“Evangelismo hipster”: estratégia da Hillsong atrai mais de 100 mil jovens por fim de semana

6

A Hillsong Church vem se notabilizando ao redor do mundo por sua estratégia ousada de evangelismo para jovens, e esse método de trabalho, que inclui visual “descolado”, linguagem simples e música pop, vem sendo chamado de “evangelismo hipster”.

O termo inglês resume um comportamento de jovens que mesclam subculturas, aderem a tendências incomuns e se agrupam em torno de estilos de vida e música alternativos.

Um dos expoentes desse movimento protagonizado pela Hillsong é o pastor Carl Lentz, líder da Hillsong NYC, que a cada domingo reúne 6 mil jovens por culto no Manhattan Center, segundo informações da versão em português do site espanhol El País.

“Bem-vindos. Estou feliz por terem vindo. Amo a minha igreja porque é muito simples. Não queremos mudar ninguém. Só queremos as pessoas”, diz Lentz ao iniciar seu sermão. O visual do pastor, com calças rasgadas, botas vintage, jaqueta de couro e penteado “moderno” chama atenção dos jovens, que se identificam com ele.


Lentz usa, durante os sermões, as facilidades da tecnologia. Ao lado da Bíblia, o pastor exibe um notebook da Apple, de onde apresenta slides e videos. A marca de eletroeletrônicos é considerada “cool” pela maioria dos jovens, e tida como símbolo de modernidade.

Outros pastores como Lentz atuam na Hillsong para conquistar jovens urbanos, e contrapor a cultura das grandes metrópoles com o Evangelho numa linguagem e forma de exposição que atraia aqueles que, de outra maneira, dificilmente entrariam numa igreja.

A cada fim de semana, mais de 100 mil jovens são atraídos pelas celebrações do “evangelismo hipster” realizados pela Hillsong em cidades como Nova York, Londres, Amsterdam, Barcelona, Cidade do Cabo, Copenhague, Kiev, Paris, Lyon, Düsseldorf e Estocolmo.

O que financia e impulsiona a estratégia da Hillsong são seus grupos musicais. Ao longo dos últimos 20 anos, a gravadora da igreja, Hillsong Music Australia, vendeu mais de 16 milhões de álbuns, em vários idiomas. Ao todo, foram mais de 40 CDs lançados no período.

“Não é preciso crer para estar aqui”, diz o pastor Lentz, 35 anos, ex-jogador de basquete, casado e pai de três filhos.

“O que Deus dá em forma de amor é cinco vezes mais valioso que qualquer coisa que você possa encontrar. Deus deve ser nossa única preocupação. Se algo for importante para você, será importante para Deus. O novo que está chegando se chama Deus […] Olhe o que ele pode fazer por você, não você por ele”, conclui o pastor, sob olhares atentos de jovens que, de alguma forma, não querem consumir o que a sociedade impõe.

6 COMENTÁRIOS

  1. A podridão da Teologia da Prosperidade é a tônica desta “igreja cristã pentecostal”, sendo considerada menos rica que o Vaticano, e muitos torcem para que ela não lance ancoras em terras brasileiras, onde os líderes das igrejas no Brasil ainda sofrem com a falta de abertura dos portões da razão e do entendimento – e que a Hillsong se tornou um império multimilionário, muito mal visto pelas comunidades cristãs americana e européia.

    • Vejo apenas como uma ESTRATÉGIA”. Muitos jovens só chegaram (darão ouvidos) à palavra de Deus se sua proclamação for direcionadas à eles, Jesus fazia semelhantemente. É a mesma coisa que vc querer fazer um “roqueiro” ouvir música sertaneja de raiz. Para isto existe o sertanejo e o roqueiro. Depois cada um segue o seu caminho.

    • Falou o dono da verdade que sabe tudo sobre o que é certo e errado na igreja.
      Ah, vai catar coquinho, irmão, a sua doutrina não é a verdade absoluta. É exatamente por causa de pensamentos como o seu que a igreja do Brasil ainda é um bebê.

    • O que eu soube a respeito dessa igreja e não sei se procede, trata que ela só se instala em países onde há a liberdade religiosa.
      Sendo assim, nunca farão obra missionária em países fechados ao evangelho.
      Se vier ao Brasil, creio que haverá muita pescaria em aquário alheio, pois muitos jovens deixariam suas igrejas e comunidades.

    • Vc está falando bobagens. A igreja Hillsong não tem nada a ver com teologia da prosperidade. A Igreja (organização) é membra das Assembléias de Deus da Austrália. É uma igreja séria que acredita no verdadeiro evangelho de Jesus Cristo (visite o site oficial e leia o crédo apostólico). Eu sou membro da Hillsong Paris. Somos mais de 5000 pessoas todos os domingos a se reunir para louvar e adorar a Deus. Eu te confirmo que o evangelho pregado aqui é o mesmo das igrejas pentecostais tradicionais; a única diferença é a linguagem utilizada. Só a embalagem muda; o conteúdo é o mesmo.

      • Marcio
        Oh, inocente!
        Onde eu escrevi que essa igreja adota a Teologia da Prosperidade? Não sabe ler, não?
        Procure por essa reportagem que trata dessa igreja:

        “Segundo informações do jornalista Ricardo Feltrin, a igreja procura plantar novas filiais em países sem conflitos religiosos graves, como o Brasil: “Hillsong evita se instalar em países em conflito aberto ou que mantenham políticas de intolerância religiosa. Dá preferência, obviamente, àqueles governos que oferecem subsídios e isenções às atividades da igreja”, escreveu Feltrin em sua coluna no Uol.”

        Neste sentido, missões não faz parte dessa igreja.
        Não estou menosprezando essa igreja, mas trabalhar em cima de algo que já foi feito é moleza.

        • As pessoas deveriam se unir para pregar o evangelho e falar de Deus ao inves de discutir o que é certo ou errado o que convem ou não.Deus não precisa disso ele precisa de pessoas que o adorem verdadeiramente independentemente de placa de igreja.Vivemos em um mundo de soberba aonde a cada dia mais se aumenta o numero de pessoas com depressão,vieolencia nas cidades e entre tantas outras coisas.Será mesmo que devemos dar importancia para doutrinas de igrejas?.Acredito que todos nós deveriamos nos unir ao inves de ficar com tanta hipocresia querendo dizer o que é certo ou não.

  2. ola
    sou jovem, sou cristao. Moro em Melbourne na australia e ja assisti a pregacao desse pastor aqui.
    As pessoas criticao demais e blah blah blah…mas uma coisa eh certa, a Hillsong nao eh perfeita, porem ela da tudo de si para conquistar pessoas pra cristo. Cada igreja tem uma visao, e essa é a da Hillsong. Vamos para de criticar a igreja e comecar a pensa naquilo que podemos para conseguir mais alma pra cristo.
    Nao devo julgar e nem vc deve, afinal, Deus É o juiz.

DEIXE UMA RESPOSTA