EUA: políticos estudam acabar com o casamento civil para não serem obrigados a unir homossexuais

26

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos favorável ao casamento gay não pôs fim à briga entre conservadores e a militância LGBT no país. Em estados que a união homossexual não havia sido aprovada, políticos e juristas estudam meios de impedir que pessoas do mesmo sexo possam se casar.

No Texas, Ken Paxton, procurador-geral do estado, afirmou que os juízes da Suprema Corte haviam agido como “ativistas” e “fabricado” um novo direito constitucional, mas que a decisão não diminuía os direitos civis da Primeira Emenda, que preveem o livro exercício da religião.

Dentro desse raciocínio, Paxton afirmou que os cartórios e demais instituições podem se recusar a celebrar o casamento gay por questões de fé: “Os funcionários podem alegar suas objeções religiosas para recusar a emissão de licença de casamento entre pessoas do mesmo sexo”.

De acordo com informações do Religion News Service, o procurador-geral afirmou que “os juízes de paz e juízes semelhantes podem reivindicar que o governo não pode forçá-los a realizar cerimônias de casamento do mesmo sexo sobre suas objeções religiosas”.


No estado do Mississipi, os legisladores estudam acabar com a exigência legal de casamento só para não ter que celebrar as uniões homossexuais. O presidente da Câmara estadual, Andy Gipson, diz que “uma das opções que outros estados têm olhado é a remoção da exigência de licença de casamento.

O governador do estado, Phil Bryant disse que faria tudo o que pode “para proteger e defender a liberdade religiosa de Mississippi”, e dentro dessa perspectiva, os parlamentares estão incumbidos de achar meios legais para agir contra o casamento gay.

“Vamos pesquisar quais opções existem. Eu, pessoalmente, posso ver os prós e contras para isso. Eu não sei se seria melhor não ter nenhuma certidão de casamento patrocinado pelo estado ou não. Mas é uma opção a ser considerada”, acrescentou Gipson, que é um pastor batista, segundo informações da revista Newsweek.


26 COMENTÁRIOS

    • 1 Timóteo 4

       ouvir

      1 Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;

      2 Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;

      3 Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;

      4 Porque toda a criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças.

      5 Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada.

      6 Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.

      7 Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas, e exercita-te a ti mesmo em piedade;

      8 Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir.

      9 Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação;

      10 Porque para isto trabalhamos e somos injuriados, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.

      11 Manda estas coisas e ensina-as.

      12 Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.

      13 Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.

      14 Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.

      15 Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos.

      16 Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem.

      • Não estamos falando em religião, a coisa mais contraditória do mundo, pois há tantas definições da “verdade religisosa” quanto há pessoas no mundo.

          • Parabéns Henrjk pela sua convicção infelismente o mundo está com os ouvidos tapados para a palavra de Deus, O mundo jaz no maligno estamos vivendo os últimos momentos nesta terra mas temos que dizer a verdade doa a quem doer. somos tachados de tudo quanto e tipo de preconceitos mas sabe de uma coisa e maravilhoso saber que nos somos odiados por causa da palavra de Deus e por fazer a sua vontade Henrjk não sesse de dizer a verdade por mais que el doa um dia todos nos que cremos em Deus e fazemos a sua vontade seremos recompensados.

    • Observe o seguinte: existe o casamento civl e o casamento religioso. O casamento civil é definido por lei e não depende da anuência ou aprovação da religião.

  1. O povo de Deus deu ao diabo um porrete para apanharem com o que eles mesmos acham que é certo mas a bíblia não! O condenável pela bíblia eles já estão fazendo, se deitando homem com homem e mulher com mulher; um pedaço de papel assinado não é afronta a Deus.
    Na verdade a “união estável” que eles vivem já garantia o direito que eles queriam; se não todos a maioria. Mas o gostinho deles foi dar na cara dos crentes que eles também tem um papel reconhecido pelas autoridades; um contrato; pois biblicamente um pedaço de papel não passa disso.
    A maioria de nós nem entendeu o que é casamento bíblico; que nada tem haver com contrato. Nós santificamos algo que a bíblia não santifica e queremos reclamar do quê?
    Isso só serve para gerar brigas desnecessárias com o movimento LGBT, atualmente a única
    briga válida que entramos foi a de poder exercer nosso direito como cidadão pregando que homossexualismo é pecado!

    • Pamela, seu comentário, apesar de destilar o amargor do preconceito, esta correto no sentido de que o casamento, biblicamente falando, não tem nada a ver com documentos, cartórios, etc., sendo realizado apenas na esfera religiosa. Uma vez me lembro do caso em que um pastor permitiu a um casal que vivia junto há mais de 40 anos (um senhor e uma senhora idosos que conheci) se batizarem em sua igreja mesmo sem terem se casado em cartório. O pastor disse, na ocasião, e com toda a razão, que casamento documental, em cartório, não é bíblico (de fato, nunca ouvi falar de cartórios e expedição de certidões de casamento no deserto onde Moisés e seu povo vagaram), mas invenção romana. Agora, os gays queremos, sim, o casamento tendo em vista a garantia de direitos civis e previdenciários, por exemplo, que o mesmo propicia e que não estão contemplados em contrato civil.

      • Engraçado como as pessoas deturpam o real significado de preconceito, homofobia ou a maneira como vcs queiram chamar. Tenho amigos homossexuais; lésbicas por quem tenho muito estimo; com quem já ri; já chorei; já comi no mesmo prato. Amor verdadeiro não é isso q nossa sociedade hipócrita vive! Quero muito bem a eles, e não sou contra o contrato ou “casamento” como queiram chamar entre pessoas do mesmo sexo, isso não muda a opinião de Deus; é so uma forma da sociedade querer camuflar a verdade.
        Porém eu como cidadã tenho o direito de ensinar meus filhos q homossexualismo foge do natural que Deus criou.
        Como já disse o direito que eles queriam a “união homoafetiva” já garante em nosso país desde 2011: herança por morte do parceiro, acesso a plano de saúde e até pensão alimentícia, etc.
        A questão do contrato foi só pra dar na cara do crentes. Já que meu povo santifica uma união através de um pedaço de papel, talvez eles pensem o mesmo.
        Já vejo ativistas gays se metendo em questões futuras onde os pais não possam mais corrigir seus filho; pois para eles amar é concordar com tudo.

        • Pamela, desta vez seu comentário não é inteligente e vou dizer o porquê de não ser: você pretende estabelecer que Deus condena os homossexuais mas não percebe que e é justamente com base nessa falsa condenação que se origina todo o preconceito e a discriminação contra os gays, pois somos apontados como inimigos de Deus. Então você, que diz que não é preconceituosa, espalha o preconceito na medida em que quer estabelecer, até mesmo para seus filhos, que os gays somos inimigos de Deus, e quem é inimigo de Deus é visto como lixo na sociedade. Quanto a sua paranóia de achar que os gays vamos querer interferir no direito dos pais educarem seus filhos não passa de sórdida e vil acusação de um coraçãozinho cheio de ódio, prevenção, malícia, preconceito e discriminação contra os gays.

          • Seu preconceito é o pior de todos, pois se esconde atrás de uma falsa amizade pelos gays. Você não é amiga dos gays, você é uma hipócrita e cínica que se relaciona com eles como Judas Iscariotes se relacionou com Jesus!

          • Sandro como você tem a cara de pau de dizer que a Bíblia e falsa ?? pois você rebate com todo mundo dizendo que é falta de respeito falar o que pensamos em respeito a alguém, Quando você diz no seu comentario com base nessa falsa condenação que se origina todo o preconceito” ora quem você pensa que é pra falar assim de Deus ?? pois você está chamando Deus de mentiroso cuidado pois de Deus não se zomba !! falei.

    • Logo após a proclamação da republica, o estado afastou a ICAR de religião oficial do estado e usurpou o casamento para si.
      O papel é importante para aplicação na justiça.
      Porem o casamento tem como padrão aquilo que ocorreu no Genesis quando houve a união entre um macho e uma fêmea, este é o casamento original. Não há forma de anular isso.
      Como Jesus afirmou que não tiraria um til sequer da Torah, como o homem vai fazer isso?
      Toda atitude de mudar aquilo que é imutável não passa de rebeldia contra o Criador.

      • “o casamento tem como padrão aquilo que ocorreu no Genesis” (SIC)

        Que discurso obtuso! Pretender estabelecer o casamento civil com base em uma lenda e, o que pior, na cosmovisão de uma determinada religião!

        • O casamento em sua origem foi criado por Deus, macho e fêmea os criou para dar seguimento a criação.

          Lenda é algo imaginário e uma das maiores imaginações do ser humano é o macho querer fazer o papel de fêmea. Isso é puro engano.

    • E desde quando os gays, pessoas bem informadas e inteligentes, vamos querer casar nesses guetos de obscurantismo e alienação, Gilberto? Se quisermos casamento em igrejas vamos procurar as inclusivas, não essas seitas de cultos barulhentos, de gente pulando, surtando, rolando pelo chão.

  2. Pessoal da redação do Gospelmais, e leitores do site, gostaria de informar que a Folha de SP, edição online de hoje, publicou matéria com a seguinte chamada: “Evangélicos dos EUA abrandam tom sobre casamento gay”. A matéria comenta, entre outros assuntos, sobre a divisão que há entre os crentes e o aumento do número de evangélicos que são favoráveis ao casamento gay inclusive por serem parentes ou amgos de gays.

  3. Eles tem tanta convicção de que estão certos, que é necessário se ateitizar, para fugir do peso de consciência. Pois se forem crer em Deus, e no que diz a bìblia a vosso respeito, terão cque assimilar, e deixar esse terrivel pecado.

  4. Sou homossexual, casado, tenho certidão casamento.
    NUNCA, JAMAIS EM TEMPO ALGUM
    Vou querer por meus pés num local onde não sou bem vindo, ou em qualquer outro local que promova o ódio ou preconceito.

  5. Bom Sandro pense o que quiser; vc nem sabe o significado de preconceito e vem querer dizer de minha pessoa sem nem me conhecer. Eu sei quem sou, eu sei que sentimento tenho pelos meus amigos homossexuais, e as pessoas ao meu redor são testemunhas; não sinto repúdio; muito menos ódio por nenhum deles; eles vivem sim de uma forma a qual Deus não se agrada; mas ao contrario de muitos ativistas gays não quero impor a sociedade minha fé ou meus achismos a qualquer custo. Agora se um homossexual me perguntar minha opinião sobre sua prática, será a resposta bíblica sem enrolos.
    Não é bem os crentes que vejo que são intolerante, esses ativistas querem aprovar leis absurdas; se contradizem no que eles mesmo creem, como posso botar fé numa pessoa assim? Jean Wyllys diz que uma criança com 12 anos pode trocar de sexo pq sabe bem se é menino ou menina; mas uma adolescente de 16 anos não pode ser preso por um crime porque não sabe o que faz; haja tamanha contradição!
    Agora não é pq um representante homossexual fala essas asneiras que todos os homossexuais são iguais a eles; o que tah faltando a muita gente é sabedoria.
    Pregar a verdade não é falta de amor com ninguém; falta de amor é ver a pessoa indo pro abismo e não avisá-la, falta de amor é deixar uma criança mudar de sexo sendo que essa atitude mudará por completo a vida dela; falta de amor é excluir alguém de nossa vida só pq esta tem pensamento diferente q acontece ao inverso do q a mídia ensina; são os homossexuais q repudiam os crentes.

DEIXE UMA RESPOSTA