções preocupantes: a gigante do entretenimento infantil exibiu, pela primeira vez, um beijo gay, e já programa a estreia de um filme com um romance homossexual.

O desenho infantil Star vs. as Forças do Mal, exibido no Brasil pelo canal por assinatura Disney XD, mostrou no episódio do último dia 23 de fevereiro, uma cena em que dois casais homossexuais se beijam (foto), segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

A retratação da cena foi feita com a intenção de transmitir naturalidade. O episódio, intitulado “Just Friends” (“apenas amigos”, em tradução do inglês), mostra o personagem Marco em um show de uma banda pop. Em certo momento, os casais começam a se beijar e a cena de dois homens e duas mulheres trocando carícias é mostrada em primeiro plano.

As duas mulheres que aparecem se beijando na primeira cena voltam a aparecer em outros momentos, ainda trocando carícias. Apesar de serem cenas rápidas, elas mostram a questão da homossexualidade para o público infantil, muito perceptivo, como algo natural.


A Bela e a Fera

O novo filme live action que narra a clássica história de amor impossível estreará no Brasil no dia 16 de março, e apesar da expectativa gerada nos fãs por causa do elenco de atores e trabalho de produção, o longa-metragem já estreará cercado de polêmica por conta da escolha de narrar, paralelamente à história principal, um romance gay.

O personagem LeFou, interpretado pelo ator Josh Gad, é apresentado como alguém com trejeitos femininos. Ele é um criado do protagonista, Gaston (Luke Evans), e tem admiração pelo patrão. De acordo com o diretor do filme, Bill Condon, em certo momento esse olhar de LeFou se torna atração.

“LeFou é alguém que um dia quer ser Gaston e no outro quer beijá-lo. Ele está confuso sobre o que quer. É alguém entrando em contato com os seus sentimentos. E Josh faz um trabalho realmente sutil e delicioso com ele. É um momento agradável, exclusivamente gay em um filme da Disney”, disse o diretor em entrevista à revista britânica Attitude.

Veja uma cena em que LeFou comanda uma cantoria:

Assine o Canal

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA