Jovens evangélicos são comparados a nazistas e extremistas muçulmanos por terem ideias conservadoras

22

Um coral de jovens evangélicos foi comparado a nazistas e extremistas muçulmanos por representarem uma igreja com pontos de vista conservadores a respeito de temas que atualmente são muito discutidos na sociedade.

Os jovens fazem parte do coral da Igreja Batista de Prestonwood, na cidade de Plano, no Texas (EUA), e foi hostilizado em uma apresentação na cidade de Edimburgo, Escócia, por supostamente ter uma “agenda ameaçadora”.

A apresentação do coral foi criticada pela Scottish Secular Society (“sociedade secular escocesa”, em tradução livre), que afirmou que os adolescentes estavam em uma missão para empurrar a sua “mensagem antigay e antiaborto aos escoceses inocentes”.

“Eles também estão planejando impor [ideias] para mudar as leis do reino escocês, que protegem as consciências dos secularistas e outros dissidentes religiosos”, disse o SSS.


Megan Crawford, que afirma ser uma “texana criada em uma igreja batista”, é presidente da SSS, e disse que sua entidade estava “muito preocupada com megaigrejas que têm um crescente interesse em visitar a Irlanda, Escócia e Inglaterra empurrando sua agenda extremamente fundamentalista”, e questionou: “Por que eles estão sequer autorizados aqui para tentar afetar as nossas leis e vidas?”.

Para muitos que comentaram sobre a história, a resposta a essa pergunta era óbvia, segundo informações do Christian Examiner: “Nós, supostamente, vivemos em uma sociedade tolerante respeitando o direito à liberdade de expressão”, escreveu um internauta.

“Até este artigo e grita da SSS eu nunca tinha ouvido falar desta multidão. Ficar esperneando e babando indignação, geralmente, é contraproducente”, opinou outro leitor.

Os jovens do coral fazem parte de um projeto que está em uma turnê de uma semana na Escócia e o norte da Inglaterra, auxiliando uma missão evangelística nas áreas rurais dos dois países.

No último sábado, o grupo de aproximadamente 100 jovens foram levados a Edimburgo, para uma apresentação no Waverley Mall, um shopping em Princes Street, onde cantaram e entregaram cartões de oração.

“Não havia nenhum sinal exterior de qual igreja realmente representavan. No Texas, Jack Graham, o líder da igreja [Batista de Prestonwood] apoiou a campanha presidencial de Donald Trump e se recusa a aceitar as leis do casamento entre homossexuais”, destacou o jornal Herald, diário local escocês.

“Ensinar as Escrituras sobre o casamento é não negociável… nós não podemos, e não vamos’ afirmar a aceitabilidade moral do comportamento homossexual”, disse o pastor. Essa diretriz também é usada na Prestonwood Christian Academy, uma escola particular da Igreja.

A Igreja Batista de Prestonwood financia um centro de auxílio a gestações delicadas, que já atendeu mais de três mil mulheres e as ajudou a “escolher a vida” para seus bebês, ao invés do aborto.

Um porta-voz do shopping ao ar livre onde o coral de jovens se apresentou disse que não houve queixas e que o estabelecimento estava cheio de pessoas assistindo os jovens cantando.

Intolerância

A presidente da SSS, no entanto, desconsiderou a recepção pacífica dos escoceses ao coral, e reiterou suas críticas: “A maioria das pessoas não apreciam que estas megaigrejas, com as suas quantidades aparentemente ilimitadas de dinheiro livre de impostos, venham aqui e tenham permissão para tentar afetar nossas vidas”, disse ela. “Eles são extremamente fundamentalistas, tendo em vista que o casamento deve ser um macho e uma fêmea, com o sexo somente para a procriação e antiaborto, e com um monte de jovens criacionistas lá dentro”, esbravejou.

Outra que criticou a visita do coral à cidade foi Shona Craven, colunista do Herald, que considerou os jovens cristãos como “carrapatos” obcecados por “pureza sexual e adeptos de uma agenda contra a escolha [do aborto]”.

Craven afirmou ainda que o coral era uma espécie de “cavalo de Tróia”: “Um espetáculo de marionetes neonazistas no centro comercial? Truques mágicos por Estado islâmico na Buchanan Galleries? Eu tenho certeza que a maioria dos escoceses são muito mais experientes para serem enrolados pelo carisma evangélico, mas esse não é realmente o ponto. Como uma nação deveríamos estar dizendo claramente: ‘fanáticos não são bem-vindos aqui’”, concluiu.


22 COMENTÁRIOS

  1. Dois pequenos pontos de vista: 1- Nosso modo de viver e crer nunca vai ser aceito pelo mundo, e isto não deveria ser novidade. 2- Verdadeiras notícias tristes para o povo evangélico deveriam ser as heresias e ensinos humanistas no seio da igreja, e não a perseguição. Não precisamos ficar discutindo porque cremos, e sim pregar o que cremos.

  2. Jovens Cristãos que refletem, à partir de uma visão genuinamente bíblica, sobre a relevância e a implicação da fé evangélica nas diversas esferas de atuação. Reflexão que objetiva um engajamento integral do cristão: esse é o princípio basilar de atuação. É um grupo de reflexão e engajamento que tem como alvo vincular o pensar à vivência.

    • Noemia, obviamente você deve ser de esquerda, o que te faz ignorar que o Estado Islâmico mata e tortura e que não existe o que você chama de Estado Evangélico. Esse tipo de cegueira tirou sua presidentEEEEEEE do poder. Viva com isso, nós evangélicos ajudamos a derrubar ela.

  3. ora ora ora agora aqueles que nada produziram , nunca enfrentaram nada para construir uma sociedade querem usurpar daqueles que a fizeram, monte de coisas imundas, se mudem para outro lugar e construam uma sociedade gay com leis gays com sua ditadura gay e que sejam felizes, fazendo aquilo que gostam , ou seja se afundar em um anus sujo

  4. Que besteira é esta de "estado evangélico". É mais fácil o Brasil virar um "estado islâmico" com apoio dos esquerdopatas do que "estado evangélico". Nós evangélicos não queremos um "estado evangélico"… isto é imipossível de acontecer….

  5. Jesus sendo inofensivo foi crucificado com um terrorista não é o servo maior do que seu senhor.não há nenhum projeto de implantação de um ´estado evangelico´ o dominionismo é uma vertente escatologica extravagante mas não chega a ser um projeto politico nem esta por tras da participação politica da igreja.

  6. Rafael Moraes sim por esquedordopatas alucinados pelo poder como este que vc. faz ativismo ateu gay aqui, mataram sim e te é dado o direito de o aceitar ou não, escolha tua, assim como tenho o direito de não aceitar esta ditadura gay, vcs. mataram jesus

    • OU Fernando vc viajou muito na maionese. Procura um tratamento amigo. Daqui a pouco se vai culpa a conta de luz os gays e o pt. Ta assistindo muito Silas Malacraia.

  7. GRAÇAS A DEUS A IGREJA TEM RESGATADO FAMÍLIAS JOVENS DAS DROGAS E PROSTITUIÇÕES DESTE MUNDO PERDIDO É CLARO QUE O CONTRADITÓRIO AOS NAZISTAS GAYS VÃO SE REVOLTAR POIS SÃO CONTRA TODA IMORALIDADE E PROMISCUIDADE QUE ELES PREGAM

  8. O ódio aos cristãos e principalmente ao cristianismo pode ter várias máscaras, mas uma só cara…O pecado! Aliás, essa palavra ainda existe? Acho que sim, mas caiu no esquecimento. O Homem se esquece que é pecador e que um dia não estará apenas diante de um coral de Jovens com mensagens que falam de arrependimento, perdão e graça, e sim diante do trono Branco de Deus para acerto de contas (JUIZO).

    “Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes odiou a mim.
    Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia.
    João 15:18,19

  9. – Acredito que a Igreja atual não entra nessa questões, primeiro por questão de comodismo mesmo, talvez por medo de sofrer sanções do Estado, a Igreja ser tributada, o Estado fechar Igrejas entre outras ações.
    – Não acho que o Brasil se torne uma nação ´´Teocrática´´ ela esta cada vez mais Secularizada.

  10. Fernando J. S. Larini Eu matei Jesus? Ele morreu por mim, cara. E por fui fui justificado, regenerado e transformado pelo Seu poder. Não Entendi sua afirmação quanto ao fato de correlacionar o meu Comentário com o Feliciano e suas baboseiras.

  11. Foi exatamente o conservadorismo cristão que construiu a sociedade ocidental, seu hipócrita. Vocês são apenas reles secularistas que só porque não gostam de religião tacham de "nazismo" e "intolerância", sendo que quem mais impõe intolerância e censura a religiosos são vocês.

  12. Dois pequenos pontos de vista: 1- Nosso modo de viver e crer nunca vai ser aceito pelo mundo, e isto não deveria ser novidade. 2- Verdadeiras notícias tristes para o povo evangélico deveriam ser as heresias e ensinos humanistas no seio da igreja, e não a perseguição. Não precisamos ficar discutindo porque cremos, e sim pregar o que cremos.

  13. Jovens Cristãos que refletem, à partir de uma visão genuinamente bíblica, sobre a relevância e a implicação da fé evangélica nas diversas esferas de atuação. Reflexão que objetiva um engajamento integral do cristão: esse é o princípio basilar de atuação. É um grupo de reflexão e engajamento que tem como alvo vincular o pensar à vivência.

  14. Danilo Monzillo Danilo, você já mostrou que não respeita a liberdade religiosa e acha legal ofender alguém pela sua crença/religião. É o que basta em uma sociedade onde ofender qualquer minoria é crime, mas ofender pela religião é algo normal.
    Utilize adjetivos perjorativos, e ao mesmo tempo mostre toda sua ignorância e falta de caráter.

  15. vejamos quem é descompensado o bispo ai ou aqueles dois terroristas gays, UM MATOU MUITOS NA BOATE E OUTRO ATROPELOU E MATOU E FERIU AS DEZENAS, QUEM É ABERRAÇÃO? GAYS ASSASSINOS PERSEGUIDORES NAZISTAS GAYJEGUES

DEIXE UMA RESPOSTA